“7 alimentos “”saudáveis”” que estragam a dieta”

Esse Homem Perdeu 53 Kg Comendo Apenas Batata por 1 Ano – Mas Isso é Saudável?

"7 alimentos ""saudáveis"" que estragam a dieta"

Uma dieta apenas com batatas parece loucura, mas para Andrew Flinders Taylor, que pesava 151,5 kg quando seu experimento começou, levou a resultados visíveis. O australiano perdeu 53 kg após um ano do que ele mesmo entitulou de “desafio” – Spud Fit Challenge.

Hoje, Taylor não come mais apenas batatas, mas essa dieta exclusiva o ajudou a se tornar um homem mais saudável, segundo o próprio.

“Meu desafio foi concebido apenas como uma intervenção de curto prazo para tratar meu próprio vício em comida”, disse Taylor em uma entrevista em novembro de 2019. “Meu comportamento com a comida refletia o de um alcoólatra com a bebida, então decidi abandonar todos os alimentos, exceto as batatas.”

Passado um ano, Taylor mudou para uma dieta mais equilibrada. “Ainda incluo muitas batatas, mas também muitos outros alimentos vegetais não processados, como frutas, legumes, grãos integrais e legumes”, diz Taylor.

E os benefícios físicos da dieta permanecem, segundo ele. “Mantive a perda de peso e ainda estou livre da rotina diária de lutar contra o vício em comida. Eu fiz um check-up há algumas semanas e meu médico estava muito feliz com o estado da minha saúde.”

Segundo Taylor, ele sofria de depressão e ansiedade antes de iniciar sua dieta com batatas, “o que não é mais um problema para mim”, diz ele. “Minha saúde mental está muito melhor hoje em dia.”

Embora as fotos de seu antes e depois e os relatos de Taylor sejam impressionantes, você pode ter algumas perguntas: Essa dieta da batata é segura mesmo? De onde Taylor conseguia proteína? Isso é saudável?

Como funcionava a dieta como um todo?

Durante seu desafio, Taylor comeu todos os tipos de batata, incluindo batata doce, que tem diversos benefícios. Para dar sabor às refeições, ele usava uma pitada de ervas ou pimenta ou molho barbecue. Se ele fizesse purê de batatas, só acrescentava leite de soja sem óleo.

Ele bebia principalmente água, e ocasionalmente se permitia beber uma boa cerveja (prova de que ninguém é de ferro). Como sua dieta excluía completamente a carne, ele consumia suplementos de vitamina B12 para não sofrer com falta de vitamina B12.

Ele também não restringiu a quantidade que consumia – comia quantas batatas precisava para satisfazer sua fome. Durante o primeiro mês, ele não se exercitou e ainda assim perdeu 10 kg, mas em seguida acrescentou 90 minutos de exercício à sua rotina todos os dias.

As batatas de fato trazem muitas vantagens nutricionais quando preparadas adequadamente. Eles são uma ótima fonte de fibras e carboidratos saudáveis, que podem ajudar com a saciedade. Batatas também são ricas em potássio e vitamina C, e a batata doce é especialmente rica em vitamina A.

Comer só batatas emagrece mesmo? É seguro?

O experimento de Taylor não prova que comer apenas batatas é a chave para a perda de peso. Qualquer dieta que o coloque em um déficit calórico ajudará você a perder peso. 

Então, sim, você pode comer apenas batatas, ou pizza, bananas, ou praticamente qualquer outra coisa, e você pode perder quilos se estiver queimando mais calorias do que ingerindo. Isso não significa necessariamente que é saudável.

Ao longo de sua jornada, ele notou algumas melhorias em sua saúde, além da perda de peso. “Eu tinha colesterol alto, mas agora está baixo, minha pressão arterial caiu e meu nível de açúcar caiu”, disse ele ao The Independent.

Fato é que a própria perda de peso geralmente melhora muitos marcadores de saúde que colocam você em risco de sofrer uma doença cardíaca.

Seguir a dieta da batata pode não trazer grandes prejuízos a curto prazo, mas quando você olha para o cenário geral, comer nada além de batatas significa que você está consumindo quantidades muito pequenas de gordura e proteína, entre outros micronutrientes, o que pode ser prejudicial e colocá-lo em risco de deficiências nutricionais, enfraquecer seu sistema imunológico, perder muita muita massa magra, e mais.

Vale a pena experimentar a dieta da batata para perder peso?

Não há necessidade de ser tão extremos assim, e inclusive pode fazer mal a você. Experimente fazer uma dieta cheia de alimentos integrais e ricos em nutrientes. 

Se você está tentando perder peso, pelo menos 30% da sua dieta deve ser proveniente das melhores fontes de proteína magra. Não se esqueça de comer uma grande variedade de vegetais, e as gorduras saudáveis ​​como o abacate também podem ser saciantes e boas para o coração.

E claro, a batata pode absolutamente fazer parte de uma dieta saudável e equilibrada para perder peso, mas comer nada além delas é desnecessariamente restritivo.

O próprio Taylor afirma que coisas diferentes funcionam para pessoas diferentes, então “faça sua própria pesquisa e tome decisões instruídas”, diz ele em seu site. “Não faça as coisas apenas porque você viu um cara estranho na internet fazendo isso!”.

Fontes e Referências Adicionais:

Você já imaginou comer apenas algum tipo de alimento como as batatas durante um ano? Acha que conseguiria? Comente abaixo!

Note: There is a rating embedded within this post, please visit this post to rate it.

Esse Homem Perdeu 53 Kg Comendo Apenas Batata por 1 Ano – Mas Isso é Saudável? Publicado primeiro em https://www.mundoboaforma.com.br

Источник: https://caiosousamd.home.blog/2020/02/06/esse-homem-perdeu-53-kg-comendo-apenas-batata-por-1-ano-mas-isso-e-saudavel/

Sete hábitos que parecem saudáveis mas sabotam o resultado da sua dieta

"7 alimentos ""saudáveis"" que estragam a dieta"

Menu da semana pronto, compras feitas, receitas saudáveis na ponta do lápis (ou armazenadas no celular). Mesmo se esforçando para manter a dieta você não vê diferença na balança?

Pois alguns hábitos aparentemente saudáveis e bastante comuns podem estar sabotando a sua perda de peso. Confira a seguir sete deles e descubra se você está caindo em alguma dessas armadilhas.

1. Comer muitos “alimentos fit”

Há uma crença generalizada de que barrinhas de cereal, iogurte grego e outros produtos que levam o nome “fit” no rótulo são sempre saudáveis e podem ser consumidos sem preocupação quando bater aquela fome no meio da tarde. Mas não é bem assim.

Muitas desses iogurtes e barrinhas têm açúcar adicionado na composição, que em excesso prejudica a perda de peso. Versões com chocolate do snack ainda tendem a ter mais calorias e muitas vezes se equivalem a um doce, só que com uma embalagem com “cara” de saudável — saiba escolher a sua barrinha de cereal.

O que fazer? Simples: opte por versões verdadeiramente mais saudáveis. Para isso, Leia o rótulo dos alimentos escolha aqueles que têm menos açúcar adicionado. Lembre-se, os primeiros ingredientes que aprecem na lista de um produto são os que estão presente em maior quantidade nas receitas.

2 – Incrementar demais sua salada

É claro que folhas variadas são ricas em fibras e vitaminas; mas colocar muitos ingredientes para tornar o prato mais atrativo pode ser um tiro no pé: queijos, molhos, bacon e batata palha, por exemplo, são ingredientes que aumentam e muito a quantidade de calorias dessa refeição.

Para abrir mão das calorias extras sem abrir mão do sabor, troque molhos gordurosos e cremosos por versões mais naturais e leves para temperar, como limão, azeite e vinagre balsâmico. Para complementar, experimente usar frutas secas e oleaginosas.

3. Comer rápido ou ver TV durante as refeições

Quando comemos com pressa e muito rápido ou assistindo à TV, tiramos o foco da ação principal: alimentar o corpo. Dessa forma, o risco de comermos mais do que precisamos ou de optarmos por alimentos menos saudáveis acaba sendo maior.

E não é apenas a TV: qualquer tela tem o poder de causar esse estrago. Um estudo feito pelo Departamento de Ciências da Saúde da UFLA (Universidade Federal de Lavras) mostrou que quem come entretido com atividades no smartphone consome entre 15% e 20% mais calorias na refeição.

4. Exagerar no consumo de refrigerantes diet ou light

Com ou sem açúcar, em excesso os refrigerantes são considerados ruins para a saúde de qualquer pessoa. Como possuem grandes quantidades de sódio, os médicos frequentemente ligam o consumo a problemas renais e à hipertensão.

Mas, se só isso não é suficiente para fazer você evitar a bebida, saiba que mesmo a versão sem açúcar pode fazer você engordar.

Em um estudo feito pela Universidade Johns Hopkins, os pesquisadores acompanharam 23 mil pessoas e descobriram que quem estava acima do peso costumava ingerir mais refrigerante zero do que o restante da população —até aí normal, pois provavelmente esses indivíduos estavam ingerindo o produto zero pois queriam emagrecer.

Porém, a pesquisa descobriu que quem tomava bebidas zero ou light também acabava comendo mais alimentos sólidos. A suspeita dos cientistas é que os adoçantes artificiais confundem nossas papilas gustativas, podendo aumentar o desejo por alimentos mais calóricos.

5. Seguir uma dieta muito restritiva

A restrição alimentar feita com o objetivo de controlar ou reduzir o peso corporal é considerada por muitos especialistas como uma estratégia ruim. Isso porque são difíceis de manter em longo prazo. Por mais força de vontade que uma pessoa tenha, não é fácil conseguir viver com a falta de prazer na hora de comer por muitos anos.

O ideal é criar uma dieta que reforce bons hábitos alimentares, ou seja, que englobe todos os grupos alimentares, mas em porções corretas, e ainda permita saborear alguns alimentos “proibidos” em ocasiões especiais.

6. Sair da dieta nos finais de semana

O famoso “eu mereço” é um grande vilão. É bastante comum seguir um plano alimentar correto durante a semana e, no sábado e domingo, achar que tem direito a um prêmio por ter sido tão disciplinado. Não pode! “Jacar” nesses dois dias pode fazer com que todo o esforço de segunda à sexta seja inútil.

Por isso, é importante estabelecer uma relação saudável com a comida, sem dietas restritivas e que permitam o consumo de “alimentos proibidos” —como um brigadeiro ou uma taça de vinho com os amigos — quando tiver vontade, seja sábado, seja domingo, seja em dias da semana.

7. Não dar tempo para se acostumar com o novo hábito alimentar

Nos anos 1960, o cirurgião plástico americano Maxwell Maltz ficou famoso por sua teoria de que seriam necessários 21 dias para mudar um comportamento. Mas um estudo feito pela Universidade College London concluiu que incorporar uma nova rotina pode levar, em média, dois meses —alguns participantes do estudo demoraram até 254 dias para estabelecer uma mudança.

Em resumo: a adaptação a um novo plano alimentar requer persistência e paciência, já que é preciso uma boa dose de repetição no dia a dia para que ele se estabeleça e seja incorporado definitivamente ao nosso estilo de vida e ao nosso contexto social.

Fontes: Amanda Brugger, coordenadora de Nutrição do Hospital Santa Lúcia, em Brasília; Lígia dos Santos, nutricionista da rede de Hospitais São Camilo de São Paulo.

Источник: https://www.uol.com.br/vivabem/noticias/redacao/2019/10/16/7-habitos-que-estao-sabotando-a-sua-dieta.htm

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: