8 Formas de Emagrecer sem Esforço

Foto: Thinkstock

A leitora Gessica Barradas contou ao Dicas de Mulher como foram os 5 meses em que ela adotou novos hábitos alimentares em busca do emagrecimento.

Ela registrou tudo desde o início da dieta, com fotos e anotações, criou um blog e é seguida por muitas mulheres que se inspiram nesse caso de sucesso.

Veja o testemunho da mulher que perdeu 17kg em 5 meses sem precisar recorrer à dietas restritivas ou ficar passando fome.

Contents
  1. “Perdi peso sem sofrer”
  2. O que te motivou a adotar novos hábitos alimentares?
  3. Você buscou aconselhamento com um nutricionista antes de iniciar a nova dieta?
  4. De quanto em quanto tempo você fazia refeições?
  5. Quais alimentos eram permitidos na sua dieta?
  6. Você fazia exercícios físicos?
  7. Quantos kg você perdia a cada semana?
  8. Você considera que sofreu ao fazer essa dieta? Você sentia muita fome?
  9. Como você se sente hoje, em relação ao seu corpo, sua alimentação e sua saúde? Está realizada?
  10. Você continua mantendo essa rotina alimentar que te levou a emagrecer? Ou mudou a dieta?
  11. Qual é o seu conselho para as mulheres que desejam emagrecer?
  12. Mais alguma informação ou conselho que você gostaria de compartilhar com as leitoras do Dicas de Mulher?
  13. Gessica Barradas: antes e depois da dieta
  14. Café da Manhã
  15. Lanche da manhã
  16. Almoço
  17. Lanche da tarde
  18. Jantar
  19. Ceia
  20. Confira o progresso da perda de peso da leitora Gessica
  21. 16 maneiras de emagrecer (sem dieta!)
  22. 2. Ande mais
  23. 3. Consuma fontes de ômega-3
  24. 4. Inclua queijo na sobremesa
  25. 5. Capriche nas fibras
  26. 6. Comece o treino pela musculação
  27. 7. Alimente-se antes de malhar
  28. 8. Tome leite!
  29. 9. Coma amêndoa
  30. 10. Em jejum
  31. 11. Vire fã de café
  32. 12. Faça 6 refeições diárias
  33. 13. Beba mais água
  34. 14. Durma bem
  35. 15. Segredos do Oriente
  36. 16. Coma frutas secas
  37. 15 Dicas surpreendentes para emagrecer (sem esforço e sem milagres)
  38. 1# Faça seu prato direto no fogão
  39. 2# Se for beber vinho, escolha o tinto e em taça pequena
  40. 3# Reduza o consumo de sal
  41. 4# Coloque as frutas e verduras na parte mais visível da geladeira
  42. 5# Cozinhe com especiarias
  43. 6# Faça menos tempo de exercício
  44. 7# Guarde os cereais no armário e coloque os alimentos mais saudáveis à frente
  45. 8# Anote o que você come
  46. 9# Procure se sentar perto da porta dos restaurantes
  47. 10# Quando bater a tentação, espere um pouco
  48. 11# Caminhe por todo o corredor do supermercado antes de comprar
  49. 12# Beba muita água
  50. 13# Divida o carrinho de compras em duas partes, com as frutas e as verduras na frente e o resto atrás
  51. 14# Use o ralador
  52. 15# No trabalho, guarde os doces em um pote opaco (ou escuro) e tampado
  53. 8 formas de perder peso (sem alterar a dieta ou fazer exercício físico)
  54. 1. Tome o pequeno-almoço todos os dias
  55. 2. Reduza as porções de comida no prato
  56. 3. Durma sem culpa
  57. 4. Mantenha-se hidratada
  58. 5. Diga sim aos snacks saudáveis
  59. 6. Muna-se de vitamina D
  60. 7. Controle o stresse
  61. 8. Faça refeições em família
  62. Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta
  63. + Por que eu não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
  64. 1. Não coma o mesmo alimento (exceto vegetais) mais de uma vez por dia
  65. 2. Coma legumes pelo menos quatro vezes por semana
  66. 3. Durma pelo menos 8,5 horas por dia
  67. 4. Beba um litro de água para cada 23 kg do seu peso
  68. 5. Reduza o sal e alimentos industrializados
  69. 6. Faça 20 minutos de HIIT
  70. 7. Evite macarrão, biscoitos e doces
  71. 8. Coma carboidratos complexos, proteínas e gorduras
  72. 9. Coma um punhado de oleaginosas por dia

“Perdi peso sem sofrer”

A baiana de 28 anos, residente em Salvador, que atua como secretária e é formada em administração de empresas, revelou ao portal como conseguiu passar de 83kg a 65kg (peso atual, medido em 07/02/2013) sem precisar se arriscar restringindo a alimentação e passando fome. Veja abaixo a entrevista com a leitora na íntegra.

O que te motivou a adotar novos hábitos alimentares?

Gessica: Eu não tinha uma saúde estável. Minhas pernas inchavam muito. Além disso, não me sentia bem diante o espelho. Comecei a usar roupas longas para me esconder de mim mesmo. O que já estava me entristecendo. Andava estressada, mal humorada e sem paciência e às vezes chorava sem motivo aparente.

Você buscou aconselhamento com um nutricionista antes de iniciar a nova dieta?

Gessica: Não. Eu busquei algumas histórias de sucesso na internet, vídeos no , foi quando me senti motivada a fazer a dieta das três horas. Era tudo que precisava. Sempre achei que as dietas que os nutricionistas passam são fora da realidade de pessoas com baixa renda. E por isso não achei que para mim seria o ideal.

De quanto em quanto tempo você fazia refeições?

Gessica: De 3 em 3 horas. E de hora marcada com lembrete no celular. O meu celular tocava estes horários, me lembrando que eu precisava comer: 6h – 9h – 12h – 15h – 18h – 21h.

Quais alimentos eram permitidos na sua dieta?

Gessica: Não fiz restrições, apenas comecei a fazer melhores escolhas. Inclui frutas, verduras, integrais, linhaça e aveia em vitaminas de frutas. Dei preferência a alimentos cozidos e não fritos e menos gordurosos.

Eu inclui chás (verde, mate, erva-doce, camomila, etc) entre as refeições, pois além de ser ótimo para a saúde, ameniza a fome até o próximo horário. E a água deve estar sempre presente. No mínimo 2L dia.

A única coisa que aboli da minha vida, foi o refrigerante. Não bebo de forma nenhuma.

Você fazia exercícios físicos?

Gessica: Nas primeiras semanas eu dançava na frente do espelho, em casa mesmo, ou pulava corda. Mas por conta do tempo parei. Continuei com a dieta. Mas a falta de exercício não atrapalhou a perda de peso. Continuei emagrecendo com a reeducação alimentar. Hoje eu pratico pilates 2 vezes na semana e musculação 1 vez na semana – para definir.

Quantos kg você perdia a cada semana?

Gessica: Na primeira semana 2,700kg (até por causa do inchaço) – mas no decorrer da dieta em média 500g a 1kg.

Você considera que sofreu ao fazer essa dieta? Você sentia muita fome?

Gessica: Não. Na primeira semana foi complicado dormir. Eu acordava com vontade de atacar a geladeira. Mas depois da primeira semana me acostumei. Não sentia mais tanta fome. Meu organismo já estava entrando no eixo. Não sofri por que vi que estava dando resultado e a vontade de emagrecer e ficar bem comigo mesma, era maior.

Como você se sente hoje, em relação ao seu corpo, sua alimentação e sua saúde? Está realizada?

Gessica: Eu me sinto realizada. Essa é a palavra certa. Eu agradeço a Deus pela força que Ele me deu para concluir aquilo que comecei. Não tenho dúvidas que as minhas orações me ajudaram muito.

Pois sozinha eu não seria capaz. Hoje visto o que quero, sem ter vergonha das gordurinhas que saiam por todo lado, me olho no espelho e me acho bonita, eu sou outra. O meu emagrecimento não mudou só minha aparência não.

Eu mudei de vida. Sou outra pessoa.

Você continua mantendo essa rotina alimentar que te levou a emagrecer? Ou mudou a dieta?

Gessica: Continuo comendo de 3 em 3 horas. Mesmo que quisesse parar, não seria possível. Meu organismo se acostumou e nos horários certos sinto fome.

Qual é o seu conselho para as mulheres que desejam emagrecer?

Gessica: Não tenha medo de encarar a realidade. Ela existe, mas, só permanece a mesma se você permitir. Você não nasceu obesa e não precisa ser assim para o resto da vida. Não se submeta a comida, você não deve ser escrava dela.

O corpo é seu, a vida é sua. Então tome as rédeas e comece hoje mesmo a se alimentar de forma saudável. Tenho certeza, que assim como eu, você não irá se arrepender. E não se esqueça.

Deus pode te fortalecer nesta empreitada, basta que você solicite a ajuda dEle.

Mais alguma informação ou conselho que você gostaria de compartilhar com as leitoras do Dicas de Mulher?

Gessica: A fidelidade nos horários é o que sempre chamo atenção para minhas seguidoras no blog. A disciplina. É importante também que a pessoa controle a alimentação diária, anotando ou fotografando. Assim poderá fazer uma avaliação no final do dia e organizar o dia seguinte.

Gessica Barradas: antes e depois da dieta

Foto: Reprodução / Acervo pessoal Gessica Barradas

Café da Manhã

  • Vitamina de banana com aveia e linhaça (200ml de leite desnatado ou de soja com uma banana picada batidos no liquidificador. E misture com uma colher de sopa de linhaça e outra de aveia)
  • 1 pão sem o miolo com manteiga e 1 xícara de café

Lanche da manhã

  • 1 maçã com aveia (a maçã pode ser trocada por uma porção de morango, uma fatia de melão ou melancia, ou ainda dois kiwis)

Almoço

  • 1 colher (sopa) de grão de bico com a mesma quantidade de arroz integral
  • 2 ovos cozidos (você pode trocar os ovos por um bife grelhado de carne ou frango, ambos sem gordura).
  • Um prato de saladas com folhas verdes, como alface, espinafre, rúcula e acelga. Além de cenoura e beterraba.

Lanche da tarde

  • Pipoca sem gordura (pode ser trocado por uma porção de frutas com iogurte natural ou por uma torradinha integral com uma fatia de queijo branco)

Jantar

  • Café com cuscuz de milho (substitua por uma colher de arroz integral e um bife de frango ou peixe)
  • Um prato de saladas de folhas verdes com tomate e palmito. Tempere com azeite de oliva.

Ceia

  • Vitamina de mamão com banana e linhaça ou um copo de leite desnatado quente com uma colher (sopa) de canela.

Confira o progresso da perda de peso da leitora Gessica

Gráfico: Dicas de Mulher

A nutricionista Sabrina Lopes alerta: “apesar da dieta realizada por ela ter mostrado bons resultados e também ter apresentado princípios básicos de uma boa reeducação alimentar como comer de 3 em 3 horas e consumir, sem muitas restrições, alimentos saudáveis, não é recomendado realizar dietas por conta própria”.

Ela ainda sugere que buscar o aconselhamento de um profissional é sempre indicado, mesmo que a dieta escolhida por você pareça inofensiva, só o profissional poderá indicar uma dieta apropriada e livre de riscos para sua saúde. Portanto, cuide-se. Não se arrisque em uma dieta não-orientada.

Se você também tem uma história de sucesso como a da leitora Gessica e gostaria de compartilha-la conosco, envie um e-mail para [email protected]

Veja também 10 sobremesas fit deliciosas e incrivelmente fáceis de preparar

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Источник: https://www.dicasdemulher.com.br/emagreci-17kg-sem-passar-fome-ou-fazer-exercicios/

16 maneiras de emagrecer (sem dieta!)

8 Formas de Emagrecer sem Esforço

Ele não oferece nenhum nutriente e tem 4 calorias em 1 grama. Ou seja, só engorda. Pior: assim que é consumido, faz o organismo produzir muita insulina.

“Esse hormônio favorece o estoque de gordura e estimula o apetite”, explica Cláudia Cozer, endocrinologista de São Paulo. Não consegue ficar sem um docinho? Então, deixe-o para a sobremesa.

A comida segura o índice glicêmico do açúcar, evitando picos de insulina no organismo e a consequente sensação de fome.

2. Ande mais

Sempre que falar ao celular, caminhe. A queima de calorias pode ser mínima, mas é melhor do que ficar parada e não gastar nada. Percorra os trajetos que você faz à pé no dia a dia como se estivesse atrasada para uma reunião. Andar rápido potencializa o consumo de calorias, até nos percursos pequenos.

3. Consuma fontes de ômega-3

O ácido graxo ajuda a reduzir a ansiedade.

O que isso tem a ver com calorias? Sob tensão, o organismo produz uma quantidade maior de cortisona, hormônio que, em excesso, rouba energia das células e deixa o organismo faminto, especialmente por alimentos calóricos (pães, massas e doces).

O ômega-3 faz mais pelas medidas da cintura: desinflama as células e eleva os níveis de serotonina, controlando o apetite. Boas boas fontes são salmão, atum, sardinha e linhaça.

4. Inclua queijo na sobremesa

Consumido no fim da refeição, esse alimento aumenta a capacidade do organismo de queimar gordura. O mérito é do ácido linoleico conjugado (CLA) presente no queijo, segundo estudo do Centro de Pesquisa de Alimentos Moorepark, na Irlanda.

5. Capriche nas fibras

Uma pesquisa publicada na revista científica americana Journal of Clinical Nutrition mostrou que essas substâncias são capazes de reduzir o peso e afinar a circunferência da cintura por mais de um motivo.

Dão saciedade, retardam o esvaziamento gástrico, seguram o índice glicêmico, varrem as toxinas e estimulam o funcionamento do intestino.

Consuma entre 25 e 35 gramas de fibras por dia.

6. Comece o treino pela musculação

O exercício localizado usa o glicogênio estocado no músculo como fonte de energia. Isso obriga o organismo a acionar os estoques de gordura no exercício aeróbico. É por isso que malhar nessa sequência traz resultado mais rápido na balança.

Veja também: 10 maneiras de queimar 1000 calorias extras por semana

7. Alimente-se antes de malhar

Quando você treina de barriga vazia, queima músculos e poupa gordura. Não é esse seu objetivo, certo? Por isso, coma uma fatia de pão com geleia, biscoito ou fruta, alimentos que oferecem energia rápida. Assim, você também garante disposição para uma aula puxada, queimando mais calorias.

8. Tome leite!

É um alimento com alto teor de cálcio, mineral que estimula a queima de gordura, afirma um estudo do Instituto de Nutrição da Universidade do Tennessee, nos Estados Unidos.

Mas fique atenta às reações do seu organismo: digestão difícil, gases e barriga inchada são sinais de alergia à proteína do leite. Esse processo desencadeia inflamação nas células, resultando em peso extra.

Alternativa: aposte no cálcio vindo dos vegetais como couve, brócolis e gergelim.

9. Coma amêndoa

Um punhado pequeno (30 gramas) por dia ajuda a enxugar gordura. De acordo com uma pesquisa publicada na revista americana International Journal of Obesity, voluntários que comeram essa oleaginosa por seis meses secaram 18% da gordura corporal diante de 11% dos que não consumiram.

Continua após a publicidade

10. Em jejum

Para manter o metabolismo acelerado, tome um copo de água com limão ainda em jejum. A fruta tem ação alcalinizante e, por isso, deixa o pH do sangue e de outros líquidos corporais menos ácidos. Isso favorece o funcionamento do metabolismo e do organismo como um todo.

11. Vire fã de café

Por ser rico em cafeína – substância com poder termogênico -, eleva a temperatura do organismo e, com isso, acelera o metabolismo. A medida considerada saudável: três xícaras por dia. Sem açúcar, é claro.

12. Faça 6 refeições diárias

Em vez de café da manhã, almoço e jantar, fracione os alimentos em seis pequenas refeições.

O organismo vai perceber que não ficará tanto tempo sem receber comida e, por isso, não precisará economizar e estocar calorias. Em duas semanas, você começa a se sentir mais satisfeita com porções menores.

A capacidade do seu estômago encolhe cerca de 30%, sua ingestão calórica diminui 10% e seu metabolismo ganha pique.

É importante prestar atenção às quantidades. As porções de alimentos como arroz, macarrão e batata equivalem a um punho fechado. O filé de frango ou peixe deve ter o tamanho da sua mão. O filé de carne vermelha deve ser um pouco menor, do tamanho da palma da mão.

13. Beba mais água

Ela emagrece de maneira direta e indireta. Vamos à primeira, comprovada por um estudo do Instituto de Pesquisa Oakland, na Califórnia, nos EUA.

Beber água antes das refeições estimula o centro de saciedade. Esse mecanismo representa uma economia no consumo de calorias: entre 70 e 90 por dia.

A água também participa de reações químicas que levam à queima de gordura e à eliminação de sódio, responsável pela retenção líquida.

14. Durma bem

Passar a noite em claro estimula a produção de grelina – hormônio que aumenta a fome e os estoques de gordura. Uma pesquisa da Universidade de Chicago, nos Estados Unidos, revelou que passar pouco tempo na cama ou sem qualidade traz outro prejuízo: reduz o ritmo do metabolismo. Quando você dorme mal, o organismo entende que precisa economizar energia.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

15. Segredos do Oriente

Nabo, rúcula, cebola, gengibre e chá-verde. Essas são as principais opções da medicina chinesa para acelerar o metabolismo por serem capazes de aumentar o calor no interior do organismo.

Para melhores resultados, associe a alimentos de sabor picante com amargo.

Essa combinação tonifica o baço, responsável pelo metabolismo energético e um dos órgãos mais importantes segundo a medicina tradicional chinesa.

Para o lanchinho da manhã e da tarde: tome um copo de suco com pedaços da própria fruta, de preferência ácidas, como laranja, limão, tangerina e abacaxi. O sabor ácido tem a propriedade diurética, que minimiza a retenção de líquidos. Outra boa ideia é ter na bolsa ou na gaveta do escritório biscoitinhos e outros alimentos à base de fibras integrais e frutas desidratadas.

16. Coma frutas secas

Frutas secas têm carboidratos do bem, que aceleram o metabolismo, e uma grande quantidade de vitaminas e sais minerais, além de potentes antioxidantes. Misture-as nas saladas, no iogurte ou na aveia.

Continua após a publicidade

  • Aliados da Dieta
  • Alimentação saudável
  • Dicas de dieta

Источник: https://boaforma.abril.com.br/dieta/16-maneiras-de-emagrecer-sem-dieta/

15 Dicas surpreendentes para emagrecer (sem esforço e sem milagres)

8 Formas de Emagrecer sem Esforço

por Leonardo Filomeno

Você não precisa fazer dietas malucas, com restrições absurdas para eliminar o excesso de peso.

“Muitas vezes, as simples mudanças e hábitos alimentares diários já são suficientes para comer menos e, consequentemente, reduzir seus números na balança”.

Quem afirma isto é Brian Wansink, diretor do Laboratório de Alimentos da Universidade de Cornell, nos EUA. Ele acredita que a nossa rotina já é estressante demais para termos forças para perder peso por um esforço consciente e contínuo.

Levado por esse pensamento, confira algumas dicas surpreendentes para emagrecer sem esforço, mas também sem milagres.

1# Faça seu prato direto no fogão

Ao invés de colocar a comida pronta na mesa, tente fazer o seu prato direto das panelas do fogão. Com este pequeno truque, você vai comer cerca de 19% a menos de comida por dia – a diferença é bem maior nos homens.

O motivo, segundo Brian Wansink, é que se a comida fica na mesa, é provável que quem está comendo fique tentado a repetir o prato, provavelmente o que terminar primeiro.

2# Se for beber vinho, escolha o tinto e em taça pequena

Costumamos se concentrar mais na altura do que na largura na hora de medir a quantidade dos líquidos. Por isso, em média, serve-se 12% a menos de vinho em uma taça de vinho branco, que é a menor, do que em uma de vinho tinto.

Além disso, nossa tendência é beber menos vinho tinto do que branco. O motivo é que a cor da bebida faz com que ela ganha mais destaque e, por isso, na hora de servir, ficamos mais conscientes para medir a quantidade.

“Bebemos cerca de 10% a menos em média no caso do vinho tinto”, destaca o especialista. Para não estragar a bebida restante, compre rolhas de plástico para colocar após aberto na garrafa.

3# Reduza o consumo de sal

Você, provavelmente, já devorou um pacote de batatas fritas bem salgadas acompanhado de um refrigerante cheio de açúcar? Estudos revelam que pessoas que comem alimentos salgados têm a tendência a acompanhá-los com bebidas calóricas e açucaradas, resultando em quilos a mais. Opte por alimentos com pouco sal e deixe de usar o saleiro durante as refeições.

4# Coloque as frutas e verduras na parte mais visível da geladeira

Este costume te ajudará a comer três vezes mais esse tipo de alimento. A ideia é deixar as coisas mais calóricas nas partes mais baixas da geladeira, que são lugares menos visíveis, para passar menos vontade.

5# Cozinhe com especiarias

Especiarias adicionam sabor à comida, mas não adicionam calorias. Especiarias também adicionam um aroma delicioso e estudos revelam que pessoas que saboreiam tanto o cheiro como o paladar não são propensas a comer em excesso.

6# Faça menos tempo de exercício

Um estudo realizado pela Universidade de Copenhague mostrou que ao longo de três meses os participantes que fizeram 30 minutos de atividade física emagreceram mais do que os que fizeram 60 minutos.

Isto é explicado porque a atividade de meia hora não é tão desgastante e permite que o indivíduo continue mais ativo durante o resto do dia, queimando mais calorias. Além disso, exercícios mais longos te deixam mais faminto e com mais chances de atacar uma besteira como recompensa.

7# Guarde os cereais no armário e coloque os alimentos mais saudáveis à frente

Quem mantem os cereais à vista pesa, em média, quase 10 kg a mais das pessoas que não fazem isso. “O engraçado é que, no caso de bolachas ou doces, a diferença não chega a ser tão grande”, explica Wansink.

Isso acontece porque, muitas vezes, as pessoas sabem que estes produtos não são muito saudáveis e tendem a limitar o seu consumo. No entanto, cereais geralmente são percebidos como um produto saudável e, portanto, não haveria motivos para escondê-los.

8# Anote o que você come

Não precisa ser todo o dia, ou a atividade vai ficar chata e você vai desistir, mas pelo menos três vezes por semana. Isso vai ajudar você a se policiar melhor e ver onde está errando, além de conscientizar no consumo de besteiras.

9# Procure se sentar perto da porta dos restaurantes

As pessoas que se sentam mais longe da porta comem menos salada e têm uma probabilidade 73% maior de pedirem sobremesa.

Talvez por preguiça de se locomover ou maior acomodação. De todo o caso, evite os fundões.

10# Quando bater a tentação, espere um pouco

Aquele pote de sorvete no congelador está atraindo a sua atenção? Antes de sair correndo e devorá-lo, experimente esperar 10 minutos, ocupando sua mente com outras tarefas, jogar paciência no computador, ler um livro ou falar com um amigo no telefone. Depois disso, o desejo pelo sorvete será abrandado.

11# Caminhe por todo o corredor do supermercado antes de comprar

Quando vamos a supermercados, as pessoas têm uma probabilidade 11% maior de comprar a primeira verdura que vemos em comparação com a terceira.

Por isso, Wansink recomenda que percorramos todo o corredor do supermercado para, assim, ampliarmos a variedade da nossa dieta. Isso também facilita na hora de economizar uma grana.

12# Beba muita água

De acordo com uma pesquisa publicada no Jornal da Clínica de Endocrinologia e Metabolismo, ao ingerir dois copos de água, há um aumento da queima calórica em até 30% por mais de uma hora.

Se não gostar muito de água pura, a dica é acrescentar sabores, como espremer umas gotinhas de limão ou colocar hortelã.

13# Divida o carrinho de compras em duas partes, com as frutas e as verduras na frente e o resto atrás

Pode parecer uma divisão boba, mas isto faz com que você pense mais no que está colocando no carrinho e te levará a comprar 23% mais verduras.

Cerca de 61% de tudo o que compramos está mais ou menos a altura dos olhos. Comece a perceber isto!

14# Use o ralador

O ralador por ser um aliado na sua luta contra a balança. Em vez de comer cubos daquele queijo que você gosta, experimente ralá-lo e colocar sobre saladas, sopas ou massas. Você vai poder degustar o mesmo sabor, mas com muito menos calorias por refeição.

15# No trabalho, guarde os doces em um pote opaco (ou escuro) e tampado

Desta maneira, você fará com que as guloseimas estejam menos acessíveis. As pessoas que deixam os doces em cima da mesa do escritório tendem a pesar cerca de 6,8kg a mais do que o resto.

Jornalista, Sommelier de Cervejas, fã de esportes e um camarada que vive dando pitacos na vida alheia

Источник: https://manualdohomemmoderno.com.br/fitness/15-dicas-surpreendentes-para-emagrecer-sem-esforco-e-sem-milagres

8 formas de perder peso (sem alterar a dieta ou fazer exercício físico)

8 Formas de Emagrecer sem Esforço

Adaptar-se a uma nova dieta pode ser algo bastante difícil para a maioria de nós. Sabia que nove em cada dez pessoas que tenta uma dieta nova, falha pelo caminho? Porque é que não estamos surpreendidos? Já todos lá estivemos, na verdade.

A dificuldade em manter as resoluções de fitness que se fazem todos os anos é outra constante por aqui. Neste caso, recomendamos que tente uma e outra vez, e até já lhe explicámos como.

Mas há outras formas realmente efetivas de controlar o seu peso, isto tudo sem causar grandes alterações à sua vida. São pequenos hábitos a introduzir na sua rotina que farão toda a diferença.

Não só estará a reduzir o peso como a prevenir ganhá-lo num futuro próximo. Neste artigo compilamos oito sugestões menos óbvias para que consiga finalmente fazê-lo. Atente.

1. Tome o pequeno-almoço todos os dias

Não é por acaso que é considerada a refeição mais importante do dia. De facto, um hábito comum a muitas pessoas que perderem peso e que o conseguiram manter é tomarem o pequeno-almoço todos os dias.

A investigação constatou que pessoas que saltam esta refeição, ao fim de um ano tendem a ganhar mais dois a quatro kg do que as que não o fazem.

O que acontece, na realidade, é que o pequeno-almoço nos ajuda a sentir mais saciados, evitando compulsões posteriores por alimentos ricos em gordura ou açúcar ou mesmo processados e com pouco valor nutricional.

Ou seja, não só ignorar o pequeno-almoço não é uma boa forma de perder calorias como os indivíduos que o fazem acabam por comer mais ao longo do dia.

2. Reduza as porções de comida no prato

A verdade é que nas últimas décadas aumentou exponencialmente a quantidade de comida servida nas refeições, não só em restaurantes e cafés, como nas nossas casas.

Habituámo-nos a encher cada vez mais os nossos pratos e o das nossas crianças e, consequentemente, também o nosso corpo se habituou a inserir mais e mais comida, da qual na realidade não necessitava.

Porções maiores incentivam as pessoas a comer mais e têm sido associadas a um maior ganho de peso e obesidade.

Servir-se de um pouco menos num prato mais pequeno – ah e já sabe, metade deste deve ser constituído por legumes – é uma forma de ingerir menos calorias, quase sem fazer esforço nenhum.

Frente a frente: devemos comer os vegetais crus ou cozinhados?

3. Durma sem culpa

A tríade perfeita para o nosso equilíbrio alia uma alimentação saudável e a prática de exercício físico a um sono adequado. No entanto, este último é sempre o primeiro a ser descurado nesta equação.

As sete a nove horas de sono por noite recomendadas para o adulto comum têm uma razão de ser. Fixe o seguinte: uma boa noite de descanso é essencial para o controlo do peso, para além da saúde em geral.

A privação de sono aumenta o risco de uma pessoa estar com sobrepeso ou mesmo doenças como a obesidade e a diabetes.

Como? Um sono deficitário pode perturbar as hormonas reguladoras do apetite, leptina e grelina. Já a flutuação destas aumenta a fome e o desejo por alimentos não saudáveis, levando a uma maior ingestão calórica.

4. Mantenha-se hidratada

Beber água regularmente ao longo do dia vai ajudá-la a comer menos e a perder peso, principalmente se o fizer antes de uma refeição principal. Estudos indicam que pessoas que se mantém hidratadas, não só se sentem mais satisfeitas como ingerem menores quantidades de açúcar, gordura e sal.

Também acontece muitos indivíduos confundirem sede com fome, acabando por ingerir calorias em demasia, quando na verdade estão é a necessitar de se hidratar.

Mas cuidado com o que bebe. Se não se quiser limitar à água, opte por versões aromatizadas desta ou mesmo chás, muitos ajudam mesmo a perder peso.

Deve, no entanto, evitar refrigerantes e mesmo o álcool, mas isso já sabia certo? Quanto aos sumos de fruta, estes tendem a ser muito ricos em açúcar, a chamada frutose, por isso opte por comer a fruta inteira que contém, inclusivamente, mais fibras.

5. Diga sim aos snacks saudáveis

O que privilegiamos ingerir entre as refeições principais tem um papel preponderante no controlo de peso. Quase um terço da ingestão diária de calorias de uma pessoa vem destes pequenos lanches.

Opte por versões saudáveis e caseiras (já aqui lhe sugerimos algumas opções) que a vão ajudar a aumentar a saciedade e a reduzir o número de calorias ingeridas ao almoço e jantar.

De facto, a melhor sugestão que lhe podermos oferecer é que planeie com antecedência as suas refeições, estando sempre abastecida com estes pequenos aliados. Desta forma, quando se sentir com fome e a desejar alimentos processados, terá uma alternativa em mãos para dar ao seu corpo.

Por sua vez, quando for trabalhar, as marmitas preparadas em casa são uma excelente opção, quer para poupar dinheiro, quer para controlar o que come.

6. Muna-se de vitamina D

A importância de adquirir vitamina D quer através de sol, quer através de alguns alimentos é algo com que pode até já estar familiarizada.

O que pode não saber é que a investigação sugere que quem tem um baixo nível desta vitamina no sangue apresenta uma maior probabilidade de lidar com a obesidade.

De facto, os benefícios da vitamina D são irrevogáveis e recomendam-se. Há mesmo algumas condições físicas associadas a este défice como ansiedade, depressão, diabetes, osteoporose.

Encontre-a em alimentos como lacticínios, cogumelos ou peixes gordos, mas também através da suplementação alimentar.

Vitamina D: os seus benefícios e onde encontrá-la (para além do sol)

7. Controle o stresse

Verdade seja dita, o stresse é uma das causas do aumento de peso. O que acontece é que elevados níveis de stresse podem prejudicar o equilíbrio hormonal.

Quando a pessoa está stressada o corpo produz glicocorticóides, sendo que estes levam a um aumento do apetite da mesma, levando a um ganho de peso.

Por outro lado, o stresse também está associado à fome emocional, uma forma de distúrbio alimentar. A pessoa acaba por comer alimentos pouco saudáveis em resposta a uma fome em descontrolo.

Certas formas de controlar o stresse incluem a prática de desporto, o ioga, a meditação ou mesmo passar tempo na natureza.

8. Faça refeições em família

Comer em casa, cozinhando para toda a família vai fazer com que se sinta responsável a preparar refeições equilibradas e nutritivas, especialmente a pensar nos mais pequenos, estabelecendo o exemplo.

Esta pode ser, assim, uma forma de controlar o peso. Mas há mais a reter: mastigue demoradamente e recorra ao mindfulness.

O facto de mastigar mais vezes os alimentos vai fazer com que prolongue a duração da refeição, reduzindo a ingestão de mais comida, uma vez que o cérebro recebe a mensagem a tempo de que se encontra saciada.

Por outro lado, comer com consciência é uma excelente forma de controlar o que ingere. Faça-o devagar e saboreie a comida em pleno, estando mais ciente do próprio corpo. Neste processo evite distrações com gadgets ou materiais de leitura à mesa.

Está convencida?

Bem a propósito…

Siga estas regras básicas de alimentação saudável

Источник: https://www.saberviver.pt/comida/nutricao/formas-de-perder-peso/

Profissionais indicam 9 formas de perder peso rápido sem dieta

8 Formas de Emagrecer sem Esforço

Não há como negar que dietas que reduzem calorias drasticamente são as piores para quem quer perder peso. Mesmo que você consiga perder peso rápido, lá pelo quarto dia do “regime das bananas” ou qualquer que seja a opção escolhida, as chances de mandar tudo para o alto e comer o que aparecer pela frente ficam cada vez maiores.

+ Por que eu não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

Por isso vamos te oferecer um plano que vai ajudá-la a perder peso rápido e do jeito certo! Sem sucos detox, sem comer apenas salsichas ou uma xícara de brócolis o dia todo (sim, isso existe). Confira abaixo as nove estratégias:

1. Não coma o mesmo alimento (exceto vegetais) mais de uma vez por dia

Se você comeu uma torrada no café da manhã, escolha outro carboidrato integral, como arroz negro ou quinoa, para o almoço ou jantar. Se você ama comer manteiga de amendoim e geleia no lanche pré-treino, prefira oleaginosas no resto do dia.

Ao se limitar a comer uma porção de qualquer tipo de comida, você automaticamente adiciona um tipo de “falha liberada” em seu plano de alimentação, segundo Rania Batayneh, autora do livro The One One One Diet, ainda sem versão em português.

 Além disso, e ainda mais importante, essa estratégia adiciona uma gama mais vasta de nutrientes por dia – aumentando sua saciedade e seus níveis de energia.

2. Coma legumes pelo menos quatro vezes por semana

Em um estudo do periódico European Journal of Nutrition, as pessoas que seguiram uma dieta de baixa caloria e incluíram quatro porções semanais de leguminosas no plano alimentar perderam significativamente mais peso após quatro semanas se comparadas àquelas que comeram o mesmo número de calorias – mas sem legumes (feijão, grão-de-bico, lentilha, favas).

A ajuda para perder peso rápido pode vir das fibras dos legumes e componentes antioxidantes, uma vez que os pesquisadores descobriram que os amantes de leguminosas tiveram níveis mais baixos de inflamações ligadas à obesidade. Tente adicionar grão-de-bico à sua salada, cozinhar algumas lentilhas no vapor, ou ingerir feijão durante a semana.

Eles são ótimos para dar corpo à sopas também.

3. Durma pelo menos 8,5 horas por dia

Sim, você sabe que o sono afeta o peso. Mas provavelmente não percebeu o quão rápido isso acontece: Um estudo do Annals of Internal Medicine sugere que bastam apenas duas semanas de sono de qualidade para sua cintura ser de alguma forma influenciada.

Se isso não é perder peso rápido, não sabemos o que é! No estudo, homens e mulheres seguiram uma dieta de controle de calorias.

Após 14 dias de 5,5 ou 8,5 horas de sono por noite, ambos os grupos perderam cerca de 3 kg – mas aqueles que dormiram mais perderam duas vezes mais gordura do que os que dormiram menos.

4. Beba um litro de água para cada 23 kg do seu peso

Por mais que aumentar seu consumo de água seja vital para prevenir a gula, promover uma digestão mais saudável e manter seu metabolismo em forma, quando o assunto é emagrecer rapidamente, a água também é sua melhor aliada contra o inchaço.

Isso porque quando as suas células estão desidratadas, a primeira reação delas é se agarrar a qualquer fluido que esteja em seu sistema, contribuindo para o inchaço. Beba um litro de água para cada 23 kg, por dia. Então, se você pesar 79 kg, deve beber 3,5 litros de água.

Dar goles lentos evita sobrecarregar seu organismo de uma vez só.

5. Reduza o sal e alimentos industrializados

Outro jeito de cortar o excesso de peso é manter os níveis de sódio e potássio em dia.

Para fazer isso, ela recomenda cortar o consumo de alimentos industrializados, que tendem a ter altos níveis de sódio, e evitar o sal em qualquer comida do seu prato.

Una essa estratégia de pouco sal com o alto consumo de alimentos ricos em potássio, como o salmão e o espinafre, e você vai desinchar ao longo da semana.

6. Faça 20 minutos de HIIT

Para perder peso em tempo recorde, o treino intervalado de alta intensidade deve ser sua aposta. Minuto por minuto, ele queima mais calorias do que qualquer outro exercício e, além disso, aumenta a queima de calorias 48 horas depois do treino.

Ao longo do tempo, o HIIT constrói músculos, o que é ótimo para manter o peso no lugar. Sua prescrição: faça esses exercícios o mais rápido que puder (burpees, agachamentos, avanços e flexões) por 20 segundos. Depois, descanse por 10 segundos e repita até que tenham se passado quatro minutos.

Descanse por um minuto e depois repita por quatro rodadas, sugere uma pesquisa da University of Wisconsin-La Crosse.

7. Evite macarrão, biscoitos e doces

Um dos jeitos mais fáceis de desinchar é reduzir seu consumo de carboidratos simples. Aliás, boa parte das dietas low carb corta eles ajudando a perder peso rápido, mas acaba eliminando um monte de outros nutrientes importantes.

Algumas fontes para ficar de olho incluem macarrão de farinha branca, biscoitos, bolachas e doces. Embora não seja preciso dizer que o açúcar refinado nos alimentos pode prejudicar a perda de peso a longo prazo, é bom saber que ele pode levar a uma significativa retenção de água no curto prazo.

Você vai ficar chocada com o peso que vai perder ao cortar o consumo de açúcar.

8. Coma carboidratos complexos, proteínas e gorduras

Fazer refeições e lanches balanceados, contendo todos os três macronutrientes que o seu corpo precisa, em um intervalo de poucas horas, é a chave para energizar o seu corpo para o treino, prevenindo-a de comer demais (especialmente os carboidratos simples), e mantendo o seu metabolismo rápido. Tente uma torrada integral, um ovo e um abacate para o café da manhã, uma maçã com uma fatia de queijo para o lanche, e uma salada de espinafre com frango e azeite de oliva de almoço.

9. Coma um punhado de oleaginosas por dia

Em um estudo da Penn State, pessoas que comeram um punhado de amêndoas por dia perderam significativamente mais gordura abdominal ao longo de seis semanas quando comparadas àquelas que seguiram uma dieta com menos oleaginosas, mas com o mesmo número de calorias. Enquanto o estudo observou o consumo de amêndoas, outros três tipos de vegetais, como nozes e pistaches, também têm ligação com a melhora da saúde e do peso, graças às suas proteínas e gorduras saudáveis.

Источник: https://gooutside.com.br/9-maneiras-perder-peso-rapido-sem-dieta-extrema/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: