AMEBÍASE (Infecção por Entamoeba histolytica)

Infecção por Entamoeba histolytica: sintomas, diagnóstico e tratamento

AMEBÍASE (Infecção por Entamoeba histolytica)

A Entamoeba histolytica é um protozoário, parasita intestinal, responsável pela disenteria amebiana, que é uma doença gastrointestinal em que há diarreia forte, febre, calafrios e fezes com sangue ou com secreções esbranquiçadas.

A infecção por esse parasita pode surgir em qualquer região e infectar qualquer pessoa, no entanto é mais comum em regiões de clima tropical com condições sanitárias mais precárias, afetando especialmente bebês e crianças que gostam de brincar no chão e têm o hábito de colocar tudo na boca, já que a principal forma de contágio por esse parasita é por meio da ingestão de água ou alimentos contaminados.

Embora seja relativamente fácil de tratar, quando não é diagnosticada a tempo a infecção pela Entamoeba histolytica pode colocar a vida em risco, já que pode resultar em desidratação. Por isso, assim que surgirem sintomas sugestivos da infecção, principalmente em crianças, é importante ir ao pronto-socorro para que seja confirmada a infecção e iniciado o tratamento mais adequado.

Principais sintomas

Alguns dos principais sintomas que podem indicar a infecção pela Entamoeba histolytica são: 

  • Desconforto abdominal leve ou moderado; 
  • Sangue ou secreções nas fezes;
  • Diarreia intensa, o que pode favorecer o desenvolvimento da desidratação;
  • Fezes moles;
  • Febre e calafrios; 
  • Enjoo e náusea; 
  • Cansaço.

É importante que a infecção seja identificada logo no início, isso porque a Entamoeba histolytica pode resultar em desidratação e ultrapassar a parede do intestino e liberar cistos na corrente sanguínea, que podem atingir outros órgãos, como fígado, favorecendo a ocorrência de abscessos e podendo levar à necrose do órgão.

Como confirmar o diagnóstico 

O diagnóstico desta infecção por Entamoeba histolytica pode ser realizado através da observação e análises dos sintomas apresentados pela pessoa.

 Para confirmar as suspeitas, o médico pode ainda pedir a realização do exame parasitológico de fezes, sendo recomendada a coleta de três amostras de fezes em dias alternados, pois nem sempre o parasita é encontrado nas fezes. Entenda como é feito o exame parasitológico de fezes.

Além disso, o médico pode indicar também a realização da pesquisa de sangue oculto nas fezes, além de outros exames laboratoriais que ajudam a verificar se a infecção está ou não presente e ativa.

 Quando existe suspeita de a infecção já estar espalhada pelo corpo, podem ainda ser feitos outros exames como ultrassom ou tomografia computadorizada, por exemplo, para avaliar se existem lesões em outros órgãos.

Como acontece a infecção

A infecção pela Entamoeba histolytica acontece por meio da ingestão de cistos presentes em água ou comidas contaminadas com fezes.

Quando os cistos da Entamoeba histolytica entram no corpo, ficam alojados nas paredes do trato digestivo e liberam formas ativas do parasita, que acabam se reproduzindo e migram para o intestino grosso onde, mais tarde, pode acabar passando a parede do intestino e se espalhar por todo o corpo.

A pessoa infectada pela Entamoeba histolytica pode infectar outras pessoas caso as suas fezes contaminem o solo ou a água utilizada para beber, lavar louça ou tomar banho. Dessa forma, é muito importante evitar usar algum tipo de água que possa estar contaminada com esgoto. 

Como é feito o tratamento

O tratamento para a amebíase intestinal não complicada geralmente é feito apenas com o uso de Metronidazol por até 10 dias seguidos, de acordo com a recomendação do médico. Em alguns casos, pode ser indicado também o uso de alguns remédios que ajudam a aliviar os sintomas apresentados, como Domperidona ou Metoclopramida.

Nos casos mais graves, em que a amebíase está espalhada por outras partes do corpo, além do tratamento com Metronidazol, também se deve tentar resolver as lesões causadas nos órgãos.

Como evitar

Para se proteger da infecção por Entamoeba histolytica, deve-se evitar o contato com o esgoto, águas contaminadas ou não tratadas, enchentes, lama ou rios com água parada, sendo também desaconselhado o uso de piscinas não tratadas com cloro. 

Além disso, se as condições de saneamento na cidade onde se vive não forem as melhores, deve-se sempre ferver a água antes de a utilizar, para lavar alimentos ou para beber. Outra opção passa por desinfetar e purificar a água em casa, o que pode ser feito recorrendo à utilização de Hipoclorito de Sódio. Saiba como usar o hipoclorito de sódio para purificar a água.

Источник: https://www.tuasaude.com/amebiase/

Amebíase: sintomas, tratamentos e causas

AMEBÍASE (Infecção por Entamoeba histolytica)

A amebíase é uma infecção parasitária que acomete o intestino. Ela é bastante comum em áreas do mundo onde o saneamento básico é deficiente, permitindo que alimentos e água sejam expostos à contaminação fecal.

Causas

Amebíase é causada pelo parasita Entamoeba histolytica, que entra no organismo principalmente por meio da ingestão de água ou comida contaminadas. Esse parasita também pode entrar no corpo por meio do contato direto com a matéria fecal.

Entamoeba histolytica libera cistos, que são uma forma relativamente inativa do parasita e que pode viver por vários meses no ambiente em que foram depositados, geralmente nas fezes, no solo e na água.

Eles também podem ser transmitidos por manipuladores de alimentos e por meio de relação sexual desprotegida.

Fatores de risco

Alguns fatores são considerados de risco para infecção por amebíase, como:

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

  • Alcoolismo
  • Câncer
  • Desnutrição
  • Idade infantil ou idade avançada
  • Gravidez
  • Viagem recente a uma região que não dispõe de boas condições sanitárias e de higiene
  • Uso de corticoide para inibir o sistema imunológico
  • Manter relações sexuais desprotegidas

Sintomas de Amebíase

A maioria das pessoas com amebíase não manifesta sintomas. Quando eles surgem, no entanto, costumam aparecer de sete a dez dias após a exposição ao parasita.

  • Cólicas abdominais
  • Evacuação de fezes pastosas com muco e sangue ocasional
  • Fadiga
  • Gases em excesso
  • Dor retal durante evacuação (tenesmo)
  • Perda de peso involuntária

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

  • Sensibilidade abdominal
  • Evacuação de fezes líquidas, às vezes com sangue
  • Evacuação de dez a 20 vezes por dia
  • Febre
  • Vômitos

Buscando ajuda médica

Procure assistência médica se você tiver diarreia persistente. Esse problema pode levar à desidratação e pode agravar seu estado de saúde.

Fique atento aos outros sintomas também. Se suspeitar que tem amebíase, marque uma consulta com um especialista.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Na consulta médica

Entre as especialidades que podem diagnosticar amebíase estão:

  • Clínica médica
  • Infectologia
  • Proctologia
  • Gastroenterologia

Estar preparado para a consulta pode facilitar o diagnóstico e otimizar o tempo. Dessa forma, você já pode chegar à consulta com algumas informações:

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

  • Uma lista com todos os sintomas e há quanto tempo eles apareceram
  • Histórico médico, incluindo outras condições que o paciente tenha e medicamentos ou suplementos que ele tome com regularidade

O médico provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:

  • Quando seus sintomas começaram?
  • Seus sintomas são ocasionais ou frequentes?
  • Qual a intensidade dos sintomas?
  • Você tem ido muitas vezes ao banheiro?
  • Você notou sangue entre as fezes?
  • Você viajou recentemente para alguma região com condições precárias de higiene e saneamento básico?

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Diagnóstico de Amebíase

O médico poderá começar o diagnóstico com um exame físico. Depois, ele fará algumas perguntas sobre seu histórico médico. Se houver suspeita de que você tem amebíase, ele poderá solicitar a realização de alguns exames específicos, como:

  • Exame de fezes
  • Exames laboratoriais para verificar a função hepática para determinar se houve danos ao fígado

Se o segundo exame mostrar que, sim, houve danos ao fígado, ele poderá pedir a realização de outros exames para verificar se não houve prejuízo a nenhum outro órgão interno. Para isso, ele pedirá alguns exames de imagem, como ultrassonografias e tomografia computadorizada da área afetada.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Finalmente, uma colonoscopia poderá ser realizada para determinar se os parasitas invadiram o intestino ou o tecido do cólon também.

Tratamento de Amebíase

O tratamento para casos simples de amebíase geralmente consiste na prescrição de metronidazol por dez dias, administrado por via oral. O médico também pode prescrever medicamentos para controlar náuseas.

Se o parasita invadir os tecidos intestinais ou órgãos internos, o tratamento deve focar, também, no tratamento de todas as áreas afetadas por ele. Se a infecção parasitária causar perfurações no cólon ou em tecidos peritoneais, a cirurgia pode ser necessária.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Após o tratamento da amebíase, as fezes devem ser reexaminadas para se ter certeza de que a infecção foi eliminada.

Medicamentos para Amebíase

Os medicamentos mais usados para o tratamento de amebíase são:

  • Annita
  • Benzoilmetronidazol
  • Doxiciclina
  • Flagyl
  • Flagyl Pediátrico
  • Helmizol (comprimido)
  • Helmizol (suspensão)
  • Secnidazol
  • Metronidazol.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Somente um médico pode dizer qual o medicamento mais indicado para o seu caso, bem como a dosagem correta e a duração do tratamento. Siga sempre à risca as orientações do seu médico e NUNCA se automedique. Não interrompa o uso do medicamento sem consultar um médico antes e, se tomá-lo mais de uma vez ou em quantidades muito maiores do que a prescrita, siga as instruções na bula.

Convivendo/ Prognóstico

Siga à risca as recomendações médicas e tome os medicamentos conforme indicado. Mantenha uma boa alimentação, evitando alimentos gordurosos. Beba bastante líquidos também. Amebíase pode causar desidratação, portanto a ingestão de líquidos é primordial para a recuperação plena do paciente.

Complicações possíveis

Amebíase não tratada pode causar complicações mais graves de saúde, a exemplo de:

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

  • Abscesso hepático
  • Efeitos colaterais dos medicamentos, incluindo náusea
  • Disseminação do parasita por meio da corrente sanguínea para o fígado, pulmões, cérebro e outros órgãos.

Amebíase tem cura?

O resultado do tratamento é geralmente bem sucedido. Geralmente, a amebíase dura cerca de duas semanas, mas poderá voltar se não for tratada corretamente. Obediência às recomendações médicas é essencial para a recuperação, bem como alterações no estilo de vida e adaptação na dieta.

Referências

Ministério da Saúde

Clínica Mayo

Universidade Federal do Tocantins

Organização Mundial da Saúde

Departamento de Saúde de Victoria (Austrália)

Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos

Источник: https://www.minhavida.com.br/saude/temas/amebiase

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: