Movimentos Fetais: quando vou sentir o bebê?

Bebê se mexendo dentro da barriga, como é?

Movimentos Fetais: quando vou sentir o bebê?

Um dos grandes sonhos de muitas mulheres e casais é ter um filho. E a gravidez é uma experiência única e especial. E uma das maiores curiosidades que as mulheres têm é de saber como é a sensação do bebê se mexendo.

Quando começamos a sentir os movimentos do bebê dentro da barriga? Será que é fácil distinguir os movimentos do bebê das outras sensações abdominais? Mamães de primeira vigem demoram pra sentir o bebê? Apesar de serem tantas perguntas e tanta ansiedade de descobrir esta nova sensação, não se preocupe! Aqui você encontrará tudo sobre sentir o bebê se mexendo dentro da barriga.

Quando e como o bebê começa a se mexer?

O bebê na verdade se mexe desde sempre! Mas não é possível sentir o movimento do bebê ainda. A descrição dessa sensação varia de mãe pra mãe, mas no geral é uma sensação muito sutil e delicada, que muitas vezes se assemelha a uma borboleta ou bolha de sabão.

A doutora Liji Thomas, médica obstetra e ginecologista, publicou no site da News Medical um texto falando sobre o movimento fetal. Neste texto, ela fala um pouco sobre os tipos de movimentos que o bebê tem de acordo com a semana gestacional.

Como o texto original da doutora Liji está originalmente em inglês, nós traduzimos e resumimos esta parte do texto para você, confira abaixo:

Movimentos semana a semana

  • Antes das 9 semanas, todos os nervos estão juntos, pois estão se desenvolvendo o embrião arqueia a cabeça e as costas.
  • Na 9ª semana, bocejos e o movimento de se esticar são visíveis no ultrassom.
  • Na 10ª semana, você poderá ver os membros se movendo separadamente e movimentos repentinos.
  • Na 11ª semana, o bebê pode abrir a boca e chupar os dedos.
  • Na 12ª semana, é possível ver o bebê engolir o líquido amniótico.
  • Na 13ª semana, o bebê move vigorosamente os braços e as pernas, em chutes e golpes, e também pode responder ao toque da pele.
  • Durante 14ª – 20ª semana, ocorre um grande evento. Esta é a primeira percepção do movimento fetal pela mãe. Geralmente sentida entre 18 e 20 semanas na primeira gestação, pode ocorrer até 14 semanas em gestações posteriores devido ao aumento da sensibilidade dos músculos abdominais mais relaxados.
  • Das 20 às 36 semanas, todos os tipos de movimentos fetais são sentidos – movimentos fracos, fortes e rolantes. O bebê move todas as articulações e a coluna, garantindo o desenvolvimento adequado das articulações. O padrão de movimento muda, e os movimentos fracos vão diminuindo gradualmente ao longo do tempo, enquanto movimentos fortes e rolantes se tornam mais frequentes.
  • Na 28ª semana, todos os bebês mostram o reflexo de sobressalto (startle reflex). Neste período, o bebê traz braços e pernas em direção ao peito, quando de repente se assusta com um barulho alto, movimento repentino ou sensação de queda.No terceiro trimestre, o bebê mostra um movimento de bicicleta de ambos os pés, chamado de marcha. Isso é importante para ajudar o bebê a virar de cabeça para baixo para um parto normal. A essa altura, os movimentos são mais restritos pelo pequeno espaço disponível para o feto, que agora está maior.

Quando eu começo a sentir o bebê?

Assim como a doutora explicou, o mais comum é que você comece a sentir os movimentos do seu bebê entre 14ª semana e a 20ª semana. No entanto é mais comum que mamães de primeira viagem demorem um pouco mais para perceberem. Isso acontece porque é uma sensação nova e desconhecida e pode ser confundida com gases ou então cólicas.

Muitas mulheres que têm a rotina agitada, acabam percebendo mais tarde o bebê mexendo também. Como elas estão concentradas nas tarefas acabam não tendo tempo pra perceber esse momento tão sutil.

Mas não fique se comparando com as outras mães, se você ainda não sentiu o seu bebê e o seu médico diz que ainda não existe razão para preocupação, não se apavore, no momento certo você vai viver esse momento tão esperado.

Como estimular o bebê a se mexer

Mas para mamães extremamente ansiosas, esperar pode ser uma tarefas extremamente difícil. Mas para a alegria de todas, existem algumas formas de estimular o bebê a se mexer. Aqui está uma pequena lista de atividades que podem estimular o bebê a se mexer dentro da sua barriga:

  • Comer: Quando as mamães comem, o bebê também recebe a energia e os nutrientes destes alimentos. Por isso muitos bebês tendem a se mexer após uma refeição. Dica: Se você não tiver nenhuma restrição alimentar tente alguns alimentos de absorção rápida, eles podem ser um ótimo meio pra te ajudar a sentir o bebê.
  • Deitar: Segundo a doutora Sheila Sedicias, ginecologista, ficar com as pernas levantadas acima do quadril pode ajudar a mamãe a sentir o bebê mexendo.

Fique atenta ao ritmo

Cada bebê diferente do outro e cada gestação também. Por isso é importante que você conheça a frequência com que seu filho se movimenta. Sabendo assim, o ritmo do seu filho, você perceberá quando tiver uma queda muito brusca nessa frequência.

E principalmente em uma gravidez de risco, é importante estar atento à movimentação do bebê. Esta mudança drástica de frequência de atividade pode significar algum problema como a falta de oxigenação.

Por isso, sempre contacte o médico que está te acompanhando quando algo fora do comum acontecer.

O movimento do bebê e os relacionamentos

Algo muito interessante sobre os movimentos do bebê é que em alguns casos estes movimentos são respostas a acontecimentos externos. Como a voz do pai por exemplo.

Muitas mães relatam que os bebês ficam super agitados quando ouvem a voz do pai, que é grossa e por isso se propaga melhor no líquido amniótico. Ou então quando a mamãe está conversando com alguém que ela tem um grande afeto.

Desta forma, é muito clara a relação entre as atividades do bebê e os estímulos que ele recebe exteriormente, mesmo antes de nascer! Interessante não é mesmo?

Gostou dese texto? Compartilhe ele com a sua amiga que é mamãe de primeira viagem e está mega ansiosa pra sentir o bebê mexer. Como foi pra você essa sensação? Conta aqui nos comentários!

Источник: https://lavembebe.com.br/blog/bebe-se-mexendo-dentro-da-barriga-como-e/

Movimentos Fetais: quando vou sentir o bebê?

Movimentos Fetais: quando vou sentir o bebê?

Os bebês começam a se movimentar dentro do útero ao redor da 8ª semana de gravidez, mas, o seus movimentos são discretos e ele ainda é pequeno demais para que a grávida possa senti-lo. Apenas através da ultrassonografia é possível detectar a atividade fetal de forma tão precoce.

Sendo assim, na maioria das gravidezes, os primeiros movimentos fetais podem ser efetivamente percebidos pela mãe somente a partir da 18ª semana de gestação, época em que o bebê já suficientemente grande.

Se a mãe for magra e já tiver tido outras gestações, ela pode começar a sentir o bebê se mexer um pouco antes, por volta da 16ª semana.

Por outro lado, se a mãe tiver muita gordura abdominal, se for a primeira gravidez, ou se a placenta estiver posicionada na porção anterior do útero, os primeiros “chutes” do bebê podem surgir somente depois da 22ª semana.

Sobre os sintomas de gravidez, leia também:

Como é a sensação do bebê mexendo?

Inicialmente, os movimentos são discretos, e se for a primeira gravidez, você pode facilmente confundir os movimentos do bebê com os movimentos intestinais.

A sensação realmente é de gases. Algumas mães descrevem como bolhas estourando dentro da barriga ou sensação de estômago roncando. Outras descrições comuns incluem: “borboletas na barriga”, “palpitações no útero”, “tremores internos”, “algo rolando dentro da barriga”, “contrações nervosas”, “frio na barriga” ou “peixes nadando”.

Conforme o bebê vai ficando maior, mais forte e mais ativo, você não terá mais dúvidas quando ele estiver se mexendo e vai começar a sentir os “chutes”, que são movimentos bruscos que distendem a parede do útero.

A partir da 25ª semana, outras pessoas podem ser capazes de sentir os movimentos também. Basta pôr as mãos na barriga e esperar.

No terceiro trimestre (28ª semana em diante), você não só vai sentir, como pode até mesmo ver através da barriga o bebê se mexendo e se esticando. Nessa fase, como a parede abdominal está toda esticada pelo aumento do tamanho do útero, qualquer movimento mais brusco do bebê pode ser facilmente notado.

Até quando é normal não sentir o bebê se mexer?

Na primeira gravidez, é possível que você só note os primeiros movimentos lá pra 24ª semana. Isso é especialmente comum se a gestante tiver sobrepeso ou for obesa.

Também é importante destacar que, muitas vezes, a grávida já está sentindo o bebê se mexer, mas ela confunde os movimentos com gases intestinais.

Até a 24ª semana de gravidez, se estiver tudo normal nos exames do pré-natal, incluindo a ultrassonografia fetal, você não precisa se preocupar se não estiver sentido o bebê se mexer.

Quantas vezes por dia é normal o bebe se mexer?

O bebê não se mexe a toda hora, mas o normal é senti-lo mexer várias vezes ao longo do dia. Não há um número específico de movimentos considerados normais para que você possa ficar contando. Cada bebê tem suas características.

Portanto, durante a gravidez, você precisa reconhecer o padrão individual de movimentos do seu bebê. Uma nítida redução ou uma mudança prolongada no padrão pode ser sinal de algum problema.

O número de movimentos tende a aumentar até as 32 semanas de gestação e, em seguida, fica mais ou menos estável até próximo do parto.

Os movimentos costumam cessar quando o bebê dorme, fato que costuma durar de 20 a 40 minutos. Raramente a soneca do bebê demora mais que 90 minutos.

O bebê costuma estar mais ativo à noite, principalmente entre as 9 horas da noite e as 2 horas da madrugada.

Quando o bebê está acordado, ele se mexe cerca de 30 vezes por hora, mas nem todos os movimentos são perceptíveis.

No segundo e terceiro trimestres, estudos com ultrassonografia mostraram que os bebês apresentam uma ampla gama de movimento, incluindo flexões do tronco, soluços, rotações do corpo, alongamentos, movimentos dos membros, movimentos de sucção, protusão da língua, movimentos da cabeça, abertura e fechamento das mãos, etc.

Dos movimentos detectados pela ultrassonografia, aproximadamente 50% dos movimentos isolados dos membros e 80% dos movimentos envolvendo o tronco e um dos membros foram percebidos pela mãe.

Quais fatores podem afetar a minha capacidade de sentir os movimentos fetais?

Se você estiver ocupada ou trabalhando ao longo do dia, é possível que os movimentos passem despercebidos. Na dúvida, para confirmar que o bebê está se mexendo normalmente, você precisa relaxar e ficar pelo menos uns 30 minutos em repouso, com a barriga pra cima e atenta.

Há outros fatores que podem fazer com que os movimentos do bebê fiquem menos perceptíveis, sem que isso necessariamente indique algum problema.

Por exemplo, se a sua placenta estiver na parte anterior do útero (na parte da frente do seu útero), ela pode agir como uma almofada a abafar os movimentos do bebê. Situação semelhante pode ocorrer quando o dorso do seu bebê estiver encostado na frente do seu útero, pois os braços e as pernas dele estarão longe da sua barriga.

Quando devo me preocupar?

A partir da 28ª semana de gestão, a gestante já consegue ter uma ideia do padrão normal de movimentos do seu bebê.

Se você notar uma alteração no padrão normal, deite-se de barriga pra cima, comece a marcar o tempo e a contar os movimentos. Se você não sentir pelo menos 10 movimentos no intervalo de 2 horas, procure o seu obstetra.

Em geral, quando está tudo bem, a gestante consegue contar 10 movimentos em apenas 30 minutos. Mas alguns bebês podem ser naturalmente mais “preguiçosos”.

Existem aplicativos para Smartphones que ajudam as gestantes a contar os movimentos do feto. Se você souber qual é o padrão normal do seu bebê, fica mais fácil e rápido identificar quando algum problema surge.

O que pode significar redução dos movimentos fetais?

Até 40% das mães referem redução dos movimentos fetais em algum momento da gravidez. Na maioria dos casos, o quadro não é uma real redução dos movimentos, mas sim algo apenas transitório.

Uma real redução dos movimentos fetais é um sinal de problemas na gravidez e aumento do risco de morte para o bebê.

Cerca de 1 em cada 4 gravidezes que evoluem com redução dos movimentos fetais apresenta um dos seguintes problemas:

  • Restrição do crescimento fetal.
  • Feto com pequeno tamanho para a idade gestacional.
  • Insuficiência placentária.
  • Oligoidramnio (deficiência de líquido amniótico)
  • Ameaça de trabalho de parto prematuro.
  • Infecções intra-uterinas

Se você suspeita que há uma redução dos movimentos fetais, faça a contagem e entre imediatamente em contato com o seu obstetra. Não espere pelo dia seguinte para ver se vai melhorar.

Referências

Источник: https://www.mdsaude.com/gravidez/movimentos-fetais/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: