Meias de compressão: para que servem e quando não são indicadas

Meias de compressão: para que servem e como utilizá-las

Meias de compressão: para que servem e quando não são indicadas

Se você é uma pessoa preocupada com a sua qualidade de vida, certamente, já ouviu falar das meias de compressão. O acessório, que comprime os músculos da panturrilha, pode ser um ótimo aliado, especialmente, para quem busca diminuir a sensação de peso e cansaço nas pernas ou, até mesmo, para aqueles que querem um melhor desempenho na prática de atividades físicas.

No entanto, as meias não se resumem apenas a essas características, visto que há vários tipos e indicações. Ficou com dúvidas? Não tem problema! Continue acompanhando o post e saiba mais sobre elas!

Como funcionam as meias de compressão?

Antes de tudo, vamos entender como funciona o sistema circulatório: o coração bombeia o sangue, através das artérias, para os membros. Isso quer dizer que o sangue oxigenado chega até as pernas (membros inferiores) com a força exercida pelo coração.

Agora, imagine que o sangue chegou até a perna e precisa retornar — subir. Para auxiliar nesse retorno, existem válvulas unidirecionais nas veias das pernas. No entanto, se há algum problema nessas válvulas ou obstrução nas veias, o sangue não tem como retornar para o coração e completar o circuito.

O que acontece, portanto, é o congestionamento das veias. Tal situação pode causar inchaço, varizes e também uma doença venosa crônica.

Entendido isso, podemos dizer que a meia atua fazendo uma pressão uniforme nas pernas, ajudando o sangue a circular com mais velocidade e de volta ao coração.

Qual a diferença entre as meias de compressão elástica e as de descanso?

A diferença básica entre esses dois tipos de meias é que as de compressão (média e alta) são usadas quando o paciente já apresenta algum problema na circulação sanguínea. Assim, elas ajudarão no processo de retorno do sangue dos membros inferiores para o coração.

Além disso, as meias de compressão auxiliam no tratamento de trombose, bem como no alívio de doenças venosas crônicas, entre outros problemas que se relacionam com a circulação de sangue.

Já as meias de descanso (suave compressão) são recomendadas para as pessoas que ainda não apresentam nenhuma espécie de problema venoso. Nesse sentido, elas não têm pressão regressiva controladora, por isso são usadas apenas como uma medida preventiva e não podem substituir o uso das meias de compressão.

Dessa forma, as referidas meias de descanso ajudam a evitar as temíveis varizes e aliviam as dores do dia a dia — que provocam cansaço e retenção de líquido.

Um detalhe que deve ter atenção é que é interessante em ambos os itens ter orientação médica para o uso, pois cada situação requer meias específicas. Dessa maneira, para que você tenha o resultado esperado, consulte um especialista.

Para que servem as meias de compressão e quando são indicadas?

As meias de compressão servem, basicamente, para reduzir a pressão nas pernas e normalizar a parede das veias, reforçando-as. Sabe aquela sensação de peso? Pode ser evitada! Nesse sentido, são indicadas para pessoas com algum problema que dificulta o retorno do sangue ao coração, como:

  • histórico de varizes, síndrome pós-trombótica ou trombose;
  • insuficiência venosa;
  • pessoas que passam muito tempo do dia sentadas ou em pé;
  • gestantes;
  • período de recuperação após cirurgias;
  • veias varicosas;
  • dor, inchaço ou sensação de pernas pesadas.

Para além desses casos, existem situações em que as meias de compressão podem ser usadas a fim de prevenir o aparecimento de algum problema. É o caso de uma viagem longa de carro ou avião, por exemplo.

A contraindicação existe nos seguintes casos:

  • insuficiência cardíaca não controlada;
  • isquemia;
  • infecção ou ferida na região coberta com a meia;
  • infecção na pele;
  • alergia ao material da meia.

Cabe salientar, novamente, que é importante consultar a opinião de um especialista sobre o uso da peça, visto que ele saberá sugerir qual a meia e compressão são indicadas para cada necessidade.

Quais são os benefícios das meias de compressão?

As meias de compressão oferecem uma série de vantagens para os seus usuários. Confira a seguir como essas meias podem ser úteis para o seu dia a dia:

  • ajudam a melhorar a circulação do sangue;
  • reduzem a sensação de cansaço nos membros inferiores;
  • amenizam o inchaço e as varizes das pernas;
  • diminuem o risco de trombose nos casos de viagens longas ou de pessoas que ficam muito tempo sentadas;
  • auxiliam no bom desempenho em atividades do cotidiano ou nas práticas esportivas;
  • melhoram a qualidade de vida do paciente.

Quais os modelos e linhas existentes?

Embora com o mesmo efeito, há diferentes tipos de meias. Atualmente, os modelos encontrados no mercado são 3/4 (panturrilha), 7/8 (meia coxa) e meia-calça. Já as linhas se dividem em medicinal, preventiva, estética e esportiva.

Suave compressão 15-20mmHg

A meia que todo mundo deve utilizar! Isso porque é indicada para todos que ficam longas horas de pé ou sentados na mesma posição. Com compressão leve e caráter preventivo, é indicada para o bem-estar.

Além disso, auxiliam na prevenção de varizes durante e após a gestação e é ideal para quem usa pílulas anticoncepcionais ou tem propensão hereditária. Para além dessas situações, pode ser usada em viagens de longa distância.

Média compressão 20-30mmHg

Esse tipo é recomendado para quem enfrenta dores nas pernas ao fim do dia e em casos de cansaço extremo, varizes e inchaço. Serve ainda para o período pré e pós-operatório, podendo ser indicada para os casos mencionados no tópico acima também.

Alta compressão 30-40mmHg

Essas meias são indicadas para aquelas pessoas com varizes ou inchaço em estágio avançado e também para casos graves de doenças venosas, dores e cansaço. Além disso, são recomendadas para pessoas que lidam com quadros varicosos intensos, edemas acentuados persistentes, graus extremos de elefantíase, úlceras venosas pós-trombóticas e dermatofibrose acentuada.

Como é o funcionamento das meias de compressão durante a corrida?

Esse tipo de meia é muito utilizado no ambiente esportivo, principalmente, entre aquelas pessoas que participam de corridas.

Isso porque as meias de compressão esportivas têm um papel muito importante para os atletas, pois ajudam a melhorar o envio de oxigênio para os músculos inferiores e, consequentemente, intensificam a força e a resistência das pernas — acarretando um melhor desempenho esportivo.

Nesse caso, elas terão um uso preventivo e funcionarão da seguinte forma: durante a corrida, os seus músculos vibram de maneira constante, o que pode causar uma intensa sobrecarga ou lesões. É nesse momento que as meias vão entrar em ação, comprimindo os tecidos musculares para amenizar as vibrações, as possíveis cãibras e o cansaço excessivo.

Um outro ponto importante é que elas ajudarão na tarefa de regenerar os músculos após o desgaste de horas de treino. Além disso, reduzirão as dores ocasionadas pela inflamação das fibras musculares.

Como utilizar e conservar?

Coloque as meias assim que acordar e aproveite a posição deitada, pois ela evita a dilatação das veias da região. Levante as pernas levemente para cima e puxe a meia de maneira uniforme, cuidando para não danificar o tecido. Retire antes de deitar novamente.

Para conservá-las, jamais lave com detergente (apenas com água e sabão) e lembre-se de que o processo não pode ser feito em máquinas de lavagem. Tendo os cuidados necessários, suas meias podem durar, aproximadamente, de 4 a 6 meses.

Com este conteúdo você aprendeu que as meias de compressão podem ser encontradas em linhas preventivas, estéticas, esportivas e também de tratamento medicinal. Agora que já sabe da contribuição delas para o seu bem-estar, que tal descobrir se alguma delas pode ser ideal para você? Não se esqueça de buscar indicação com alguém que tenha especialidade no assunto.

Gostou de conhecer sobre essas meias que podem melhorar sua qualidade de vida? Então, que tal assinar a nossa newsletter e receber direto no seu e-mail os próximos assuntos?

Источник: https://blog.ortoponto.com.br/meias-de-compressao-para-que-servem-e-como-utiliza-las/

Meias de compressão: entenda para que serve cada uma

Meias de compressão: para que servem e quando não são indicadas

Antes associadas apenas a tratamentos de varizes, as meias de compressão ganharam as academias e as pistas de corrida. Elas são, hoje, grandes aliadas da beleza, da saúde e da prevenção de problemas circulatórios.

O grau de compressão das meias varia, desde suave até extra alto, para se adequar à necessidade de cada um. Existem ainda meias com e sem ponteira, para uso com sapatos abertos, e de diversos comprimentos. Tem meia até o joelho, até o meio da coxa e a tradicional meia-calça.

Quem vai determinar o tipo ideal de meia de compressão para você é o médico. Neste artigo, vamos falar sobre cinco tipos de meia. O objetivo é mostrar para que servem e dar dicas de como usá-las, tornando seu dia a dia mais fácil e com mais bem-estar.

Benefícios da Compressão

A terapia por compressão é um tratamento reconhecidamente eficaz para problemas circulatórios nos membros inferiores. Seu conceito é bem simples: aplicação de uma peça de roupa elástica ao redor da perna com o objetivo de diminuir a pressão venosa das pernas e auxiliar na circulação sanguínea.

A falta de exercício e a permanência em pé ou sentado durante muito tempo podem fazer surgirem alguns problemas circulatórios nos membros inferiores. Sem o auxílio da musculatura da perna, o sangue encontra dificuldade de retornar ao coração e faz com que ele fique retino nos vasos.

Os primeiros sintomas disso são aquela sensação de pernas pesadas, inchaço e varizes. A compressão atua para compensar essa situação. Quando as meias pressionam as pernas, elas empurram o sangue para cima, fazendo com que ele flua melhor.

Meias de compressão medicinais

Esta é a indicação mais comum das meias de compressão: auxiliar o retorno do sangue dos membros inferiores para o coração.

O sangue desce pelas artérias com a força do bombeamento cardíaco, mas o caminho de volta é um pouco mais complicado. Quando ocorre alguma dificuldade nesse retorno, formam-se varizes, inchaços e até doenças venosas crônicas.

Uma curiosidade interessante é que as meias têm uma pressão maior no tornozelo, que diminui gradativamente na panturrilha e coxa. Isso permite que o sangue suba em direção ao coração e não faça o movimento contrário.

Com a pressão das meias, você consegue alívio nas dores e na sensação de pernas pesadas que podem surgir após um dia inteiro em pé, viagens longas, na recuperação de cirurgias e durante a gestação, por exemplo. Isso acontece porque as meias diminuem o diâmetro das veias, o que aumenta a velocidade com que o sangue se desloca.

Frequentemente recomendadas para tratamento das varizes, as meias são grandes aliadas também para combater:

  • flebite: inflamação grave que afeta veias superficiais ou profundas;
  • trombose: condição causada pela formação de coágulos. Quando eles se desprendem e chegam até o pulmão (embolia), há risco de morte; (veja: Como escolher a melhor meia de compressão para trombose)
  • insuficiência venosa crônica: que causa dor, sensação de peso ou cansaço nas pernas, varizes, edemas (inchaços) e até úlceras, acompanhadas de coceira na pele.

As meias de compressão medicinais estão disponíveis em diversos modelos, inclusive com efeito modelador, ou seja, um benefício duplo.

Meias de compressão contra a celulite

Cerca de 95% das mulheres de 15 a 45 anos têm celulite. Influenciada pela dieta, fatores genéticos e hormonais, o problema pode ser controlado por meio de medidas simples. Alimentação equilibrada, ingestão de líquidos, exercícios físicos, cremes e do uso de meias de compressão são bons exemplos.

Com a vantagem de serem facilmente inseridas na nossa rotina corrida, as meias melhoram a circulação, reduzem a retenção de líquidos e diminuem o inchaço. Os resultados ficam mais visíveis depois de 60 dias. Outra vantagem estética é que a pressão estimula a drenagem linfática.

A meia de compressão anticelulite pode ser usada por baixo das roupas, para dormir ou como meia calça comum. Uma dica importante é pesquisar se o produto tem aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Meias de compressão para gestantes

Entre as gestantes, o risco de trombose é de 3 a 5 vezes maior do que entre as mulheres que não estão grávidas. Esse risco pode permanecer inclusive nas semanas seguintes ao parto.

Isso acontece porque na gravidez o volume de sangue no corpo aumenta e o crescimento do útero exerce pressão sobre as veias da região pélvica e sobre as que trazem o sangue dos membros inferiores de volta ao coração.

As meias de compressão para gestantes podem reduzir o inchaço dos pés, tratar as varizes e também são altamente recomendadas em viagens aéreas mais longas. Em qualquer caso, deve haver prescrição e acompanhamento médico. Com tecidos que oferecem conforto climático e elegância, a terapia de compressão é segura para a mulher e o bebê.

Meias de compressão esportivas

As meias de compressão esportivas conquistam cada vez mais adeptos, principalmente entre os fãs da corrida. E não é preciso ser atleta para se beneficiar delas. Mesmo para quem busca apenas perder peso e manter a saúde, elas contribuem para a performance, reduzem a sensação de cansaço nas pernas e o risco de lesões.

Quando nós corremos, a vibração do impacto com o solo se espalha pelos músculos. Quando eles estão comprimidos durante o uso das meias, as vibrações são menores. Por isso, há menos riscos de lesões e fadiga.

Outra curiosidade bacana sobre as meias esportivas é que elas diminuem o acúmulo de lactato. Essa substância é produzida naturalmente pelo corpo e faz com que os músculos endureçam, causando dores. Com as meias de compressão, a recuperação depois de um treino é mais rápida!

Siga as recomendações de um profissional especializado e avalie como seu corpo se comporta com e sem as meias. Veja se você se sente confortável, até encontrar a frequência ideal de uso.

Meias de compressão masculinas

Os problemas de circulação também afetam os homens, principalmente os sedentários, fumantes, acima do peso ou que trabalham muito tempo em pé ou sentados. Por essa razão, há diversos modelos de meias masculinas, também divididas em graus de compressão. Em várias cores, podem ser usadas no dia a dia, na prática esportiva e em ocasiões mais formais.

Em cada uma dessas categorias existem diversas compressões, que variam entre 15 e 40 mmHg. Essa é abreviação para “milímetros de mercúrio”, a medida convencional de pressão.

As dicas de uso e cuidados com as meias de compressão

As meias mais leves costumam ser focadas em bem-estar e prevenção.

Contudo, se você quer evitar varizes, tem propensão hereditária a problemas circulatórios e fica muito tempo em pé ou sentado, considere esse modelo.

Os modelos de média intensidade são indicados para quem já sente dores, tem inchaços, varizes e durante a gravidez. Já os de alta compressão são recomendados por médicos para tratar problemas venosos mais graves.

Certamente, é importante ressaltar que o melhor é lavar as meias de compressão à mão, secá-las à sombra e se programar para um par novo dentro de 6 meses. Com o tempo de uso, elas perdem a capacidade de pressão.

Ah, o mais importante: coloque-as assim que acordar, levante a perna e puxe com cuidado. A vantagem é que se você fizer isso deitado, e de manhã, as veias ainda não estão dilatadas. Para retirá-las, também não tem muito mistério. Vire a meia até o calcanhar, e apenas nesse momento comece a puxá-la do pé, com cuidado e devagar.

O uso de meias de compressão e mudanças de hábito podem evitar diversos males, como a trombose, uma doença silenciosa e que leva a graves problemas de saúde. Além disso, as meias podem melhorar seus resultados na prática esportiva e contribuir para a estética. Sempre com indicação e acompanhamento médico.

Agora que você já sabe para que serve cada um desses tipos de meias de compressão, fale conosco e conheça as opções que temos para o seu bem-estar!

[/fusion_text][/fusion_builder_column][/fusion_builder_row][/fusion_builder_container]

Источник: https://blog.maconequi.com.br/meias-de-compressao-para-que-serve/

Meias de compressão para varizes funcionam mesmo?

Meias de compressão: para que servem e quando não são indicadas

Meias de compressão para varizes funcionam? Essa é a pergunta que boa parte das pessoas que sofrem com má circulação sanguínea costumam fazer.

A má circulação afeta homens e mulheres, principalmente acima dos 30 anos, e pode causar vários problemas nas pernas, como inchaço, dores e varizes.

A preocupação leva as pessoas a acelerarem a busca por soluções e muitas delas – até por indicação de amigos – acabam conhecendo as meias de compressão.

Por isso, vamos explicar neste artigo como funcionam as meias de compressão para varizes.

Entendendo o que são as meias de compressão

Antes de conhecer os benefícios, é preciso entender o que são as meias de compressão, também chamadas de meias elásticas medicinais.

As boas opções do mercado são feitas com elastano, lycra, algodão peruano e egípcio e poliamida (nylon) dos melhores produtores internacionais.

Isso, aliado a processos de fabricação de última geração, muita pesquisa e tecnologia, garante qualidade e conforto.

Em geral, elas são vendidas nos tamanhos P, M, G e GG, que cobrem parte da perna ou a perna inteira. São fabricadas em diversas cores.

Apesar de mais usadas pelas mulheres, também há diversas opções para homens.

Como agem as meias de compressão para varizes?

Nas pessoas com problemas de circulação, o sangue bombeado pelo coração para percorrer todo o organismo por meio das artérias tem dificuldade em voltar ao coração e completar o ciclo.

A dificuldade pode ocorrer por algum entupimento nas veias. As varizes, inchaços e dores surgem quando o sangue não volta normalmente ao coração.

A solução é pressionar levemente a panturrilha para ajudar no bombeamento do sangue. Podemos utilizar como analogia a mangueira de jardim. Quando pressionamos levemente a mangueira, a água esguicha com mais pressão, acelerando a velocidade e o alcance do jato de água. E é isso que fazem as meias de compressão.

A força da pressão exercida vai depender do tipo da meia, se é de leve, média ou de alta pressão.

Em geral, a de suave pressão serve para prevenção de varizes e dores; a de média ajuda a melhorar a circulação de quem já está com varizes e a de alta pressão é indicada para quem tem muito inchaço e dores agudas.

Quem deve usar as meias de compressão para varizes?

As varizes, inchaços, dores e sensação de perna pesada costumam afetar alguns grupos de pessoas, entre eles:

– Quem fica muito tempo sentado;

– Quem fica muito tempo em pé;

– Viajantes de longos períodos em carro, ônibus e avião;

– Gestantes;

-Idosos;

– Pessoas com sobrepeso ou obesas;

– Quem tem histórico na família;

– Indicada também por médicos para prevenção de trombose durante procedimentos cirúrgicos.

Claro que se você não se encaixa no perfil acima, mas tem inchaço, dores ou varizes nas pernas, também está apto a usar as meias de compressão.

Porém, não é preciso esperar pelos problemas para começar a usar as meias. Elas são indicadas também para prevenção das varizes.

Leia também

Como prevenir escaras ou úlceras por pressão

É preciso algum tipo de cuidado ao usar as meias de compressão?

Como todo produto que tem o objetivo de melhorar a saúde das pessoas, o uso das meias de compressão deve ser indicado por médico.

Outro fator é que, com a possibilidade de falsificações e despreparo no repasse de informações, o consumidor deve comprar o produto apenas em lojas especializadas do ramo de artigos para saúde e bem-estar.

Nessas lojas há sempre profissionais treinados para apontar as melhores opções para as necessidades de cada pessoa.

Mas, afinal, meias de compressão para varizes funcionam?

Sim. Há diversos estudos científicos no mundo todo que já comprovaram a eficácia das meias de compressão.

Inclusive, o seu uso é aprovado pelos principais órgãos que regulamentam os produtos para saúde, como a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

Conclusão

Agora que você entendeu o que é a meia de compressão, avalie a possibilidade de optar por este produto para prevenir e combater as suas varizes. O importante é sempre fazer a escolha consciente de produtos de qualidade e com orientação de quem entende do assunto.

Источник: https://www.mobraz.com.br/blog/meias-de-compressao-para-varizes/

Meias de compressão: uso para prevenção e tratamento

Meias de compressão: para que servem e quando não são indicadas

A insuficiência venal crônica, doença que causa as varizes, está presente na vida de muitas pessoas- muitas vezes sem que saibam.

A Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular São Paulo (SBACV-SP) destaca que “cerca de 20 a 33% das mulheres e de 10 a 20% dos homens vão apresentar algum grau da doença ao longo de sua vida”.

Entre as queixas de pacientes com varizes e vasinhos está a dor, a queimação e o inchaço na região afetada, embora acometa, sobretudo, as pernas.

Importante salientar também que  pessoas com mais de 50 anos e com o passar da idade, as veias ficam mais flácidas e, como consequência, as válvulas menos ativas. Além do mais, os problemas de circulação, como a pressão alta, tendem a aparecer em pessoas de mais idade.

Como esta é uma doença que pode agravar todo o sistema vascular, seu tratamento deve ser realizado com seriedade, sem ignorar a importância dos sintomas. O principal método terapêutico é o cirúrgico, no entanto, o médico responsável pode indicar tratamentos menos intervencionistas, com o uso de meias de compressão e/ou de medicamentos flebotônicos.

De acordo com a SBACV-SP, estas alternativas “costumam ajudar a aliviar os sintomas como dor, inchaço, coceira e peso nas pernas enquanto se aguarda o momento de um tratamento definitivo, mesmo após ou na impossibilidade do mesmo.” 

Continue a leitura para entender como as meias elásticas de compressão contribuem para diminuir a dor e inchaço nas pernas! 

Para que servem as meias de compressão?

As meias de compressão são indicadas para casos de doenças venosas ou problemas vasculares, atuando na circulação do sangue e na prevenção do surgimento de varizes.

Ao realizar compressão nas pernas, o sangue volta dos pés para o coração e, desse modo, funciona como uma espécie de bomba, que controla a força da gravidade e ajuda no regresso do sangue.

Além de prevenir as varizes, as meias de compressão também auxiliam no inchaço dos pés, que pode surgir com o esforço do organismo ao bombear o sangue até o coração.

Vale dizer que as meias de compressão não eliminam a necessidade de tratamento especializado, com itens específicos para cada tipo de patologia, especialmente para quem sofre com os graves problemas vasculares e de circulação. 

Por que as meias elásticas custam mais?

Longe de ser uma meia comum, que podem ser adquiridas em lojas de departamento, as meias elásticas de compressão são tão importantes quanto o uso de um medicamento no pré ou pós-operatório, podendo até mesmo ser indicada como tratamento definitivo.

Por isso, se o médico recomendou o uso da meia de compressão, você deve encará-lo e usá-lo como parte do tratamento, assim como o uso de um medicamento para varizes. 

Os benefícios das meias de compressão

Ao calçar uma meia de compressão, ocorre uma compressão maior e de forma graduada em toda a área vestida, fazendo com que o diâmetro da veia das pernas seja reduzido e, com isso, as válvulas venosas se fecham, reduzindo a quantidade de sangue que reflui para os membros inferiores.

Assim, com o diâmetro menor, o sangue volta a fluir mais rapidamente, ajudando a impedir a formação de coágulos sanguíneos e trombos.

Na compressão graduada, há uma aceleração do fluxo de sangue de volta ao coração. Quando ocorre o movimento da perna, a meia de compressão forma uma barreira externa para os músculos, o que ajuda no bombeamento muscular muito mais eficaz.

Desse jeito, a meia de compressão proporciona uma sensação de alívio e conforto, diminuindo o inchaço e a ocorrência de problemas vasculares relacionados à má circulação sanguínea.

Quem pode usar as meias de compressão?

Existem diversos tipos de meias de compressão: medicinais, terapêuticas, esportivas, entre outras. Sendo assim não

somente pessoas com problemas circulatórios podem se beneficiar das meias de compressão, mas também pacientes com inchaço constante, entre outras condições relacionadas.

As meias medicinais são indicadas pelos médicos, para casos em que há válvulas deficientes ou veias obstruídas, que dificultam a volta do sangue até o coração. Sendo assim, elas podem ser usadas por:

  • pessoas com histórico familiar de varizes;
  • pacientes com insuficiência venosa;
  • gestantes;
  • obesos;
  • esportistas;
  • idosos;
  • pessoas com trombose na família;
  • sedentários.

Já as meias de compressão terapeutica são indicadas para indivíduos que passam muito tempo em pé ou sentados para atuarem de forma preventiva, auxiliando no retorno venoso, reduzindo inchaços, minimizando a sensação de cansaço e dores nas pernas e pés. Há, também, modelos específicos, como as meias de compressão antitrombo, indicados para minizar os riscos de complicações durante uma cirurgia ou no pós-cirúrgico como trombose ou embolia pulmonar.

Quem não pode usar as meias de compressão?

Apesar de todos os benefícios, as meias de compressão medicinais, não são recomendadas em algumas situações, sendo liberado o uso apenas sob prescrição médica. São os casos de:

  • isquemia;
  • insuficiência cardíaca não controlada;
  • presença de infecções nas pernas e pele.

Se você tem dúvidas quanto ao uso das meias de compressão, procure um médico para verificar a necessidade do produto para o seu tratamento.

Para saber mais sobre as meias de compressão e outros acessórios que ajudam no tratamento de problemas vasculares e circulatórios acesse o nosso site. 

Источник: https://www.santaapolonia.com.br/blog/meias-de-compressao-uso-para-prevencao-e-tratamento/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: