Check-up para Homens dos 40 aos 50

Contents
  1. Chegou aos 40 anos? Saiba quais os exames são essenciais para você – SIDESC
  2. Índice de massa corporal (IMC) e de circunferência abdominal
  3. Pressão arterial
  4. Ultrassom das carótidas
  5. Angiotomografia coronária
  6. Colesterol e glicemia
  7. Mamografia
  8. Densitometria óssea
  9. Papanicolau
  10. Exame de colesterol e triglicerídeos
  11. Tireóide
  12. Ano novo, a saúde de sempre: porquê fazer um check-up?
  13. Análises à urina
  14. Medição da tensão arterial
  15. Medição da glicemia no sangue
  16. Medição do colesterol
  17. Mamografia
  18. Citologia
  19. Exame oftalmológico
  20. Colonoscopia
  21. Toque retal
  22. Densitometria óssea
  23. Exame dermatológico
  24. Rastreio auditivo
  25. Eletrocardiograma (ECG)
  26. Exames médicos essenciais para um homem aos 30, 40 e 50 anos
  27. Exame: Gordura no sangue – Glicose
  28. Exame: HIV
  29. Exame: Exame aos testículos
  30. Exame: Colesterol e Triglicerídeos – HDL, LDL e VLDL
  31. Exame: Índice de massa corporal (IMC)
  32. Exame: Pressão arterial
  33. Exame: Exame dental
  34. Exame: Ultra-som às carótidas
  35. Exame: Análise à PSA (Antígeno Prostático Específico)
  36. Exame: Exame dermatológico
  37. Exame: Angiotomografia coronária
  38. Exame: Pressão ocular
  39. Exame: Colonoscopia
  40. Exame: Audição
  41. Exames preventivos que todo homem deve fazer
  42. 1. Exame de próstata
  43. 2. Níveis de colesterol
  44. 3. Colonoscopia
  45. 4. Teste de glicemia
  46. 5. Exames cardiovasculares
  47. 6. Detecção de DST`s
  48. 7. Índice de massa corporal
  49. 8. Exame oftalmológico
  50. Problemas de saúde mais comuns entre os homens
  51. Veja os exames necessários para garantir a saúde do homem
  52. Check-up para homens com 20 anos
  53. 1) Autoexame Testicular
  54. 2) Protocolo de vacinas
  55. 3) Verificação de DST (incluindo HIV)
  56. Check-up para homens na faixa dos 30 anos
  57. 1) Colesterol
  58. 2) Índice de Massa Corporal (IMC)
  59. 3) Exame de pele
  60. Check-up para homens a partir de 40 anos
  61. 1) Check-up oftalmológico
  62. 2) Controle de pressão arterial
  63. 3) Testes de glicemia
  64. Check-up para homens na casa dos 50 anos
  65. 1) Colonoscopia
  66. 2) Exame de saúde do coração
  67. 3) Câncer da Próstata
  68. Check-up para homens que chegaram aos 60 anos – e além
  69. 1) Verificação do aneurisma da aorta abdominal
  70. 2) Teste de Visão
  71. 3) Teste de densidade óssea
  72. Check-up masculino: quais exames todo homem deve fazer
  73. Quais são as principais causas de mortalidade em homens?
  74. Com que idade devem começar os check-ups masculinos?
  75. Quais são os exames preventivos mais importantes?
  76. Como deve ser o preparo para os exames de check-up?
  77. Como adotar esse cuidado com a saúde em meio à rotina corrida?

Chegou aos 40 anos? Saiba quais os exames são essenciais para você – SIDESC

Check-up para Homens dos 40 aos 50

Os 40 anos representam um momento da vida onde sua saúde mais precisa da sua atenção. 

Com o passar dos anos, os homens e as mulheres vão passando por transformações hormonais e ambientes que vão afetando pouco a pouco o funcionando do corpo humano. Inclusive, o alto nível de estresse presente no dia a dia, a falta de uma dieta balanceada e o sedentarismo são algumas das principais causas dos males que começam aparecer a partir de uma certa idade.

Por isso, médicos recomendam que, além de trabalharem para ter uma vida mais saudável (com uma dieta saudável e a prática de exercícios físicos), para cuidar da saúde deve-se visitar regularmente profissionais da saúde para os famosos check-ups. É desta maneira que será possível prevenir muitos problemas de saúde e garantir que quando eles apareçam sejam detectados ainda em fase inicial e tenham mais chance de resolução.

Mas você sabe quais são os exames essenciais para garantir que a sua saúde aos 40 anos de idade? E se eles são os mesmos para homens e mulheres? Qual é a frequência que cada um deve ser feito? Saiba em detalhes neste post!

Índice de massa corporal (IMC) e de circunferência abdominal

O IMC auxilia a verificar predisposições para a obesidade e quando o ganho de peso realmente pode começar a se tornar perigoso.

O grande problema é que essa condição tão comum no Brasil (a obesidade afeta 19% dos brasileiros e o sobrepeso 54%, de acordo com a Organização Mundial da Saúde) está relacionada ao aparecimento de várias outras doenças como hipertensão, diabetes e AVCs.

Assim, como o acúmulo de gordura na região abdominal. O indicado é refazer esse exame a cada dois ou três anos, ou sempre que houver um acréscimo de peso maior.

Pressão arterial

A pressão arterial é algo que, se estiver fora dos padrões, pode causar problemas sérios ao organismo. Por isso recomenda-se que anualmente seja feito um teste para medir como está esse indicador. Uma leitura abaixo de 12/8 está boa, acima de 14/9 gera preocupações. O intervalo entre elas é algo que os médicos consideram como “pré-hipertensão”.

Ultrassom das carótidas

Para cuidar da sua saúde aos 40 anos, cardiologistas recomendam que os homens façam um ultrassom das carótidas para avaliar como está o fluxo sanguíneo para do coração para o cérebro, se há coágulos ou obstruções.

Ou seja, é um exame essencial para mostrar a pré-disposição de um indivíduo para derrames. Após esse primeiro exame, a frequência será recomendada pelo médico e será de acordo com outros fatores de saúde do paciente.

Angiotomografia coronária

Esse exame deve ser feito aos 40 anos e depois precisa ser refeito a cada cinco anos – ou mais dependendo da orientação médica. A angiotomografia analisa a o músculo cardíaco e detecta flacidez ou rigidez excessiva, que pode indicar a predisposição a um ataque cardíaco no futuro.

Colesterol e glicemia

Um simples exame de sangue consegue detectar anormalidades nos níveis de colesterol (que podem levar a doenças cardiovasculares) e de glicemia (que indica pré-disposição ou aparição de diabetes). Por isso, é recomendado que, a partir dos 40 anos, esse exame seja feito anualmente.

Dica extra: os exames para verificar a incidência do câncer de próstata (um dos tipos mais comuns de câncer nos homens) eram pedidos pelos urologistas a partir dos 45 anos, mas recentemente começaram a ser pedido para homens acima dos 50 anos. No entanto, se há casos de histórico na família, a recomendação de fazer a Análise Antígeno Prostático Específico (PSA), permanece para os 45 anos.

A partir dos 50 anos é interessante acrescentar à lista os exames de pressão ocular (para glaucoma), conoloscopia e o autoexame de pele para verificar mudanças em pintas ou aparecimento de manchas.

Mamografia

Dados recentes do Instituto Nacional do Câncer apontam que uma em cada dez mulheres deve ser diagnosticada com câncer de mama.

Por isso, o diagnóstico precoce é fundamental para aumentar as chances de cura e garantir o melhor tratamento possível.

A partir dos 40 anos (ou antes de acordo com recomendação médica por fatores genéticos) as mulheres devem realizar anualmente o exame de mamografia.

Densitometria óssea

Esse exame é fundamental para a detecção precoce da osteoporose e deve ser realizado a cada dois anos.

Essa doença não costuma aparecer antes dos 50 anos, mas é interessante que aos 40 anos comece-se a controlar os índices para que se tenha dados para serem comparados mais tarde.

Além disso, mulheres que tiveram a menopausa antes dos 50 devem buscar esse tipo de exame mais cedo. Afinal, uma das principais mudanças desta fase é a perda significativa de densidade das estruturas ósseas.

Papanicolau

Esse exame é indicado pelos ginecologistas para pacientes acima dos 18 anos. No entanto, a partir dos 30 e 40 anos, a incidência de miomas e outras doenças relacionadas ao útero podem facilitar o aparecimento do câncer cervival. Por isso, realizar anualmente o papanicolau junto com outros exames ginecológicos de rotina é essencial para a prevenção ou um diagnóstico precoce.

Exame de colesterol e triglicerídeos

Exames de colesterol e triglicerídeos são simples, mas uma excelente maneira de detectar indicativos de predisposição para doenças cardíacas, como infartos e hipertensão. Eles devem ser realizados anualmente.

Tireóide

Uma anormalidade na tireóide pode ser responsável por um ganho de peso excessivo ou uma dificuldade em ganhar massa. Essa condição fica três vezes mais comum em mulher acima dos 40 anos de idade. Por isso, é fundamental analisar os hormônios T3, T4 e TSH para garantir que estão dentro do recomendado.

Dica extra: outros exames recomendados entre os 40 e os 50 anos são os ergométrico,  glicemia e o autoexame de pele para verificar mudanças em pintas ou aparecimento de manchas.

Источник: https://www.sidesc.com.br/blog/chegou-aos-40-saiba-quais-os-exames-essenciais-para-se-manter-com-saude/

Ano novo, a saúde de sempre: porquê fazer um check-up?

Check-up para Homens dos 40 aos 50

O check-up médico engloba uma série de análises e de exames clínicos, que têm como finalidade avaliar o estado geral de saúde do indivíduo e detetar eventuais doenças por diagnosticar.

Contudo, um bom programa de check-up não tem de incluir necessariamente todas as análises e exames clínicos existentes. Alguns estudos têm evidenciado que nem todos os exames são necessários para toda a população, na medida em que nem ajudam a reduzir o número de doenças, nem a melhorar a eficácia dos seus tratamentos.

Ainda assim, a observação médica periódica é essencial e, para isso, é importante realizar alguns exames, que devem ser selecionados em função da faixa etária, género, histórico de doenças pessoais e familiares, estilo de vida, entre outros fatores relacionados com a pessoa.

Assim, antes de fazer um check-up, deve visitar, pelo menos uma vez por ano, o seu médico de família, fazer uma consulta de rotina e aconselhar-se junto dele quanto às análises e aos exames clínicos que deve mesmo fazer.

No entanto, não se esqueça que, além de um check-up médico, é fundamental ter um estilo de vida saudável, não fumar, fazer regularmente atividade física e controlar o peso.

Calcule já

Análises à urina

Examinar a urina permite detetar eventuais problemas nos rins, bexiga e vias urinárias.

Medição da tensão arterial

Os indivíduos sem fatores de risco e com idade superior a 18 anos apenas precisam de repetir esta análise a cada 3 a 5 anos. Este é um meio de diagnóstico da hipertensão (tensão alta), que pode causar muitas complicações cardíacas.

Para prevenir este problema, é fundamental ter uma alimentação saudável e fazer regularmente atividade física.

Medição da glicemia no sangue

Esta análise é aconselhada, principalmente, a pessoas entre os 40 e os 70 anos com excesso de peso. Se o resultado indicar que há valores elevados de glicemia no sangue, esse pode ser um sinal de diabetes e deve ser portanto avaliado.

Medição do colesterol

Esta é uma análise aconselhada a homens com mais de 40 anos de idade e a mulheres com mais de 50 anos de idade. Ter o colesterol LDL (“mau colesterol”) elevado aumenta o risco de aparecimento de doenças cardiovasculares. Para evitar este problema, é importante evitar o consumo de gorduras saturadas.

Mamografia

A partir dos 50 anos de idade, as mulheres devem fazer uma mamografia de 2 em 2 anos. Através deste exame, é possível diagnosticar, por exemplo, o cancro da mama, que tem um melhor prognóstico, se for detetado precocemente.

Porém, importa lembrar que as mulheres com 20 ou mais anos de idade devem fazer regularmente o autoexame da mama, de modo a conseguirem detetar alguma alteração que seja palpável.

Citologia

A partir dos 21 anos, as mulheres devem fazer uma citologia cervicovaginal (papanicolau) de 3 em 3 anos.

Através deste exame, é possível detetar mudanças nas células do colo do útero, células cancerígenas ou infeções virais. Diagnosticar precocemente doenças no útero contribui para um tratamento mais eficaz das lesões encontradas.

Exame oftalmológico

Quem tem 40 ou mais anos de idade, problemas de visão ou diabetes, deve fazer regularmente um exame oftalmológico. Controlar a saúde visual diminui o risco de complicações, como o glaucoma ou a cegueira.

Colonoscopia

A colonoscopia permite detetar lesões no intestino e, mesmo, neoplasias malignas. A partir dos 45/50 anos (em função do histórico de cancro colo-retal na família), este exame deve ser realizado, pois permite um eventual diagnóstico de doenças intestinais.

Toque retal

A próstata é a causa de várias doenças e problemas de saúde nos homens, sobretudo a partir de certa idade. Logo, é importante controlar os níveis de PSA e realizar exames que permitam avaliar o estado da próstata. Este é um meio de detetar precocemente algumas complicações.

Para isso, a partir dos 45 anos de idade, os homens devem fazer uma análise que ajuda na deteção precoce do cancro da próstata. Já a partir dos 50 anos de idade, é aconselhável fazer o exame prostático.

Densitometria óssea

Para mulheres com mais de 65 anos de idade, para homens com mais de 70 anos de idade ou para pessoas que sofrem regularmente de dores nos ossos, é recomendado fazer este exame que permite medir a densidade óssea e, deste modo, diagnosticar eventuais doenças nos ossos, como a osteoporose.

Exame dermatológico

De 5 em 5 anos, é aconselhável fazer um exame dermatológico, de modo a diagnosticar precocemente eventuais alterações cutâneas suspeitas ou cancro da pele.

Rastreio auditivo

A perda de audição é um problema recorrente a partir de certa idade. Por isso, depois dos dos 40 anos de idade e de 3 em 3 anos, deve ser feito um rastreio auditivo.

Eletrocardiograma (ECG)

Os indivíduos com mais de 40 anos de idade, fumadores, hipertensos, com doença cardíaca ou diabetes devem fazer, de 2 em 2 anos, um eletrocardiograma, de modo a avaliarem o estado do seu coração.

Estes são alguns dos principais exames a incluir num check-up, que podem ser ou não recomendados em função das características do indivíduo.

Convém lembrar que as pessoas com doenças crónicas devem fazer um controlo mais regular do seu estado de saúde, podendo ser sujeitas a exames mais específicos que permitam acompanhar a evolução e progresso da sua patologia.

Источник: https://www.medicare.pt/mais-saude/prevencao/porque-deve-fazer-check-up

Exames médicos essenciais para um homem aos 30, 40 e 50 anos

Check-up para Homens dos 40 aos 50

Ficam aqui alguns dos os exames de saúde mais importantes para o homem e a melhor idade para o fazer: aos 30, aos 40 ou aos 50 anos de idade. Saiba que com a saúde não se brinca independentemente da idade.

Exame: Gordura no sangue – Glicose

Frequência: uma vez por ano

A glicose em excesso pode provocar a diabetes. Estima-se que, hoje em dia, esta doença seja uma das mais ameaçadoras. Existem muitos homens com este problema e muitas vezes só o detectam tarde demais.

Pode-se evitar que a doença chegue a um estado avançado fazendo apenas um simples teste à glicose no sangue. Saiba que esta doença pode ser prevenida com mudanças no estilo de vida.

Se fizer exercício físico pelo menos 30 minutos por dia e perder 5% do peso através de uma dieta rica em fibras, legumes e frutas, reduz o risco de desenvolver esta doença em 60%.

Exame: HIV

Frequência: de 2 em 2 anos

Mais de 35 milhões de pessoas vivem com o vírus VIH (Vírus da Imunodeficiência Humana). Todas as pessoas, mesmo as de grupos considerados baixo-risco, devem fazer este teste. Deve sempre fazer o teste 2 vezes: uma para saber e outra para confirmar, pois outras condições como o Lúpus, sífilis, doença de Lyme podem produzir um resultado positivo falso.

Exame: Exame aos testículos

Frequência: mensal

O cancro dos testículos é um dos mais comuns em homens dos 15 aos 34 anos. Também é um tipo de cancro com uma das taxas de sobrevivência maior, mais de 90%, devendo para tal, ser detectado na sua fase inicial, e na fase em que a dor é um sintoma muito ocasional.

É importante que faça um auto-exame frequentemente. Procure um inchaço anormal, e use os seus dedos polegares e indicadores para sentir inchaços ou protuberâncias, que são usualmente do tamanho de uma ervilha.

Ajuda fazer este exame depois de um banho quente, altura em que o escroto está mais relaxado.

Exame: Colesterol e Triglicerídeos – HDL, LDL e VLDL

Frequência: anualmente

Este teste fornece um quadro geral da saúde circulatória e permite ao seu médico a oportunidade de ver outro tipo de problemas. O HDL (colesterol bom), o LDL (colesterol mau) e o VHDL (muito rico em triglicerídeos) são os tipos de colesterol aos quais deve estar atento.

O nível elevado de colesterol é o maior responsável por ataques cardíacos e pelas tromboses cerebrais (AVC), que causam uma morte a cada 33 segundos. Se tem um historial familiar de colesterol elevado, ou tem uma má alimentação, deve fazer este tipo de exame.

Se o seu nível de colesterol é superior a 190, significa que tem um risco maior de desenvolver uma doença cardíaca. Deve realizar um exame de sangue para avaliar os valores do colesterol e dos triglicerídeos.

Os triglicéridos são um outro tipo de gorduras também presentes no sangue, que em nível muito elevado pode torná-lo num sério candidato a doença coronária prematura.

Exame: Índice de massa corporal (IMC)

Frequência: cada 2 anos, ou sempre que ganhar peso

A obesidade é um problema actual e bastante real. Muitos de nós tendem a desvalorizar e a descuidar o problema, deixando-o tomar conta da vida por completo. A obesidade está associada a diversas doenças como: pressão sanguínea elevada, diabetes, doenças do coração, e mesmo o cancro.

Use o índice de massa corporal, que estima a gordura corporal baseando-se na altura e no peso para controlar a sua saúde. Um resultado entre 18.5 e 24.9 é um resultado normal.

Este tipo de teste não inclui o perímetro abdominal, nem a massa muscular, por isso deve sempre mencionar isto ao seu médico.

Exame: Pressão arterial

Frequência: 1 vez por ano

Uma leitura abaixo de 120/80 mmHg é uma leitura desejada; acima de 140/90 mmHg é uma causa de preocupações.

Se está entre estes dois valores (entre 120/80 e 139/89 mmHg) tome nota: sofre de “pré-hipertensão,” o que significa que é provável que desenvolva hipertensão arterial, e se não tomar medidas preventivas imediatamente poderá desenvolver arteriosclerose, AVC (acidente vascular cerebral), insuficiência renal ou enfarte do miocárdio.

Exame: Exame dental

Frequência: 2 vezes por ano

Existe uma ligação muito grande entre a doença periodontal e os problemas de coração.

Quando as bactérias orais andam na corrente sanguínea, pode fazer com que o fígado liberte a proteína CRP também conhecida por proteína C-reativa e responsável pela inflamação.

A inflamação daí resultante pode ser um factor causador de arteriosclerose. Felizmente, a doença relacionada com a inflamação das gengivas é reversível se for detectada em estágios iniciais.

Exame: Ultra-som às carótidas

Frequência: uma vez aos 40, depois, dependendo dos resultados mais ou menos vezes.

Este exame avalia o fluxo sanguíneo e é utilizado para detectar endurecimento, coágulos e oclusões nas artérias. Os derrames são uma das grandes causas de morte, e um teste ultra-som às carótidas pode demonstrar se está em maior ou menor risco de sofrer um.

Este exame não invasivo providencia a visão das artérias que se localizam no pescoço, podendo revelar a obstrução das mesmas e o efeito dessa obstrução no fornecimento do sangue ao cérebro.

80% dos derrames cerebrais são devidos a coágulos sanguíneos, que só são detectados no próprio momento em que ocorre o derrame, não espere pelo sintoma.

Exame: Análise à PSA (Antígeno Prostático Específico)

Frequência: 1 vez por ano

O cancro da próstata é o tumor mais comum em homens com mais de 50 anos de idade. O exame à PSA é um exame sanguíneo. O PSA é uma proteína segregada pela próstata. Se um exame sanguíneo indicar valores acima de 75, significa que o risco de vir a sofrer de cancro na próstata é muito elevado.

A idade ideal para ser iniciada a vigilância através deste exame é a partir dos 40 anos de idade, para que se vá tendo uma noção dos valores e da sua variação ao longo do tempo; no entanto, aos 50 anos de idade é essencial fazê-lo. O aumento da taxa de PSA no sangue, excluídas as causas benignas desse aumento, pode indicar a presença de cancro na próstata.

É importante que o seu médico tenha em atenção o tamanho da sua próstata, pois quanto maior for, maior será a segregação desta proteína.

Exame: Exame dermatológico

Frequência: exame anual em auto exame, e por um dermatologista a cada 5 anos

Se é alguém que passa muito tempo ao sol, ou passou, este exame é essencial. No entanto, se não passa muito tempo ao sol não exclua este exame, pois não significa que esteja isento do surgimento de melanomas.

Examinar a sua pele: todos os sinais, manchas, sinais de nascença, é essencial pois o cancro da pele é um dos cancros com maior sucesso de cura quando detectado precocemente.

Deve procurar alterações assimétricas, mudanças no tamanho, mudança de cor, e diâmetro superior a 6 milímetros.

Exame: Angiotomografia coronária

Frequência: uma vez aos 40, e a cada 5 anos, dependendo dos resultados

Este exame é um exame não invasivo que lhe permite ter uma imagem nítida da sua anatomia coronária especialmente das artérias coronárias, substituindo, em certos casos, o cateterismo que é um exame invasivo.

A angiotomografia coronária é capaz de detectar imagens do coração, especialmente do batimento cardíaco e revelá-las através de imagens realísticas a 3D.

É fundamental para detectar rigidez ou flacidez nas artérias e dá-lhe uma ideia do risco de um ataque de coração futuro.

Exame: Pressão ocular

Frequência: uma vez a cada 2 anos

Serve para avaliar o risco de desenvolvimento de uma forma de Glaucoma. A pressão intra-ocular elevada pode levar a danos do nervo óptico causando uma perda da visão, geralmente em ambos os olhos.

Esta perda começa frequentemente com uma diminuição subtil (na visão periférica do campo visual), e se o glaucoma não for diagnosticado e devidamente tratado, pode levar à perda de visão progressiva e à cegueira.

Um simples exame aos olhos – que procura sintomas tais como a elevada pressão ocular e a deterioração da visão em geral – é tudo o que é necessário para apanhar a doença num estado inicial.

Exame: Colonoscopia

Frequência: uma vez cada 5 ou 10 ano, ou o necessário dependendo dos resultados

O cancro do cólon é a terceira forma mais frequente de cancro no homem, e a segunda de morte devido ao cancro.

Existe uma boa razão para detectar o cancro numa fase inicial: a taxa de sobrevivência é de 94% se o cancro for detectado antes de se espalhar pelas paredes do cólon. Este teste é o mais eficaz para detectar o cancro do cólon.

Se tem um historial familiar de cancro colorrectal este teste deve de ser feito 10 anos mais cedo do que a idade em que o cancro foi detectado no seu familiar.

Exame: Audição

Frequência: cada 3 anos

Com a idade a capacidade auditiva tende a diminuir. Mas na altura dos 60 é um acontecimento bastante provável, por isso visite o seu oftalmologista.

Источник: https://cromossomoy.com/artigos/exames-medicos-essenciais-para-homem-30-40-50-anos

Exames preventivos que todo homem deve fazer

Check-up para Homens dos 40 aos 50

Tempo de leitura: 9 minutos

Os cuidados preventivos com a saúde masculina ainda está muito longe do ideal. De acordo com a Sociedade Brasileira de Urologia, 50% dos homens só procuram um consultório médico ou realizam exames preventivos quando têm a influência da esposa ou de filhos.

Embora existam diversas iniciativas públicas e privadas para incentivar o cuidado com a saúde do homem, como o Novembro Azul, ainda são altos os números de pacientes masculinos que descobrem doenças em estágios avançados, quando o tratamento é menos efetivo.

No Brasil, estima-se que 30 a 35% de todos os novos casos de câncer de próstata são descobertos em estágios avançados. Essa negligência com a saúde já é considerada um problema cultural, que precisa ser discutido.

Cada vez mais pesquisas comprovam que a saúde, mais do que genética, é consequência das escolhas e hábitos de vida. Dessa forma, hábitos saudáveis e acompanhamento de saúde preventivo são o caminho para a longevidade e qualidade de vida.

Alguns exames devem fazer parte do check-up anual

Está na hora de reverter essa cultura e entender que prevenção não é uma necessidade exclusiva das mulheres.

Além de ser fator determinante para o diagnóstico precoce e tratamento adequado de uma série de doenças, realizar os exames preventivos possibilita a identificação de uma possível tendência ou predisposição para doenças como hipertensão, colesterol alto ou até mesmo do diabetes, o que favorece a prevenção antes que o problema se manifeste.

Para te ajudar a finalizar o ano com a saúde em dia, selecionamos alguns exames clínicos e laboratoriais que os homens devem realizar periodicamente:

1. Exame de próstata

Comecemos pelo mais polêmico: ainda existem uma série de preconceitos e tabus relacionados ao exame de toque, para o diagnóstico do câncer de próstata.

No entanto, o diagnóstico precoce pode salvar vidas, elevando as chances de cura para mais de 90% e ele só é possível por meio do exame de toque, associado ao exame PSA, que é realizado por meio da coleta de sangue.

Esses exames são recomendados para homens a partir do 40 anos, quando há fatores de risco e a partir dos 50, quando não há a presença desses fatores.

Quer saber mais? aproveite e leia também: Novembro Azul: diagnóstico precoce do câncer de próstata é o caminho para a cura.

2. Níveis de colesterol

Os homens possuem mais chances de desenvolver doenças cardiovasculares e o colesterol alto é um fator determinante. Dessa forma, é recomendado que todos os homens, a partir dos 20 anos, avaliem seu nível de colesterol periodicamente.

Caso exista histórico familiar de doenças cardíacas, diabetes ou pressão alta, o índice de colesterol deve ser controlado anualmente. Você pode saber como estão seus níveis de colesterol através de um simples exame de sangue.

3. Colonoscopia

O câncer no reto ou no intestino grosso, assim como outras doenças benignas do intestino, é muito comum em homens, principalmente após os 50 anos. Para detectar e tratar o problema o mais breve possível, recomenda-se fazer rotineiramente um exame de colonoscopia.

O exame é recomendado a partir dos 50 anos, mas deve ser antecipado caso haja histórico familiar. O procedimento consiste em uma análise minuciosa da mucosa intestinal com o auxílio de um tubo óptico é introduzido no reto. O objetivo do exame é identificar feridas e outros sinais que possam diagnosticar alguma irregularidade.

4. Teste de glicemia

Boa parte dos diabéticos descobrem que têm diabetes quando ela se encontra em estágio avançado, já que não apresenta sintomas. Por isso, ela é considerada uma doença silenciosa.

O mesmo exame de sangue, utilizado para avaliar os níveis de colesterol, serve para avaliar os níveis de glicemia (açúcar) no sangue, que quando estão elevados, podem indicar o diabetes. É indicado realizar o exame todos os anos, a partir dos 20 anos, principalmente quando há histórico familiar da doença.

Aproveite e leia também Diabetes – As consequências de uma doença silenciosa

5. Exames cardiovasculares

Os problemas cardiovasculares são mais frequentes em homens que em mulheres. Para o diagnóstico precoce, recomenda-se que sejam feitos exames como ecocardiograma, aferição da pressão arterial, testes ergométricos, eletrocardiograma, entre outros, que fazem parte do check-up cardiológico.

Em geral, quando há histórico familiar de obesidade, hipertensão, colesterol alto, diabetes e outras condições que representem um risco para o desenvolvimento de doenças cardiológicas, deve-se fazer um check-up anualmente a partir dos 20 anos de idade.

Na ausência de qualquer fator de risco, o indicado é que os homens incluam o check-up cardiológico entre as consultas médicas de rotina a partir dos 45 anos.

6. Detecção de DST`s

A partir do início da atividade sexual é essencial realizar exames de sangue para detectar uma possível DST. Muitas infecções sexualmente transmissíveis, como a AIDS e Hepatite C, permanecem por longos anos no organismo sem apresentar qualquer sintoma.

Por mais que todos os cuidados sejam tomados durante a relação sexual, qualquer pessoa sexualmente ativa está sujeita a adquirir doenças sexualmente transmissíveis. Portanto, a realização de exames de sorologia é essencial para a prevenção tanto do homem como da mulher.

7. Índice de massa corporal

Controlar o peso é importante para o homem em qualquer idade. Afinal, o sobrepeso e a obesidade podem acarretar diversos problemas de saúde.

É por isso que calcular o índice de massa corporal é importante para saber se está na hora de rever a sua alimentação ou começar a praticar uma atividade física mais intensa.
É importante lembrar, também, que antes da realização de qualquer atividade física, deve-se procurar auxílio médico para uma avaliação física com finalidade de evitar possíveis complicações.

8. Exame oftalmológico

O exame oftalmológico de rotina é essencial a partir da infância até a terceira idade, pois permite detectar precocemente as principais doenças oculares, que incapacitam crianças e adultos para a vida e o trabalho.

São estes exames que detectam problemas e doenças como descolamento da retina, glaucoma, catarata, retinopatia diabética, hipertensão ocular e presbiopia, entre outros.

Esses são os principais exames que devem ser realizados periodicamente pelo homem. No entanto, o médico pode solicitar exames complementares, de acordo com o histórico de saúde e familiar do paciente.

O clínico geral é o médico indicado para orientar o homem sobre quais exames são indicados para o seu caso específico. Dessa forma, não deixe de visitá-lo anualmente, a fim de realizar um check-up de saúde.

Problemas de saúde mais comuns entre os homens

Os exames preventivos podem diagnosticar uma série de doenças que são mais frequentes no público masculino

De acordo com dados do IBGE, homens brasileiros vivem, em média, sete anos a menos que mulheres e apresentam maior incidência para muitas doenças. Esse dado reforça a importância de uma maior atenção com a saúde do homem.

As doenças prevalentes em homens ou que só os afetam são:

  • Doenças cardiovasculares – infarto do miocárdio, insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral estão entre as principais causas de morte no Brasil. A maior incidência é entre os homens. Os fatores de risco incluem pressão alta, obesidade e alguns hábitos relacionados ao estilo de vida, como tabagismo e sedentarismo.
  • Câncer de pulmão – atinge duas vezes mais homens do que mulheres. Maior parte dos casos diagnosticados (90%) está associada ao hábito de fumar. Os principais sintomas são tosse, dor no tórax e falta de ar.
  • Câncer de próstata – é o segundo tipo de câncer mais comum entre homens. Quando diagnosticado no início, tem 90% de chances de cura. Mas, para isso, é preciso quebrar o tabu e realizar o exame de toque retal periodicamente a partir dos 40 anos.
  • Câncer de testículos – Apesar de raro (5% do total de casos de câncer entre os homens), preocupa porque a maior incidência é em homens em idade produtiva – entre 15 e 50 anos. É facilmente curado na fase inicial. Homens devem realizar todo mês o autoexame dos testículos para detectar possíveis nódulos, além de fazer consultas periódicas com um urologista.
  • Câncer de pênis – está relacionado a condições precárias de higiene com o órgão sexual. No Brasil, representa 2% de todos os casos de câncer no homem e é mais frequente nas regiões Norte e Nordeste.

Além de avaliações de rotina, é importante manter um estilo de vida saudável para o combate de problemas de saúde. Isso inclui uma rotina de atividades físicas, aliada ao consumo de uma dieta equilibrada, recomendada por um nutricionista.

E então, o que achou do artigo? Como estão seus cuidados com a saúde? Conte sua experiência nos comentários e compartilhe essas informações com seus amigos e familiares para chegar ao maior número de pessoas!

O Grupo São Bernardo Saúde acredita que, por meio da informação, é possível promover saúde e qualidade de vida nos quatro cantos do Espírito Santo. Dessa forma, temos o compromisso de promover ações de promoção à saúde e qualidade de vida, incentivando o autocuidado e disseminando informações que contribuem para a prevenção de doenças.

No entanto, nossas iniciativas vão muito além da informação. Recentemente, criamos o “No Mesmo Espírito”, um programa de promoção à saúde que distribui serviços GRATUITOS do São Bernardo Saúde para todos os capixabas, especialmente para quem não possui plano de saúde ou que já é associado a outra operadora.

Cadastre-se. Compartilhe. Vamos juntos, no mesmo espírito, revolucionar a saúde do nosso estado! Quer saber mais? Clique aqui e conheça o Programa.

Источник: http://saobernardo.com/blog/exames-que-todo-homem-deve-fazer/

Veja os exames necessários para garantir a saúde do homem

Check-up para Homens dos 40 aos 50

Pode ser difícil garantir a saúde do homem: muitos deles ainda evitam ir ao médico, deixando para se consultar quando  começam a ter sintomas que passam a incomodar muito.

Mas a verdade é que é melhor ser proativo em relação à sua saúde a esperar que algo dê errado.

É por isso que o VITA Check-up Center listou todos os exames necessários para garantir a saúde do homem – aos 20, 30, 40, 50, 60 anos e além. Afinal, nunca é cedo demais (ou tarde demais) para cuidar melhor de sua saúde e seu bem-estar.

Check-up para homens com 20 anos

Embora esse grupo provavelmente não lembre de realizar exames anuais regulares, é importante encontrar um profissional de segurança e fazer um check-up completo para os mais jovens, incluindo altura, peso e pressão arterial básicos.

O médico também fará outras verificações relacionadas à saúde do homem: examinar o coração, os pulmões e as artérias carótidas, procurando por anormalidades. Fará uma análise de pele, para detectar verrugas suspeitas, além de checar boca, ouvidos e olhos.

1) Autoexame Testicular

O risco de câncer de testículo atinge seu pico em pacientes a partir dos 20 anos – por isso é essencial fazer o autoexame, de forma a detectar precocemente nódulos suspeitos.

2) Protocolo de vacinas

Nessa fase, é preciso consultar o calendário de vacinação brasileiro e fazer o reforço de algumas doses tomadas ainda na infância: Hepatite B, Tríplice viral, Dupla adulto e Febre Amarela, especialmente para moradores de regiões endêmicas ou que planejam viajar para localidades que apresentam alto risco de contaminação.

3) Verificação de DST (incluindo HIV)

A explosão dos casos de HIV entre pessoas dos 15 aos 24 anos torna o cuidado com a prevenção ainda mais urgente.

É importante que os homens façam pelo menos um teste para o HIV, especialmente para pacientes que tenha feito relações sexuais desprotegidas com múltiplos parceiros e consumido drogas injetáveis.

Check-up para homens na faixa dos 30 anos

Um exame físico anual nessa faixa etária pode segue os mesmos pontos daquele realizado na faixa anterior: avaliação do peso e da pressão sanguínea, coração, pulmões, gânglios linfáticos, artérias carótidas – para procurar anormalidades como sopros cardíacos, problemas respiratórios e problemas vasculares precoces. É importante também seguir com a auto avaliação testicular.

1) Colesterol

Nesta fase, é importante checar os índices de colesterol bom (HDL) e o ruim (LDL), bem como triglicerídeos. Isso pode indicar seu risco de desenvolver doenças cardíacas. Isso é ainda mais essencial se o paciente tem um histórico familiar de doença cardíaca e tabagismo.

2) Índice de Massa Corporal (IMC)

Nessa fase, acompanhar o acúmulo de gordura abdominal ajuda a afastar o risco de problemas cardíacos. Um IMC elevado aumenta o risco de doença cardíaca, pressão alta, diabetes tipo 2, cálculos biliares, problemas respiratórios e certos tipos de câncer.

3) Exame de pele

Acompanhar hoje o surgimento de pintas e manchas em sua pele evita problemas futuros – o câncer de pele é um dos que mais matam no Brasil.

Check-up para homens a partir de 40 anos

Se o check-up frequente foi deixado de lado, esse é o momento de colocar a saúde do homem no ritmo certo.

Nesta fase cresce o risco do desenvolvimento de problemas graves de saúde, incluindo diabetes tipo 2, doenças cardíacas, derrame e câncer.

1) Check-up oftalmológico

Os primeiros sinais de alguns problemas oculares relacionados à idade – como catarata, glaucoma, retinopatia diabética, degeneração macular relacionada à idade – podem aparecer nessa fase da saúde do homem.

2) Controle de pressão arterial

Os 40 anos são um tempo para controlar esses números, já que a pressão alta é um forte indicador de um risco maior de doenças cardíacas e derrames, especialmente se houver outros sinais de alerta, como estar acima do peso ou ser fumante.

3) Testes de glicemia

Especialistas recomendam que os homens sejam testados até os 45 anos, mais comumente com um teste de glicemia de jejum. Um nível normal está abaixo de 100 mg / dl. Se os números estiverem entre 100 e 125 mg / dl, o paciente é considerado pré-diabético e será orientado a promover mudanças no estilo de vida – especialmente relacionadas à alimentação e aos exercícios físicos.

Check-up para homens na casa dos 50 anos

A saúde do homem pode ser uma pauta ainda mais delicada nessa faixa etária: homens mais velhos tendem a ficar mais tensos com o que eles podem ver ou ouvir no consultório médico.

Eles ainda tendem a ser mais resistentes a tomar medicação por temerem os efeitos colaterais.

1) Colonoscopia

Aos 50 anos, os homens devem agendar sua primeira colonoscopia – aqueles que possuem histórico familiar ou são afro-americanos devem começar a triagem a partir de seus 40 anos.

2) Exame de saúde do coração

O médico pode recomendar um ECG e um teste de estresse cardíaco para observar o surgimento de ondas altas, que podem sugerir um músculo cardíaco espessado, possivelmente causado por pressão alta não tratada.

3) Câncer da Próstata

Converse com seu médico para determinar se este já é o momento de fazer o exame. Homens que apresentam algum problema ao urinar, apresentam sangue em sua urina ou sêmen ou sofrem com ejaculação dolorosa devem marcar seu PSA imediatamente.

Check-up para homens que chegaram aos 60 anos – e além

Para garantir a saúde do homem por mais tempo, vale manter uma abordagem proativa e vigilante para garantir bem-estar e longevidade.

Também é essencial ter bons hábitos alimentares e se exercitar regularmente. O exercício reduz a demência, controla a pressão sanguínea e o açúcar no sangue, além de fornecer a energia necessária para sua rotina atual.

1) Verificação do aneurisma da aorta abdominal

Homens com 65 anos ou mais que já fumaram (mais de 100 cigarros durante a vida) devem fazer um ultrassom para verificar um aneurisma de aorta abdominal (AAA). Um abaulamento assintomático na aorta abdominal pode acabar se rompendo – o que pode ser fatal.

2) Teste de Visão

Nessa fase, a saúde do home já prevê o uso óculos de leitura ou multifocais. O paciente deve se certificar de verificar problemas oculares relacionados à idade, como glaucoma e degeneração macular.

3) Teste de densidade óssea

Embora a osteoporose seja menos comum em homens do que em mulheres, um em cada cinco homens apresentam essa doença que enfraquece os ossos à medida que envelhecem.

Os homens devem fazer um teste de densidade óssea entre os 60 e 70 anos, ou mais cedo (50 a 69 anos) se tiver fatores de risco – como quebrar um osso ou perder parte de sua altura nos últimos anos.

Manter a saúde do homem em dia é essencial – e um check-up é a ferramenta certa para garantir mais saúde: clique e agende hoje mesmo o seu.

Источник: https://vitacheckup.com.br/2019/08/veja-os-exames-necessarios-para-garantir-a-saude-do-homem/

Check-up masculino: quais exames todo homem deve fazer

Check-up para Homens dos 40 aos 50

Hoje em dia, a importância do check-up masculino é amplamente conhecida. O que nem todos sabem é que ele não só pode, como deve, ser feito desde a juventude. 

Para isso, o primeiro passo é iniciar o acompanhamento médico desde a infância, e comparecer às consultas médicas regularmente. Nesses encontros, os especialistas solicitam exames gerais (considerados de rotina) e específicos (quando há necessidade de investigar alguma suspeita).

Neste artigo, listamos os principais exames preventivos, bem como os benefícios de realizá-los quanto antes. Confira e descubra se você está em dia com a sua saúde!

Quais são as principais causas de mortalidade em homens?

Procurar os serviços de saúde de maneira preventiva, para a maioria dos homens, ainda não é um hábito. Por conta disso, muitos só buscam ajuda médica quando já estão com alguma doença instalada — o que reduz, consideravelmente, as chances de um prognóstico mais favorável.

As principais causas de mortalidade na população masculina adulta, de 25 a 59 anos, estão diretamente ligadas aos maus hábitos e à falta de exames preventivos. São elas:

  • em 1º lugar, os fatores externos (como acidentes de carro e agressões físicas);
  • em 2º lugar, as doenças cardiovasculares (como coronariopatias e hipertensão arterial);
  • em 3º lugar, os tumores malignos (principalmente, câncer de estômago, seguido pelo de boca e pelo de esôfago);
  • em 4º lugar, as doenças do aparelho digestivo (principalmente, doenças do fígado desencadeadas por alcoolismo, fibrose, cirrose, entre outras);
  • em 5º lugar, as doenças respiratórias (como pneumonias, doenças pulmonares obstrutivas crônicas e asma).

Por sorte, a maioria dessas doenças são evitáveis ou tratáveis, quando diagnosticada precocemente. Por isso a necessidade de consultar regularmente um médico de confiança, seja um urologista, um cardiologista ou um clínico geral. Ambos os especialistas poderão fazer uma ampla análise da saúde e indicar para outros profissionais da saúde, se necessário. 

Com que idade devem começar os check-ups masculinos?

A partir dajuventude, os homens já podem fazer alguns exames preventivos. Isso porque, o diagnóstico precoce de problemas de saúde ajuda a prevenir o surgimento (ou o agravamento) de doenças como câncer, diabetes e hipertensão.

Quando há fatores de risco associados, como em indivíduos fumantes, alcoólatras, com sobrepeso, sedentários e/ou com antecedentes familiares, a rotina de acompanhamento médico preventivo deve começar o quanto antes. Caso os resultados estejam normais, pode-se repeti-los a cada 2 anos. Porém, se alterados, eles precisam ser refeitos a cada 6 meses ou conforme orientação do especialista.

Após os50 anos, os exames preventivos se tornam ainda mais importantes. Afinal, com o envelhecimento há uma tendência ao aumento do colesterol, triglicérides e glicemia, assim como da incidência de doenças crônicas.

Dados do Ministério da Saúde constatam esse aumento da procura por ajuda médica ao longo de vida, indo de 0,48 consultas na faixa dos 20 anos para 4,72 dos 50 aos 59 anos. Isso prova a maior preocupação com a saúde por parte dos mais velhos.

Quais são os exames preventivos mais importantes?

Um bom check-up masculino é composto por uma série de exames. São eles:

  • exames de sangue (hemograma e dosagem dos níveis de colesterol, triglicérides, glicemia e insulina), importantes para a prevenção de doenças cardiovasculares, diabetes e obesidade, entre outras, bem como para avaliar a função renal e hepática;
  • aferição da pressão arterial, para prevenção de doenças cardiovasculares;
  • cálculo do IMC, para prevenção da obesidade e doenças associadas;
  • testes de hepatites B, hepatite C;
  • exames para infecções sexualmente transmissíveis (sífilis, HPV e HIV);
  • marcadores tumorais;
  • exame de toque retal e PSA, para homens com mais de 40 anos, quando solicitado por um médico, para prevenir doenças como o câncer de próstata;
  • teste de função pulmonar (para fumantes), entre outros.

Além destes exames, o médico pode solicitar, também, um ultrassom testicular e do aparelho urinário.

Como deve ser o preparo para os exames de check-up?

Nos dias que antecedem o check-up, caso não esteja se sentindo bem (com febre ou processo infeccioso agudo), desmarque. Espere a melhora do quadro para, então, remarcá-lo.

Na véspera, não passe hidratante, pomada ou talco no corpo. Procure se alimentar de forma leve edormir bem. Também pode ser necessário fazer jejum de 8 horas e ficar sem ejacular por 48 horas.

No dia do check-up, chegue com antecedência e use roupas e calçados confortáveis. Leve a carteira de vacinação, a lista dos medicamentos rotineiros e os exames anteriores — de preferência, realizados nos últimos 12 meses.

Como adotar esse cuidado com a saúde em meio à rotina corrida?

Os homens costumam culpar a correria diária pela falta de comprometimento com as consultas. Mas está mais que na hora de essa realidade mudar.

Em média, os exames de check-up demoram algumas horas. Por isso, não tem jeito: reserve, pelo menos, meio período para realizá-los. A boa notícia é que o intervalo entre uma bateria de exames e outra leva meses.

Por fim, pegue os resultados e agende a consulta de retorno. Dessa forma, é possível avaliar seu estado geral e, se necessário, tomar alguma medida em prol da saúde. Como mostrado neste artigo, o check-up masculino deve ser feito independentemente da idade e de estar se sentindo bem — afinal, prevenção é o melhor remédio!

Gostou do conteúdo? Então, aproveite para nos seguir nas redes sociais. Estamos no , Instagram e .

Источник: https://magscan.com.br/blog/check-up-masculino-quais-exames-todo-homem-deve-fazer/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: