Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

Cetoconazol (creme)

Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

ESTE TEXTO FOI EXTRAÍDO MANUALMENTE. CONSULTE SEMPRE A BULA ORIGINAL

Uso Tópico
Uso Adulto e Pediátrico

Laboratório: Medley

Creme dermatológico: embalagem com bisnaga de 30 g.

Príncipios ativos: cetoconazol.

Composição

Cada grama do shampoo contém:

  • cetoconazol: 20 mg
  • excipientes q.s.p.: 1 g (álcool cetoestearílico, miristato de isopropila, estearato de sorbitana, polissorbato 60, polissorbato 80, propilenoglicol, sulfito de sódio e água purificada)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

1. Para que este medicamento é indicado?

O cetoconazol creme é indicado para micose de pele, frieira e pano branco.

2. Como este medicamento funciona?

O cetoconazol creme é um medicamento que você deve usar para o tratamento de infecções na pele causadas por fungos ou leveduras. 

O princípio ativo cetoconazol possui potente atividade antimicótica (que combate a micose), agindo rapidamente no prurido (coceira) proveniente de tais infecções.

O controle dos sintomas é observado progressivamente com o decorrer do tratamento. Sinais claros de melhora aparecem, geralmente, após 4 semanas de uso.

3. Quando não devo usar este medicamento?

Você não deve usar este medicamento em caso de maior sensibilidade (alergia) ao cetoconazol ou aos excipientes da formulação. Coceira e vermelhidão da pele após aplicação são os sintomas de maior sensibilidade.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

4. O que devo saber antes de usar este medicamento?

Você não deve aplicar cetoconazol creme nos olhos, porque este medicamento não é indicado para infecções nos olhos.

Devem ser praticadas medidas gerais de higiene para auxiliar no controle de fatores de contaminação ou reinfecção.

Lavar as mãos cuidadosamente antes e após aplicar o creme.

Mantenha roupas e toalhas de uso pessoal separadas, evitando contaminar seus familiares. Troque regularmente a roupa que está em contato com a pele infectada para evitar reinfecção.

Se você utiliza corticosteroide creme, loção ou pomada consulte seu médico antes de iniciar o tratamento com cetoconazol creme. Você pode iniciar o tratamento com este medicamento imediatamente, mas não pare o uso do corticosteroide. A retirada do corticosteroide deve ser feita aos poucos, porque a pele pode apresentar reação de vermelhidão ou prurido (coceira).

Para você continuar o tratamento com corticosteroide você deve:

  • Usar o corticosteroide pela manhã e o cetoconazol creme à noite por uma semana.
  • Após esse procedimento, você deve aplicar o corticosteroide pela manhã a cada 2 ou 3 dias e este creme todas as noites por 1 a 2 semanas.
  • Então, pare de usar o corticosteroide e, se for necessário, use somente o cetoconazol creme. Se você tiver qualquer dúvida, fale com seu médico. 

Até o momento não foram descritas interações de outros medicamentos com o uso de cetoconazol creme.

Não existem riscos conhecidos associados ao uso de cetoconazol creme durante a gravidez ou aleitamento, porém você deve informar ao seu médico caso ocorra gravidez ou esteja amamentando durante o tratamento. 

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

5. Onde, como e por quanto tempo posso guardar este medicamento?

Este medicamento deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15 e 30 ºC).

Características do medicamento

Este medicamento se apresenta na forma de creme homogêneo, branco com boa espalhabilidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

6. Como devo usar este medicamento?

O cetoconazol creme é um medicamento de uso tópico (local) na pele.

Modo de usar

O creme deve ser aplicado nas áreas infectadas uma vez ao dia. O tratamento deve ser mantido por mais alguns dias após o desaparecimento dos sintomas e das lesões.

Observam-se resultados favoráveis após 4 semanas de tratamento, dependendo, obviamente, do tipo de micose, extensão e intensidade das lesões.

Devem ser praticadas medidas gerais de higiene para auxiliar no controle de fatores de contaminação ou reinfecção.

Como Usar

  • Você deve abrir o tubo desrosqueando a tampa.
  • Fure o selo do tubo com a ponta que está na própria tampa.
  • Após lavar e secar bem a pele infectada, você deve passar o creme delicadamente na pele com a ponta do dedo. Aplique na área infectada e ao redor dela.
  • Lave as suas mãos com cuidado após aplicar o creme, pois isto evitará a transferência da doença para outras partes do seu corpo ou para outras pessoas.

Mantenha roupas e toalhas de uso pessoal separadas, evitando contaminar seus familiares. Troque regularmente a roupa que está em contato com a pele infectada para evitar reinfecção. 

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.

7. O que devo fazer quando esquecer de usar este medicamento?

Se você se esquecer de usar seu medicamento, aplique a próxima dose normalmente e continue com sua medicação como recomendado pelo médico. Não aplique mais creme e não aumente a frequência de aplicações.

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

NÃO PARE AGORA… TEM MAIS DEPOIS DA PUBLICIDADE ;)

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

8. Quais os males que este medicamento pode me causar?

As reações adversas que ocorreram em estudos clínicos onde o produto foi aplicado diretamente na pele estão descritas a seguir.

Reação comum (ocorre entre 1% e 10% dos pacientes que utilizam este medicamento):

  • Prurido (coceira) no local de aplicação;
  • Sensação de queimadura na pele;
  • Eritema (vermelhidão) no local de aplicação.

As reações adversas adicionais relatadas por

Источник: https://www.minhavida.com.br/saude/bulas/16-cetoconazol-creme

Cetoconazol Bula- Quando tomar

Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

Cetoconazol comprimidos

Indicado para o tratamento de infecções na pele, cabelo e mucosa, que não podem ser tratadas com a aplicação direta do medicamento na área infectada, assim como infecção persistente na vagina, infecções na boca, garganta e estômago, intestinos, outros órgãos internos ou vários órgãos ao mesmo tempo.

Cetoconazol creme

Usado no tratamento de micoses de pele, frieira e pano branco, também conhecido como pitiríase versicolor.

Cetoconazol Shampoo

Tratamento e profilaxia de infecções nas quais esteja envolvido o fungo Malassezia furfur, tais como pitiríase versicolor, dermatite seborreica e caspa.

Posologia

Cetoconazol comprimido

A dose e tempo de tratamento depende do tipo de fungo e do local da infecção, podendo ser:

  • Adultos e crianças com mais de 30 kg: 1 comprimido, uma vez ao dia, junto com a refeição.
  • Crianças com peso entre 15 kg e 30 kg: metade de um comprimido, uma vez ao dia, durante a refeição.

O período de tratamento varia entre 6 meses até à cura.

Cetoconazol creme

O cetoconazol creme deve ser aplicado nas áreas afetadas uma vez ao dia, até se verificar melhoria dos sintomas, devendo ser mantido por mais alguns dias após desaparecimento das lesões.

Dependendo do tipo da micose, extensão e intensidade da lesão, podem-se obter resultados favoráveis após 4 semanas de tratamento.

Cetoconazol Shampoo

Aplicar o produto, deixando agir por 3 a 5 minutos antes de enxaguar os cabelos, devendo-se seguir a seguinte posologia:

  • Caspa e dermatite seborreica: usar o shampoo 2 vezes por semana, por 2 a 4 semanas. Para a prevenção de recidivas, usar o shampoo 1 vez por semana ou uma vez a cada 2 semanas.
  • Pitiríase versicolor: usar o shampoo 1 vez ao dia durante 5 dias. Para a prevenção de recidivas, usar o shampoo todo ano antes do verão, uma vez ao dia por 3 dias consecutivos. Veja outros remédios usados para o tratamento do pano branco.

Deve-se evitar que o produto entre em contato com os olhos.

Efeitos Colaterais

No caso do uso de comprimidos, podem surgir efeitos como enjoo, náusea, vômito, dor abdominal, diarreia, dor de cabeça, tontura, sensibilidade à luz forte, sensação de formigamento nos dedos das mãos e dos pés, inchaço das mamas, impotência masculina ou distúrbios menstruais.

O creme pode causar reações adversas como irritação, coceira e ardência da pele.

O uso do shampoo tem como efeitos colaterais sensação de ardência no local de aplicação, coceira ou vermelhidão e secamento dos cabelos.

Contraindicações

Não deve ser usado por mulheres grávidas ou que estejam a amamentar, em caso de doença de fígado ou alergia a qualquer componente da fórmula.

Mecanismo de Ação

O cetoconazol comprimidos é um medicamento que deve ser usado para o tratamento de infecções causadas por fungos ou leveduras.

Aplicado na pele, cetoconazol creme não é absorvido e, por isso, não penetra na circulação sanguínea.

Advertências e Precauções

Antes de se inciar o tratamento, deve-se informar o médico sobre quais as doenças que se tem e medicamentos que se esteja a tomar, de forma a prevenir possíveis interações.

Pessoas com problemas de fígado devem usar o medicamentos com precaução, pois pode haver agravamento dos sintomas.

No caso do creme ou shampoo deve-se ter em atenção a aplicação em mucosas como olhos, boca ou nariz, uma vez que pode causar irritação no local.

Superdosagem

Em caso de ingestão ou aplicação de dose superior à indicada, deve-se ir ao hospital com urgência e consultar o médico para verificar qual o tratamento necessário para evitar o aparecimento de efeitos colaterais graves.

Composição

Cetoconazol comprimidos

Cada comprimido contém:

Cetoconazol ____________________________ 200 mg

Excipientes q.s.p. ___________________ 1 comprimido

(Excipientes: amido, celulose microcristalina, dióxido de silício, estearato de magnésio, lactose monoidratada, povidona).

Cetoconazol creme

Cada grama do creme contém:

Cetoconazol ______________________________ 20 mg

Excipientes q.s.p. ____________________________ 1 g

(Excipientes: álcool cetoestearílico, miristato de isopropila, estearato de sorbitana, polissorbato 60, polissorbato 80, propilenoglicol, sulfi to de sódio e água deionizada).

Cetoconazol Shampoo

Cada g shampoo contém:

Cetoconazol ______________________________ 20 mg

Excipiente q.s.p. _____________________________ 1 g

(Excipientes: ácido clorídrico, cloreto de sódio, dietanolamina de ácido graxo de côco, corante vermelho Ponceau 4R, hidroxipropilalurildiamônio de colágeno hidrolisado, fragrância, trioleato de metilglucose e propilenoglicol, hidróxido de sódio, imidazolidinil carbamida, laurilétersulfato de sódio, lauril éter sulfossuccinato de sódio, água deionizada).

Laboratório

Neo Química

Laboratório Neo Química Com. e Ind. Ltda.: – SAC: 0800 97 99 900

Dizeres Legais

Источник: https://www.bulario.com/cetoconazol/

Cetoconazol: como usar pomada, comprimido e shampoo? | MS

Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

Início » Remédios » Cetoconazol: como usar pomada, comprimido e shampoo?

Naturalmente, o corpo humano é habitado por microrganismos que auxiliam no bom funcionamento do organismo.

Porém, apesar de viverem harmoniosamente, quando há uma proliferação exagerada desses seres ou até mesmo a entrada de organismos que não fazem parte da microbiota humana, alguns problemas podem se manifestar.

É o caso de doenças causadas por fungos, como micoses, frieiras, infecções respiratórias e cutâneas.

Para o tratamento dessas condições existem alguns medicamentos e, entre eles, o Cetoconazol.

Continue lendo e conheça mais sobre o fármaco!

Índice — neste artigo você vai encontrar:

O que é Cetoconazol?

Cetoconazol é uma substância antifúngica, utilizada como princípio ativo de medicamentos. Ele faz parte do grupo de antifúngicos imidazólicos, ou seja, de derivados sintéticos do Imidazol (composto orgânico).

É empregado no tratamento de infecções e doenças, como micoses, problemas pulmonares e dermatite seborreica no couro cabeludo, causadas por fungos.

Sua administração pode ser de ação sistêmica ou tópica, ou seja, por meio de comprimidos ou shampoo e creme dermatológico.  A aplicação pode variar de acordo com o quadro clínico do(a) paciente.

Além disso, em sua versão spray, é utilizada no tratamento de infecções fúngicas em cães e gatos.

Vale ressaltar que o Cetoconazol é um medicamento com risco de hepatotoxicidade grave, ou seja, pode causar sérios danos ao fígado.

Dessa forma, o medicamento deve ser empregado apenas quando os potenciais benefícios forem considerados maiores que os potenciais riscos.

Para que o Cetoconazol é indicado?

O medicamento Cetoconazol é indicado para o tratamento de patologias causadas por fungos como o Tinea cruris, que causa infecções na pele na região dos órgãos genitais, e o Blastomyces dermatitidis, que provoca uma infecção pulmonar. É também empregue no no combate a infecções fúngicas em cães e gatos.

A indicação específica de uso varia de acordo com a apresentação. Em geral, a medicação pode ser usada para:

Comprimido 

A versão em comprimido do Cetoconazol serve para combater infecções por fungos na pele, tecidos e outros órgãos internos que podem ser afetados.

Esse tipo de apresentação é utilizada geralmente quando outros tratamentos não são tolerados ou eficazes.

De acordo com a bula, algumas patologias tratadas com o comprimido são:

  • Blastomicose — infecção pulmonar que pode atingir a corrente sanguínea e pele;
  • Coccidioidomicose — infecção respiratória que pode se disseminar para outros órgãos;
  • Histoplasmose — doença infecciosa que acomete os pulmões e pode se espalhar por todo o corpo;
  • Cromomicose — micose profunda que atinge a pele e tecido subcutâneo;
  • Paracoccidioidomicose — micose progressiva que afeta a pele, mucosas e órgãos internos. 

Vale ressaltar que o Cetoconazol comprimido não é indicado para casos de meningite fúngica — inflamação das membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal —, já que ele tem um baixo potencial de penetração no líquido do cérebro e meninges.

Creme ou pomada

A versão em creme ou pomada, ou seja, de uso tópico, é geralmente recomendada para o tratamento de problemas, causados por fungos ou leveduras, que atingem a pele, como frieiras.

Segundo indicação da bula, essa apresentação é utilizada para:

  • Micoses de pele — infecções fúngicas que atingem a pele, unhas e cabelos;
  • Frieira (pé de atleta) — infecção causada pelo fungo Tricophyton, que provoca bolhas, rachaduras e descamação nos pés e entre os dedos, causando coceira intensa;
  • Pano branco — infecção causada pelo fungo Malassezia furfur, que provoca manchas descoloridas na pele;
  • Candidíase cutânea — infecção da pele e mucosas causada por fungo do gênero Candida.

Shampoo

O Cetoconazol em forma de shampoo é indicado para o tratamento de infecções do couro cabeludo em adultos, causadas por fungos ou leveduras. 

De forma geral, é empregado no combate à dermatite seborreica, também chamada de seborreia.

Esse problema consiste em uma inflamação crônica da pele que causa manchas vermelhas e que descamam, resultando em sinais como a caspa.

Spray

O Cetoconazol em spray é de uso animal, indicado para o tratamento de infecções fúngicas em cães e gatos.

Ele pode ser utilizado em filhotes, adultos ou idosos e, em geral, é administrado no combate a patologias que acometem os pelos, unhas, peles e mucosas.

A aplicação deve ser feita de 1 a 2 vezes por dia, durante um período de 40 a 45 dias ou até que haja a eliminação completa do fungo.

O medicamento Cetoconazol em associação com o Dipropionato de Betametasona serve para o tratamento de dermatoses em geral, em fase úmida, que foram afetadas ou apresentam potencial infecção por fungos ou leveduras.

A união das substâncias promove um produto que atua como anti-inflamatório e antimicótico.

Em geral, eles servem para:

  • Dermatite de contato — erupção cutânea causada pelo contato com alguma substância que cause alergia;
  • Dermatite atópica — inflamação cutânea com coceira;
  • Dermatite seborreica — inflamação na pele que causa manchas avermelhadas e descamação;
  • Intertrigo — irritação em zona úmidas e quentes da pele;
  • Disidrose — aparecimento de bolhas na palma das mãos e sola dos pés que podem estar preenchidas por líquido e provocam coceira intensa;
  • Neurodermatite — alteração na textura da pele por conta do ato de coçar ou esfregar a região;
  • Eczemas — inflamação da pele que causa inchaço, coceira e vermelhidão;
  • Dermatoses inflamatórias.

O Cetoconazol apresenta ação antimicótica e de inibição do crescimento de fungos e leveduras.

Já o Dipropionato de betametasona atua como anti-inflamatório, antipruriginoso (anti-coceira) e vasoconstritor (promove a contração dos vasos sanguíneos), sendo eficaz no tratamento de dermatoses sensíveis a corticoides (remédios sintéticos com efeitos similares ao hormônio natural cortisol e aldosterona).

Qual a ação do Cetoconazol?

Assim que começa a fazer efeito, o Cetoconazol pode ter dois mecanismos de ação:

  • Fungistática — paralisa o crescimento dos fungos;
  • Fungicida — destrói os fungos.

Em geral, ao entrar em contato com o agente infeccioso, o medicamento inibe a síntese de ergosterol do fungo, uma substância que compõe sua membrana celular.

Dessa forma, ele altera a composição dos elementos lipídicos da parede celular do fungo, causando sua destruição.  

O Cetoconazol também atua no alívio da coceira e descamação que geralmente ocorrem em algumas das infecções. 

Miligramagem: quais as opções disponíveis?

As miligramagens são as concentrações disponíveis de um medicamento. Os valores geralmente variam de acordo com a apresentação.

Em geral, as concentrações de Cetoconazol disponíveis são:

  • Comprimido: 200mg;
  • Creme/pomada: 20mg/g;
  • Shampoo: 20mg/mL.

Isso significa que, a cada comprimido, g ou mL de produto, há uma quantidade em mg de Cetoconazol.

Como usar a pomada Cetoconazol?

A versão em pomada ou creme do medicamento Cetoconazol é de uso tópico, ou seja, administrado diretamente na pele. De acordo com a bula, é recomendado que ele seja aplicado 1 vez ao dia no local afetado. Em geral, existem alguns passos para administração, como fazer a limpeza da derme antes de utilizar o produto. 

De maneira específica, eles são:

  1. Desrosqueie a tampa do creme;
  2. Com a pele higienizada, passe o creme delicadamente na pele com a ponta do dedo. Aplique na área infectada e ao redor dela;
  3. Lave as mãos após a administração do creme.

Posologia: como usar Cetoconazol comprimido e shampoo?

A posologia e modo de administração do Cetoconazol pode variar de acordo com a apresentação recomendada.

Vale ressaltar que apesar das informações aqui apresentadas, a forma de aplicação pode variar de acordo com a patologia tratada e quadro clínico do(a) paciente.

Dessa forma, é essencial seguir as orientações da sua equipe médica. 

Em geral, o modo de uso é:

Comprimido

De acordo com a bula, o Cetoconazol em forma de comprimido deve ser ingerido por via oral, durante uma das refeições diárias.

Caso o(a) paciente esteja paralelamente utilizando medicamentos que reduzem a acidez do estômago, é indicado tomar o comprimido com uma bebida ácida, como refrigerante de cola.

A posologia é de:

  • Adultos: 1 comprimido de 200mg, 1 vez ao dia;
  • Crianças com peso superior a 30kg: 1 comprimido de 200mg, 1 vez ao dia;
  • Crianças com peso entre 15 e 30kg: metade de 1 comprimido (100mg), 1 vez ao dia.

Para adultos e crianças com peso

Источник: https://minutosaudavel.com.br/cetoconazol/

Cetoconazol – Cimed 20mg/ml shampoo frasco com 100ml

Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

Em um estudo multicêntrico randomizado, prospectivo, a eficácia e a toxicidade de uma dose baixa (400mg/dia) e uma dose alta (800mg/dia) de cetoconazol oral foram comparadas em 80 pacientes com blastomicoses e 54 pacientes com histoplasmose.

Entre os 65 pacientes com blastomicose tratados por 6 meses ou mais, o tratamento com a dose alta foi mais eficaz (100% de sucesso versus 79%; p = 0,001) que a dose baixa.

O sucesso alcançado para todos os pacientes com histoplasmose tratados foi de 85%.

Em um estudo duplo-cego, controlado por placebo, 57 pacientes com três ou mais fatores clínicos de risco para infecções por cândida, foram randomizados para receber 200mg diários de cetoconazol (27 pacientes) ou placebo (30 pacientes), durante 21 dias ou 1 semana após alta da UTI. A incidência de colonização por cândida foi significativamente menor no grupo do cetoconazol do que no grupo placebo.

Propriedades Farmacodinâmicas

O cetoconazol é um derivado sintético do imidazol dioxolano, com atividade fungicida ou fungistática contra Blastomyces dermatitidis, Coccidioides immitis, Histoplasma capsulatum, Paracoccidioides brasiliensis.

Menos sensíveis são Aspergillus spp, Sporothrix schenkii, alguns Dematiaceae, Mucor spp e outros ficomicetos, exceto Entomophthorales. O cetoconazol inibe a biossíntese do ergosterol no fungo e altera a composição de outros componentes lipídicos na membrana.

Dados obtidos de alguns estudos clínicos da farmacocinética e farmacodinâmica e de interação medicamentosa sugerem que 200mg de cetoconazol via oral duas vezes ao dia durante 3-7 dias pode resultar em um pequeno aumento do intervalo QTc: um aumento máximo médio de aproximadamente 6 a 12 mseg foi observado nos níveis do pico plasmático cerca de 1-4 horas após a administração de cetoconazol. Este pequeno prolongamento do intervalo QTc, entretanto, não é considerado clinicamente relevante.

Na dose terapêutica diária de 200mg pode ser observado um decréscimo transitório nas concentrações plasmáticas de testosterona.

As concentrações de testosterona retornam às concentrações antes da dose inicial dentro de 24 horas após a administração de cetoconazol.

Durante a terapia prolongada com esta dose, as concentrações de testosterona geralmente não são significativamente diferentes dos controles.

Em voluntários que receberam doses diárias de 400mg ou mais, cetoconazol mostrou reduzir a resposta do cortisol à estimulação do ACTH.

Absorção:

O cetoconazol é um agente dibásico fraco e, portanto, requer acidez para dissolução e absorção. Após a ingestão de uma dose de 200mg, juntamente com uma refeição, os picos das concentrações plasmáticas médias são obtidos dentro de 1 a 2 horas, correspondendo a aproximadamente 3,5mcg/mL. A biodisponibilidade oral é máxima quando os comprimidos são ingeridos com uma refeição.

A absorção de comprimidos de cetoconazol é reduzida em pacientes com acidez gástrica reduzida, tais como pacientes tomando medicações conhecidas como neutralizadoras de acidez (por exemplo, hidróxido de alumínio) e supressores da secreção ácida gástrica (por exemplo, antagonistas do receptor-H22, inibidores da bomba de próton) ou pacientes com acloridria causada por certas doenças. A absorção de cetoconazol sob condições de jejum nesses pacientes é aumentada quando os comprimidos de cetoconazol são administrados com uma bebida ácida (tal como refrigerante de cola não dietético). Após pré-tratamento com omeprazol, um inibidor da bomba de próton, a biodisponibilidade de uma dose única de 200mg de cetoconazol sob condições de jejum foi reduzida para 17% da biodisponibilidade de cetoconazol administrado isolado. Quando cetoconazol foi administrado com refrigerante de cola não dietético, após o pré-tratamento com omeprazol, a biodisponibilidade foi 65% daquela após a administração de cetoconazol isolado.

Distribuição:

In vitro, a ligação às proteínas plasmáticas, principalmente à fração albumina, é de aproximadamente 99%. O cetoconazol é amplamente distribuído em todos os tecidos, entretanto, apenas uma proporção insignificante atinge o fluido cerebroespinhal.

Metabolismo:

Após a absorção no trato gastrintestinal, o cetoconazol é convertido em diversos metabólitos inativos. Estudos in vitro mostraram que a CYP3A4 é a principal enzima envolvida no metabolismo de cetoconazol.

As principais vias metabólicas identificadas são oxidação e degradação dos anéis imidazólico e piperazínico, por enzimas microssomais hepáticas. Adicionalmente, ocorre O-desalquilação oxidativa e hidroxilação aromática.

O cetoconazol não demonstrou induzir seu próprio metabolismo.

Eliminação:

A eliminação do plasma é bifásica com meia vida de 2 horas durante as 10 primeiras horas e 8 horas após. Aproximadamente 13% da dose é excretada na urina, das quais 2 a 4% é o fármaco inalterado. A principal via de excreção é através da bile no trato intestinal com cerca de 57% sendo excretados nas fezes.

Insuficiência renal

Em pacientes com insuficiência renal, a farmacocinética como um todo não foi significativamente diferente quando comparada com indivíduos saudáveis.

Insuficiência hepática

Em pacientes com insuficiência hepática, a farmacocinética como um todo não foi significativamente diferente quando comparada com indivíduos saudáveis.

Pacientes pediátricos

Dados limitados de farmacocinética estão disponíveis sobre o uso de comprimidos de cetoconazol na população pediátrica.

Concentrações plasmáticas mensuráveis de cetoconazol foram observadas em bebês prematuros (doses isoladas ou diárias de 3 a 10mg/kg) e em pacientes pediátricos de 5 meses de idade e mais velhos (doses diárias de 3 a 13mg/kg) quando o medicamento foi administrado como suspensão, comprimido ou comprimido triturado.

Dados limitados sugerem que a absorção pode ser maior quando o medicamento é administrado como uma suspensão, quando comparado ao comprimido triturado. Condições que aumentam o pH gástrico podem diminuir ou impedir a absorção.

Concentrações plasmáticas máximas ocorreram 1 a 2 horas após a administração e estavam na mesma faixa geral daquela encontrada em adultos que receberam uma dose de 200-400mg.

Источник: https://www.drogal.com.br/cetoconazol-20mg-sh-100mlgci/p

Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

Cetoconazol: Pomada, Shampoo e Comprimidos

O cetoconazol é um antifúngico com mais de 30 anos de mercado, que pode ser encontrado sob a forma de comprimidos, creme, pomada ou shampoo. Esse antifúngico pertence ao grupos do azóis, a mesma família de antifúngicos do fluconazol e do itraconazol.

O cetoconazol pode tratar desde micoses superficiais de pele até infecções fúngicas sistêmicas, que acometem órgãos internos.

Neste artigo vamos explicar a sua utilidade, forma de administração, efeitos colaterais e vantagens e desvantagens em relação aos outros antifúngicos no mercado.

Este texto não pretende ser uma bula completa do cetoconazol. Nosso objetivo é ser menos técnico que uma bula e mais útil aos pacientes que procuram informações sobre este antifúngico.

Indicações – Para que serve

O cetoconazol, seja ele em comprimidos ou para uso tópico (cremes, pomadas ou shampoo) é um antifúngico que pode ser utilizado para tratar diversos tipos de infecção fúngica. As indicações mais comuns são:

Pomada ou creme:

  • Dermatite seborreica.
  • Pitiríase versicolor (Pano branco).

Shampoo:

  • Dermatite seborreica.
  • Pitiríase versicolor (Pano branco).
  • Caspa.

Comprimidos:

  • Candidíase vaginal*.
  • Candidíase oral*.
  • Candidíase sistêmica.
  • Pitiríase versicolor (Pano branco)*.
  • Coccidioidomicose.
  • Paracoccidioidomicose.
  • Criptococose.
  • Blastomicose.
  • Histoplasmose.
  • Cromomicose.

* O cetoconazol é um antifúngico com boa ação sobre as diversas formas de candidíase, porém, por ser uma droga com potencial tóxico mais elevado que outras semelhantes, a sua apresentação em comprimidos tem deixado de ser utilizada no tratamento de infecções fúngicas menos graves, como as candidíase de pele, boca e vagina, ou nos casos de pano branco. Vamos explicar mais à frente os riscos do cetoconazol.

Nomes comerciais e apresentações

O cetoconazol é uma droga que já pode ser encontrada sob a forma genérica, tanto no Brasil quanto em Portugal. Também existes diversas marcas comerciais do cetoconazol. Alguns exemplos são:

  • Arcolan – Creme ou Shampoo.
  • Candiderm – Creme.
  • Candoral – Comprimido.
  • Capel – Shampoo.
  • Cetomed – Comprimido.
  • Cetomicoss – Creme.
  • Cetoneo – Shampoo.
  • Cetozol – Creme.
  • Cleartop – Creme ou Shampoo.
  • Fungoral – Comprimido, Creme ou Shampoo.
  • Lozan – Comprimido, Creme ou Shampoo.
  • Nizale – Comprimido.
  • Nizoral – Comprimido, Creme ou Shampoo.
  • Tedol – Creme ou Shampoo.
  • Zolmicol – Comprimido ou Creme.

O cetoconazol também costuma ser comercializado em pomada ou creme junto com a betametasona (corticoide) e a neomicina (antibiótico). As marcas mais comuns são:

  • Candicort – cetoconazol + betametasona.
  • Celocort – cetoconazol + betametasona + neomicina.
  • Fungicort– cetoconazol + betametasona.
  • Novacort – cetoconazol + betametasona + neomicina.
  • Trok – cetoconazol + betametasona.
  • Trok N – cetoconazol + betametasona + neomicina.

Em geral, se o objetivo é tratar de forma tópica uma infecção de origem fúngica, basta um creme ou pomada que possua um antifúngico. A adição da betametasona ou da neomicina em nada ajuda, podendo, em alguns casos, até atrapalhar o tratamento. Se é para tratar micose de pele, dê preferência às pomadas ou cremes com cetoconazol puro.

Posologia – Como tomar

O tempo de tratamento do cetoconazol depende da infecção fúngica e da apresentação do medicamento.

O tratamento da caspa e da dermatite seborreica com shampoo costuma ser feito com duas aplicações por semana por 4 a 8 semanas, de acordo com a resposta clínica. Sugere-se um intervalo de pelo menos 3 dias entre cada aplicação.

Cremes e pomadas costumam ser aplicados uma vez por dia nas lesões. Nas micoses de pele, o tratamento costuma ser por 2 semanas. Na frieira, o tratamento leva 6 semanas.

O tratamento com comprimidos costuma ser reservado para as infecções fúngicas mais graves. Em geral, o paciente toma 200 a 400 mg por dia até resolução da infecção, o que pode durar até 6 meses em alguns casos.

Efeitos colaterais

Os casos mais graves de efeitos colaterais ocorrem, logicamente, nos tratamentos feitos com comprimidos, principalmente aqueles com doses mais altas e por períodos longos. Os efeitos adversos do cetoconazol em creme ou shampoo costumam ser leves e restritos à pele. Vamos falar sobre os efeitos mais comuns de cada apresentação.

  • Efeitos colaterais do cetoconazol creme: queimação na pele, vermelhidão, coceira, acne, dermatite de contato e ressecamento da pele são os efeitos adversos mais comuns. O efeito mais comum é a queimação, que ocorre em cerca de 4% dos casos.
  • Efeitos colaterais do cetoconazol shampoo: Irritação, pele seca, queimação, irritação do couro cabeludo ou queda de cabelo podem ocorrer. Estes efeitos, porém, são incomuns, ocorrendo em menos de 1% dos casos.
  • Efeitos colaterais do cetoconazol por via oral: Náuseas, dor abdominal, vômitos ou diarreia são os efeitos colaterais mais comuns, ocorrendo em cerca de 3% dos casos.

Todos os antifúngicos azóis podem causar toxicidade no fígado quando tomados por via oral, mas esse efeito parece ser mais comum com o cetoconazol (cerca de 15% dos pacientes), motivo pelo qual esta droga tem sido cada vez menos indicada pelos médicos. Outra preocupação é em relação ao risco de insuficiência adrenal induzida pelo cetoconazol.

Estudos não conseguiram demonstrar absorção sistêmica relevante do cetoconazol em shampoo, mesmo quando usado por período prolongado.

Em relação ao cetoconazol em pomada ou creme, até há alguma absorção, mas a concentração sanguínea da droga após a aplicação na pele é mais de 250 vezes menor que a concentração sanguínea alcançada com a droga por via oral.

Portanto, não existe risco de lesão aguda do fígado nem de insuficiência adrenal nas formas tópicas.

Comparação entre cetoconazol e outros antifúngicos

O cetoconazol é a mais antiga droga do grupo dos azóis, estando presente no mercado desde 1976. O cetoconazol sempre foi um antifúngico muito popular para o tratamento de diversas micoses.

Porém, conforme explicado acima, nos últimos anos, alguns estudos têm apontado um risco de lesão hepática acima do aceitável.

Por este motivo, as agências de saúde da Europa e dos EUA têm recomendado aos médicos abandonar o uso de cetoconazol em comprimidos.

Como o fluconazol e o itraconazol possuem um perfil de efeitos colaterais mais benigno, já não faz mais sentido tratar infecções fúngicas simples, como candidíase vaginal, pano branco ou tínea com o cetoconazol em comprimidos. E mesmo para infecções fúngicas mais graves, como blastomicose e histoplasmose, o cetoconazol não deve ser a primeira escolha.

Portanto, o médico só deve optar pela prescrição do cetoconazol em comprimidos caso considere que o fluconazol ou o itraconazol não sejam opções válidas para o caso em particular. Caso o médico opte pelo cetoconazol, ele deve fazer análises frequentes das enzimas hepáticas de forma a monitorizar o grau de funcionamento do fígado (leia: O QUE SIGNIFICAM TGO, TGP, GAMA GT e BILIRRUBINA?).

Interações medicamentosas

Não há interações relevantes em relação ao cetoconazol em shampoo ou creme.

Em relação ao cetoconazol por via oral, os seguintes medicamentos não devem ser administrados concomitantemente: alprazolam, midazolam, cisaprida, colchicina, ergotamina, felodipino, sinvastatina, lovastatina, metadona, everolimo e quinidina.

Referências bibliográficas

Источник: https://www.mdsaude.com/bulas/cetoconazol/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: