26 CAUSAS DE OLHO VERMELHO (com fotos)

Atenção: descubra 5 causas para o olho vermelho e dolorido!

26 CAUSAS DE OLHO VERMELHO (com fotos)

Sentir o olho vermelho, dolorido ou inchado é sinal de que alguma coisa está errada. Sempre que ele sofre algum tipo de agressão, o organismo desencadeia essa resposta como um alerta para avisar que a saúde ocular está em perigo.

Diversos fatores geram tal tipo de sintoma, incluindo os externos — como poeira e corpos estranhos. E pode estar relacionado à doenças que se instalam nos olhos. De toda forma, é preciso prestar atenção, pois se trata de órgãos muito sensíveis e essenciais para nossa autonomia.

Preparamos este artigo com algumas possíveis causas da vermelhidão e do inchaço nos olhos, para que você entenda o que prejudica nossa visão. Continue lendo para saber quais são elas e descobrir como cuidar ainda melhor da sua saúde ocular.

1. Sujeira e corpo estranho

Os olhos não aceitam com tranquilidade o contato com agentes irritantes, sejam líquidos, sólidos ou gasosos. Então, sempre que isso acontece podem surgir sintomas como vermelhidão, dor e inchaço, sendo que em alguns casos também há coceira e sensação de ardência. Isso é provocado por:

  • poeira;
  • fumaça;
  • cosméticos;
  • maquiagem;
  • produtos químicos.

O olho vermelho e dolorido também pode indicar a presença de algum corpo estranho, ou seja, uma partícula que não deveria estar ali causa incômoda e desencadeia uma reação com o intuito de expulsar esse “invasor”. O corpo estranho pode ser um cisco, cílio, pedrinha, inseto, fiapo ou qualquer partícula que irrite o olho.

2. Lentes de contato

As lentes de contato são boas opções para corrigir problemas de visão. No entanto, é preciso seguir as recomendações e utilizá-las corretamente, pois elas também podem prejudicar os olhos, uma vez que ficam fixadas diretamente sobre eles.

É muito importante que esse tipo de lente seja higienizado do jeito certo, assim como o estojo utilizado para armazená-lo. Isso precisa ser feito com produtos específicos, que não causem irritações no globo ocular.

Outro erro que deve ser evitado é dormir com as lentes de contato. Um período muito prolongado de uso aumenta os riscos de ocorrerem infecções pela contaminação por microrganismos, como e bactérias e fungos.

3. Trauma nos olhos

Quando ocorre algum trauma no globo ocular ou na face, podemos perceber o olho vermelho e dolorido. Ele também corre o risco de ficar inchado e sofrer uma hemorragia, causada pela ruptura de pequenos vasos sanguíneos na região subconjuntival (que deixa uma marca muito vermelha no globo ocular).

Os traumas podem decorrer de acidentes de trânsito, pancadas, quedas ou uma abrasão, seja em função de um corpo estranho ou arranhão no olho. Por isso, outros sintomas podem se associar, dependendo da lesão sofrida e do motivo que a causou.

4. Alergias

As alergias deixam o olho vermelho e dolorido em função da resposta do sistema imunológico ao contato com o agente irritante. Os quadros alérgicos se limitam aos olhos ou afetam também as vias aéreas superiores, como acontece na rinite e na sinusite.

As causas das alergias são muitas, incluindo o contato com fumaça, poeira, produtos químicos e maquiagem, entre inúmeros outros itens. O que desencadeia essa resposta varia de pessoa para pessoa, então é muito importante ficar atento àquilo que provoca o incômodo e evitar se expor a esse agente agressivo.

5. Doenças oculares

Diversas doenças oculares desencadeiam sintomas bastante incômodos, deixando o olho vermelho e dolorido, além de inchado e coçando. É muito importante que esses problemas sejam diagnosticados e tratados, uma vez que podem evoluir para quadros mais complexos e, em alguns casos, levar à perda da visão.

A seguir, listamos algumas doenças muito comuns, mas que prejudicam bastante os olhos. Veja quais são.

Conjuntivite

A conjuntivite é uma inflamação que afeta a conjuntiva, uma membrana muito fina e transparente que cobre a parte da frente dos olhos e o interior da pálpebra. Além de deixar o olho vermelho e dolorido, causa sensibilidade à luz, coceira, produção excessiva de secreção e sensação de corpo estranho.

Esse processo inflamatório costuma ser desencadeado por quadros alérgicos ou resultar de uma infecção por microrganismos. Existem conjuntivites causadas por fungos, bactérias e vírus, sendo que a doença pode afetar somente um olho ou os dois.

Inflamações

O olho é dividido em partes — e todas elas estão suscetíveis a inflamações provocadas por fungos, vírus, bactérias, parasitas ou até mesmo complicações de situações anteriores, como alergia, irritação ou lesão. Alguns processos inflamatórios que afetam a região são:

  • blefarite: atinge as pálpebras;
  • episclerite: ocorre na membrana que cobre a parte branca dos olhos;
  • irite: inflamação da íris, porção colorida do olho;
  • ceratite: manifesta-se na córnea;
  • esclerite: a esclera, parte branca do olho, fica inflamada;
  • uveíte: inflamação da camada média e posterior dos olhos.

Há também um quadro ainda mais grave, chamado de celulite orbitária. Trata-se de uma infecção que acomete os tecidos ao redor dos olhos, causando um inchaço muito volumoso. O quadro requer tratamento com antibiótico oral ou endovenoso.

Hordéolo

Esse problema é mais conhecido como terçol, um inchaço doloroso que se forma na pálpebra. Ele pode ser interno ou externo — o segundo caso é o mais comum, resultado da obstrução e consequente infecção de um folículo ciliar (incluindo as glândulas ao seu redor).

No caso do hordéolo interno, essa condição rara é resultado da infecção de uma glândula. Em ambos os casos, pode ocorrer a formação de um abcesso, ou seja, um acúmulo de secreção purulenta. Tais inflamações são agudas (de curta duração), mas causam muito incômodo e dor local, deixando o olho vermelho e dolorido

Síndrome do olho seco

A síndrome do olho seco se caracteriza pela produção inadequada de lágrimas devido à função reduzida das glândulas ou à perda do componente aquoso, que possibilita a formação do fluido lacrimal. Em alguns quadros, o problema pode estar na qualidade desse fluido, que não lubrifica adequadamente os olhos.

Pessoas que sofrem com a síndrome do olho seco apresentam um ressecamento da superfície do globo ocular. Como consequência, manifestam-se a vermelhidão, a coceira e a sensação de ardência. Em alguns casos, os olhos também ficam doloridos e cansados.

É importante saber que o olho vermelho e dolorido, inchado, coçando ou com qualquer outro sintoma não deve ser tratado em casa. A automedicação oftalmológica é muito perigosa, pois os colírios têm indicações específicas e, se utilizados incorretamente, podem agravar a condição. Assim, o ideal é procurar sempre a ajuda de um profissional.

Como você viu, os problemas podem se manifestar em qualquer parte do olho. Que tal conhecer as estruturas do órgão e suas funções? Boa leitura e até a próxima!

Источник: https://retinapro.com.br/blog/olho-vermelho-e-dolorido/

Inflamação no olho: o que fazer, tipos e sintomas

26 CAUSAS DE OLHO VERMELHO (com fotos)

Dentre os incômodos oftalmológicos mais comuns está a inflamação no olho.

Os principais sintomas são dores e incômodos na região, vermelhidão, sensação de cisco nos olhos, fotofobia e coceira.

Além disso, o problema possui diversas causas e também pode ser um indicativo de outras doenças, desde conjuntivite e terçol, até questões mais sérias, como glaucoma.

Lembre-se que os olhos são extremamente sensíveis e demandam um cuidado especial. Por isso, neste artigo, você vai entender melhor sobre os sintomas, tipos e o que o incômodo pode indicar. 

Boa leitura!

Os 5 mais comuns sintomas de inflamação no olho

Inflamações no olho geralmente resultam de uma infecção por vírus ou bactérias. Mas a inflamação também pode ser inespecífica. Diferentes quadros clínicos são diferenciados dependendo de quais partes do olho estão afetadas. É aconselhável consultar o seu oftalmologista porque a inflamação também pode progredir com o tempo e se tornar grave.

Vamos portanto aos tipos e características de inflamações no olho. Caso tenha percebido algum sintoma ou esteja na dúvida, não hesite em buscar ajuda profissional para avaliar o problema.

1 – Dores e incômodos

Os olhos se encontram em uma parte do corpo com diversas terminações nervosas, além de estruturas sensíveis. Por isso é natural a reação do organismo de protegê-los ao vento, excesso de luz, entre outros casos em que fechamos os olhos involuntariamente.

Qualquer inflamação ou alteração ocular, nesse sentido, pode ocasionar dor no canto do olho e outros incômodos, representando o primeiro alerta de que algo está errado.

2 – Vermelhidão

Assim como são vastos em sensibilidade, os olhos também são altamente vascularizados. E, ao ocorrer uma inflamação, um dos principais sintomas é sempre a vermelhidão.

Quando a vermelhidão é momentânea, pode indicar um cisco ou algum incômodo pontual. Caso ela permaneça por um longo período, pode indicar uma inflamação ou doença oftalmológica, como explicaremos mais à frente.

3 – Sensação de cisco nos olhos

Quando há algum tipo de inflamação ocular, a sensação de que existe algum corpo estranho nos olhos é constante. Este é um sintoma que facilita a identificação do problema.

4 – Sensibilidade à luz (fotofobia)

A fotofobia também pode ser um sintoma de alguma inflamação ocular.

Quando estão inflamados, os olhos tendem a se tornar mais sensíveis à iluminação, o que torna a visão mais incômoda.

5 – Coceira

Quando o olhos estão inflamados, como em qualquer outra situação de anormalidade no corpo, é natural que o organismo tente combater o problema. E é nesse momento que costuma surgir a coceira.

Causas de irritação ou inflamação no olho

Uma inflamação nos olhos pode acontecer por motivos simples, como alergias a partículas do ar, cremes ou maquiagem, insônia, falta de higiene nas mãos, óculos e lentes de contato (que podem levar bactérias para a região), ou até mesmo por choro excessivo

Mas, além disso, os olhos também podem inflamar devido a outras questões mais sérias, como doenças e problemas oculares. Entenda melhor abaixo.

Terçol

Outro tipo de infecção nos olhos conhecido é o terçol, que ocorre nas pálpebras e pode causar forte incômodo. Em geral, o terçol costuma passar naturalmente em alguns dias e não é classificado como um problema sério. Porém, qualquer ação sem a orientação profissional adequada pode acabar piorando o quadro.

Uveíte

Já essa é uma inflamação na íris do olho e nos vasos sanguíneos do globo ocular, tendo como principal sinal a vermelhidão. Diferentemente do terçol, a uveíte não passa com o tempo e pode ser causada pelo contato de partículas estranhas aos olhos ou por doenças infecciosas, como toxoplasmose, herpes, tuberculose e até sífilis.

Entenda melhor sobre a Uveíte a seguir:

Uveíte: o que é e como tratar?

Blefarite

A Blefarite também atinge as pálpebras dos olhos, mas a diferença, em comparação com o Terçol, é que essa doença também vem acompanhada de pequenas crostas, que costumam incomodar o paciente na hora de acordar e abrir os olhos.

Quer se informar melhor sobre a Blefarite? Confira este outro artigo: 

Blefarite: o que é, como acontece e quais são as causas.

Glaucoma

Dentre outros sintomas, o glaucoma também pode deixar os olhos avermelhados e vir acompanhado de dores de cabeça. É importante se informar melhor sobre a doença e buscar o diagnóstico precoce, já que essa é segunda maior causa de cegueira do mundo.

Glaucoma: tire suas dúvidas sobre este problema nos olhos

Identificou algum sintoma de irritação ou inflamação no olho? O que fazer e como tratar?

A maior parte das pessoas que identificam uma inflamação no olho acabam não se importando tanto, acreditando que é um sintoma momentâneo. Esse é um grande erro, já que a inflamação pode piorar, dificultando até a capacidade de visão.

Por isso, ao sinal de qualquer sintoma, procure um oftalmologista o mais rápido possível, especialmente se o problema for frequente ou se estiver presente há dias.

Há medicamentos e pomadas para curar olho irritado ou inflamado?

O tratamento vai depender do grau da inflamação e dos sintomas de cada paciente.

Mas, de modo geral, o protocolo inclui o uso de colírios lubrificantes e anti-inflamatórios, antialérgicos, soro fisiológico, compressas com água quente e/ou fria e até o uso de alguns tipos de pomadas.

É fundamental ressaltar que em hipótese alguma o paciente deve buscar informações de revistas ou de internet, sequer realizar procedimentos caseiros ou que funcionaram para terceiros. 

Cada pessoa reage de uma forma aos tratamentos e só um médico especialista pode informar o que é essencial para cada inflamação nos olhos.

A Viva Oftalmologia é referência em saúde ocular em Brasília. Clique aqui e agende a sua consulta agora mesmo com um de nossos especialistas!

Leia também: O que esperar de uma consulta ao oftalmologista?

Agende sua consulta agora mesmo na Viva Oftalmologia! É simples e rápido.

Источник: https://vivaoftalmologia.com.br/4-sintomas-da-inflamacao-nos-olhos-para-ficar-atento/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: