Alimentos para aumentar a fertilidade do homem e da mulher

Fertilidade masculina: saiba que alimentos podem ajudar

Alimentos para aumentar a fertilidade do homem e da mulher

Quem deseja ser pai deve se preocupar em manter uma alimentação saudável.

Poucos sabem, mas o que o homem come afeta diretamente a fertilidade masculina, isso é o que explica Maria Cecília Erthal, especialista em reprodução humana assistida e diretora-médica do Vida – Centro de Fertilidade. “A alimentação influencia no funcionamento do nosso organismo como um todo, inclusive nos órgãos reprodutivos.”

De acordo com Maria, bons hábitos alimentares contribuem para um funcionamento equilibrado do aparelho reprodutor, já o contrário pode trazer prejuízos para a fertilidade masculina e também feminina. A especialista fala que consumo excessivo de cafeína e bebida alcoólica interfere negativamente na quantidade e qualidade dos espermatozoides, por exemplo.

Alimentos que ajudam na fetilidade masculina

shutterstock

Manter uma boa alimentação pode melhorar a fertilidade masculina e, para isso, existem alimentos que são indicados

Para ajudar na questão da fertilidade, existem grupos de alimentos que colaboram para o bom funcionamento do organismo masculino. A nutricionista Tatiana Rom, do Vida- Centro de Fertilidade, indica quais são e fala como eles atuam no corpo:

Intestino funcionando 

shutterstock

Para manter o intestino funcionando e ajudar na fertilidade masculina, uma ideia de lanche é aveia com uma fruta

Manter o intestino funcionando bem é importante porque isso ajuda na absorção de nutrientes, então o indicado pela especialista é consumir iogurte, frutas, vegetais e alimentos integrais. A aveia é um bom exemplo de fibra que pode sem combinado com uma fruta e garantir um ótimo lanche entre as refeições.

Por outro lado, frituras, alimentos com excesso de conservantes e corantes, refrigerantes e café pioram o funcionamento do intestino. O cigarro e o álcool também são grandes vilões.

Vitamina E

shutterstock

Sem exagero, o azeite de oliva é bem-vindo na dieta e, por ser fonte de vitamina E, colabora para a fertilidade masculina

Os futuros pais também devem apostar em alimentos ricos em vitamina E, pois esse nutriente melhora a mobilidade dos espermatozoides. Para conseguir aumentar os níveis dessa importante vitamina, basta consumir azeite, gérmen de trigo, nozes e agrião, que, segundo a nutricionista, são boas fontes de vitamina E.

Ômega 3

shutterstock

O salmão é um alimento que contém ômega 3 e isso colabora para melhorar a fertilidade masculina

Já o ômega 3 ajuda o espermatozoide a entrar no óvulo, fora isso contribui no desenvolvimento cognitivo do bebê. Para garantir um aumento dessa gordura boa, incorpore ao cardápio alimentos como semente e óleo de linhaça, além de sardinha, atum e salmão.

Zinco

shuttersock

A carne é um alimento que, por possuir zinco, aumenta a quantidade de esperma e isso reflete na fertilidade masculina

Segundo a nutricionista, esse é, sem dúvidas, o mineral mais importante quando deseja engravidar a parceira. O zinco pode ser encontrado em grande quantidade nos espermatozoides e também é fundamental para manter o óvulo saudável, ainda mais se estiver associado com a vitamina B6.

Carnes, ostras, gérmen de trigo e fígado de galinha são alguns alimentos fontes de zinco. Em contrapartida, Tatiana alerta que o consumo de álcool em excesso e antiácidos podem diminuir a quantidade de zinco no organismo, além de dificultar sua absorção.

Vitamina C

shutterstock

A laranja é aumenta os níveis de vitamina C e estudos apontam que isso é bom para a fertilidade masculina

Há estudos que indicam que a vitamina C ajuda na mobilidade e concentração dos espermatozoides. A melhor parte é que é simples conseguir uma boa quantidade desse nutriente, basta consumir um copo de suco de laranja logo após ser preparado ou três dessa fruta ao dia.

Selênio

shutterstock

A castanha-do-Brasil ou castanha-do-Pará é outro alimento para manter um dieta pensando na fertilidade masculina

Da mesma forma que a vitamina C, o selênio também funciona como um importante oxidante e é encontrado em grande quantidade no esperma. Conforme recomenda a especialista, uma forma simples de aumentar o nível de selênio no organismo é comendo duas castanhas-do-Brasil por dia.

Betacaroteno

shutterstock

Mamão contribui para o processo digestivo e por ter betacaroteno é bom para a fertilidade masculina

O betacaroteno é um importante nutriente que ajuda na produção de espermatozoides. Esse composto é encontrado em todas as frutas e legumes que possuem uma cor alaranjada, como abóbora, laranja, cenoura e mamão. Esse nutriente também pode ser encontrado no óleo de fígado de bacalhau.

Leia também: 7 alimentos que são capazes de aumentar o seu desejo sexual

A nutricionista e a especialista em reprodução humana reforçam que aliar um bom estilo de vida a  uma alimentação saudável – rica verduras, frutas e legumes, alimentos com ômega 3, proteínas e carboidratos de absorção lenta como os alimentos integrais – ajuda a melhorar a fertilidade masculina.

Источник: https://deles.ig.com.br/sexo/2018-10-05/alimentos-ajudam-fertilidade-masculina.html

Saiba quais alimentos podem aumentar a fertilidade

Alimentos para aumentar a fertilidade do homem e da mulher

Comitê Editorial IVI Salvador

Alguns alimentos aumentam a fertilidade, outros a prejudicam. Sabemos que um dos maiores prazeres da vida é comer. E com a variedade que nos cerca diariamente, fica difícil de resistir às tentações. São muitas opções coloridas e cheias de promessa de sabor. Muitas vezes não tem como resistir.

Alguns alimentos além de serem ótimos de sabor, podem aumentar a fertilidade. Notícia excelente quando consideramos que os números de infertilidade crescem a cada ano e que a estimativa atual seja de algo entre 50 e 80 milhões de pessoas pelo mundo sofrendo com o problema. Nesse caso, toda ajuda é bem-vinda! Especialmente se vem de uma fonte simples, como a alimentação.

É bom lembrar que os principais fatores que levam a infertilidade são problemas de saúde, alterações hormonais, estresse, tabagismo/alcoolismo e alimentação inadequada. Portanto, cuidar da alimentação é fundamental!

De um modo geral, os alimentos que ajudam a aumentar a fertilidade são os que contribuem na estimulação de hormônios sexuais. E consequentemente, ajudam na formação de óvulos e espermatozoides. Alimentos que tenham bastante zinco, vitaminas B6 e E, ômega 3, ômega 6 e ainda os ricos em ácidos graxos são boas opções.

Também é preciso cuidar de outros fatores

Mas vale destacar que não é apenas o alimento que vai ser fator decisivo para o aumento da fertilidade. Para que o organismo funcione de forma mais equilibrada, é necessário dosar os fatores da vida.

Trabalho, descanso, lazer, exercícios. Tudo tem o seu momento e a sua importância.

Um estilo de vida que traga esse equilíbrio, aliado à alimentação com ingredientes ricos nessas substâncias, é o fundamental para o das taxas de fertilidade.

Outro fator é estar em dia com a saúde. Fazer check-ups regularmente, visitar o médico e ter a certeza de que os índices corpóreos estão dentro dos parâmetros. No caso da fertilidade, investigar logo, caso algo pareça errado.

Não é saudável alimentar pensamentos e tantas hipóteses sobre o que pode estar errado, sem realmente investigar. Especialmente em tempos modernos, com tantas tecnologias acessíveis.

Até porque, em matéria de saúde, quanto antes se descobre um problema, fica mais simples e fácil de tratar.

Afinal, quais alimentos ajudam na fertilidade?

Frutas secas, aveia, centeio, gema de ovo, carnes e ostra são alimentos ricos em zinco. Já a couve-flor, agrião e brócolis, além da banana, possuem muita vitamina B6. Os ácidos graxos e ômega 3 e 6 podem ser encontrados em peixes gordos e sementes, entre elas a de girassol, que também é fonte de vitamina E.

Esses são apenas alguns dos exemplos de alimentos que podem contribuir para o aumento da fertilidade tanto no caso dos homens quanto das mulheres.

Mas os nutricionistas alertam para a correta ingestão deles. Não é porque são bons para o processo, que devem ser ingeridos em excesso. Muito menos limitar a dieta a apenas esses ingredientes.

Lembrar sempre do equilíbrio é a chave para o sucesso!

Uma alimentação bem regulada é aquela com pratos coloridos, alimentos o mais frescos possíveis, variedade de porções com legumes, vegetais, frutas e proteínas. Essa combinação é que faz a diferença. Outra recomendação dos nutricionistas é se alimentar várias vezes ao dia, com porções pequenas.

Isso vai fazer com que o organismo esteja sempre em atividade, gerando um melhor funcionamento. Além disso, para aqueles que buscam uma forma física mais esbelta, ajudará no emagrecimento porque, mesmo comendo mais vezes, o corpo gastará mais energia para se manter em funcionamento constantemente.

Mas fica a ressalva: porções pequenas!

Alerta para alimentos que podem prejudicar

Como em tudo na vida, existem também os vilões… no caso dos alimentos, também! E enquanto alguns podem ajudar no aumento da fertilidade, outros podem interferir negativamente.

Entre eles, estão o café, farinha e açúcar refinado (entram nessa lista bolos, sobremesas e biscoitos, por exemplo). De modo geral, alimentos muito industrializados e processados, com quantidades muito grandes de conservantes devem ser evitados.

Além disso, deve-se evitar doces, e a tão combatida gordura trans.

Alimentos especialmente bons para os homens

Como cada organismo funciona de forma particular, alguns tipos de alimentos são especialmente bons para os homens. Nesse grupo, consideram-se aqueles que possuem muito cromo, um mineral imprescindível para fabricar os espermatozoides.

Na prática, o cromo é muito encontrado em pão integral ou de centeio, pimentão verde, ovos e frango. Recomenda-se ainda que os homens consumam muitas frutas cítricas, pois a vitamina C pode ajudar a aumentar o número de espermatozoides.

Nutrientes importantes para as mulheres

Além daqueles que já citamos, é importante que as mulheres se cuidem e consumam bastantes alimentos antioxidantes, para ajudar na estimulação da produção dos hormônios sexuais.

Exemplos de alimentos que funcionam como antioxidantes são cenoura, batata doce, kiwi, tomate, abacate, vegetais verdes, castanha-do-pará, atum, beterraba, pimentão amarelo, entre outros.

O inhame também possui elementos que aumentam a produção de hormônios femininos e facilitam a ovulação.

Cuide da vida, planeje sonhos

Uma forma de eliminar ou reduzir o estresse do dia a dia é buscar o equilíbrio através de algo que você goste de fazer. Já que agora você já sabe quais os alimentos que ajudam a aumentar a fertilidade, adote uma rotina mais saudável. Mas além disso, busque fazer coisas que te tragam prazer.

Pratique um esporte, por exemplo. Mesmo na pandemia do novo coronavírus e no contexto de isolamento social, dá pra pular corda, dançar com aulas online, fazer yoga ou até mesmo corrida estacionária. Tudo isso vai contribuir para a saúde física e mental.

A mente é um dos fatores que, às vezes, interfere muito na infertilidade, A “pressão” por estar tentando engravidar há algum tempo, sem sucesso, faz com que a cabeça trabalhe contra. Por isso, cuide da alimentação. Mas cuide também de você. De seus sonhos.

Malhe, dance, planeje viagens, pense leve, para buscar o tão sonhado equilíbrio, que vai te ajudar a alcançar todos os objetivos.

Источник: https://ivi.net.br/blog/alimentos-fertilidade/

Como Aumentar a Fertilidade no Homem e na Mulher

Alimentos para aumentar a fertilidade do homem e da mulher

As causas mais comuns são disfunções na ovulação e obstrução das trompas de Falópio, patologias uterinas, tumores malignos e malformações no caso das mulheres.

Nos homens manifesta-se sobretudo na quantidade, motilidade e forma dos espermatozoides, lesões no escroto, tumores e alterações genéticas, e é de fácil diagnóstico.

Atualmente acredita-se que, além das anomalias relacionadas com o aparelho reprodutor e de algumas doenças oncológicas, autoimunes e infeções sexualmente transmissíveis, existem fatores derivados do estilo de vida que podem afetar a fertilidade.

Fatores como o adiamento da idade da conceção, hábitos sedentários, consumo excessivo de gorduras, tabaco, álcool e drogas podem estar relacionados Fertilidade 31,27 €29,50 com a dificuldade em conceber um bebé. A exposição a gases tóxicos e a químicos alimentares também tem sido apontada como um fator de risco.

Como Prevenir a Infertilidade?

No caso da mulher é particularmente importante não adiar a idade em que se tem, pelo menos, o primeiro filho. É também importante consultar regularmente o ginecologista para despiste de doenças e rever a qualidade e composição dos hábitos alimentares.

Devem evitar-se as gorduras saturadas e dar preferência a gorduras insaturadas presentes nas nozes, amêndoas, abacate ou óleo de coco. Estas gorduras ajudam a equilibrar o sistema hormonal, a diminuir o colesterol e a controlar o stresse.

Também deve ter em conta o seu peso.

Nas mulheres é o desequilíbrio de estrogénios que afeta a fertilidade, impedindo a ovulação: excesso de estrogénios nas mulheres obesas e escassez nas mulheres muito magras ou nas desportistas com muito pouca massa gorda.

Além disso, o tecido adiposo é responsável pela reserva de estrogénios, pelo que uma elevada quantidade de gordura corporal pode levar a uma concentração elevada de estrogénios e diminuir a quantidade de espermatozoides produzidos no caso dos homens.

Nestes, a obesidade pode ainda trazer uma dificuldade acrescida em conceber pois o excesso de gordura provoca um aumento da temperatura corporal, sobretudo na zona dos testículos, o que dificulta a produção de espermatozoides.

Homens que sejam condutores profissionais, que passem muito tempo sentados com as pernas juntas, que vão a saunas frequentemente ou que usam roupa interior justa estão mais sujeitos a padecer deste problema.

Como se Aumenta a Fertilidade na Mulher?

Se não existirem causas que necessitem de tratamento a ovulação pode ser estimulada, e alguns problemas podem ser remediados, com a ingestão diária de algumas vitaminas e minerais:

Ferro – de extrema importância para a qualidade do sangue, produção de óvulos e reforço de sistema imunitário. DDR: 54 mg.

Vitamina B6 –  melhora as probabilidades de ovulação de uma mulher. A ovulação ocorre quando o ovário de uma mulher liberta o óvulo para a fertilização, o que acontece uma vez por mês. Esta vitamina ajuda a regular os níveis hormonais durante a fase lútea, os 11 a 16 dias que medeiam entre a ovulação e a menstruação. DDR: 1,6 mg.

Vitamina E –  importante na proteção contra os efeitos nocivos das substâncias tóxicas, ajuda a proteger contra a degeneração celular (que pode originar cancro), inflamações das articulações e complicações provocadas pela diabetes. É importante também na prevenção de doenças cardiovasculares, melhora a circulação sanguínea e é fundamental na formação dos gametas sexuais. Os especialistas aconselham a ingestão de 8 mg diários deste nutriente no caso das mulheres.

Vitamina D – a obtenção da dose diária recomendada desta vitamina (1000 mg) é especialmente difícil no inverno, pois a exposição solar é a melhor forma de a sintetizarmos. A vitamina D tem um papel muito importante no desenvolvimento dos folículos (onde se formam os óvulos) e está presente em alimentos como o ovo.

Vitamina C –  essencial para a manutenção de um sistema imunitário saudável e estabilização dos níveis hormonais, esta vitamina ajuda o organismo a metabolizar água de forma mais eficiente, o que aumenta o muco cervical. Além disso, ajuda a combater infeções que podem prejudicar a ovulação. DDR: 65 mg. 

Ácido Fólico – contribui para sintetizar o material genético em todas as células do corpo e normalizar a função do cérebro.

Alguns estudos indicam que as mulheres que tomam ou ingerem frequentemente ácido fólico (através de frutos secos, vegetais de folha verde-escura ou azeitonas) têm um risco menor de sofrer de infertilidade. DDR: 400 mg.

Além da suplementação, algumas plantas medicinais podem melhorar a fertilidade feminina, como:

Dong Quai – utilizada para regular o ciclo menstrual, além de ajudar a restabelecer a menstruação após interrupção da toma de um contracetivo oral.

Salva – planta que contém estrogénios e ajuda a regular e a equilibrar os ciclos menstruais, favorecendo a ovulação.

Ginseng Siberiano – planta que ajuda a fortalecer o fluxo sanguíneo para o sistema reprodutor. Contribui ainda para o equilíbrio hormonal e ajuda a aumentar a libido.

Ginkgo Biloba – favorece a vasodilatação e promove a produção de ácido nítrico, necessário para estimular o aumento de fluxo sanguíneo para os órgãos sexuais.

Urtiga – planta rica em vitaminas e minerais que ajudam a regenerar o útero e a melhorar o seu funcionamento.

Como se Aumenta a Fertilidade no Homem?

Nem sempre há uma causa comprovada de infertilidade. É essencial fazer um espermograma e despistar os fatores que podem estar na sua origem. A suplementação de nutrientes específicos pode ser benéfica:

Ómega-3 – melhora a mobilidade dos espermatozoides, aumentando as probabilidades de fecundação. Presente nos peixes gordos, ovos, leite ou semente de linhaça. DDR: 0,5g.

Zinco – associado à melhoria da concentração e quantidade de espermatozoides. Encontra-se nos cereais integrais, ovos, abóbora, nozes ou feijão. DDR: 15 mg.

Vitamina A – essencial na assimilação e aproveitamento de proteínas e vitaminas. DDR: 800 mg. Encontra-se no fígado, brócolos, abóbora, cenoura e laranja.

Vitamina C – protege os espermatozoides de agressões externas e melhora a sua movimentação. Presente na laranja, tomate ou quivi. DDR: 100 mg.

Vitamina E – protege os espermatozoides de mutações e auxilia a produção de hormonas importantes para o sistema reprodutor. DDR: 15 mg. Presente no óleo de gérmen de trigo, nozes, óleo de girassol ou amêndoas. Há plantas medicinais igualmente benéficas para a fertilidade masculina:

Tribulus terrestris – aumenta a produção de testosterona, logo a quantidade de espermatozoides.

L-carnitina – estudos indicam que uma dose diária de 3g de L-carnitina parece melhorar significativamente a qualidade morfológica dos espermatozoides. Maca Peruana: planta que aumenta a libido e performance sexual.

Selénio – é um mineral que contribui para a normal espermatogénese e para a proteção das células contra oxidações indesejadas.

Источник: https://www.celeiro.pt/cuide-de-si/temas-de-saude/como-aumentar-a-fertilidade-no-homem-e-na-mulher

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: