7 ALTERAÇÕES NA COR DA URINA

7 sinais que a urina dá sobre a sua saúde

7 ALTERAÇÕES NA COR DA URINA

Foto: Thinkstock

Você já deve ter percebido que a quantidade de vezes que você faz xixi está intimamente ligada aos seus hábitos. Por exemplo, em um final de semana, enquanto você bebe alguns copinhos de cerveja, é normal que precise ir muitas vezes ao banheiro. O mesmo não ocorre num dia qualquer da semana, no qual você está tomando a mesma quantidade de líquidos que tem o costume de tomar.

Mas é verdade que a urina pode dizer muito mais sobre a sua saúde do que você imagina!

Thais Nemoto Matsui, nefrologista do Hospital Israelita Albert Einstein, explica que é necessário diferenciar as mudanças de odor, cor e frequência da urina que são consideradas normais, daquelas alterações que podem ser sinais de doenças.

“Alterações de concentração da urina, odor mais ou menos forte e número de micções (ato de urinar) podem ser apenas reflexo da ingestão hídrica, sem representar anormalidade. Assim, quando ingerimos bastante líquido, a urina tende a ser mais clara e com menos odor por ser menos concentrada e as micções serão mais frequentes. E no caso de pouca ingestão, ocorre o contrário”, diz a médica.

“Porém, algumas alterações nessas características podem, sim, ser sinais de doenças”, acrescenta a nefrologista.

Abaixo você confere uma lista com características da urina que, de certa forma, podem estar indicando um possível problema de saúde. Vale a pena se atentar!

1. Alteração na cor da urina

“Mudanças na cor, como o escurecimento da urina, podem ser sinal de doenças hepáticas (do fígado), em que os pigmentos biliares tingem a urina”, diz Thais Matsui.

Mas, destaca a médica, vale lembrar que alguns medicamentos também podem tingir a urina, tornando-a mais escura, laranja e até verde, sem que isso seja um problema. “Nesse caso, suspenso o medicamento, a coloração da urina volta ao normal”, acrescenta.

2. Urina sem coloração

“Em caso de insuficiência renal avançada/terminal, a urina pode se apresentar praticamente sem coloração (quase como água), o que representa a ausência das toxinas que deveriam ser eliminadas na urina”, explica a nefrologista.

3. Urina sanguinolenta

“É importante destacar que sangue na urina nunca é normal e merece sempre atenção e investigação”, diz Thais Matsui.

“Sangue visível (macroscópico) na urina geralmente está relacionado à presença de lesão em alguma porção do trato urinário, ou seja, na uretra, bexiga, ureteres ou rins. Um exemplo muito comum disto é a presença de cálculo renal que, em sua movimentação pelo trato urinário, pode machucar qualquer uma dessas porções, levando ao sangramento”, diz a médica.

“Outras situações menos comuns, como tumores renais ou de bexiga, também podem se manifestar com sangue na urina”, acrescenta a nefrologista Thais.

“Outras doenças que podem se manifestar com sangue na urina (nesse caso, na maioria das vezes, não visíveis a olho nu) são as glomerulonefrites ou nefrites, como são mais conhecidas, que são doenças renais que geralmente cursam com outros sintomas além das alterações da urina”, explica a médica.

4. Aumento da frequência das micções

Se não estiver relacionada a aumento na quantidade de líquidos ingeridos, o aumento na quantidade de urina pode estar associado a algum tipo de doença, como o diabete. “Se o problema persistir é fundamental consultar um médico para definir se há algo de errado”, conforme explica Thais Matsui.

“Quando o aumento na frequência de micções é acompanhado de urgência miccional e/ou dor ao urinar, este pode ser ainda um sinal de infecção urinária”, acrescenta a médica.

5. Redução do volume urinário

Se não estiver relacionada à redução na quantidade de líquidos ingeridos e/ou à desidratação, “a redução da quantidade de urina pode ser sinal de insuficiência renal ou de obstrução das vias urinárias”, explica Thais.

6. Urina com odor fétido

“O odor fétido, muitas vezes, está associado à presença de infecção urinária. Mas é necessário lembrar que a urina tem um odor próprio, característico, que é normal”, diz a nefrologista.

7. Dor para urinar

De acordo com Thais Matsui, a disúria – como é chamada a dor para urinar – ocorre nas infecções urinárias e geralmente é acompanhada de sintomas como: urgência urinária e sensação de esvaziamento incompleto da bexiga, além de aumento da frequência de micções (a mulher urina várias vezes, de pouquinho em pouquinho). “Essas infecções mais comumente acometem o trato urinário baixo, isto é, uretra e bexiga, e são chamadas cistites. São bastante comuns nas mulheres, podendo ocorrer com certa frequência, mas em geral não representam doença de maior gravidade”, diz.

“Porém, se não tratadas, podem complicar com o comprometimento dos rins pela infecção, a pielonefrite, que é uma infecção potencialmente grave e que habitualmente necessita de internação hospitalar. Por isso, é importante que a mulher com sintomas de cistite procure atendimento médico para tratamento da infecção”, finaliza a nefrologista Thais.

Mas lembre-se: como já frisou a nefrologista Thais Matsui, não é qualquer mudança na frequência, cor ou odor da urina que representa perigo para sua saúde. Alguma alteração pode estar ocorrendo simplesmente pelo fato de termos tomado mais ou menos líquido no dia. Mas, em casos de dúvida, procure assim que possível a orientação do seu médico!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Источник: https://www.dicasdemulher.com.br/7-sinais-que-a-urina-da-sobre-a-sua-saude/

O que pode significar a cor da urina (urina amarela, branca, laranja)

7 ALTERAÇÕES NA COR DA URINA

A cor da urina pode ser alterada devido à ingestão de certos alimentos ou medicamentos e, por isso, na maioria dos casos não é um sinal de alerta.

No entanto, a alteração da cor também pode indicar alguns problema de saúde, como infecção do trato urinário, pedra nos rins ou inflamação do fígado, que podem ser acompanhados de outros sintomas como urina com cheiro forte, queimação ao urinar ou dor abdominal, por exemplo. Veja o que pode estar deixando a urina escura e com cheiro forte. 

Caso a cor da urina permaneça alterada por mais de 3 dias, é recomendado consultar o clínico geral, urologista ou ginecologista para que seja feita uma avaliação dos possível sinais e sintomas apresentados pela pessoa, além de ser recomendada a realização do exame de urina para identificar a causa da alteração da cor.

1. Urina amarelo escuro

A urina amarelo escuro é uma das alterações mais comuns e, normalmente, é sinal de desidratação, devido à baixa ingestão de água. No entanto, quando a urina escura se mantém por muito tempo, pode ser sinal de problemas hepáticos que provocam o acúmulo de bilirrubina, deixando a urina com uma coloração quase marrom.

O que fazer: nestes casos é recomendado aumentar a ingestão diária de água e, caso se mantenha por mais de 3 dias, é importante consultar um clínico geral.

2. Urina laranja

A urina laranja pode surgir devido à ingestão exagerada de alimentos ricos em betacaroteno, como cenoura, mamão ou abóbora, ou de medicamentos como Fenazopiridina ou Rifampicina.

Além disso, a cor laranja também pode acontecer no caso de doenças no fígado e dos ductos biliares, principalmente quando acompanhada por fezes brancas ou claras.

A desidratação também pode fazer com que a urina tenha cor laranja.

O que fazer: deve-se evitar ingerir alimentos ricos em betacaroteno em excesso. No entanto, caso a alteração se mantenha ou se esteja a fazer tratamento com os remédios indicados acima, é aconselhado consultar o clínico geral para iniciar o tratamento adequado. Veja uma lista mais completa dos alimentos que deve evitar.

3. Urina vermelha ou rosa

A coloração vermelha ou rosa normalmente é provocada pela presença de sangue na urina e, por isso, pode ser sinal de infecção urinária, pedra nos rins ou problemas renais, crescimento da próstata, tumores, cisto nos rins ou em pessoas que fazem caminhadas ou corridas longas, podendo também ser acompanhada de outros sintomas como dor ao urinar ou febre.

Porém, a cor vermelha também pode ser causada pelo consumo de alimentos avermelhados como beterraba ou produtos com corante vermelho. Saiba mais sobre quando realmente é sangue na urina e o que fazer.

Alguns medicamentos também podem deixar a urina vermelha ou rosa, como no caso da Rifampicina e da Fenazopiridina.

O que fazer: caso se tenha ingerido alimentos avermelhados deve-se evitar comer esses alimentos para avaliar se a urina regressa ao normal. Nos outros casos é recomendado consultar um clínico geral para diagnosticar o problema e iniciar o tratamento adequado.

No caso de ser causada pelo uso de medicamentos, o aconselhado é comunicar ao médico que prescreveu a medicação para que seja avaliada a possibilidade de alterar o medicamento.

4. Urina roxa

A urina roxa é uma alteração que surge apenas em alguns pacientes com sonda vesical devido à transformação de alguns pigmentos pelas bactérias que se encontram no tubo da sonda. Veja como evitar esta alteração e cuidar corretamente da sonda.

Há também uma condição rara denominada Síndrome da bolsa roxa de urina, que é mais comum que se manifeste em mulheres idosas que possuem cateter de bexiga permanente ou de longa duração, por exemplo.

O que fazer: nestes casos é recomendado consultar o clínico geral ou um urologista porque pode ser necessário iniciar o tratamento com antibióticos.

5. Urina azul

A urina azul geralmente é causada pelos corantes azuis ou pelo uso de contraste azul de metileno muito utilizado em exames de tomografia computadorizada, cirurgias ao fígado, como CPRE ou remédios como Sepurin, por exemplo.

Além disso, pode ser causada por alguns outros remédios, como Amitriptilina, Indometacina e Sildenafil, que é comercializado com o nome de Viagra.

O que fazer: é uma alteração normal da urina que, geralmente, desaparece cerca até 24 horas após o uso do contraste.

6. Urina verde

A urine verde não é uma situação grave, sendo principalmente causada pela ingestão de alimentos, corantes artificiais, medicamentos, como Amitriptilina, ou pelo uso de contraste em alguns exames de diagnóstico. Saiba mais sobre as causas da urina verde.

Algumas infecções, como as provocadas por Pseudomonas, e a presença de fístula vesical no intestino, em que há a liberação de bile, também podem deixar a urina verde.

O que fazer: eliminar da alimentação alimentos muito verdes ou produtos que possam conter corantes alimentares. Porém, caso o problema se mantenha por mais de 2 dias é aconselhado ir ao clínico geral para identificar o problema e iniciar o tratamento adequado.

7. Urina marrom

A urina marrom, ou muito escura, geralmente é sinal de desidratação severa, no entanto, também pode indicar problemas no fígado, como hepatite ou cirrose, por exemplo. Além disso, alguns medicamentos como Metildopa ou Argirol podem escurecer a urina. Confira quando a urina escura pode ser grave.

Da mesma forma, o excesso de alguns alimentos também podem deixar a urina escura, como é o caso da fava, por exemplo.

O que fazer: nestes casos é recomendado aumentar a ingestão de água e, caso a alteração se mantenha, consultar um urologista ou clínico geral para identificar a causa do problema e iniciar o tratamento adequado.

No caso de ser causada por alimentos ou medicamentos, é aconselhado consultar o médico para que seja trocado o tratamento ou o nutricionista para que seja feita mudança na dieta.

8. Urina esbranquiçada

A urina esbranquiçada, também conhecida como albuminuria, pode ser provocada pela presença de infecção urinária severa, normalmente acompanhada de queimação ao urinar e febre. Além disso, a urina esbranquiçada também pode ser causada por uma fístula linfática que surge especialmente em casos de neoplasia ou traumatismo abdominal.

O que fazer: é aconselhado consultar um clínico geral para fazer uma exame de urina e identificar o problema para iniciar o tratamento adequado.

Источник: https://www.tuasaude.com/o-que-pode-alterar-a-cor-da-urina/

Cor da urina escura, amarela ou com espuma: o que pode ser?

7 ALTERAÇÕES NA COR DA URINA

A cor da urina normal (considerada saudável) é o amarelo claro (e não transparente, como muitos pensam). Então, se a sua urina está amarela e mais forte, transparente, ou vermelha, marrom, mais escura ou roxa, leia este artigo.

Nenhum desses cenários é considerado ideal e cada um desses tons pode indicar que a sua saúde não anda bem. Confira!

Atenção: para uma identificação mais precisa da cor da sua urina e para te ajudarmos melhor, é importante que avalie os tons com base em um vaso sanitário branco, de preferência. 

Urina amarela forte ou muito amarela

Geralmente, quando a urina está muito amarela pode ser um indicativo de desidratação. Mas, em alguns casos, também pode ser um sintoma de quadros mais sérios, como infecção urinária, seja na bexiga (cistite) ou na uretra (uretrite), especialmente se estiver com um odor forte.

Você sabe o que significa Infecção Urinária Recorrente? O Dr. Renato, médico do IMEB, explica sobre o assunto no vídeo abaixo. Assista e informe-se!

Urina laranja/alaranjada

Urina em tons alaranjados pode ser um sinal de problemas no fígado ou na bile ou, também, de falta de hidratação.

Cor da Urina Escura, vermelha, rosada, avermelhada ou marrom

Tons como esses, semelhantes a cor de “chá mate” ou “refrigerante de cola”, por exemplo, costumam ser um sinal de presença de sangue na urina, o que pode ser um sintoma de infecção urinária, pedra nos rins e outras doenças renais, além de problemas no fígado, próstata, nefrites, tuberculose e até tumores, o que é preocupante. 

Deve-se ter cuidado com urina escura e amarela forte.

Urina com espuma

Urina com espuma é completamente normal.

Isso ocorre na grande maioria das vezes pela velocidade e força que o xixi atinge a água do vaso sanitário, formando espuma. Assim como a água forma espuma quando sai da torneira rapidamente, a urina forma espuma quando atinge o vaso sanitário.

Às vezes, aparece espuma também quando a urina está concentrada, ou seja quando se está desidratado ou ingeriu pouco líquido durante o dia. Urina espumosa também pode indicar que você tem proteínas em excesso, como a albumina.

Urina roxa: bactérias

Em geral, a urina roxa costuma aparecer apenas em alguns casos raros de pacientes que utilizam sonda vesical, devido às bactérias que se encontram no tubo da sonda e que causam infecção urinária. Ou, ainda, em quadros de insuficiência renal. 

Urina transparente

Uma urina muito clara, praticamente transparente, pode significar duas coisas: que você bebeu água em excesso (o que também pode ser prejudicial ao organismo, já que pode resultar na sobrecarga dos rins e em consequente perda de sais minerais, inchaço em alguma parte do corpo, sonolência e até mal-estar), ou ser um sinal de doença renal crônica, quando os rins não conseguem mais concentrar o xixi, um quadro mais sério.

Diferente tons de cor da urina possuem seus significados.

Outras cores, como urina azul ou verde

Se a sua urina se encontra nesses tons pode ser um sinal de infecção bacteriana, hipercalcemia em crianças (doença hereditária rara), ou, ainda, apenas devido ao uso de contraste de mesma cor em algum exame de diagnóstico por imagem que deve ter realizado, como tomografia computadorizada.

Cor da urina diferente necessariamente significa que tenho algum problema de saúde?

Não, pois a cor da urina também pode ser afetada ocasionalmente por questões externas, como alimentos (geralmente corantes naturais, como beterraba, amora e mirtilo), ou medicamentos e remédios (que podem conter algum corante artificial que está alterando a cor da sua urina).

Leia também: TOP 6 melhores alimentos do mundo para a saúde

Então, se a cor da sua urina está diferente, apresentando algum dos tons que falamos aqui, não de desespere.

Olhe primeiro para o seu dia a dia e tente identificar alguma questão externa que pode ser a responsável pela variação de cor. 

Urina com cheiro forte (odor forte)

A urina consiste principalmente em água. É a quantidade e a concentração de vários compostos residuais excretados pelos rins que causam o odor da urina.

A urina que contém muita água e poucos compostos residuais tem pouco ou nenhum cheiro. Se a urina ficar altamente concentrada – um alto nível de resíduos com pouca água – pode ficar com um forte odor de amônia.

Alguns alimentos e medicamentos, como certas vitaminas, podem causar um odor perceptível à urina, mesmo em baixas concentrações.

Às vezes, o odor incomum de urina indica uma condição médica ou doença, como:

  • Cistite (inflamação da bexiga)
  • Desidratação
  • Cetoacidose diabética
  • Fístula gastrointestinal na bexiga (conexão anormal entre os intestinos e a bexiga)
  • Desordem metabólica (um problema com a maneira como seu corpo converte os alimentos que você ingere em energia)
  • Diabetes tipo 2 (não controlada)
  • Infecção do trato urinário

Veja também:

Quais os sintomas da diabetes alta ou baixa?

Na dúvida sobre coloração da urina é sempre melhor procurar um médico

A cor da urina considerada saudável é a amarela clara, e uma coloração diferente desta pode ser um sinal de algum problema de saúde.

Especialmente se a cor da sua urina estiver alterada/diferente por 3 dias ou mais

E, ainda, se a urina estiver acompanhada de sintomas como: sangue visível, dor ao urinar, fezes claras ou pele/olhos amarelos, que costumam ser sinais de problemas mais graves.

Você pode ir em um clínico geral ou direto em um urologista, que é o especialista mais recomendado.

O especialista irá fazer perguntas pontuais (como desde quando a cor da urina está diferente, se a mudança foi repentina, se a cor se mantém durante todo o dia, perguntas do seu histórico, entre outras) e solicitar um exame de urina simples para diagnosticar com mais precisão o problema e começar o tratamento adequado, se necessário.

Dependendo do histórico do paciente e/ou do resultado, também podem ser solicitados outros exames complementares de imagem, como ultrassonografia do abdômen e da pelve, urografia excretora, cintilografia renal, tomografia do abdômen, entre outros.

Cor da urina amarelo citrino e amarelo ouro. Importância da hidratação.

Esses exames estão disponíveis na Clínica Imeb, referência em diagnóstico por imagem e Medicina Nuclear no Distrito Federal. Saiba mais aqui.

Por mais que seja algo simples, prestar mais atenção na cor da urina pode ajudar a prevenir e diagnosticar precocemente problemas sérios, evitando problemas futuros e facilitando o tratamento.

Lembre-se que a informação é a melhor forma de prevenção, você já está no caminho certo!

Baixe o Infográfico e conheça os exames que toda mulher deve fazer por faixa etária – IMEB (Imagens Médicas de Brasília)

Источник: https://imeb.com.br/cor-da-urina-diferente-o-que-pode-ser-devo-me-preocupar/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: