6 benefícios da rúcula para a saúde

Contents
  1. 7 benefícios da rúcula que vão fazer você querer cultivar em casa
  2. Principais Benefícios da Rúcula
  3. 1- Saúde dos olhos
  4. 2- Ajuda a emagrecer
  5. 3- Deixa os ossos fortes
  6. 4- Previne câncer de intestino
  7. 5-  Diminui colesterol e triglicerídeos
  8. 6- Previne anemia
  9. 7- Fortalece a imunidade
  10. Conheça a Papel Semente
  11. Rúcula: os incríveis benefícios que talvez você não saiba – GreenMe
  12. Os incríveis benefícios da rúcula
  13. Trata a diabetes
  14. Previne câncer
  15. Protege a pele contra raios UV
  16. Previne osteoporose
  17. Protege a saúde ocular
  18. Fortalece o sistema imunológico
  19. Favorece a líbido
  20. Detox natural
  21. Salada
  22. Brusqueta
  23. Pesto de rúcula
  24. Na macarronada
  25. Bolinha de batata com rúcula
  26. Especialmente indicado para você:
  27. Rúcula: benefícios e como consumir
  28. Poucas calorias e rica em vitaminas e minerais
  29. Boa absorção de minerais
  30. Rica em ácido fólico e antioxidantes
  31. Faz bem para a visão
  32. Ajuda na imunidade
  33. Melhora a saúde do coração
  34. Faz bem para a digestão
  35. Aumenta a saciedade
  36. Diminui o risco de diabetes
  37. Ajuda na prevenção do câncer
  38. Contribui com a saúde dos ossos
  39. Como consumir rúcula
  40. Como escolher e conservar rúcula
  41. Contraindicações da rúcula
  42. Veja também:
  43. Rúcula ajuda na saúde dos olhos e ossos: veja 6 benefícios
  44. 2. Ajuda na imunidade
  45. 3. Contribui com a saúde dos ossos
  46. 4. Melhora a saúde do coração
  47. 5. Faz bem para a digestão
  48. 6. Aumenta a saciedade
  49. Benefícios em estudo
  50. Formas de consumo
  51. Como escolher e conservar a rúcula
  52. Riscos e contraindicações
  53. Benefícios da Rúcula, dicas e receitas
  54. 1. Pode ajudar na prevenção do câncer
  55. 2. Contribui para a saúde dos olhos e da pele
  56. 3. A rúcula ajuda a fortalecer o sistema imunológico
  57. 4. Contribui para melhora nas funções cerebrais
  58. 5. Ajuda na prevenção de osteoporose
  59. 7. Melhora a oxigenação muscular
  60. 8. A rúcula é boa para mulheres grávidas
  61. 9. Melhora a digestão
  62. 10. Ajuda na perda de peso
  63. Dicas para o consumo de rúcula
  64. Receitas
  65. Salada do prazer
  66. Pesto de Rúcula
  67. Benefícios da rúcula: razões para consumi-la, contraindicações e receitas
  68. 8 benefícios da rúcula que mostram a importância de inseri-la no cardápio
  69. Contraindicações e riscos do consumo de rúcula
  70. Pode comer todo dia?
  71. 7 formas apetitosas de aproveitar os benefícios da rúcula
  72. 1. Patê de rúcula
  73. 2. Salada de rúcula
  74. 3. Salada japonesa de rúcula com agrião
  75. 4. Bruschetta de gorgonzola com rúcula
  76. 5. Molho pesto de rúcula
  77. 6. Spaghetti com rúcula
  78. 7. Quiche de tomate seco com rúcula

7 benefícios da rúcula que vão fazer você querer cultivar em casa

6 benefícios da rúcula para a saúde

Confira quais as propriedades e os principais benefícios da rúcula para aumentar a imunidade e a sua qualidade vida.

Poucas calorias e muitas fibras tornam a folha de rúcula tão querida nos pratos de saladas e na mesa brasileira. O aroma forte é característico dessa verdura saborosa, que fica bem em muitas receitas.

Mas além de salada, sucos, pizzas e recheios salgados, sabia que esse alimento ainda é super rico em vitaminas e nutrientes benéficos para aumentar a imunidade e deixar o corpo mais saudável?

Conheça quais os benefícios da rúcula e de seu consumo regular:

Principais Benefícios da Rúcula

Proveniente do Mediterrâneo, Ásia Ocidental, a rúcula é cheia de benefícios para a saúde. Dentre as principais propriedades da rúcula, está a rica quantidade de fibras que ajudam no funcionamento do intestino. A verdura é rica em proteínas, vitaminas A e C, sais minerais (como cálcio, potássio e ferro), além de ômega 3.

1- Saúde dos olhos

O consumo de rúcula é bom para prevenção de cataratas, uma vez que possui as substâncias luteína e zeaxantina que mantém a saúde dos olhos.

2- Ajuda a emagrecer

As folhas não contém açúcar, têm baixas calorias e gorduras para compor uma dieta de emagrecimento e controle de diabetes.

3- Deixa os ossos fortes

A hortaliça apresenta muito cálcio para manter os ossos fortes e saudáveis. Dessa forma, também evita a osteoporose.

4- Previne câncer de intestino

Além das fibras, a rúcula contém indol, substância importante para combater esse tipo de doença.

5-  Diminui colesterol e triglicerídeos

Devida à pouca gordura, e bastante energia, o alimento é indicado em dietas para reduzir o colesterol e os triglicerídeos.

6- Previne anemia

Um dos principais benefícios da rúcula por ser rica em ferro, a inserção na dieta ajuda na prevenção de anemia e suas consequências, além de gripes e resfriados.

7- Fortalece a imunidade

Devido à vitamina C, a rúcula fortalece o sistema imunológico já que funciona como antioxidante e elimina radicais livres. O corpo humano não apresenta essa vitamina, por isso a importância do consumo de alimentos desse gênero para combater infecções e prevenir doenças.

Aposto que vai inserir essa hortaliça na sua rotina, não é mesmo? O cardápio de opções é variado, e os benefícios da rúcula são garantidos.

Saiba também como plantar rúcula e fazer sua própria horta caseira. Que tal investir em papel reciclado com sementes de rúcula na composição? Faça convites, cartões de visita, flyers, embalagens, entre outros produtos de nossa papelaria ecológica.

Preencha o formulário abaixo para entrar em contato:

Conheça a Papel Semente

A Papel Semente é uma empresa sustentável que cria produtos ecológicos a partir de restos de aparas de papel coletados por catadores da Ong Guardiões do Mar.

Além disso, são fabricados por moradores da comunidade de São Gonçalo, gerando renda e dando oportunidades aos trabalhadores locais.

A companhia trabalha produzindo papelaria e embalagens com sementes em sua composição, sendo possível escolher entre doze tipos de flores, hortaliças e ervas de sua preferência.

Então além de contribuir para a redução de lixo nas praias e rios do Rio de Janeiro, os papéis ecológicos também tornam-se uma ótima maneira de contribuir com práticas sociais. Transmita valores sustentáveis por meio de produtos 100% biodegradáveis e que geram bons impactos no meio ambiente.

Источник: https://papelsemente.com.br/blog/beneficios-da-rucula/

Rúcula: os incríveis benefícios que talvez você não saiba – GreenMe

6 benefícios da rúcula para a saúde

Com sabor peculiar, capaz de transformar uma simples salada num requintado banquete de saúde, a rúcula possui incríveis benefícios que talvez você não saiba. Rica em vitaminas e minerais, a rúcula pode ser considerada como um presente de saúde que a natureza nos dá.

Os incríveis benefícios da rúcula

Alguns consideram o sabor da rúcula picante, achando ideal sua utilização no preparo de saladas. Outros ousam mais e usam a rúcula até mesmo para o preparo de pratos quentes. Seja qual for a forma escolhida, veremos que o seu consumo trará os benefícios das vitaminas A, C e K, além de poderosos antioxidantes e minerais.

Trata a diabetes

Por ser rica no antioxidante ácido alfa-lipóico, o consumo de rúcula é capaz de diminuir os níveis de glicose e aumentar a sensibilidade à insulina, favorecendo o tratamento de diabetes.

Previne câncer

A rúcula é capaz de prevenir a progressão de tumores que podem desenvolver câncer de cólon e pulmão, pois possui altos índices de sulforafano, substância conhecida por impedir o desenvolvimento de cancros.

Protege a pele contra raios UV

O consumo de rúcula garante ao organismo altas quantidades de antioxidantes carotenoides como o betacaroteno, responsável por fortalecer o organismo, estimulando a liberação de melanina e consequentemente protegendo contra a incidência de raios UV.

Previne osteoporose

O consumo de rúcula auxilia o organismo na recuperação da saúde óssea graças aos elevados níveis de vitamina K encontrados neste vegetal. Isso faz com que o corpo possa gerir adequadamente a saúde dos ossos, prevenindo casos de osteoporose.

Protege a saúde ocular

Por ser rica nos antioxidantes zeaxantina e luteína, o consumo de rúcula pode ser extremamente benéfico para a saúde dos olhos. Isso é dito pois são antioxidantes responsáveis pela proteção da película ocular, além da prevenção de máculas dos olhos.

Fortalece o sistema imunológico

As altas quantidades de vitamina C (ácido ascórbico) presentes na rúcula são extremamente benéficas para o fortalecimento do sistema imunológico, prevenindo assim resfriados e gripes. Além disso, o ácido ascórbico será responsável por combater radicais livres, garantindo a prevenção do envelhecimento precoce.

Favorece a líbido

Este benefício da rúcula é conhecido desde os tempos mais remotos. Graças às propriedades gerais da rúcula, é sabido que seu consumo é capaz de favorecer e melhorar a líbido, incrementando então a qualidade da vida sexual.

Detox natural

Por ser uma excelente fonte de clorofila alcalinizante, a rúcula é capaz de limpar o sangue, gerando o incrível efeito de desintoxicação de outras substâncias nocivas que ficam impregnadas em nosso corpo.

Assim, é possível frisar seus incríveis benefícios sucintamente:

• Trata a diabetes

• Previne câncer de cólon e de pulmão

• Protege a saúde da pele

• Previne osteoporose

• Melhora a saúde dos olhos

• Previne gripes e resfriados

• Previne o envelhecimento precoce

• Melhora a libido

• Desintoxica o organismo

Salada

A forma de consumir rúcula, evidentemente, depende de cada um. Normalmente, a rúcula é muito utilizada para preparar saladas, tendo em vista seu marcante sabor. Uma salada simples de rúcula pode ser feita da seguinte maneira:

Ingredientes

• 100 g de rúcula

• 4-5 folhas grandes de alface lisa

• ½ limão

• 1 colher de sopa de vinagre

Modo de preparo

1. Lave bem a rúcula e a alface

2. Em seguida, corte a alface em tiras e adicione a um recipiente junto com a rúcula (a rúcula não precisa ser cortada)

3. Esprema o suco do limão sobre a rúcula e a alface e adicione o vinagre em seguida. Caso deseje, é possível adicionar uma pitada de sal (e não mais que isso)

4. Basta servir

É também possível utilizar a rúcula no preparo de pratos quentes, como uma farofa saudável, por exemplo. Para tal, basta preparar a farofa como de costume com farinha de mandioca e adicionar a rúcula picada na hora de temperar.

Brusqueta

Rúcula também combina bem com determinados tipos de queijo (feta grega, creme de queijo, brie ou camembert), por tanto ficam ótimas servidas em brusquetas. Também combinam com tomates e veganos podem fazem brusquetas de tomate com rúcula, azeite e alho. Veja a foto para se inspirar:

Pesto de rúcula

Que tal fazer um pesto de rúcula? Fica muito bom e é fácil fazer. Pode ser usado para temperar macarrões ou também para ser usado como patê.

Veja a receita aqui: PESTO: A RECEITA ORIGINAL E 6 VARIANTES

Na macarronada

Fica simplesmente maravilhosa a macarronada com rúcula por cima. Basta colocar umas folhinhas antes de servir. A foto abaixo ilustra um prato de fettuccine integral com mussarela e rúcula, mas podemos tranquilamente tirar a mussarela do prato, fica bom ou até melhor! Veja abaixo dois links com receitas de molho caseiro de tomate.

Aqui: MOLHO DE TOMATE: 5 RECEITAS PARA NUNCA MAIS COMPRAR MOLHO PRONTO

E aqui: MOLHO DE TOMATE CASEIRO: RECEITA RÁPIDA, PRÁTICA E DELICIOSA

Bolinha de batata com rúcula

Clique abaixo para ver esta delícia chamada:

RECEITA DE BOLINHA DE BATATA COM RÚCULA

Enfim, rúcula fica bom em tudo: não se esqueça de colocá-la nos lanches e na pizza caseira.

Especialmente indicado para você:

CRUS OU COZIDOS? UM MINIGUIA PARA CONSUMIR MELHOR VÁRIOS TIPOS DE VEGETAIS

PESTO: A RECEITA ORIGINAL E 6 VARIANTES

Источник: https://www.greenme.com.br/alimentar-se/alimentacao/63944-rucula-os-incriveis-beneficios-que-talvez-voce-nao-saiba/

Rúcula: benefícios e como consumir

6 benefícios da rúcula para a saúde
Imagem de sheri silver no Unsplash

A rúcula, parte da mesma família do brócolis, repolho e outros vegetais crucíferos, possui um perfil nutricional bastante atrativo. Ela é fonte de betacaroteno, vitamina C, vitamina K e minerais como potássio, ferro, manganês, magnésio, zinco e cobre.

Por conter pouquíssimas calorias, a rúcula pode ser consumida à vontade.

Além disso, suas folhas apresentam propriedades digestivas, diuréticas e são reconhecidas como um potente alimento na prevenção de doenças, já que apresentam compostos fitoquímicos que desempenham um papel antioxidante vital no organismo.

Poucas calorias e rica em vitaminas e minerais

Cada porção de um copo de rúcula possui apenas cinco calorias, ou seja, ela pode ser consumida sem contraindicações por quem quer perder peso. Em uma comparação nutricional com a alface, a rúcula contém cerca de oito vezes mais cálcio, cinco vezes mais vitaminas A, C e K, e quatro vezes mais ferro que a mesma quantidade da primeira.

Boa absorção de minerais

Ao contrário de algumas folhas verdes, a rúcula apresenta baixa concentração de ácido oxálico, um composto químico natural que inibe a absorção de alguns minerais pelo organismo.

Rica em ácido fólico e antioxidantes

A rúcula também contém altos níveis de ácido fólico e antioxidantes, o que a torna uma forte aliada na luta contra os radicais livres.

Ela também é rica em carotenoides e minerais como potássio, manganês, ferro e cálcio, elementos necessários em uma dieta saudável.

Além disso, a rúcula contém fitoquímicos, compostos derivados de plantas e responsáveis por grande parte da defesa do nosso organismo.

Faz bem para a visão

Por ser fonte de carotenoides (precursores de vitamina A), a rúcula faz bem para a saúde ótica.

Ela ajuda a prevenir a degeneração macular, uma doença que atinge a retina e leva a perda progressiva da visão.

Isso ocorre porque a planta é rica em betacaroteno, luteína e zeaxantina, nutrientes conhecidos por proteger a retina, a córnea e outras partes dos olhos dos danos causados pelos raios ultravioletas.

Vale ressaltar que a vitamina A não é produzida pelo corpo humano. Dessa maneira, devemos obtê-la por meio do consumo de alimentos que possuam o nutriente. Nos vegetais, essa vitamina é encontrada nas folhas verdes.

Ajuda na imunidade

Fonte de vitamina C, a rúcula fortalece o sistema imunológico, ajudando a eliminar radicais livres. Dessa forma, ao consumir a hortaliça, o corpo responde melhor aos processos infecciosos e ao estresse oxidativo. A vitamina C também não é produzida pelo organismo, portanto, é importante consumir alimentos com esse nutriente com frequência.

Melhora a saúde do coração

Um estudo concluiu que ingerir vegetais de folhas verdes pode proteger o coração de doenças.

Já outra pesquisa divulgada no Journal of the American Heart Association mostrou que consumir esses vegetais com frequência reduz o risco de aterosclerose em mulheres mais velhas.

Esse problema de saúde acontece quando se acumula gordura nas artérias, o que aumenta o risco dos problemas cardiovasculares.

Vale ressaltar que a vitamina K desempenha um papel importante na saúde cardíaca e diminui a mortalidade decorrente de doenças cardiovasculares.

Esse nutriente ajuda a prevenir a calcificação das artérias, que é uma das principais causas de ataques cardíacos.

Além disso, a rúcula possui uma pequena quantidade de ômega 3 em sua composição, que participa da limpeza das artérias, atuando como fator protetor do coração.

Faz bem para a digestão

O gosto amargo da rúcula ocorre devido à presença de sulforafano, substância que ajuda a prevenir inflamações no intestino e facilita o processo digestivo em pessoas que sofrem com excesso de acidez no estômago. Esse efeito positivo se dá porque a planta estimula a produção da bile pelo fígado. Por isso, o consumo de saladas com folhas cruas de rúcula antes das refeições é benéfico.

Aumenta a saciedade

O consumo regular de rúcula ajuda a controlar a fome. Isso ocorre porque ela aumenta a saciedade devido à presença das fibras, que retardam o esvaziamento gástrico e fazem com que a pessoa se sinta saciada por mais tempo, consumindo menos alimentos.

Diminui o risco de diabetes

Diversas pesquisas mostram que consumir vegetais com frequência diminui as chances de uma pessoa desenvolver diabetes. Por conta das fibras, o alimento também é benéfico para quem já tem diabetes, uma vez que reduz a velocidade da absorção de glicose.

Ajuda na prevenção do câncer

Pesquisas mostram que consumir regularmente vegetais crucíferos (como a rúcula) diminui o risco de desenvolver câncer. Isso acontece porque esses alimentos contêm uma substância conhecida como glucosinolatos que combate o crescimento de células cancerosas.

Contribui com a saúde dos ossos

A rúcula contém vários nutrientes essenciais para a saúde óssea, como cálcio e vitamina K. A deficiência desses nutrientes aumenta o risco de fraturas ósseas.

Como consumir rúcula

De acordo com a Embrapa, a melhor forma de consumir a rúcula é crua em saladas. No entanto, ela pode ser aliada à frutas para quem deseja preparar uma receita agridoce. Também é comum acompanhá-la de outras folhas verdes como alface ou agrião, principalmente por quem considera o sabor da rúcula muito forte.

A rúcula é utilizada como ingredientes de tortas, quiches, lasanhas, pizzas, sanduíches, risotos, sopas, patês, bolinhos e sucos. Outra opção é usá-la em molhos para massas como o molho pesto, substituindo o manjericão. É importante evitar muito tempo de cozimento, pois algumas vitaminas e minerais se perdem durante esse processo.

No caso de vegetais que serão consumidos crus, o ideal é começar lavando-os em água corrente. Depois disso, deixe as folhas em imersão durante 15 minutos em uma solução com uma colher de sopa de água sanitária para cada um litro de água. Por fim, lave as folhas novamente em água corrente.

Como escolher e conservar rúcula

A rúcula costuma ser vendida em maços nas feiras ou supermercados. O ideal é que você escolha a hortaliça com folhas bem verdes, firmes e viçosas. Evite comprá-la quando estiver amarelada, murcha ou com manchas.

Por ser bastante perecível, é importante comprar pequenas quantidades do alimento para consumir nos próximos dias. Em temperatura ambiente, a rúcula dura apenas um dia, e na geladeira pode ser conservada por até quatro dias, desde que embalada em saco plástico ou recipiente tampado.

Contraindicações da rúcula

A rúcula é considerada um vegetal seguro para consumo. Apesar disso, especialistas recomendam não consumi-la em grandes quantidades, já que as folhas podem causar enjoos e vômitos.

Pessoas com insuficiência renal devem restringir o consumo da hortaliça por conta do potássio. O problema renal crônico reduz a capacidade de excreção dessa substância, que acaba se acumulando no organismo.

Já pessoas que fazem uso de medicamentos com propriedades anticoagulantes também devem se atentar ao consumo em excesso.

Isso porque a rúcula contém vitamina K, que atua na coagulação sanguínea e pode interagir com esses remédios.

Fontes: Embrapa e Centro Nacional de Informações sobre Biotecnologia

Veja também:

Cadastre-se e receba nosso conteúdo em seu email. Comunicar erro

Источник: https://www.ecycle.com.br/8332-rucula.html

Rúcula ajuda na saúde dos olhos e ossos: veja 6 benefícios

6 benefícios da rúcula para a saúde

A rúcula é uma hortaliça verde-escura que teve origem na região Mediterrânea. De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), o alimento é parente da couve, couve-flor e brócolis e deve ser consumido com frequência devido as suas propriedades nutricionais.

O sabor é forte e picante e esse vegetal pode fazer parte de diversas saladas acompanhando outras folhas como alface. Possui vitaminas A, C e K além de cálcio, ferro, fósforo, magnésio e potássio.

Por conta dos seus nutrientes, ela contribui com a saúde cardíaca e ajuda a combater diversas doenças. Além de melhorar o sistema imunológico e a digestão. E também possui poucas calorias: em 100 g há 25 kcal.

A seguir, veja detalhes dos benefícios da rúcula, como consumir e se há contraindicações.

Por ser fonte de carotenoides (precursores de vitamina A), a rúcula contribui com a saúde ocular. Vale lembrar que a vitamina A não é produzida pelo corpo humano, sendo assim, devemos obtê-la por meio do consumo de alimentos que possuam o nutriente. Nos vegetais, essa vitamina é encontrada nas folhas verdes (como rúcula, brócolis, espinafre e couve).

A rúcula ajuda a prevenir a degeneração macular, que é uma doença que atinge a retina e leva a perda progressiva da visão. Isso porque a hortaliça é rica em betacaroteno, luteína e zeaxantina. Esses nutrientes são conhecidos por proteger a retina, a córnea e outras partes dos olhos dos danos causados pelos raios UV.

2. Ajuda na imunidade

Fonte de vitamina C, a rúcula fortalece o sistema imunológico, pois é um antioxidante e ajuda na eliminação de radicais livres. Dessa forma, ao consumir a hortaliça, o corpo responde melhor aos processos infecciosos e ao estresse oxidativo. A vitamina C também não é produzida pelo organismo, portanto, é importante consumir alimentos com esse nutriente com frequência.

3. Contribui com a saúde dos ossos

A rúcula contém vários nutrientes essenciais para a saúde óssea, incluindo cálcio e vitamina K. A deficiência desses nutrientes aumenta o risco de fraturas ósseas. A vitamina K desempenha um papel importante na fixação do cálcio nos ossos, por exemplo.

4. Melhora a saúde do coração

Um estudo indicou que ingerir vegetais de folhas verdes pode proteger o coração de doenças.

Já outra pesquisa divulgada no Journal of the American Heart Association mostrou que consumir esses vegetais com frequência reduz o risco de aterosclerose em mulheres mais velhas.

Esse problema de saúde acontece quando se acumula gordura nas artérias, o que aumenta o risco dos problemas cardiovasculares.

Sabe-se que a vitamina K desempenha um papel importante na saúde cardíaca e diminui a mortalidade cardiovascular. Esse nutriente ajuda a prevenir a calcificação das artérias, que é uma das principais causas de ataques cardíacos. Além disso, a rúcula possui em sua composição uma pequena quantidade de ômega 3, que participa da limpeza das artérias, atuando como fator protetor do coração.

5. Faz bem para a digestão

O gosto amargo da hortaliça ocorre devido ao enxofre, ou sulforafano, que ajuda a prevenir inflamações no intestino e facilita o processo digestivo em pessoas que sofrem com excesso de acidez no estômago.

Esse problema é bastante comum em pessoas que tenham indigestão crônica ou outros problemas gastrointestinais. Esse efeito positivo se dá porque a hortaliça estimula a produção da bile pelo fígado.

Por isso, o consumo de saladas com folhas cruas de rúcula antes das refeições é benéfico.

6. Aumenta a saciedade

O consumo regular ajuda a controlar a fome. A rúcula aumenta a saciedade devido à presença das fibras, que retarda o esvaziamento gástrico e faz com que a pessoa se sinta saciada por mais tempo e consuma menos alimentos.

Benefícios em estudo

– Pode diminuir o risco de diabetes: diversas pesquisas mostram que consumir vegetais com frequência diminui as chances de uma pessoa desenvolver diabetes.

Um estudo realizado em tubo de ensaio indicou que a rúcula pode prevenir a doença em cobaias.

Por conta das fibras, o alimento também é benéfico para quem já tem diabetes, pois reduz a velocidade da absorção de glicose.

– Ajuda na prevenção do câncer: pesquisas mostram que consumir regularmente vegetais crucíferos como rúculas diminui o risco de desenvolver câncer, principalmente de câncer de pulmão e cólon.

Isso ocorre porque esses alimentos contêm uma substância conhecida como glucosinolatos que combate o crescimento das células do câncer. Mas, ainda não foram realizados testes em humanos para comprovar o benefício.

Formas de consumo

A melhor forma de consumir a rúcula é crua em saladas temperadas com limão, azeite, sal, cheiro verde, alho ou cebola, por exemplo. Pode ser aliada à manga para quem deseja preparar uma receita agridoce. Também é comum acompanhá-la de outras folhas verdes como alface ou agrião, principalmente por quem considera o sabor da rúcula muito forte.

É utilizada como ingredientes de tortas, quiches, lasanhas, pizzas, sanduíches, risotos, sopas, patês, bolinhos e sucos. Outra opção é usá-la em molhos para massas como o molho pesto, substituindo o manjericão.

É importante também evitar muito tempo de cozimento, pois algumas vitaminas e minerais se perdem durante a cocção, como é o caso da vitamina C.

Como escolher e conservar a rúcula

Geralmente, a rúcula é vendida em maços nas feiras ou supermercados. O ideal é escolher as de folhas bem verdes, firmes e viçosas. Não compre quando estiver amarelada, murcha ou com manchas.

Por ser bastante perecível, é importante comprar pequenas quantidades para consumir nos próximos dias. Em temperatura ambiente, a rúcula dura apenas um dia, e em geladeira pode ser conservada por até 4 dias, desde que embalada em saco plástico ou recipiente tampado.

Riscos e contraindicações

A rúcula é considerada um vegetal seguro para consumo. Apesar disso, os especialistas recomendam não consumi-la em grandes quantidades, já que as folhas podem causar enjoos e vômitos.

Quem tem insuficiência renal, entretanto, que é a condição na qual os rins perdem a habilidade de efetuar suas funções, deve restringir o consumo da hortaliça por conta do potássio. Quem tem problema renal crônico reduz a capacidade de excreção dessa substância que acaba se acumulando no organismo.

Já pessoas que fazem uso de medicamentos com propriedades anticoagulantes também devem se atentar ao consumo em excesso. Isso porque a rúcula contém vitamina K, que atua na coagulação sanguínea, e pode interagir com esses remédios.

Fontes: Andreia Guzzo, nutricionista da Associação Brasileira de Nutrição (Asban); Priscila Moreira, nutricionista do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia e conselheira do CRN3 (Conselho Reginal da Nutrição da 3ª Região SP-MS); Thaís Sarian, nutricionista do Centro Especializado em Obesidade e Diabetes do Hospital Alemão Oswaldo Cruz; e Lígia dos Santos, nutricionista da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Revisão técnica: Lígia dos Santos e Priscila Moreira.

Источник: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2020/06/01/rucula-faz-bem-ajuda-na-saude-dos-olhos-e-ossos-veja-6-beneficios.htm

Benefícios da Rúcula, dicas e receitas

6 benefícios da rúcula para a saúde

A rúcula (Eruca sativa), através da sua cor e sabor intensos, dão um toque diferente à nossa alimentação e tornam as receitas ricas em propriedades benéficas para a saúde.

  Continua Depois da Publicidade  

Todas as folhas são saudáveis e pouco calóricas, entretanto, a rúcula possui mais vitaminas e minerais. Ao comparar com o alface, por exemplo, a rúcula possui cerca de três vezes mais vitamina C e o dobro de vitamina A.

Na culinária, a rúcula tem ampla utilização, podendo ser consumida em massas, sanduíches, sopas, saladas, refogados, sucos, entre outros.

Gostou da ideia de colocar a rúcula no seu suco? Conheça também os benefícios que os sucos com rúcula podem lhe fornecer.

1. Pode ajudar na prevenção do câncer

Estudos sugerem que os vegetais crucíferos, como brócolis, couve e rúcula, podem auxiliar no combate ao câncer por causa dos compostos contendo enxofre, responsável pelo seu sabor amargo. Além disso os fitoquímicos presentes na rúcula desempenham este mesmo papel.

2. Contribui para a saúde dos olhos e da pele

A rúcula é fonte de vitamina A, C e carotenoides. A vitamina A é fundamental na manutenção da saúde dos olhos e na reprodução celular, em contrapartida, a vitamina C combate os radicais livres e atua na renovação das células.

Já os carotenoides são pigmentos que desaceleram o processo degenerativo das células dos olhos e da pele.

3. A rúcula ajuda a fortalecer o sistema imunológico

Outra função da vitamina C é o fortalecimento do sistema imunológico, ajudando o organismo a combater os radicais livres que causam envelhecimento precoce, gripes, resfriados, e outras condições de saúde.

4. Contribui para melhora nas funções cerebrais

Devido a ser rica em vitamina K, os benefícios da rúcula envolvem a melhora nas funções do cérebro. Estudos apontam que essa vitamina está associada ao fortalecimento do sistema neural, atuando por exemplo, contra o mal de Alzheimer.

  Continua Depois da Publicidade  

5. Ajuda na prevenção de osteoporose

Outro benefício da vitamina K é a sua associação com a saúde óssea, pois aumenta a absorção de cálcio pelos ossos e reduz a sua perda através da urina.

Os vegetais de folhas verdes, como a rúcula, contêm antioxidantes. Eles não só auxiliam na diminuição dos níveis de glicose no sangue, como também aumentam a absorção da insulina em pacientes com diabetes.

7. Melhora a oxigenação muscular

A rúcula contém alta concentração de nitrato, substância que melhora a oferta de oxigênio nos músculos, portanto, gera maior tolerância a exercícios de resistência e longa duração.

Além disso, pode melhorar a qualidade de vida de pessoas com doenças cardiovasculares, respiratórias ou metabólicas.

8. A rúcula é boa para mulheres grávidas

A rúcula fresca é uma excelente fonte de ácido fólico, ao consumi-la antes e durante a gravidez, pode ajudar a prevenir problemas congênitos.

9. Melhora a digestão

Os compostos de enxofre podem ajudar a melhorar a digestão em pessoas com excesso de acidez no estômago. Por isso, comer a rúcula cerca de quinze minutos antes das refeições estimula a produção da bile e melhora a digestão.

10. Ajuda na perda de peso

A rúcula é pobre em calorias e, devido as suas fibras, gera saciedade, auxiliando na perda de peso.

Dicas para o consumo de rúcula

  • No preparo das saladas, escolha folhas jovens, frescas e de verde vivo;
  • As folhas mais velhas são mais duras, assim são melhores para pratos quentes;
  • Guarde na gaveta indicada para vegetais da sua geladeira, pois a umidade dessa região é alta, ajudando na sua conservação.

Receitas

Veja a seguir algumas receitas para estimular a sua criatividade:

Salada do prazer

Ingredientes:

A quantidade a ser coloca de cada ingrediente depende da sua preferência.

Modo de preparo:

  • Prepare um pote com folhas de rúcula lavadas e secas;
  • Fatie e misture morangos bem lavados;
  • Tempere tudo com mel e sirva.

Conheça também os benefícios que o morango e o mel desempenham para a saúde sexual:

Morango: rica em ácido fólico e vitamina C, seu consumo aumenta a produção de esperma e melhora sua mobilidade.

Mel: aumenta a energia do nosso corpo e diminui a fadiga.

Pesto de Rúcula

Ingredientes:

  • 4 copos de folhas frescas de rúcula
  • 1 colher de alho amassado
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 1 copo de azeite extra virgem
  • 2 colheres de castanhas tostadas
  • 1/2 copo de queijo parmesão ralado

Modo de preparar:

  • Coloque uma panela grande com água para ferver;
  • Enquanto isso, prepare uma tigela com água e gelo e reserve;
  • Assim que a água ferver, coloque toda a rúcula de uma vez para que cozinhe por igual;
  • Espere 15 segundo, retire, escorra o excesso de água e mergulhe na tigela de água com gelo;
  • Mexa para que esfrie o mais rápido possível;
  • Escorra toda a água espremendo a rúcula com as mãos até que esteja bem seca;
  • Corte-a e coloque no liquidificador junto com os outros ingredientes;
  • Pulse o liquidificador algumas vezes para misturar, mas sem triturar demais a mistura;
  • Coloque em um pote bem tampado, desta forma, ele pode ser mantido na geladeira por muitos dias.

Veja também receitas de pestos, sucos, sopas, saladas e pizzas.

Quer saber mais sobre os benefícios da rúcula? Assista ao vídeo da nossa nutricionista e descubra como a folha pode ter efeitos positivos para sua saúde e seu bem-estar:

Gostou das dicas?

(69 votos, média: 4,29 de 5)
Loading…

Источник: https://www.mundoboaforma.com.br/beneficios-da-rucula/

Benefícios da rúcula: razões para consumi-la, contraindicações e receitas

6 benefícios da rúcula para a saúde

iStock

Por Estela Santos                                
Em 14.12.20

São muitos os benefícios da rúcula, uma hortaliça de sabor levemente picante e amargo, com cheiro agradável.

Embora seja originária do Sul europeu e Ocidente da Ásia, tem estado cada vez mais presente nas preparações ao redor do mundo. Isso se dá por fazer muito bem à saúde, proporcionando bem-estar a todos.

Confira quais são os benefícios e demais informações dadas pela nutricionista Bruna Frasquetti (CRN 10 6961).

Índice do conteúdo:

  • Benefícios
  • Consumo
  • Receitas

8 benefícios da rúcula que mostram a importância de inseri-la no cardápio

De acordo com a nutricionista, a rúcula tem estado presente em inúmeros pratos em função de suas “propriedades nutricionais e fitoterapêuticas”, dentre as quais podemos destacar:

  • Fonte de fibras: a rúcula é uma excelente fonte de fibras que contribui “diretamente na regulação intestinal, indispensável para uma boa imunidade, controle de níveis hormonais e de outros parâmetros como colesterol e glicemia adequados, além de ajudar nos processos de desintoxicação”, pontua Bruna.
  • Auxilia na redução da incidência de doenças crônicas: essa hortaliça faz parte da família das brássicas ou crucíferas, a qual está diretamente relacionada a uma menor incidência de doenças crônicas, sobretudo alguns tipos de câncer.
  • Processo detox: a nutricionista salienta que estudos recentes mostram que “o consumo regular pode ajudar o fígado nos processos detox e prevenir e suprimir a formação de tumor ao afetar mudanças epigenéticas” (1).
  • Antioxidante e anti-inflamatório: Bruna menciona que, devido aos flavonoides de sua composição, a rúcula tem efeitos antioxidantes e anti-inflamatórios, o que leva à melhora em parâmetros cardiovasculares e de dor (2).
  • Reduz a pressão arterial: por ser rica em nitrato e nitrito, a rúcula “é relacionada também a efeitos cardiovasculares benéficos como reduzir a pressão arterial e aumentar o desempenho esportivo”, diz a profissional.
  • Saúde dos ossos e coagulação do sangue: esse benefício se dá devido às vitaminas C e K presentes na hortaliça.
  • Previne más-formações fetais: essa prevenção contra más-formações ocorre pelo fato de que a rúcula possui boa quantidade de ácido fólico, sendo muito recomendada para mulheres em idade fértil, conforme ressalta Bruna.
  • Rica em cálcio: além de todos os benefícios da rúcula já listados, vale mencionar que ela é rica em cálcio, tornando-se uma importante fonte de nutrientes para quem não consome leite e seus derivados.

Por fim, a nutricionista chama atenção para o armazenamento dessa hortaliça, pois isso influencia “diretamente na vitalidade e proporção dos nutrientes e ativos funcionais. Portanto, sempre que possível, opte por aquelas provenientes do cultivo orgânico e que tenham sido colhidas mais recentemente”. Com essas dicas, fica fácil aproveitar os benefícios da rúcula!

Contraindicações e riscos do consumo de rúcula

Bruna relata que não há contraindicações no que diz respeito ao consumo dessa hortaliça folhosa.

Ressalta, ainda, que grávidas podem usufruir dos benefícios da rúcula, sobretudo devido “à grande oferta de ácido fólico, indispensável principalmente no primeiro trimestre da gestação para a formação do tubo neural do feto”, além da melhora no funcionamento intestinal e ação anti-inflamatória, ajudando a reduzir dores comuns, como em pernas e lombar.

Pode comer todo dia?

A profissional orienta combinar a rúcula com uma boa variedade de alimentos, pois tudo que é consumido em excesso pode trazer sensibilidades, mesmo que seja um alimento saudável.

Ela recomenda, portanto, aproveitar a oferta e abundância presente em nossa natureza.

Outra orientação é consumir os talos da rúcula, pois a maior parte das fibras está neles, que podem ser utilizados em farofas ou batidos em sucos, por exemplo.

Viu só como há vários benefícios da rúcula? E se você já está pensando em como inserir a hortaliça em suas refeições, confira as dicas que deixamos na sequência.

7 formas apetitosas de aproveitar os benefícios da rúcula

A seguir, você verá vídeos de receitas ótimas que têm a rúcula como elemento indispensável. Há opções diversas que vão de saladas a lanches. Veja!

1. Patê de rúcula

Esse patê é muito simples e leva poucos ingredientes: sal, leite, óleo de canola e rúcula a gosto. Receita ideal para consumir com torradas – ou seja, um lanche simples, mas sofisticado.

2. Salada de rúcula

Esse vídeo é para você que não dispensa uma salada durante as refeições. A salada de rúcula dá sustância e é repleta de sabor, pois as folhas são acompanhadas de cenoura, amêndoas e queijo roquefort. É irresistível, não deixe de experimentar!

3. Salada japonesa de rúcula com agrião

Aqui, temos uma versão asiática da salada de rúcula, que leva alho frito no azeite, agrião, cenoura ralada e shoga (gengibre em conserva) em tiras, além de gengibre ralado na finalização do prato. Confira o passo a passo, dá água na boca!

4. Bruschetta de gorgonzola com rúcula

Bruschetta é uma delícia, não é? Imagina só com rúcula e gongorzola! A combinação é perfeita e traz muita suculência. O segredo é usar um bom pão, preferencialmente o italiano, tostado na frigideira.

5. Molho pesto de rúcula

O molho pesto de rúcula é muito versátil e pode ser utilizado em diversos pratos, sobretudo em massas. Você vai precisar de rúcula, azeite, amêndoas e queijo parmesão. Se quer aprender a fazer essa receita, que é simples e saborosa, assista ao vídeo.

6. Spaghetti com rúcula

A rúcula combina muito com spaghetti, melhor ainda ao lado de azeite, tomate seco, alho e queijo. Confira como fazer esse prato e surpreenda a família e os amigos!

7. Quiche de tomate seco com rúcula

E por falar na combinação de tomate seco com rúcula, aqui temos uma opção muito saborosa de quiche, que pode ser servido na hora do lanche ou até em um jantar. Essa é uma receita mais elaborada, mas o passo a passo é simples. Confira no vídeo!

Aposto que você já está pensando em como inserir a rúcula no seu dia a dia para ter uma alimentação saudável e cuidar do seu bem-estar. Quer mais dicas? Então, confira também os benefícios da banana-da-terra!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Источник: https://www.dicasdemulher.com.br/beneficios-da-rucula/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: