Como fazer a Dieta do Leite

Dieta do Leite

Como fazer a Dieta do Leite

A dieta do leite, surgiu na internet através de depoimentos dos adeptos e que garantem que você pode perder até oito quilogramas em oito dias.Apesar de não ter encontrado a real fonte de onde surgiu, em muitos depoimentos, dizem ser um plano aliemntar do tempo da vovó, garantindo a perda de até oito quilos em oito dias.

Porque até oito quilos e não oito exatos, ou mais?

A resposta é simples e que muitos concordam, por ser comprovado cientificamente, cada pessoa, tem um metabolismo diferente, ou seja, cada corpo vai reagir de uma forma, fazendo perder mais ou menos peso em pouco tempo.

No entanto, fica o alerta que encontramos em todos depoimentos de quem já fez, que é não passar de oito dias, já que é uma dieta restritiva em nutrientes e em um longo período, pode trazer grandes problemas de saúde.

Só podemos fazer a dieta por no máximo oito dias. No entanto, para poder manter o peso e não voltar a engordar depois dela, com o efeito sanfona, é preciso começar a mudar seus hábitos alimentares e caso seja necessário, repetir a mesma depois de no mínimo, quinze dias.

Concluindo a pesquisa, este plano alimentar é mais eficaz e seguro que a versão da sopa, e tantas outras como, a do limão, ou até mesmo a da água. Então, podemos concluir que esta aqui funciona mesmo!

Este tipo tipo de controle alimentar para perder peso pertence ao grupo das dietas fortes.

Quais são os alimentos permitidos?

Ela consiste em somente leite no primeiro dia, do segundo em diante, vai acrescentando frutas, carne e queijo, aos poucos. Então, já é bom entendermos, que apesar do nome “Dieta do Leite”, você não vai ficar somente consumindo leite durante esses oito dias.

Tem pessoas, que para potencializar o efeito da mesma, acrescentam canela, pois é termogênico, ou seja, tomam leite com canela.

Desta maneira podemos ter uma versão desnatado com canela ou com leite em pó.

A quantidade de calorias ingeridas, variam muito, pois pode ser usado o desnatado, semidesnatado, integral, podendo ser ele em saquinho ou em pó. Então é bom ficar de olho .

Apesar de uma controvérsia entre algumas pessoas, em questão de ingerir ou não água durante a dieta, todos tiveram o mesmo efeito, de acordo com o metabolismo de cada um. Então, para evitar problemas de infecção urinária, ou renais, recomendamos a ingestão de água, durante o dia, pois ajudará a evitar até mesmo uma desidratação severa.

Como preparar em casa?

Ela é fácil de se fazer, mas é preciso ter muita força de vontade, pois como começa só com leite e depois vai acrescentando alguns alimentos, pode ser que enjoe deste alimento.

Como é no primeiro dia?

Consumir seis copos de leite durante todo dia, isso inclui substituir as refeições principais por esta bebida também, ou seja, nada de consumir outros alimentos além do líquido branco. E lembre-se que é um único copo a cada refeição e não seis copos de uma vez em cada refeição.

O que fazer no segundo dia?

Consumir quatro copos de leite e duas frutas durante todo o dia. Lembrando que na primeira refeição do café da manhã, é um copo, no lanche da manhã mais um copo, no almoço é uma fruta, no lanche da tarde outro copo, na janta mais uma fruta e antes de dormir, o ultimo copo.

O que comer no terceiro dia?

Consumir dois copos de leite, duas frutas e queijo a vontade. Comece no café da manhã ingerindo um copo da bebida, no lanche da manhã, uma fruta, no almoço, algumas fatias de queijo, no lanche da tarde, mais um copo, na janta, mais uma fruta e antes de dormir, algumas fatias de queijo.

Como passar o quarto dia?

Consumir quatro copos de leite, uma fruta e um bife grelhado. No café da manhã e no lanche da manhã, tomar um copo, no almoço, um bife grelhado (pode ser de carne vermelha magra, ou frango), no lanche da tarde, ingerir um copo, na janta, uma fruta e antes de dormir, o último copo de leite.

E no quinto dia, o que posso fazer?

Consumir dois copos de leite, duas frutas, um bife grelhado e um ovo. Café da manhã, um copo da bebida, lanche da manhã, uma fruta, almoço, um bife grelhado, lanche da tarde, um copo de leite, janta, um ovo e lanche da noite, uma fruta.

Como seguir no sexto dia?

Consumir dois copos de leite, uma fruta, um ovo, um bife e queijo. Café da manhã, ingerir um copo, lanche da manhã, uma fruta, almoço, um bife grelhado, lanche da tarde, um ovo, janta, um copo, antes de dormir, queijo.

O que consumir no sétimo dia?

Consumir três copos de leite e três frutas. No café da manhã e no lanche da manhã, ingerir um copo, no almoço, uma fruta, no lanche da tarde, uma fruta, na janta, um copo antes de dormir, uma fruta.

E no oitavo dia, o que faço?

Consumir dois copos de leite, uma fruta, queijo e um bife grelhado. Café da manhã, um copo da bebida, lanche da manhã, uma fruta, almoço, um bife, lanche da tarde, queijo, janta, um copo antes de dormir, queijo.

Quais são as Contra-indicações e efeitos colaterais?

Infelizmente, assim como toda dieta, existem os seus prós e contras. Nesse caso, quem tem diabetes, algum problema cardiovascular, ou outros problemas de saúde, principalmente crônicas, não deve seguir este plano alimentar, já que não vai ter todos os nutrientes necessários para nutrir o corpo, podendo agravar ainda mais.

Além disso, ainda tem os efeitos colaterais que pode desencadear em algumas pessoas, que são: fraqueza, dor de cabeça, sensação de fome constante, tonturas e desmaios, irritabilidade e até sono constante, durante todo o dia.

Então, o melhor mesmo é consultar o seu médico, para ver se essa dieta se encaixa com você.

Clique aqui para retornar a http://www.culturaegastronomia.com.br/dieta/.

Источник: http://www.culturaegastronomia.com.br/dieta/do-leite/

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Como fazer a Dieta do Leite

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

A dieta do leite com canela tem feito sucesso: quer experimentar? A dieta do leite com canela atenua problemas digestivos como gases, problemas espasmódicos e diarreia, pois tem um efeito antibacteriano, antiespasmódico e anti-inflamatório. Isto é possível, essencialmente, pela ajuda da canela na perda de peso e no controlo do nível de açúcar no sangue.

A dieta do leite com canela tem feito sucesso pelos ótimos resultados que apresenta e nós contamos-lhe tudo a seguir.

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

A dieta do leite com canela não engloba apenas estes dois alimentos e, para funcionar, tem de ser aliada a uma alimentação equilibrada e à prática de exercício físico.

Benefícios do leite para a perda de peso e saúde

O leite ajuda no controlo do apetite, aumenta a saciedade e contribui, assim, para a perda de peso. Os seus micronutrientes limitam o aumento dos depósitos de gordura.

O cálcio presente no leite também ajuda na perda de peso. Por isso, uma dieta rica em laticínios é mais eficaz para a perda de peso.

Leia também: O café com canela tem um segredo. Conheça a receita desta “poção mágica”

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Benefícios da canela para a perda de peso e saúde

Uma colher de chá de canela em pó possui:

6,42 calorias;

2,1 g de hidratos de carbono;

26,1 mg de cálcio;

1,56 mg de magnésio;

0,21 mg de ferro;

1,66 mg de fósforo;

11,2 mg de potássio;

0,39 microgramas de vitamina A.

Os seus antioxidantes reduzem o stress oxidativo e ajudam a prevenir diversas doenças. A canela reduz ainda os níveis de açúcar no sangue, auxiliando na perda de peso e na prevenção da diabetes tipo 2.

Além disso, a canela acelera o metabolismo, ajudando o organismo a gastar energia e a queimar mais gordura. Ela também retarda o esvaziamento do estômago e limita a subida das taxas de glicose no sangue.

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Pequeno-almoço

Pela manhã, coma um pão integral com manteiga ou queijo e acompanhe com uma caneca de leite com canela.

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Ingredientes

– 1 chávena de leite;

– 1 colher de chá de cúrcuma;

– 1 colher de sopa de gengibre fresco ralado ou ½ colher de chá de gengibre em pó;

– 1 colher de chá de mel (opcional);

– ½ colher de chá de canela;

– 1 pitada de pimenta do reino (opcional).

Modo de Preparação

– Misture todos os ingredientes num tacho e leve a ferver.

– Depois, reduza o lume e deixe ficar por 10 minutos.

– Coe o leite para remover as especiarias.

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Almoço

Ao almoço, privilegie refeições leves, como legumes, salada ou frutas. Para incluir a canela, pode aproveitar para a usar como tempero do frango, da sopa ou da fruta, por exemplo.

Lanche

A meio da tarde, pode voltar a beber um copo de leite com canela ou, então, pode juntar canela a outras opções de lanche como um iogurte natural e light, uma gelatina light ou uma salada de fruta.

Jantar

Nesta refeição, pode seguir as sugestões deixadas para o almoço e experimentar comer uma banana assada com canela à sobremesa, por exemplo.

Leia também: O que acontece se comer 1 colher de canela em pó todas as manhãs?

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Combater a fome

Sempre que sentir fome, fora dos horários das refeições, deve fazer opções saudáveis, como comer frutas com baixas calorias, um iogurte ou oleaginosas, sempre polvilhados com um pouco de canela.

Preferir pão integral

Para aumentar a saciedade, deve optar por pão integral, o qual é rico em fibras, que promovem a saciedade e controlam a glicemia. Assim, o intestino funciona melhor, o que ajuda a emagrecer.

Aposte nas saladas

Além do leite com canela, esta dieta deve privilegiar saladas, numa quantidade sempre superior aos hidratos ou às proteínas. Também deve investir nas leguminosas, variar na carne e preferir o arroz integral.

A dieta do leite com canela tem feito sucesso. Quer experimentar?

Importante

Deve sempre falar com um especialista (pode ser um nutricionista, um médico, ou ambos), antes de proceder a qualquer tratamento recomendado no NCultura, de forma a ter o devido acompanhamento de alguém que tem mais informações sobre si.

Apesar das recomendações serem baseadas em estudos científicos, um especialista tem acesso a muita informação pessoal sobre si que pode ser relevante, seja para avançar com o tratamento, seja para o impedir ou interromper.

Источник: https://ncultura.pt/dieta-do-leite-com-canela/

Dieta do leite: como funciona e quais são os riscos de aderir

Como fazer a Dieta do Leite

Foto: Getty Images

Atualmente, muitas pessoas procuram – especialmente na internet – maneiras eficazes e rápidas de perder peso. A partir daí, deparam-se com dietas totalmente restritivas, que prometem emagrecimento – às vezes – de até 10 quilos em 1 semana.

Em muitos casos, não é difícil que a perda de peso realmente aconteça, afinal, usam-se dietas totalmente radicais, que tiram praticamente tudo o que a pessoa come ou deveria comer no dia a dia.

Assim, com um déficit de calorias, geralmente ocorre o emagrecimento.

Porém, não é difícil imaginar também que essa perda de peso logo será “superada”, e a pessoa, ou voltará ao seu peso anterior, ou, pior: engordará mais!

Querer perder peso é totalmente saudável em alguns casos, mas desejar uma perda de peso rápida – para não se dizer “milagrosa” – é um equívoco que, além de não proporcionar um emagrecimento seguro e definitivo, poderá trazer sérios riscos à saúde.

Para entender melhor como essas dietas restritivas funcionam, por que tendem a “dar errado” e quais problemas oferecem à saúde, você conhece abaixo a chamada “dieta do leite”, que promete emagrecimento de até 7 quilos em apenas 8 dias.

Como funciona a dieta do leite

Foto: Getty Images

Essa é uma dieta difundida na internet, que propõe que a pessoa passe oito dias se alimentando basicamente de leite, sendo assim, uma “dieta de emergência”.

Na linha de outros “regimes da moda” – como dieta da sopa, dieta da lua, entre outras –, a dieta do leite propõe substituir as principais refeições diárias pelo leite, praticamente excluindo o consumo de outros alimentos ao longo do dia.

Na verdade, a pessoa não fica “proibida” de consumir outros alimentos, mas eles devem ser exceções, para “não prejudicar o resultado final” da dieta – que é de até 7 quilos em apenas 8 dias.

Para entender melhor como esse tipo de dieta funciona, abaixo você confere o cardápio da chamada dieta do leite:

1º dia

  • 6 copos de leite ao longo do dia (nas principais refeições ou quando sentir fome)

2º dia

  • 4 copos de leite ao longo do dia (nas principais refeições ou quando sentir fome) + 2 frutas à escolha

3º dia

Veja também “Emagreci 17kg sem passar fome ou fazer exercícios”

  • Ao longo do dia todo: 2 copos de leite + 2 frutas + queijos à vontade

4º dia

  • Ao longo do dia todo: 4 copos de leite + 1 fruta + 1 bife grelhado de 100g

5º dia

  • Ao longo do dia todo: 2 copos de leite + 2 frutas + 1 ovo cozido + 1 bife grelhado de 100g a 150g

6º dia

  • Ao longo do dia todo: 2 copos de leite + 1 fruta + 1 ovo cozido + 1 bife grelhado de 100g a 150g + queijos à vontade

7º dia

  • Ao longo do dia todo: 3 copos de leite + 3 frutas

8º dia

  • Ao longo do dia todo: 2 copos de leite + 1 fruta + 1 bife grelhado de 100g a 150g + queijos à vontade

Vale destacar que este é um dos cardápios associados à dieta do leite, pois podem existir variações relacionadas especialmente aos alimentos que podem ser consumidos ao longo do dia (além do leite). Mas, vale destacar: nem este cardápio, nem outras variações da dieta do leite são indicados.

O cardápio aqui exposto funciona apenas como uma exemplificação para abordagem do assunto, e não como uma “indicação de dieta”.

Benefícios do leite X Desvantagens do consumo

Foto: Getty Images

Mais do que a polêmica em torno de dietas restritivas, a chamada dieta do leite traz à tona outro assunto importante, porém, que tem causado dúvidas: os benefícios ou malefícios do leite (ainda que inserido dentro de uma dieta equilibrada).

Isso porque, hoje, alguns profissionais defendem que o leite não deve ser consumido por ninguém; enquanto outros acreditam que, se a pessoa não tem nenhuma intolerância, pode consumir o leite dentro de uma dieta equilibrada. Neste contexto, frequentemente surgem as dúvidas: afinal, quais benefícios o leite pode oferecer à saúde? E por que em alguns casos não é indicado?

Para Patrícia Ceolin Grassi, mestre em Metabolismo e professora dos cursos de Nutrição e Medicina da Unic, o leite é considerado um alimento completo que, além de fornecer proteínas de alto valor biológico, é rico em vitaminas e minerais como vitamina A, complexo B, D, cálcio, fósforo, magnésio, zinco.

Veja também 12 frutas com poucas calorias para você comer à vontade

“O cálcio, por exemplo, é um mineral fundamental para a saúde óssea e, além disso, vários estudos científicos comprovam a eficácia do cálcio para controle da pressão arterial. Já os suplementos alimentares contendo esse mineral não desempenham o mesmo papel do cálcio oriundo de alimentos fonte”, diz Patrícia.

Nadya Mambelli, coordenadora do curso de Nutrição da Anhanguera de Campo Limpo, ressalta que o Conselho Federal de Nutrição possui parecer técnico sobre o tema, o qual ela destaca abaixo:

  1. O leite de vaca e de outras espécies animais são excelentes fontes de nutrientes e podem fazer parte de uma dieta normal de indivíduos em todas as fases do desenvolvimento, especialmente na infância.
  2. A recomendação indiscriminada para restrição ao consumo de leite e derivados não encontra atualmente respaldo científico com nível de evidência convincente e está em desacordo com o Consenso Brasileiro sobre Alergia Alimentar 2007.
  3. A restrição ao consumo de leite e derivados somente deve ser feita aos pacientes com diagnóstico clínico confirmado de Intolerância à Lactose, sensibilidade à proteína do leite (Alergia à Proteína do Leite de Vaca – APLV) ou de outras condições fisiológicas e imunológicas. Deve-se salientar que o diagnóstico clínico é de competência exclusiva do médico.
  4. O descumprimento dessa diretriz aponta indícios de infringência ao Código de Ética do Nutricionista (Resolução CFN nº 334/2004), por desrespeito ao Princípio Fundamental, explicitado no seu artigo 1º, e pelo descumprimento do artigo 6º, inciso VI, sujeitando os infratores a Processo Disciplinar e às penalidades previstas na legislação.

Patrícia lembra que muitas pessoas, até mesmo profissionais da área da saúde, orientam o não consumo do leite de vaca e seus derivados, por acreditarem que aproximadamente 70% da população sofrem de intolerância à lactose, por apresentarem alguns sintomas como inchaço, dores abdominais, flatulência, diarreia e vômitos. “Mas, muitas vezes, esses desconfortos se dão devido à qualidade do leite, por isso sempre aconselho o consumo do leite pasteurizado (leite de saquinho), que não sofre tantos processos como leite UHT (de caixinha) para ‘sobreviver’ por mais tempo nas prateleiras e dispensas”, diz.

Para Nadya, muitas pessoas desaconselham o consumo de leite pelo fato de muitas informações nutricionais gerarem polêmicas e serem abordadas de forma não técnica e científica.

“Há estudos que demonstram que o consumo de leite deve ser limitado e restrito, porém, estes são recentes e sem números quantitativos favoráveis.

Todas as pessoas possuem recomendações distintas e devem procurar um profissional nutricionista para adequá-las na alimentação”, destaca.

Diferenças entre os leites desnatado, semidesnatado e integral

Foto: Getty Images

As diferenças, explica Patrícia, se dão pela concentração de gordura. “O leite integral, por exemplo, tem aproximadamente 3% de gordura e a concentração de vitaminas e minerais é preservada.

O semidesnatado passa por procedimentos onde é feita a retirada de gordura e sua composição apresenta entre 0,6 a 2,9% de gordura e as vitaminas e minerais também são preservadas. Já o leite desnatado, além de sofrer uma diminuição quase completa na concentração de gordura, ainda perde vitaminas como A e D.

Com relação a qual leite seria o mais indicado, vai depender do quanto de gordura e caloria a pessoa quer e pode ingerir”, destaca.

Nadya reforça que cada pessoa possui um perfil nutricional, por isso, a avaliação deve ser individualizada e nenhuma dieta deve ser generalista.

“As vitaminas lipossolúveis (Adek) são transportadas, metabolizadas e absorvidas com auxílio de gordura, ou seja, se uma pessoa precisa de um maior aporte dessas vitaminas deve ter um equilíbrio entre o consumo de gorduras.

A Sociedade Brasileira de Pediatria não recomenda o uso de leites desnatados para crianças, pois as crianças precisam de gorduras para metabolizar vitaminas, hormônios de crescimento e também para manter o bom desenvolvimento.

O correto é fazer um balanço entre o consumo alimentar e evitar alimentos restritos de algum nutriente, por exemplo: alguns leites desnatados possuem adoçantes e outras substâncias que também são tóxicas para crianças e algumas pessoas com patologias”, explica.

Dieta do leite: efeitos e pontos negativos

Foto: Getty Images

Talvez você esteja se perguntando: por que não aderir à dieta do leite como uma “dieta emergencial”?

Patrícia comenta que, em relação a este tipo de dieta, existe um histórico de longa data. “Nós, nutricionistas, já perdemos as contas da quantidade de dietas que são divulgadas todos os dias.

Se elas realmente funcionassem, não existiriam tantos tipos e tantas pessoas que aderem e ficam tão frustradas com os falsos resultados! Enfim, se determinada dieta funcionasse mesmo, não seria necessário formular outra! Além dessas dietas serem prejudiciais à saúde”, diz.

Nadya ressalta que essas dietas não fazem parte dos critérios técnicos e científicos da Nutrição, por isso não são aconselhadas. “Elas não atendem às diretrizes de recomendações de nutrientes nacionais e internacionais. Os pacientes ou pessoas que aderem a esse tipo de conduta podem ter grandes prejuízos à saúde, até mesmo ganho de peso”, diz.

Ainda sobre a possibilidade de aderir à dieta do leite de maneira segura, Patrícia afirma: “não existe nenhum tipo de dieta restritiva com maneira segura a ser aderida e seguida”.

Veja também 15 maneiras de turbinar sua saúde em apenas 90 segundos

Nadya destaca os principais riscos de se aderir a dietas restritivas, como, por exemplo, a dieta do leite:

  • Anemia ferropriva;
  • Doenças do sistema imunológico;
  • Doenças do sistema gastrointestinal;
  • Fraqueza;
  • Dores de cabeça;
  • Dores no peito;
  • Cansaço excessivo;
  • Diminuição do metabolismo e transtornos alimentares.

Patrícia reforça que não é somente a dieta do leite, mas qualquer dieta restritiva tem seus malefícios.

“Segundo estudos, cerca de 80% das pessoas que começam dietas restritivas (principalmente essas dietas da moda que surgem todos os dias, como a dieta do limão, da lua, da sopa, shakes, e agora a dieta do leite) voltam a engordar e, muitas vezes, ganhando ainda mais peso do que quando iniciaram”, diz.

“De uma forma geral, essas dietas restringem e diminuem o consumo alimentar, reduzindo calorias que, inicialmente, podem levar à perda de peso.

Mas, por serem muito restritivas, chega um momento em que o indivíduo não consegue mais segui-las e, por consequência, ‘desconta’ suas vontades e anseios e come grandes quantidades de alimentos que eram ‘proibidos’ na dieta”, explica a nutricionista Mestre em Metabolismo.

O problema, ainda de acordo com Patrícia, é que a maioria das pessoas pensam que evitar ou proibir o consumo de determinados alimentos que gostam vai fazer com que se sintam melhores. “Pior, pensam que essa restrição irá refletir na sua composição corporal.

Ledo engano! O que acontece é que, ao se proibir um alimento, este se torna exatamente o que a pessoa mais anseia como se ocorresse uma valorização imediata do mesmo.

E, quando a pessoa começa a consumi-lo, pode chegar a perder o controle e ter uma compulsão, efeito já muito bem descrito na literatura científica: restrição gera compulsão!”, explica.

“Um dos efeitos mais notórios das dietas é que elas deixam as pessoas obcecadas por comida. Elas ficam pensando em como querem emagrecer enquanto assistem o chef famoso na TV cozinhando”, acrescenta Patrícia.

A nutricionista Mestre em Metabolismo destaca que as pessoas têm que ter consciência de que alimentação não é um ato tão simples como muita gente pensa. “Ela é muito complexa, pois existem vários fatores: escolha alimentar = valor social, cultural, emocional, entre outros”, diz.

“O essencial é comer consciente e respeitar as vontades. Prefira alimentos in natura, frescos e saudáveis, o famoso ‘desembale menos e descasque mais’”, orienta Patrícia.

Isso não significa que a pessoa não poderá mais comer brigadeiro, hambúrguer, pastel ou outros alimentos que a sociedade vem “condenando”. “Mas, coma com satisfação, com vontade, sem culpa ou remorso.

É muito mais saudável e consciente comer um chocolate depois do almoço do que se privar e ter uma compulsão comendo duas caixas de uma só vez sem saborear, sem satisfação.

Pense nisso! Se permita ter um relacionamento saudável com os seus alimentos preferidos, não se trata de uma relação de preocupações, proibições, exageros e compulsões, mas de uma relação saudável”, reforça Patrícia.

“A grande libertação dessas dietas mirabolantes virá quando compreendermos que, com uma alimentação equilibrada, podemos sim incluir todos os tipos de alimentos.

E, da próxima vez que alguém vier falar de uma dieta nova, corra! Literalmente! Com uma alimentação mais natural e atividade física, você terá mais saúde, não apenas física, mas emocional.

A procura por um profissional para auxiliar nesse processo é fundamental”, finaliza a nutricionista Mestre em Metabolismo.

Agora você já tem todas as informações e pode tomar suas próprias decisões: vale a pena aderir à chamada dieta do leite ou a outras do tipo? Vale a pena se propor a perder até 7 quilos em 8 dias, mas, depois, recuperar todo o peso perdido ou engordar até mais? Vale a pena, sobretudo, colocar em risco a sua saúde?

Veja também 24 receitas de suco verde para adicionar ao seu cardápio

Por tudo isso, a única maneira segura e eficaz de perder peso é procurar um profissional que possa te passar um cardápio saudável e equilibrado, levando em conta suas particularidades e objetivos. Ter essa consciência é, sem dúvidas, o primeiro passo para uma reeducação alimentar de sucesso!

As informações contidas nesta página têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamentos de médicos, nutricionistas, psicólogos, profissionais de educação física e outros especialistas.

Источник: https://www.dicasdemulher.com.br/dieta-do-leite/

Dieta sem lactose para enxugar 4 quilos em 15 dias

Como fazer a Dieta do Leite

 EHStock/Thinkstock/Getty Images

Você adora leite e nunca percebeu sintomas de intolerância? Tudo bem.

A ideia é que você só dê um tempo em um item capaz de provocar inflamação.

No caso deste alimento, há mais de uma substância com esse potencial – tanto o açúcar (lactose) quanto as proteínas do leite (betalactoglobulina e caseína) podem deixar seu organismo mais vulnerável ao ganho de peso.

Outro sintoma de que você não se dá bem com a lactose é barriga estufada. Pior: costuma vir acompanhada de desconforto gástrico e excesso de gases.

Então, disposta a ver como seu organismo se comporta sem o leite de vaca? “Mas para que os efeitos positivos apareçam logo, também é importante suspender o consumo de manteiga, queijo e outros alimentos lácteos”, avisa Daniela Jobst, da Clínica Jobst, São Paulo.

Para substituí-los, a nutricionista recomenda o leite de soja, arroz ou amêndoa.

E não se preocupe com o cálcio: o cardápio inclui folhas verde-escuras, amêndoa, semente de gergelim e tofu (queijo de soja), que também oferecem uma boa dose desse mineral.

Além disso, não faltam carboidratos integrais, proteínas magras e gorduras boas. Você emagrece comendo certo e sem sentir falta do leite.

sorrapong/Thinkstock/Getty Images

Cardápio sem lactose

CAFÉ DA MANHÃ

Opção 1

  • 1 xíc. de chá de ervas (verde, branco, hibisco, hortelã)
  • 1 xíc. (chá) de salada de frutas com 1 col. (sobremesa) de linhaça triturada e 1 col. (sobremesa) de mel

Opção 2

Continua após a publicidade

  • 1 copo (200 ml) de leite de soja (ou de arroz ou de amêndoa)
  • 1 fatia de pão integral com 1 fatia de peito de peru light

Opção 3

  • 1 copo (200 ml) de suco de laranja batido com 1 folha de couve fresca (sem o talo)
  • 1 fatia de pão integral com 1 ovo mexido

Opção 4

  • 1 pote de iogurte de soja com 1 col. (sopa) de farinha de linhaça triturada
  • 1 torrada integral com patê de tofu (veja receita abaixo)

LANCHE DA MANHÃ

Opção 1

  • 1 porção de fruta (1 banana, 1 rodela média de abacaxi, 1 goiaba)
  • 2 amêndoas

Opção 2

Continua após a publicidade

  • Mix de frutas secas: 1 damasco + 1 castanha-do-pará + 1 amêndoa

Opção 3

  • 1 pote de iogurte de soja

Opção 4

  • 1 barrinha de sementes (gergelim, linhaça)

ALMOÇO

Opção 1

  • 2 col. (sopa) de arroz integral
  • 1 concha média de feijão
  • 1 filé médio de carne magra (alcatra, patinho, filé-mignon) grelhado
  • 1 xíc. (chá) de brócolis no vapor

Opção 2

Continua após a publicidade

  • Salada de folhas verde-escuras (couve, agrião, rúcula) à vontade com 2 col. (sopa) de cenoura crua ralada e 2 azeitonas temperadas com 1 col. (sobremesa) de azeite, pouco sal, limão
  • 2 col. (sopa) de arroz integral (ou arroz 7 grãos)
  • 1 concha média de lentilha
  • 1 filé médio de frango grelhado com ervas (alecrim, cebolinha, salsinha)

Opção 3

  • 1 pegador de espaguete integral com molho de tomate e manjericão
  • 1 posta média de peixe assado, cozido ou grelhado com ervas (alecrim, salsinha, cebolinha)

Opção 4

  • Salada mista de folhas verde-escuras, tomate e couve-flor cozida à vontade temperada com 1 col. (sobremesa) de azeite, pouco sal e limão
  • 1 hambúrguer de carne bovina (ou hambúrguer de frango ou de grãos: soja, quinoa, lentilha)
  • 2 col. (sopa) de purê de mandioquinha com cenoura ou inhame
  • 2 col. (sopa) de ervilha torta refogada com cebola e tomate

LANCHE DA TARDE

Opção 1

  • 1 taça de gelatina de uva (de preferência, gelatina de agár-agár – à venda em lojas de produtos naturais)

Opção 2

Continua após a publicidade

  • 4 col. (sopa) de abacate com limão e adoçante (opcional)

Natalia Bulatova/Thinkstock/Getty Images

Opção 3

  • 1 porção de fruta ( 2 kiwis, 2 ameixas, 1 mexerica)

Opção 4

  • 1 barrinha de sementes (gergelim, linhaça)

JANTAR

Opção 1

  • Salada de folhas verdes, pepino e tomate à vontade com 2 azeitonas temperados com 1 col. (sobremesa) de azeite, pouco sal e limão
  • 1 fatia média de carne assada com molho de mostarda (opcional)

Opção 2

Continua após a publicidade

  • Salada de folhas verdes à vontade com 1 rodela fina de abacate cortado em meia-lua e tomate temperados com 1 col. (sobremesa) de azeite, pouco sal e limão
  • 1 filé médio de peixe grelhado ou assado com limão e ervas

Opção 3

  • 1 filé médio de carne vermelha magra (alcatra, patinho, filé-mignon) grelhado
  • 3 col. (sopa) de cogumelo-de-paris (shiitake ou shiimeji) refogado com cebola e shoyu light

Opção 4

  • Sopa de tomate (veja receita abaixo)

CEIA

Opção 1

Opção 2

Continua após a publicidade

Opção 3

  • 1 cookie integral pequeno

Opção 4

  • 1 fruta (maçã, kiwi, ameixa)

Dica: Beba água e chá (verde, hortelã, hibisco) à vontade entre as refeições e, no máximo, três xícaras pequenas de café sem açúcar.

Assine nossa newsletter e fique por dentro das últimas notícias de BOA FORMA

Receita da patê de tofu e manjericão

Ingredientes

  • 1 xíc. (chá) de tofu soft (é mais macio)
  • 5 col. (sopa) de azeite de oliva
  • 1 xíc. (chá) de manjericão bem picado
  • 1 col. (café) de curry (opcional)
  • Sal a gosto

Modo de fazer

Amasse bem o tofu com um garfo e, aos poucos, acrescente o azeite mexendo até formar uma pasta homogênea. Adicione o manjericão, o curry e o sal. Mantenha na geladeira com um pouco de azeite por cima.

  • Rende: 15 colheres de sopa
  • Calorias por colher: 20

Receita da sopa de tomate

Ingredientes

  • 2 col. (sopa) de azeite de oliva
  • 1 dente de alho picado
  • 1,5 kg de tomate sem pele e sem sementes, cortados em cubos
  • 1/2 litro de água quente
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto
  • 3 col. (sopa) de manjericão fresco, picado

Modo de fazer

Em uma panela, aqueça o azeite e refogue o alho e acrescente o tomate. Deixe cozinhar em fogo baixo por 30 minutos. Junte a água e deixe cozinhar por mais 10 minutos. Junte sal, pimenta e o manjericão e desligue o fogo. Consuma em seguida.

  • Rende: 3 porções
  • Calorias por porção: 140

*Matéria originalmente publicada em novembro de 2011.

Continua após a publicidade

Источник: https://boaforma.abril.com.br/dieta/dieta-sem-lactose-para-enxugar-4-quilos-em-15-dias/

Dieta do leite – Como funciona, cardápio e dicas!

Como fazer a Dieta do Leite

A dieta do leite é um plano alimentar restritivo que pode levar a um emagrecimento rápido e saudável, quando feita com cuidado e atenção.

  Continua Depois da Publicidade  

Assim como outas dietas restritivas, como a da fruta, do ovo, ou da batata doce, a dieta do leite deve ser considerada um “plano de emergência” para quem quer ou precisa perder peso em pouco tempo.

À primeira vista seria a substituição de refeições por copos de leite. Mas como veremos a seguir, existem outros fatores que auxiliam na perda de peso saudável.

Como a dieta do leite emagrece?

O principal fator é a que a substituição de alimentos mais calóricos e menos nutritivos pelo leite, que ajudaria no emagrecimento e no controle do peso.

Outro ponto a se levar em conta é a composição do leite, que possui um alto teor de proteínas e cálcio.

  • Proteínas: Uma dieta rica nesse nutriente ajuda no emagrecimento, uma vez que o corpo gasta mais energia para quebrar proteínas do que gastaria com gorduras e carboidratos;
  • Cálcio: Estudos mostram que o aumento do consumo de cálcio pode levar a um aumento da queima de gordura, prevenindo o sobrepeso e ajudando no emagrecimento.

Os benefícios do leite

O leite é o nosso primeiro alimento. Nas crianças ele é essencial, por ser rico em cálcio e ajudar na formação dos ossos. Na idade adulta, ele continua trazendo benefícios por ser uma boa fonte de proteínas e cálcio, além de ter quantidades balanceadas de carboidratos e gorduras.

Conheça os vários tipos de leite, mas tenha em mente que na dieta do leite, ficam de fora o leite condensado e o leite fermentado por terem uma composição diferente dos leites comuns.

Como funciona a dieta do leite?

A dieta do leite é uma dieta de substituição, ou seja, você não vai emagrecer apenas porque acrescentou leite à sua alimentação. Mas sim porque fez a substituição de refeições pelo leite.

Além disso, você vai emagrecer por estar consumindo menos calorias do que você gasta diariamente. Ou seja, não é apenas uma questão de começar a beber leite.

A estrutura da dieta do leite

A dieta do leite é dividida em oito dias, com um cardápio específico e restritivo para cada um deles. E como toda dieta restritiva, não deve ser seguida por um longo período de tempo.

  Continua Depois da Publicidade  

Cronograma da dieta do leite:

  • Primeiro dia: Um copo de leite por refeição;
  • Segundo dia: Quatro copos de leite e duas porções de frutas;
  • Terceiro dia: Dois copos de leite, duas porções de frutas e queijo a vontade;
  • Quarto dia: Quatro copos de leite, uma porção de fruta e um bife grelhado;
  • Quinto dia: Dois copos de leite, duas porções de frutas, um ovo cozido e um bife grelhado;
  • Sexto dia: Dois copos de leite, duas porções de frutas, um ovo cozido, um bife grelhado e queijo a vontade;
  • Sétimo dia: Três copos de leite e três porções de frutas;
  • Oitavo dia: Dois copos de leite, uma porção de fruta, um bife grelhado e queijo a vontade.

Dicas importantes

  • O copo usado como medida para o leite é o de 200 ml. Preferencialmente deve-se usar o leite desnatado;
  • O bife grelhado pode ser de carne vermelha magra ou peito de frango, pesando entre 100 e 150 g;
  • O queijo deve ser branco (ex. queijo minas, ricota, cottage).

Que leite devo tomar?

A dieta do leite não faz nenhuma restrição. Escolha de acordo com sua filosofia alimentar, gosto e necessidades calóricas diárias. Confira as calorias e porções abaixo:

Tipo de leiteCalorias
Leite de vaca (1 copo)
Integral119 kcal
Semi-desnatado85 kcal
Desnatado66 kcal
Leite de vaca em pó (2 colheres de sopa)
Integral130 kcal
Semi-desnatado95 kcal
Desnatado64 kcal
Leite de cabra (1 copo)
Integral120 kcal
Desnatado60 kcal
Leite de soja (1 copo)
Comum120 kcal
Zero60 kcal

Observação: os valores variam de acordo com a marca

Quais frutas escolher?

Dê preferência a frutas que tenham nutrientes que não são encontrados no leite, como fibras, vitamina C, potássio e antioxidante. Algumas sugestões são: mamão, morango, banana, laranja, kiwi, pera, manga, melão e abacaxi.

Atividade física

É importante incluir a prática de exercícios em qualquer dieta, para aumentar a perda de peso, além de trazer benefícios para a saúde. Mas como se trata de uma dieta restritiva, com um controle maior da quantidade de carboidratos e calorias, a prática de exercícios aeróbicos pode levar ao mal estar, sendo preferível a pratica de musculação.

E depois da dieta do leite?

Por ser uma dieta restritiva com um cronograma fixo, é importante ter um plano para o “pós-dieta”, para evitar recuperar todo o peso perdido.

Pensando nisso, seria interessante, após o período dos oito dias, incluir leite em várias refeições, junto com outros alimentos. Por ter proteínas, carboidratos e gorduras, o leite vai te dar saciedade, principalmente quando combinado com alimentos ricos em fibras.

Vale a pena fazer a dieta do leite?

A dieta do leite é barata e relativamente simples, então se você gosta de leite e não tem nenhuma questão de saúde que vá ser afetada pela substituição, essa dieta pode te trazer vários benefícios.

Mas caso tenha intolerância a lactose ou alergia ao leite, essa dieta pode não valer a pena. Ainda que seja possível substituir o leite de vaca por outros leites, como os vegetais, a composição é diferente, principalmente na quantidade de cálcio e proteínas.

Por ser uma dieta restritiva, que pode levar a deficiências nutricionais, é importante ter o acompanhamento de um nutricionista. Além disso, para evitar o ganho de peso após a dieta, o ideal é fazer uma reeducação alimentar.

  Continua Depois da Publicidade  

Você já fez a dieta do leite? Como foi sua experiência? Se não, gostaria de fazer? Comente abaixo!

(216 votos, média: 3,98 de 5)
Loading…

Источник: https://www.mundoboaforma.com.br/dieta-do-leite/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: