Benefícios do alongamento e aquecimento

Aquecimento e Alongamento: Diferença, Importância e Benefícios

Benefícios do alongamento e aquecimento

Ao contrário do que muitos pensam, o alongamento e o aquecimento não são sinônimos. Eles apresentam funções distintas e são de extrema importância quando associados à atividade física. 

Portanto, para alguns especialistas, estes exercícios podem ser entendidos como funções complementares, uma vez que são orientados a serem executados com preferência antes de qualquer exercício físico. 

Considerando que um não substitui a atuação do outro, vamos entender no que consistem tais diferenças e todas as relações benéficas de ambas as atividades para o nosso corpo no dia a dia. 

A Fitmoda tem as melhores peças que oferecem mais liberdade e conforto na hora de aquecer e alongar! Clique aqui e confira!

O que é aquecimento e alongamento? Para que servem? 

Agora você já sabe que cada exercício tem uma função diferente e são complementares, confira as características e particularidades de cada um:

Alongamento

O alongamento é um conjunto de posições que exigem que o indivíduo permaneça por um determinado tempo em uma postura de forma que o músculo solicitado se mantém em extensão máxima. 

Eles podem ser intensificados com a ajuda de uma força externa atuante. 

Sendo assim, o alongamento possui amplas vantagens para a manutenção do corpo, que favorecem o modo com que conduzimos nossas rotinas, possibilitando assim usufruir de uma vida com melhor bem-estar. 

Seu objetivo é preparar e aperfeiçoar a flexibilidade muscular, proporcionando ao atleta um maior desempenho nas articulações.

Dentre as suas funções, o alongamento apresenta diferentes técnicas entre os exercícios identificados por estático, dinâmico, isométrico e passivo.

  • Dinâmico – exercícios realizados com a presença de movimentos.
  • Estático – estes priorizam a flexibilidade e devem ser executados apenas após o aquecimento.
  • Isométrico – o alongamento associado à força muscular.
  • Passivo – movimentos realizados com força externa. 

Aquecimento

O aquecimento consiste em uma sequência de movimentos repetitivos, que objetiva alcançar o estado ideal físico e psíquico, aumentando gradativamente a intensidade das atividades físicas, favorecendo os movimentos corporais e prevenção de futuras lesões.

Estas atividades podem ser classificadas em dois tipos, o aquecimento geral e o específico. A partir disso, sabe-se que a o aquecimento específico apenas deve ser feito após o aquecimento geral.

Isso porque, o aquecimento geral possibilita o funcionamento ativo do organismo como um todo, o específico busca dar enfoque às musculaturas específicas que serão exigidas nos exercícios posteriores. 

Desta forma, o aquecimento é imprescindível e sobretudo devidamente importante que seja realizado de forma ordenada e dirigido a todas as partes do corpo.

Apenas desta forma, é de considerar-se efetivamente preparado para qualquer realização de atividade posterior que exige um maior desgaste físico.   

Qual a importância do alongamento e do aquecimento?

O alongamento e o aquecimento são de fundamental importância para o preparo prévio do corpo que irá sequenciar uma série de atividades. 

Logo, ambas as funções apresentam diversos benefícios que contribuem não apenas para a execução correta dos treinos, mas para outros resultados satisfatórios, além da prevenção de lesões e bem-estar. 

Melhorar a postura

Devemos sempre nos conscientizar para estarmos em constante correções dos nossos hábitos mantendo uma postura correta, uma vez que que alongar o corpo regularmente reduz a tensão muscular evitando todo o desconforto que pode surgir decorrente de uma má postura. 

Aumentar a flexibilidade

Tendo em vista que o alongamento é um dos principais fatores na ajuda da flexibilidade dos músculos, o desempenho nas atividades físicas e diárias passam a ficar melhores, resguardando, mantendo e recuperando a elasticidade que geralmente diminui com o passar dos anos. 

Permitir movimentos amplos

Consequentemente, com o ganho de maior flexibilidade, se têm a possibilidade de que os exercícios sejam amplamente duradouros.

Assim, pode-se atingir a meta previamente estabelecida com devido equilíbrio acrescido da alta qualidade dos movimentos executados durante todo o processo.

Ativar a circulação sanguínea 

Os alongamentos diários permitem que os fluxos sanguíneos estejam mais ativos de forma a irrigar com maior potencialização os músculos, o que é extremamente importante para a prevenção e recuperação breve de lesões musculares. 

A carência de uma boa circulação sanguínea pode acarretar em diversos problemas de saúde, tais quais:

  • Presença de varizes;
  • Tromboses;
  • Entupimentos das artérias;
  • Úlceras varicosas;
  • Câimbras;
  • Baixo libido ou disfunção erétil;
  • Queda de cabelo e enfraquecimento das unhas;
  • Baixa capacidade de concentração, dentre outros inúmeros problemas.  

Ajudar no relaxamento

Toda vez ao alongar, é liberado em nosso corpo uma sensação de prazer que contribui para o relaxamento do corpo e alívio da tensão muscular. 

Muitas das vezes essa tensão muscular é a principal responsável por dores nas costas, pescoço e cabeça e também proveniente de todo estresse absorvido no dia a dia.

Mas afinal, quando não se deve fazer alongamento?

É primordial lembrar de que o alongamento não deve ser feito antes da prática de musculação, uma vez que os exercícios reduzem a força dos músculos pelos mesmos se apresentarem frios. 

Além disso, não devem ser realizados até que se tenha a sensação de dor, apenas deve sentir um desconforto para que consiga alongar corretamente o músculo. 

Salienta-se também o cuidado com os músculos lesionados ou alguma região dolorida de forma a não agravar o problema. Nestes casos, o alongamento deve contar com a ajuda de um profissional de fisioterapia.

Prepara o corpo para o esforço e melhora o desempenho

Bem, como já mencionado, o aquecimento prepara o corpo para o esforço e melhora o desempenho, pois aumenta a temperatura do corporal, influenciando o desenvolvimento da condução dos impulsos nervosos até os músculos.

Assim, acaba por atribuir a minimização da viscosidade muscular que é resultante na redução do atrito entre as fibras musculares, melhorando por sua vez, todo o desempenho.

Reduz o risco de lesões

Ao iniciar um exercício de maneira gradativa, você diminui os riscos de ocasionar um impacto agressivo ao seu corpo.

A proposta do aquecimento é justamente essa de começar por exercícios levemente moderados, para que se possibilite o aumento gradativo da liberação de líquido sinovial.

Este por sua vez, está relacionado à lubrificação das articulações, possibilitando a redução do atrito entre as cartilagens e os ossos, e o risco de desenvolvimento de lesões menores. 

Melhora a preparação mental

Através do aquecimento, a assimilação do fluxo gradual de exercício físico com menor intensidade é feita de forma natural.

Sua condução vai preparando mentalmente a pessoa para execução de cada movimento consciente, de modo a atingir um nível superior de concentração e equilibrar a carga de um esforço maior.

Lembrando que a Fitmoda é seu parceiro na execução de alongamentos e aquecimentos de qualidade! Clique aqui e confira a melhor seleção de tops para seus treinos! 

Então, como fazer um aquecimento e alongamento de forma correta?

Para evitar possíveis transtornos, o aquecimento e o alongamento devem ser orientados com a ajuda de um profissional especializado

Afim de que ambos exercícios possam ser executados de maneira correta e atingir seus respectivos objetivos, é preciso atentar-se quanto à algumas recomendações. 

Essas devem ser observadas de acordo com a meta estabelecida e o exercício posterior proposto. 

Para isto, se têm a necessidade além do acompanhamento de um profissional, o uso de roupas e tecidos adequados que possibilitem o andamento das atividades.

Escolha, o look certo para alongar e aquecer com estilo! Clique e confira as melhores peças Fitmoda!

Conclusão

Já sabemos que o aquecimento é de extrema importância para iniciar qualquer atividade, tanto quanto o alongamento se faz imprescindível ao final dos exercícios. 

Em vista disso, os dois podem gerar impactos muito positivos ao longo do dia a dia do praticante.

Assim sendo, a dica é investir em ambos para que os resultados sejam alcançados com sucesso total. 

Apostar em roupas apropriadas também ajuda na busca pelo êxito dos exercícios. 

Que tal continuar aprendendo sobre os benefícios dos exercícios e os aspectos que complementam sua prática? Confira esses outros artigos que separamos para você:

Obrigado por ler até aqui!

Источник: https://www.fitmoda.com.br/aquecimento-alongamento/

Conheça os 5 principais benefícios do alongamento para o corpo – Blog Colchões Americanflex

Benefícios do alongamento e aquecimento

Você conhece os benefícios do alongamento? Por incrível que pareça, essa prática tão simples pode ser extremamente vantajosa para o nosso organismo, e a sua realização diária é recomendada a todos, independentemente de como funciona a sua rotina individual.

O alongamento, de modo geral, promove o estiramento e o consequente relaxamento das fibras musculares. Aos poucos, isso melhora a capacidade de flexibilização dos músculos, tornando-os menos propensos a sofrer danos e reduzindo uma série de problemas no organismo.

A seguir, vamos mostrar algumas das vantagens que essa atividade, quando praticada no dia a dia e com uma certa regularidade, pode trazer para o organismo e para a qualidade de vida daqueles que a fazem. Além disso, abordaremos alguns exercícios simples que podem ser feitos por qualquer pessoa. Boa leitura!

Quais são os benefícios do alongamento?

Antes de abordarmos algumas dicas e exemplos de exercícios de alongamento, que tal conferirmos os principais benefícios dessa prática para a saúde de todo o corpo? Vamos lá!

1. Melhora a postura corporal

A postura é um fator muito importante para a nossa qualidade de vida. Quando está inadequada, ela pode prejudicar inúmeros processos de nosso organismo, afetando as vértebras e músculos e causando muita dor.

Além disso, melhorá-la ajuda bastante em fatores como a concentração e na performance em atividades físicas (algo que também é favorecido pela flexibilidade). De modo geral, os alongamentos podem ajudar bastante nesse ponto.

2. Ajuda a relaxar e reduz o estresse

O estresse é um dos problemas mais graves enfrentados pela sociedade atualmente. Por isso, alongar é uma boa estratégia para reduzir os sintomas e efeitos dessa situação.

Seja pela redução da tensão muscular, que costuma se intensificar em momentos estressantes, ou pela proximidade dessa prática com a meditação, uma coisa é certa: alongar vai deixá-lo emocionalmente mais tranquilo.

3. Ativa a circulação sanguínea

Problemas com a circulação também são bastante comuns em nossa população. Eles prejudicam, pouco a pouco, o funcionamento de todo o organismo, cujos tecidos necessitam de oxigênio para funcionar.

Uma maneira de evitar esse problema é fazer alongamentos periodicamente, já que essa movimentação estimula a circulação nos músculos. Assim, as dores musculares são reduzidas e o corpo todo é beneficiado.

4. Melhora a qualidade do sono

Estar mais tranquilo e menos estressado é excelente para o sono. Infelizmente, a rotina caótica em que vivemos pode fazer com que os padrões da hora de dormir sejam severamente prejudicados.

Alongar antes de deitar, por exemplo, faz muito bem para o nosso corpo, preparando-o para relaxar definitivamente durante o sono. E o melhor é que cinco minutinhos já são o suficiente!

5. Aumenta a flexibilidade

Quando feito com regularidade, o alongamento auxilia no aumento da flexibilidade, algo crucial para a qualidade de vida. Além de ajudá-lo a realizar as tarefas do dia a dia com mais facilidade, ser mais flexível evita lesões e uma série de problemas.

Outra vantagem de trabalhar a flexibilidade é prevenir os problemas que surgem com o envelhecimento. Dessa forma, os efeitos do ano sobre o organismo daqueles que se alongam são menos intensos.

Quais são os tipos de exercícios de alongamento?

Agora, vamos conversar sobre os principais tipos de alongamento, para que você saiba exatamente quando e quais incluir em seu dia a dia!

Estático

O alongamento estático, como o nome já indica, envolve manter a posição corporal por cerca de 20 segundos. Esse tipo é mais comumente utilizado após a prática de exercícios físicos, para relaxar os músculos.

Dinâmico

Aqui, são utilizados movimentos calculados que estimulam o alongamento de seus músculos por meio da movimentação. Eles são, normalmente, utilizados antes dos exercícios, de modo a preparar as cadeias musculares para as atividades.

Ativo

Essa é uma variação do alongamento estático, indicada para pessoas mais preparadas. Ela envolve o alongamento dos músculos até o limite máximo. Algumas posturas de yoga e pilates, por exemplo, se encaixam nesse grupo. Ele também é utilizado para o fortalecimento muscular.

Balístico

Rápido e parecido com uma atividade aeróbica, esse alongamento — também é chamado de calistenia — é indicado para quem já tem alguma prática com esse tipo de atividade.

Isométrico

Por fim, temos outro tipo de alongamento derivado do tipo estático. Aqui, o fortalecimento dos músculos é ainda mais intenso.

Um bom exemplo de exercício é a prancha, que ajuda no desenvolvimento de diversos grupos musculares.

Como fazer os exercícios de alongamento da maneira correta?

Por fim, vamos conversar sobre dicas essenciais para garantir que os alongamentos sejam feitos com a devida segurança, evitando lesões e problemas relacionados à prática mal executada. Confira!

Faça alguns minutos de aquecimento

Para que o alongamento seja bem aproveitado, faça alguns minutos de aquecimento antes de realizá-lo. Isso preparará os seus músculos tanto para a próxima etapa, quanto para todo o dia.

Respire com calma

Uma boa respiração pode fazer maravilhas. Utilize o diafragma (músculo localizado na região do abdômen) para inspirar e expire cuidadosamente. Isso relaxará todo o seu corpo e fará com que os alongamentos sejam melhor aproveitados.

Não sobrecarregue a sua coluna

Evite, sempre que possível, a sobrecarga na região de sua coluna. Deixe-a sempre em uma posição neutra e não realize movimentos bruscos nessa área. Isso pode causar lesões e prejudicar todo o seu exercício.

Comece pelos grupos maiores

Uma boa dica é sempre começar dos músculos maiores para os menores. Por isso, antes de alongar as mãos, realize o procedimento em seus braços — e assim sucessivamente.

Peça a ajuda de um profissional

Caso você não faça a menor ideia de como começar os alongamentos, busque o auxílio de um profissional. Ele poderá ajudá-lo com as posições e realizações dos exercícios até que você consiga fazê-los completamente sozinho.

Agora que você já conhece os principais tipos e benefícios do alongamento, e sabe como fazê-los corretamente, o que está esperando? Inclua esse hábito em sua rotina e ganhe muito em saúde e qualidade de vida!

Gostou deste artigo? Quer ler mais sobre saúde e bem-estar? Então, curta a nossa página no ! Por lá, você ficará por dentro de todas as novidades e receberá as publicações em primeiríssima mão. Até a próxima!

Источник: https://blog.americanflex.com.br/beneficios-do-alongamento-para-o-corpo/

Aquecimento e alongamento: qual é a diferença? – Blog Track&Field

Benefícios do alongamento e aquecimento

Você sabe qual é a diferença entre aquecimento e alongamento? É melhor alongar antes ou depois do treino? Preciso me aquecer antes de correr? Conversamos com o personal trainer Marcelo Cruz (@marcelopcruz) para encontrar as respostas dessas e de muitas outras perguntas que surgem no dia a dia. Então, vamos ao que interessa e ver as dicas e benefícios do alongamento e do aquecimento!

Qual é a diferença entre aquecimento ealongamento?

Às vezes, encaramos esses dois exercícios com a mesma função. Mas, Marcelo explicou que a maior diferença entre os dois exercícios é que o alongamento serve, principalmente, para aumentar a flexibilidade e ativar a circulação do corpo. Por outro lado, o aquecimento tem o objetivo de preparar o corpo para determinada atividade física.

Quais são os benefícios do alongamento?

“Além do aumento da flexibilidade, que torna os movimentos mais amplos e completos, o alongamento ativa a circulação sanguínea e traz uma sensação de relaxamento”, explica o personal.

Agora, você pode estar pensando: “ok, mas eu não quero me contorcer e nem fazer movimentos diferenciados. Então, não preciso disso”.

Errado! Já pensou que é preciso de flexibilidade e mobilidade para pegar um produto em uma prateleira alta do mercado? Se você faz musculação, já parou para pensar que ter amplitude nos movimentos pode te ajudar a ter melhores resultados?

Marcelo relembra que a flexibilidade é fundamental não só para os treinos, mas também para o dia a dia. Por isso, você precisa sim de alongamento!

Alongamentos melhoram a flexibilidade.

Alongamento antes ou depois do treino?

Comojá era de se imaginar, não existe uma restrição de quantas vezes podemos nosalongar durante o dia. Mas, Marcelo faz uma observação quanto aos alongamentos antes do treino.

“Estudosapontam que alongamentos intensos antes de treinos resistidos, como a musculação, podem diminuir o desempenhodo atleta”.

Por isso, ele deixa essa dica:pensando em flexibilidade, alongue quantas vezes quiser e mantenha de 40 a50 segundos em cada posição. De preferência, faça seus alongamentos em horáriosreversos aos da musculação.

Aquecimento antes do treino é realmentenecessário?

Muita gente pula essa parte do treino. Quantas vezes você não chegou à academia e foi direto para os aparelhos de musculação? Ou já logo subiu na esteira e começou sua corrida? Mas, aí mora um grande perigo!
 “O aquecimento é fundamental antes de qualquer exercício”, afirma Marcelo.

Ele explica que os benefícios do aquecimento são muitos. “A elevação da frequência cardíaca prepara a pessoa para o exercício principal. Nesse momento, também ativamos os músculos e isso reduz o risco de lesão”, explica.

Além de tudo isso, o aquecimento também ajuda a emagrecer, já que favorece o consumo energético e a queima calórica.

Ficouconvencido de que não pode escapar dessa parte?

Treino de corrida também precisa deaquecimento?

Cada atividade pede um aquecimento diferente. “A pessoa deve aquecer os músculos que mais serão trabalhados na atividade principal. O aquecimento para boxe, pede ativação dos membros superiores. Se a pessoa for praticar ciclismo, deve focar nos membros inferiores”, explica.

Para a corrida, por exemplo, podemos pensar em uma caminhada como aquecimento, mas ela não é suficiente. “Exercícios como trotes, skipping baixo e alto são boas opções.

Os ombros, quadril e articulações também devem ser aquecidos, já que a corrida ativa muitas regiões do corpo”.

Enfim…

Apesar de muitas vezes confundidos, o alongamento e o aquecimento têm funções bem diferentes e os dois são muito importantes. Seja para a melhora dos seus movimentos diários ou para um melhor rendimento no treino, é sempre importante dar atenção a esses exercícios.Por isso, converse com um profissional e entenda qual seria a melhor rotina para seus objetivos. Ok?

E para garantir uma melhor performance em todos os momentos, veja nossas novidades em tf.com.br.

Personal Trainer parceiro:

Marcelo Cruz

CREF 092817 – G/SP

Источник: https://blog.tf.com.br/blog/aquecimento-e-alongamento-qual-e-a-diferenca/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: