Como usar a Biotina para o cabelo crescer mais rápido

Contents
  1. Quais são as melhores vitaminas para o cabelo crescer?
  2. Descubra as melhores vitaminas para o cabelo crescer
  3. Vitamina A
  4. Vitamina B7 (Biotina)
  5. Vitamin C (ácido ascórbico)
  6. Vitamina D
  7. Vitamina E
  8. Como fazer o cabelo crescer mais rápido?
  9. Cuide da alimentação e beba muita água
  10. E as vitaminas e suplementos?
  11. Cuidados e truques
  12. Como Fazer o Cabelo Crescer: Cabelo Grande Em Pouco Tempo!
  13. Saiba como fazer o cabelo crescer rápido
  14. O que afeta o crescimento do cabelo?
  15. Alerta sobre o que prejudica o crescimento do cabelo
  16. Alimentação faz o cabelo crescer
  17. Vícios como cigarro afetam no crescimento do cabelo
  18. Prender o cabelo com muita força afeta o crescimento capilar
  19. Evitar chapinha, químicas, etc
  20. Doenças no couro cabeludo atrapalham o cabelo crescer
  21. Produtos que vão ajudar o cabelo crescer mais rápido
  22. Cuidados para o crescimento do cabelo
  23. Massagear o couro cabeludo
  24. Atenção ao condicionador e a máscara
  25. Hidratação, quantas vezes por mês?
  26. Usar protetor térmico
  27. Cortar regularmente faz o cabelo crescer
  28. Evitar chapéus e bonés
  29. Sugestões de vitamina para o cabelo crescer
  30. Vitamina C faz o cabelo crescer
  31. Biotina ajuda o cabelo crescer
  32. Ferro para crescer o cabelo
  33. Zinco e o crescimento capilar
  34. Tratamentos caseiros
  35. – Ovo e óleo de coco
  36. – Óleo de rícino
  37. – Suco de cenoura com limão
  38. Procurar um profissional da área dependendo do caso
  39. Tomar biotina funciona para o cabelo?
  40. Deficiência de biotina é frequente?
  41. A biotina pode diminuir ou parar uma queda de cabelo?
  42. A biotina pode acelerar o crescimento do cabelo?
  43. E, afinal, pra que serve a biotina em relação aos cabelos?
  44. Por que o dermatologista não costuma pedir dosagem de biotina no sangue?
  45. Quanto tempo antes de colher exames de sangue quem toma biotina tem que parra de tomá-la?
  46. Se não trata queda de cabelo e nem acelera crescimento, por que a biotina ficou tão famosa?
  47. E quando a biotina realmente deveria ser usada?
  48. Devo usar Biotina para Fazer Cabelo Crescer? DESCUBRA!
  49. Por que preciso de biotina?
  50. Quem corre risco de sofrer com deficiência de biotina e quais os sintomas disso?
  51. Os benefícios da biotina para o cabelo e seu desenvolvimento
  52. Quais outros benefícios a biotina me dá?
  53. Auxilia na saúde do seu coração
  54. Ajuda a regular seu metabolismo
  55. Protege o cérebro
  56. Contribui pra saúde da tireoide e da suprarrenal
  57. O problema de usar biotina para crescimento capilar
  58. Quais são as melhores fontes de biotina?
  59. Suplementos de vitamina B7

Quais são as melhores vitaminas para o cabelo crescer?

Como usar a Biotina para o cabelo crescer mais rápido

Um desejo comum entre várias mulheres é acelerar o crescimento do cabelo.

Mas você sabia que a sua dieta impacta diretamente esse processo do seu corpo? Assim como são fundamentais para manter o bom funcionamento do organismo, as vitaminas também afetam a estrutura, crescimento e manutenção dos fios.

O cabelo necessita de nutrientes para crescer saudável e a falta deles pode causar queda, quebra ou mesmo deixar o crescimento mais lento. [1] Se você está passando por algum desses problemas, provavelmente há alguma deficiência nutricional para justificar isso.

Descubra as melhores vitaminas para o cabelo crescer

Muitos fatores podem prejudicar a saúde do cabelo, entre eles fatores hormonais e genéticos. Além das vitaminas, a dieta também deve contemplar alimentos ricos em carboidratos complexos, gorduras boas e minerais. [1] Veja abaixo 5 vitaminas que contribuem para o crescimento capilar.

Vitamina A

Com participação no processo de renovação celular, a vitamina A também é importante para a manutenção e desenvolvimento do tecido capilar.

[2] A falta do nutriente no organismo reduz a atividade celular e favorece o surgimento de infecções. Estudos mostram, ainda, que a deficiência do nutriente está associada a queda de cabelo e calvície.

[3] O consumo excessivo da vitamina, no entanto, pode prejudicar o crescimento capilar. [4]

Vitamina B7 (Biotina)

A biotina tem um papel muito importante no metabolismo de proteínas, carboidratos e gorduras. O nutriente também é reconhecido pelos efeitos na pele, unhas e cabelo. A deficiência da vitamina B7 está relacionada com a fraqueza e queda dos fios. [5]

Vitamin C (ácido ascórbico)

Conhecida como um poderoso antioxidante, a vitamina C ajuda a combater os radicais livres e impede o estresse oxidativo das células, processo que impacta o crescimento e saúde dos fios, principalmente durante o envelhecimento. [6] Além disso, o ácido ascórbico potencializa a absorção de ferro pelo organismo – a deficiência do mineral está associada à perda capilar. [7]

Vitamina D

Produzida pelo corpo humano a partir da exposição solar, a vitamina D é fundamental para a saúde óssea e o mecanismo imunológico. O nutriente ajuda no crescimento dos queratinócitos do folículo piloso, parte da derme onde o cabelo se desenvolve. Estudos mostram que a deficiência da vitamina também causa a queda dos fios. [4]

Vitamina E

Assim como o ácido ascórbico, a vitamina E também ajuda a combater o estresse oxidativo que acelera o envelhecimento. [4] O consumo recomendado do nutriente pode ajudar na saúde dos fios. Um estudo com pessoas que apresentam calvície mostrou que a suplementação da vitamina E durante oito meses contribuiu para o crescimento capilar. [8]

Referências Consultadas:

[1] Nutrition of women with hair loss problem during the period of menopause | Goluch-Koniuszy ZS | University of Technology in Szczecin | Março de 2016 [2] Endogenous retinoids in the hair follicle and sebaceous gland | Everts HB | The Oio State University | Janeiro de 2012 [3] Micronutrientes e sistema imunológico | Roseli O. S. Sarni, Fabíola I. S. Souza, Renata R. Cocco,Márcia C. Mallozi, Dirceu Solé | Revista Brasileira de Alergia e Imunopatologia | 2010 [4] The Role of Vitamins and Minerals in Hair Loss: A Review | Hind M. Almohanna, Azhar A. Ahmed, John P. Tsatalis, Antonella Tosti | Dermatologic Therapy | Dezembro de 2018 [5] Biotin and biotinidase deficiency | Zempleni J, Hassan YI, Wijeratne SS | University of Nebraska-Lincoln | Novembro de 2008 [6] Oxidative Stress in Ageing of Hair | Ralph M Trüeb | University Hospital of Zurich | Janeiro a junho de 2009 [7] Diffuse hair loss in an adult female: approach to diagnosis and management | Shrivastava SB | Indian Journal of Dermatology, Venereology and Leprology | Janeiro e fevereiro de 2009 [8] Effects of tocotrienol supplementation on hair growth in human volunteers | Beoy LA, Woei WJ, Hay YK | Tropical Life Sciences Research | Dezembro de 2010

LINKS

1)https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27095961
2) https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/21914489
3) http://www.sbai.org.br/revistas/Vol331/ART%201-10%20-%20Micronutrientes%20e%20sistema%20imunol%C3%B3gico.pdf
4) https://www.ncbi.nlm.nih.

gov/pmc/articles/PMC6380979/
5) https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19727438
6) https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2929555/
7) https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19172026
8) https://www.ncbi.nlm.nih.

gov/pubmed/24575202

Источник: https://www.pharmaton.com.br/mostrar-dica/quais-sao-as-melhores-vitaminas-para-o-cabelo-crescer

Como fazer o cabelo crescer mais rápido?

Como usar a Biotina para o cabelo crescer mais rápido

O cuidado com o cabelo vai além da hidratação e truques de internet. A alimentação, exercícios físicos e até mesmo nosso sono podem interferir na saúde dos fios. Separamos algumas dicas sobre como fazer o cabelo crescer mais rápido e deixá-los mais fortes.

Cuide da alimentação e beba muita água

É possível ter um impacto positivo no crescimento e saúde dos fios ao adotar uma alimentação saudável e balanceada que supra todas as necessidades do corpo, apesar de ser algo muito particular de cada organismo. Os nutrientes, quando ingeridos na quantidade correta evitam a queda, além de garantir o brilho, hidratação, força e resistência.

Há diversos nutrientes que favorecem e são fortes aliados quando o assunto é cabelo:

  • proteínas,
  • zinco (constituinte do DNA, sendo responsável pela multiplicação das células para formação do fio do cabelo),
  • ferro (está envolvido na divisão celular que interfere na formação de novos fios),
  • vitamina D, vitamina A, vitamina E, vitamina C
  • biotina (cofator de enzimas no processo de proliferação celular e formação de novos fios de cabelo)

E outros. Mas proteína e o zinco são fundamentais.

A nutricionista Lícia D’Ávila diz que alimentos como castanha do Pará (rica em selênio, um mineral que dá suporte à função tireoidiana e ao sistema imunológico), tangerinas ou laranjas, (fontes de vitamina C e B12, que favorecem a absorção de ferro), goiaba (fruta rica em vitamina C e as do complexo B, que facilita a produção de colágeno para a densidade dos fios e favorece o crescimento capilar), abacate (fonte de vitaminas A, C e E e é rico em vitaminas do complexo B, além de cobre e betacaroteno, que combate a ação dos radicais livres, evitando a queda.) são indispensáveis no cotidiano alimentar para auxiliar o crescimento dos fios. E proteínas, presentes em carnes, vegetais verdes escuros, oleaginosas e feijões também devem ganhar destaque no prato.

Segundo a nutricionista Débora Palos a falta de proteínas (que equivalem a 97% de composição da fibra), vitaminas e minerais em conjunto com a  baixa ingestão de água podem enfraquecer os fios e aumentar a perda além do considerado normal.

Por isso uma alimentação restritiva, que exclua qualquer grupos de alimentos como por exemplo frutas, vegetais, proteínas, lácteos, pode levar à carência de nutrientes a longo prazo, produzindo efeitos negativos ao organismo como um todo.

 O excesso de alimentos inflamatórios (processados, embutidos, frituras, álcool, açúcar refinado, carboidratos refinados como massas e pães brancos ) pode prejudicar a boa vascularização do couro cabeludo, dificultando o surgimento de novos fios e o crescimento.

O excesso de chás e café próximos as refeições também podem prejudicar, pois diminuem a absorção dos nutrientes.

A ingestão de água merece destaque no processo, pois a sua baixa ingestão pode alterar o teor de umidade dos cabelos e aparência do couro cabeludo; além de enfraquecer os fios e aumentar a perda além do normal, e estar relacionada com a absorção de vitaminas e minerais. 

Continua após a publicidade

E as vitaminas e suplementos?

Para Licia, embora tenha uma ampla variedade de multivitamínicos e suplementos alimentares no mercado, não há evidência científica de melhora em casos capilares.

 A dermatologista Juliana Toma completa, dizendo que dificilmente um produto vai conseguir interferir na rapidez de crescimento dos fios e que os mesmos levam em média um mês para crescer de 1 a 1,5 cm, mas que há uma forma de ajudar: cuidando da saúde dos fios, fazendo com que fiquem mais fortes.

Para casos onde a queda do cabelo é acentuada e há indícios da necessidade de reposição de nutrientes, esses suplementos são mais indicados. Mas consultar um profissional é essencial para que seja ingerido adequadamente a quantidade (e o nutriente) certo, pois o excesso pode causar a queda dos fios (assim como a falta).

Cuidados e truques

Shampoo Bomba, óleo de Rícino, Monovin-A… Todos esses nomes são conhecidos quando o assunto é cabelo, mas nem sempre são os mais indicados.

O shampoo bomba promete fortalecer os fios do cabelo e aumentar o seu crescimento.  Geralmente sua fórmula inclui shampoo sem sal e Bepantol. Segundo especialistas, o shampoo não exerce influência alguma no crescimento do cabelo e o Bepantol, apesar de ser benéfico, por possuir vitamina B5, que ajuda a hidratar e dar brilho, também não estimula o crescimento dos fios.

Já sobre o óleo de rícino, a dermatologista Ana Carolina Sumam conta que é, sim, benéfico para o cabelo, mas não ajuda no crescimento.

Por ser um óleo, ele atua nutrindo os fios, ajudando a melhorar seu aspecto, deixando as madeixas mais maleáveis, com bastante brilho e sem frizz.

Ele é indicado no sentido de deixar o cabelo mais bonito e mais nutrido, principalmente para aquelas que possuem os cabelos cacheados. O único risco é deixar o couro cabeludo oleoso.

Sem autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para o uso em humanos, o Monovin A é vendido para uso veterinário e por sua alta concentração de vitamina A se tornou um nome conhecido – e querido por muitos- quando se trata do crescimento capilar.

Para a dermatologista Antonella Murad, é um erro acreditar que o produto faz os cabelos crescerem.

Além disso, a alta dosagem da vitamina presente na sua composição pode causar o efeito contrário, provocando a queda do cabelo quando adicionado algum outro produto, ou problemas como zumbidos, dores de cabeça, vertigens, ressecamento da pele e até dores ósseas, quando consumido via oral.

Para o dia-a-dia é importante ter uma rotina de cuidados.

Lavar os fios de forma adequada, com produtos específicos para seu tipo de cabelo e evitar chapinha e secador, que causam o afinamento das pontas e a quebra, dando a impressão de que seus fios não estão crescendo.

Para aqueles que possuem um estilo de vida ativo, ou suam de maneira excessiva, ou com certa propensão a queda de cabelo, é recomendado lavar os fios após os exercícios físicos, pois assim, evita uma possível dermatite seborreica.

Continua após a publicidade

Источник: https://boaforma.abril.com.br/beleza/como-fazer-o-cabelo-crescer-mais-rapido/

Como Fazer o Cabelo Crescer: Cabelo Grande Em Pouco Tempo!

Como usar a Biotina para o cabelo crescer mais rápido

Certamente você já ouviu (ou disse) algumas das seguintes frases pelo menos uma vez na vida: “iii, meu cabelo não cresce”, “iii, meu cabelo demora para crescer”, “nossa, não vejo a hora do meu cabelo ficar gigante”, “quero muito um cabelão estilo Rapunzel”.

Quem nunca? Todas nós já tivemos (ou ainda temos!) esse desejo um dia, não é verdade?! Portanto, se você é do time que quer aprender como fazer o cabelo crescer mais rápido e saudável, aqui é o lugar certo.

Vamos dar todas as diquinhas necessárias e, claro, falar também o que prejudica esse crescimento capilar, certo?! Então vamos lá!

Saiba como fazer o cabelo crescer rápido

O primeiro passo é ter em mente que os cabelos geralmente crescem de 1 a 1,5 cm por mês, mas que isso não precisa ser uma regra, ok?! Alguns crescem mais e outros menos.

O importante é seguir práticas que fortaleçam o organismo e criem boas condições de crescimento. Ou seja, é fundamental focar em hábitos que diminuem não apenas a quebra, mas também a queda prematura dos fios.

Mais adiante vamos citar todos esses hábitos.

O que afeta o crescimento do cabelo?

Muitos são os fatores que afetam o crescimento do cabelo. Dentre eles, podemos citar a gravidez e a menopausa, por exemplo. Durante a gestação a mulher está cheia de estrógeno e progesterona – hormônios femininos – que fazem com que os fios cresçam mais e com volume.

Porém, após o parto há uma intensa e brusca alteração hormonal, que é quando o cabelo cai acentuadamente. Esse fenômeno é conhecido como eflúvio telógeno pós-parto e, geralmente é passageiro.

Já na menopausa, a mulher para de produzir o estrógeno e a progesterona, e o cabelo tende a diminuir a velocidade de crescimento e afinar.

Segundo o Doutor Valcinir Bedin, Presidente da Sociedade Brasileira para Estudos do Cabelo, após os 50 anos ainda, essa velocidade cai pela metade tanto em homens quanto em mulheres. Além disso, doenças como hipotireoidismo, hipertireoidismo, artrite reumatóide, diabetes e lúpus também podem fazer o cabelo crescer menos.

Alerta sobre o que prejudica o crescimento do cabelo

Outros fatores que também podem impedir o cabelo de crescer são:

Alimentação faz o cabelo crescer

Acredite, uma má alimentação pode custar caríssimo para o organismo e fazer com que a deficiência nutricional afete o crescimento dos fios.

Por isso, é muito importante ingerir alimentos ricos em proteínas como carne, peixe, leite, ovo, iogurte, entre muitos outros.

Para quem não sabe, a proteína ajuda a formar a matriz capilar que dá origem ao cabelo (e barba) e, quanto maior a quantidade ingerida, mais rápido as madeixas tendem a crescer.

Vícios como cigarro afetam no crescimento do cabelo

Todo mundo sabe que o cigarro é um vilão para a saúde. Ele prejudica não só o organismo como um todo, mas no que se refere ao cabelo, ele danifica, deixa os fios mais frágeis e até quebradiços. Deste modo, o ideal mesmo é parar de fumar e de ficar perto de quem fuma também, ok?!

Prender o cabelo com muita força afeta o crescimento capilar

Se você tem o hábito de prender as madeixas com muita força, é bom deixar isso de lado já! Afinal, muita pressão pode causar quebra e até mesmo a queda capilar.

O hábito de prender o cabelo molhado também é péssimo e deve ser evitado.

Mas atenção: um rabo de cavalo ou uma trança bem feita ajuda a exercer uma pressão moderada nos fios e, pode sim, contribuir para o crescimento dos cabelos.

Evitar chapinha, químicas, etc

O uso com frequência de aparelhos como secador, chapinha e modelador, ou de químicas como coloração, descoloração e relaxamento, faz com que os fios se partam e percam a força.

Para botar um ponto final neste problema, além de tratar a saúde do cabelo através de um bom cronograma capilar, é necessário mudar alguns hábitos.

Sendo assim, reduza o máximo que puder o uso de ferramentas de calor e, quando for utilizar, não esqueça de aplicar um protetor térmico – ele ajuda a proteger as madeixas das altas temperaturas.

Doenças no couro cabeludo atrapalham o cabelo crescer

Uma coisa é fato: o couro cabeludo é uma extensão da pele e, assim como qualquer outra parte do corpo, pode ser atingido por várias doenças que prejudicam a região e, consequentemente, seu crescimento. Entre as mais comuns estão a dermatite seborreica (conhecida também como caspa), a foliculite, a psoríase, a pitiriase e a alopecia. Todas elas têm tratamentos específicos e devem ser cuidadas.

Produtos que vão ajudar o cabelo crescer mais rápido

Se antes somente as misturinhas caseiras eram capazes de estimular o crescimento dos fios, hoje o que não faltam são produtinhos cosméticos cada vez mais eficientes quando o assunto é crescimento saudável. Um excelente exemplo é a Linha S.O.S Bomba da Salon Line.

Ela trouxe o primeiro shampoo com crescimento comprovado do mercado em que após 15 dias de uso já é possível notar a diferença. Além dele, a linha conta também com condicionador, máscara, creme para pentear e muitos outros produtos que cuidam desde a lavagem até a finalização do hair.

Vale a pena investir!

Cuidados para o crescimento do cabelo

Os cuidados devem começar na lavagem. Vamos a cada um deles!

Massagear o couro cabeludo

Uma massagem relaxante bem feita no couro cabeludo é simplesmente incrível, né?! Pois bem, ela deve ser feita durante a lavagem dos fios em todo o couro cabeludo com as pontas dos dedos.

Isso aumenta a circulação sanguínea do local e favorece o crescimento dos cabelos. Se desejar, use até um esfoliante capilar. Dica: não há problema nenhum se você não lavar a cabeleira todos os dias.

Neste caso, é só pentear os fios durante alguns bons minutos que já ajuda a ativar a circulação no couro cabeludo.

Atenção ao condicionador e a máscara

Está com vontade de aplicar o condicionador e a máscara direto na raiz? Nã na ni na não! Isso dificulta a circulação sanguínea no couro cabeludo e prejudica o crescimento das madeixas. Portanto, aplique esses produtinhos somente no comprimento e pontas.

Hidratação, quantas vezes por mês?

Uma rotina de cuidados com os fios contribui para um crescimento forte e saudável. Deste modo, o ideal é ao menos quatro vezes no mês (ou seja, uma vez por semana) fazer aquela hidratação power com a sua máscara preferida.

Ela vai ajudar a repor água e todos os nutrientes que foram perdidos ao longo do tempo.

Contar com a ajudinha de cremes de nutrição e reconstrução, etapas essas do cronograma capilar, também nunca é demais e ajuda a proporcionar madeixas cheias de vida.

Usar protetor térmico

Já falamos que o protetor térmico ajuda a proteger os fios das altas temperaturas, certo?! Logo, além de melhorar o crescimento, ele também contribui para uma aparência mais bonita e saudável das madeixas. É bacana ainda fazer o uso de produtinhos com proteção UV. Eles ajudam a proteger a cabeleira da piscina e dos raios solares.

Cortar regularmente faz o cabelo crescer

Você deve estar se perguntando: “mas a saúde dos fios não começa no couro cabeludo?”. A resposta é simples: SIM, mas manter o corte em dia ajuda bastante também.

Isso porque as pontas duplas e finas que aparecem ao longo do tempo podem atrapalhar o crescimento do cabelo e o ganho de peso na estrutura dele.

Logo, o ideal é a cada três meses aparar as pontinhas para manter a densidade dos fios.

Evitar chapéus e bonés

Usar chapéus e bonés com frequência também não é nada legal para a raiz do cabelo. Afinal, além de abafar o couro cabeludo, dificulta o crescimento e aumenta também o risco de desenvolvimento de fungos. Ou seja, evite sempre que possível.

Sugestões de vitamina para o cabelo crescer

Além da ingestão de alimentos ricos em proteínas, a ingestão de vitaminas também é um procedimento complementar ao crescimento. Confira algumas que fazem super sucesso!

Vitamina C faz o cabelo crescer

A vitamina C é um importante antioxidante que ajuda a manter a pele e os cabelos saudáveis. Ela protege as madeixas de agressões diárias e evita que o sebo produzido naturalmente pelo corpo irrite o couro cabeludo. Sem contar que ainda deixa os fios super brilhantes.

Biotina ajuda o cabelo crescer

Participa da formação da queratina – importante proteína que auxilia na fibra capilar. Além disso, a biotina ajudar a manter a hidratação da pele, do couro cabeludo e dos fios, deixando-os mais resistentes. Quer mais? Previne a queda prematura do cabelo.

Ferro para crescer o cabelo

Certamente é um dos nutrientes mais benéficos e completos para o corpo. Ele evita a anemia – importante causa de queda de cabelo – estimula a circulação sanguínea e melhora a saúde dos fios.

Zinco e o crescimento capilar

A deficiência de zinco pode deixar os fios enfraquecidos e sua ingestão ajuda a equilibrar a qualidade do sebo que, dependendo, provoca diversos problemas capilares, como por exemplo, a dermatite do couro cabeludo.

Tratamentos caseiros

Além dos tratamentos que já citamos acima, os ingredientes caseiros também aparecem como uma excelente opção para crescer os fios. O bacana é que todos eles podem ser feitos facilmente em casa e o bolso ainda agradece. Então vamos lá!

– Ovo e óleo de coco

Esse é considerado um dos tratamentos mais completos em questões de nutrientes. Tudo porque o ovo é rico em biotina e outras vitaminas que ajudam com o crescimento do hair. E quando adicionado ainda ao óleo de coco, não há cabelo que resista.

– Óleo de rícino

Que ele proporciona inúmeros benefícios para o cabelo, isso todo mundo sabe. Mas o que nem todos sabem é que o óleo de rícino ativa a circulação do couro cabeludo e acelera o crescimento dos fios. Além disso, nutre de maneira intensa e diminui a oleosidade, colaborando com o fortalecimento das madeixas.

– Suco de cenoura com limão

É a combinação perfeita para o crescimento dos cabelos. Tudo graças a cenoura que é rica em vitamina A, E, K e betacaroteno, e limão que é rico em vitamina C – que ajuda na elasticidade dos fios. Mas atenção: não é para aplicar o suco no cabelo, ok?! A ideia é que você beba o líquido sem açúcar, bem natural mesmo.

Procurar um profissional da área dependendo do caso

Caso você siga rigorosamente qualquer um destes procedimentos e não note nenhuma diferença no crescimento, o mais indicado é procurar um médico especializado no assunto, certo?! O quanto antes for diagnosticado qualquer tipo de problema, mais fácil e eficaz será o tratamento.

Importante: pessoas com cabelos cacheados e crespos tendem a achar que seu fio demora muito para crescer. Mas, isso só acontece por conta do fator encolhimento que é característico desses tipos de curvaturas. Na real eles crescem normalmente, só é preciso ter um pouquinho mais de paciência, viu?! ☺

• Gostou? Leia também: Tudo sobre o Shampoo Bomba!

Источник: https://todecacho.com.br/como-fazer-o-cabelo-crescer-rapido/

Tomar biotina funciona para o cabelo?

Como usar a Biotina para o cabelo crescer mais rápido

A biotina, também conhecida como vitamina B7 ou vitamina H, é um dos suplementos mais comentados e utilizados na tentativa de acabar com queda de cabelo ou conseguir cabelos mais longos.

Mas, será que ela realmente consegue fazer estas coisas? Ou será que muitos estão perdendo tempo e dinheiro em utilizá-la para estes motivos?

Bem, como falei em artigo anterior sobre vitaminas, elas só devem ser tomadas (com poucas exceções) se estiverem em níveis baixos no organismo! Do contrário, além de não haver benefício, ainda poderão ocorrer problemas pelo excesso.

A quantidade de biotina que precisamos diariamente é encontrada em alimentos e parte também é produzida pelas bactérias que compõem a flora intestinal normal. Alguns alimentos ricos em biotina são: castanhas, legumes, arroz integral e gema de ovo.

Deficiência de biotina é frequente?

Não, pelo contrário: deficiência de biotina é rara! Alguns fatores que podem causar deficiência de biotina são:

  • medicações: ácido valproico, isotretinoína,
  • doenças que prejudiquem a absorção intestinal
  • alcoolismo
  • gravidez
  • uso prolongado de antibióticos –> devido ao comprometimento da flora intestinal
  • consumo alto de ovo cru

Existe também a deficiência genética de biotina mas é muito rara e se manifesta ainda no primeiro ano de vida.

A biotina pode diminuir ou parar uma queda de cabelo?

Não, não existem evidências científicas que indiquem que a biotina tenha relação com queda de cabelo. As causas mais frequentes de queda de cabelo, tanto em mulheres como em homens, são a calvície e o eflúvio e não são tratados com biotina. O tratamento de cada uma destas patologias é direcionada à sua causa.

A biotina pode acelerar o crescimento do cabelo?

Não. Num indivíduo saudável, nem a biotina nem nenhum outro suplemento é são capaz de fazer o cabelo crescer mais rápido. Possuem cabelos mais longos quem tem fase de crescimento e velocidade de crescimento maiores; e estes fatores são determinados geneticamente.

E, afinal, pra que serve a biotina em relação aos cabelos?

A biotina é importante para a formação da queratina, proteína que faz parte das estrutura dos cabelos e das unhas. Portanto, quando há uma carência de biotina, os cabelos e unhas tornam-se mais frágeis, quebradiços. Mas, repetindo: deficiência de biotina na população geral é raro!

Por que o dermatologista não costuma pedir dosagem de biotina no sangue?

Não costumamos solicitar este exame, primeiro, porque:

  • Deficiência desta vitamina é rara
  • Não há relação cientificamente comprovada entre biotina e queda de cabelo
  • Dosagem de biotina é mais complicada do que a de outras vitaminas

Quanto tempo antes de colher exames de sangue quem toma biotina tem que parra de tomá-la?

A biotina pode interferir em diversos exames como TSH, T4 livre,  FSH, LH,  S-DHEA, estradiol, progesterona, testosterona,, vitamina B12, PSA, troponina (exame que auxilia no diagnóstico de infarto), marcadores tumorais, sorologias para doenças infecciosas e inúmeros outros exames.

Por isso, é recomendado suspender o uso da biotina 72 horas antes de colher exames de sangue, e, se precisar fazer exames de urgência, avisar que está em uso de biotina e que não houve tempo para pará-la.

Se não trata queda de cabelo e nem acelera crescimento, por que a biotina ficou tão famosa?

Além do apelo de propaganda intenso, a biotina ficou famosa, como muitos outros suplementos como cistina, queratina, silício, etc, porque muitas causas de queda de cabelo como pós-parto, após uma virose, após um estresse forte, após uma cirurgia, melhoram por si só após cerca de 3 a 6 meses. Ou seja, muitas pessoas tomam o suplemento por este tempo e acham que foi o suplemento que tratou a queda. Mas, não foi: estas quedas de cabelo se resolvem sozinhas e os suplementos levam a fama.

Além disso, queda de cabelo é um problema que abala muito a autoestima, principalmente das mulheres. Então, na tentativa de achar uma solução o mais rápido possível, muitas pessoas se automedicam.

E quando a biotina realmente deveria ser usada?

A biotina poderia ajudar em algumas situações de fragilidade das unhas, desde que a causa não seja uma doença associada como micose, psoríase, etc.

Em relação a cabelo, até o momento, nós não temos nenhuma justificativa para indicar a biotina para queda de cabelo, calvície ou qualquer outra condição capilar.

Portanto, biotina não trata queda de cabelo. Queda de cabelo deve ser investigada e tratada de acordo com a causa, e não às cegas com suplementos e shampoos.

Para saber mais sobre queda de cabelo, clique aqui.

Para agendar uma consulta, clique aqui. 

Veja também este meu vídeo sobre biotina no :

Источник: http://fabianacaraciolo.com.br/blog/biotina/

Devo usar Biotina para Fazer Cabelo Crescer? DESCUBRA!

Como usar a Biotina para o cabelo crescer mais rápido

A biotina pode ser encontrada tanto em suplementos quanto na comida, e para aqueles que estão na esperança de fazer o cabelo ficar maior o mais rápido possível, essa substância faz parte das mais usadas para conseguir isso.

Diz-se que consumir alimentos ricos em biotina pode ajudar o cabelo a crescer mais rápido, enquanto a falta dessa substância pode contribuir a perda de cabelo. Isso porque a biotina é essencial nos processos metabólicos relacionados ao nascimento e manutenção do cabelo.

Quando reage com outras enzimas das células, tem um papel principal na produção de aminoácidos, blocos de proteína que formam a queratina, por exemplo, um dos principais componentes do cabelo.

Será que biotina serve pra cabelo crescer? Leia e descubra!

Por que preciso de biotina?

Quando comemos alimentos que são fontes de carboidratos, proteínas ou gorduras, a biotina é necessária para transformar esses macronutrientes em energia para nosso corpo e nossa mente funcionarem propriamente.

Esse nutriente não é importante só para o funcionamento interno do nosso corpo, mas também para nossa aparência externa. Ele nos faz parecer mais jovens já que mantém em dia as funções da pele, das unhas e do cabelo, por exemplo.

É por conta disso que a biotina é comumente encontrada em produtos pra pele e pro cabelo, embora existam apontamentos de que ela não é propriamente absorvida na forma tópica, devendo-se ingerir para obter algum resultado.

A biotina é solúvel em água, o que significa que qualquer excesso ingerido será expurgado através da urina. Ainda, nosso organismo não é capaz de estocar a biotina, significando que, para conseguir a quantidade suficiente de biotina, você não precisa abusar no consumo de suplementos, por exemplo.

Molécula de biotina

Quem corre risco de sofrer com deficiência de biotina e quais os sintomas disso?

Algumas pessoas estão em grande risco de estarem acometidas pela deficiência de biotina, como as que tem problemas no trato digestivo, a exemplo da doença celíaca e da síndrome do intestino preguiçoso. Indivíduos que tomam remédios antiepiléticos e antibióticos também podem estar carentes em biotina.

Atenção aos riscos!

Veja os sintomas que a falta dela trazem:

  • Perda de cabelo
  • Cabelo elástico
  • Fadiga crônica
  • Danos neurais
  • Cólicas
  • Mudanças de humor
  • Dores musculares
  • Pele seca e irritada
  • Descompassos cognitivos

Os benefícios da biotina para o cabelo e seu desenvolvimento

Como mencionamos, a biotina é importante para nosso metabolismo, estando nele envolvido a saúde e o crescimento do cabelo. Quando você não consegue a quantidade ideal de biotina, você pode perceber seu cabelo ficando mais fino, elástico e até se rompendo facilmente.

Vários estudos indicam que a ingestão de altas doses de biotina pode tratar cabelos secos e quebradiços, além de trazer benefícios pra pele e unhas.

Novamente, é por isso que a biotina é comum em shampoos, condicionadores, cremes faciais e outros cosméticos. É, no entanto, muito mais efetiva quando ingerida do que quando aplicada topicamente.

Um estudo de 2012 publicado no Jornal de Dermatologia Clínica e Estética asseverou que a biotina é especialmente efetiva nas mulheres que buscam fazer o cabelo voltar a crescer.

Isso porque as mulheres são mais inclinadas a sofrer com tal deficiência quando comparadas aos homens, especialmente depois da gravidez.

Suplementos de biotina e outros produtos antiqueda de cabelo forma usados nesse estudo e ajudaram um grupo de mulheres com deficiência em biotina a experienciar um crescimento exponencial do seu cabelo sem maiores efeitos colaterais.

Os pesquisadores notaram que os resultados “podem representar a primeira descrição de crescimento capilar associado ao uso de um suplemento alimentar”.

Antes e depois de usar biotina

Quais outros benefícios a biotina me dá?

Além de beneficiar cabelo, pele e unhas, a biotina traz outra sorte de melhoramentos.

Auxilia na saúde do seu coração

Vitaminas do complexo B, como a B7 ou biotina tem uma função associada às defesas contra as causas comuns de doenças cardíacas, como a aterosclerose e a inflamação. Diz-se ainda que a biotina aumenta o HDL, o famoso “colesterol bom”, e diminui o LDL, o famigerado “colesterol ruim”.

Ajuda a regular seu metabolismo

Ela regula a expressão de genes que são vitais para manter o funcionamento do metabolismo. Além de outras vitaminas do complexo B, a biotina é necessário para converter a comida que você come em energia para as células.

Em primeiro lugar, atua na conversão dos carboidratos em glicose e outras fontes de açúcar em combustível para nossas células.

Ainda, ativa ácidos graxos de alimentos gordurosos como óleo de coco e azeite de oliva, assim como ajuda o organismo a usar os aminoácidos das proteínas a realizar as suas mais diversas funções.

A vitamina B7 aprimora a utilização da glicose e o funcionamento do metabolismo. Quando o corpo não tem o suficiente dessa vitamina, sintomas como ganho de peso, fadiga, falta de energia, disfunções intestinais, mudanças de apetite e de humor e até diabetes podem aparecer, pois são condições também associadas ao mal funcionamento do metabolismo.

Protege o cérebro

A biotina protege do aparecimento de doenças que afetam o trato cognitivo, a exemplo do Alzheimer e da demência, e também reforça a sua memória. Aliada a outras vitaminas do complexo B, faz com que seu emocional melhore, fazendo você se sentir mais positivo, enérgico e concentrado.

É importante para reparar e construir músculos e tecidos. Quando eles se rompem por alguma razão, vitaminas como a B7 também servem para ajudar no crescimento e conserto desses tecidos.

Elas ainda atuam na redução da inflamação que, quando excessiva, pode causar dores nas juntas ou músculos que comprometem os movimentos.

Contribui pra saúde da tireoide e da suprarrenal

Isso aí, ela vai te defender da fadiga adrenal e atuar no correto funcionamento da tireoide. Essas glândulas estão relacionadas a várias tarefas em nosso corpo, incluindo a regulação do humor, energia, sono, fome e percepção de dor.

É por isso que a carência de vitaminas do complexo B podem causar problemas nessas glândulas e trazer consigo sintomas desagradáveis, como perda ou ganho de peso, disfunções de sono, cansaço e muito mais.

O problema de usar biotina para crescimento capilar

Depois de tudo que falamos, parece que não usar suplementos de biotina é até burrice, não é mesmo? Afinal, ela te deixa mais bonita, com cabelos maiores, pode melhorar a saúde da sua pele e das suas unhas, isso fora vários outros benefícios.

É agora que as coisas complicam. Existe um grande “porém” associado ao consumo de biotina. Existem indícios de que a hipervitaminose B7, ainda que raramente, pode afetar negativamente aqueles que tem algum problema intestinal, alterando sua biota intestinal, assim como pode interagir com algumas drogas antibióticas e antiepiléticas.

Alguns remédios, como o Roacutan, retardam a atividade da biotina. Além disso, se você estiver tomando altas doses de outras vitaminas do complexo B, como através do ácido pantotênico – vitamina B5 – também pode experimentar os efeitos deletérios da carência de biotina.

Tem-se ainda outro potencial problema associado a biotina. Em se tratando da nossa pele, a biotina pode causar o resultado oposto ao esperado.

Isso porque, de acordo com a Dra. Jessica Weiser, uma dermatologista membro do Grupo de Dermatologia de Nova York, “a biotina e o ácido pantotênico são absorvidos pelos mesmos receptores.

Então, quando se tomam suplementos de biotina, a quantidade dela supera e muito a de vitamina B5, o que pode levar a uma deficiência desta vitamina.

E é o ácido pantotênico também responsável por regular funções da nossa pele associadas ao aparecimento e cicatrização da acne, por exemplo. 

Nesse sentido, de um jeito ou de outro, a deficiência de vitamina B5 ou o excesso de vitamina B7 podem interferir negativamente nesses processos relacionados às espinhas.”

Pode causar acnePode deixar a pele mais seca

Em suma, uma superdosagem de biotina pode levar a uma deficiência de vitamina B5, o que causa problemas de pele.

Outros dermatologistas já apontaram isso ao lidar com pacientes que estavam consumindo suplementação de biotina e passaram a sofrer com mais espinhas que o normal, por exemplo.

É de se destacar também que é muito fácil exagerar na dose de vitamina B7 porque ela não é só encontrada em produtos para cabelo, multivitamínicos e bebidas energéticas, por exemplo, também costumam conter essa substância.

Embora a biotina, por si só, não cause acne, como visto, a sua interação com outras vitaminas pode causar isso em algumas pessoas, especialmente naquelas que já tem propensão a ter muitas espinhas.

Mas, ainda que pareça uma contradição, existem relatos de que a ingestão de biotina melhorou a qualidade da pele e reduziu a incidência de acne em algumas mulheres – o nosso organismo realmente pode ser uma caixinha de surpresas.

No entanto, credita-se esta melhora ao fato de essas mulheres estarem sofrendo com uma falta marcante desse micronutriente em seu organismo, não havendo hipervitaminose.

Quais são as melhores fontes de biotina?

A maior parte dos alimentos é relativamente pobre em biotina. A exceção está nos miúdos ou vísceras, como o bife de fígado, e também no leite, queijo cheddar e frutos do mar.

O ovo é um alimento rico em vitamina B7, no entanto, ele contém outras substâncias que atrapalham na absorção dela.

Muitos especialistas acreditam que as fontes vegetais de biotina são as melhores. Isso porque, nelas, esse micronutriente apresenta-se em maior biodisponibilidade.

Oleaginosas como noz-pecã e amendoim contém de 28 a 37 microgramas de biotina em 100 gramas do alimento. Ainda, são excelentes fontes de ômega 3, que contribuem para a saúde cardíaca.

Alimentos que são fontes de biotina

Veja na tabela outras excelentes fontes de biotina e a quantidade que cada uma oferece em 100 gramas:

Existem ainda mais fontes, como folhas verdes, tomate, cenoura, cogumelos, mas esses alimentos apresentam o micronutriente numa quantidade muito menor.

Suplementos de vitamina B7

Ainda que você não sofra com os colaterais que são causados pela hipervitaminose, isso não significa que você deve sair tomando uma quantidade qualquer do suplemento.

Mesmo não havendo comprovação de que faz mal à saúde, é melhor limitar a dosagem a no máximo 10.000 microgramas por dia.

Mas se você já sofreu com alguns dos efeitos colaterais de que se falou nessa matéria, utilize no máximo 2.500 microgramas. Isso porque o valor diário recomendado é muito, mas muito menor do que essas doses, veja na tabela:

Adolescentes com menos de 19 anos25 microgramas
Adultos acima de 19 anos30 microgramas
Mulheres grávidas30 microgramas
Mulheres lactantes35 microgramas

De acordo com o Departamento de Agricultura dos EUA, não existem efeitos adversos relacionados ao consumo exagerado da biotina.

No mais, a Universidade de Oregon conduziu um estudo que mostrou que o organismo tolera, sem sofrer com efeitos colaterais graves, doses que chegam a 300.000 microgramas por dia.

Mas mesmo assim, isso não significa que você pode exagerar, pois como já falamos acima, muita gente sofre com problemas de pele ingerindo normalmente os suplementos de biotina.

Você a encontrará também em suplementos de complexo B, que trazem, além da biotina, vitaminas como B2 (riboflavina), B3 (niacina), B6 e B12.

Em conjunto, elas ajudam nas funções do sistema nervoso, do metabolismo e muito mais. E como elas trabalham em conjunto, tomá-las junto é legal para garantir melhores resultados.

Suplemento de biotina

Pra acabar, veja esse vídeo com uma opinião médica sobre o uso da biotina nos cabelos e nas unhas:

BIOTINA para CABELOS e Unhas – Dr Lucas Fustinoni – CRMPR 30155

A matéria ficou longa, mas tenho certeza que agora você sabe os prós e os contras de tomar biotina e já pode decidir se vai usar ou não de suplementação para elevar seus níveis em seu organismo. E então, ficou com alguma dúvida, comente e vamos conversar!

Источник: https://salaovirtual.org/biotina-crescimento-cabelo/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: