O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

Contents
  1. Toxina botulínica: o que é e para que serve o botox
  2. Para que serve a toxina botulínica?
  3. Como ela age?
  4. Como funciona?
  5. Onde posso aplicar?
  6. Objetivos estéticos
  7. Objetivos terapêuticos
  8. Contraindicações
  9. Cuidados necessários
  10. Afinal, como funciona a aplicação de botox? Entenda aqui!
  11. O que é o botox e como ele funciona?
  12. Quais as indicações do botox na odontologia?
  13. Sorriso gengival
  14. Sorriso assimétrico
  15. Bruxismo
  16. Disfunções da ATM
  17. Assimetria da face
  18. Implantes
  19. Como é feita a aplicação?
  20. Existem contraindicações?
  21. Quais cuidados precisam ser tomados?
  22. Conheça os riscos do uso de botox no rosto – Namu
  23. Rosto paralisado
  24. Riscos
  25. Botox faz mal?
  26. Botox para homens e mulheres
  27. Aparência plastificada
  28. Toxina Botulínica: descubra como funciona o botox
  29. Como funciona o botox quando aplicado à pele?
  30. Quem pode passar pelo procedimento?
  31. A toxina botulínica serve apenas para rejuvenescimento facial?
  32. O procedimento é seguro!
  33. Como a pele reage após o tratamento?
  34. Qual é o prazo para que a aplicação tenha efeito e qual é o tempo de duração?
  35. A manutenção deve ser feita após quanto tempo?
  36. Cuidados e dicas para o pós-aplicação
  37. Fique de olho e escolha um bom profissional
  38. Mercado em total crescimento
  39. Botox: o que é, para que serve e como funciona
  40. Para que serve
  41. Como funciona
  42. Possíveis riscos
  43. Botox: a Toxina Botulínica para amenizar linhas de expressão e rugas
  44. 2. QUAIS AS RUGAS PODEM SER TRATADAS COM A TOXINA BOTULÍNICA?
  45. 3. POSSO TRATAR O BIGODE CHINÊS COM BOTOX?
  46. 4. COMO AGE A TOXINA BOTULÍNICA?
  47. 5. QUANTO TEMPO DURA O EFEITO DA TOXINA BOTULÍNICA?
  48. 6. COMO É FEITA O TRATAMENTO COM A TOXINA BOTULÍNICA?
  49. 7. VEREI O EFEITO DA APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA IMEDIATAMENTE?
  50. 8. FICAREI COM A EXPRESSÃO CONGELADA COM A APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA?
  51. 9. PRECISO DE REPOUSO APÓS A APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA?
  52. 10. A APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA DEIXA MARCAS?
  53. 11. QUANTO TEMPO DURA O BOTOX?
  54. 12. O QUE É “TOXINA BOTULÍNICA PREVENTIVA”?
  55. 13. E A “TOXINA BOTULÍNICA CORRETIVA”?
  56. 14. COM QUAL IDADE POSSO APLICAR BOTOX?
  57. 15. QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DO BOTOX?
  58. 16. COMO O BOTOX AGE?
  59. 17. EM QUAIS REGIÕES DO ROSTO O BOTOX É EFICAZ?
  60. 18. QUAL DIFERENÇA ENTRE BOTOX E ÁCIDO HIALURÔNICO?
  61. 19. TOXINA BOTULÍNICA PODE CAUSAR ALGUM TIPO DE DEFORMAÇÃO?
  62. 20. BOTOX PODE CAUSAR ALERGIA?
  63. 21. O ORGANISMO CRIA RESISTÊNCIA À SUBSTÂNCIA DO BOTOX?
  64. 22. QUAIS PROFISSIONAIS PODEM APLICAR E COMO ESCOLHER  UMA CLÍNICA DE A TOXINA BOTULÍNICA?
  65. VEJA TAMBÉM!

Toxina botulínica: o que é e para que serve o botox

O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

A toxina botulínica, como o próprio nome diz, é uma toxina produzida por uma bactéria chamada Clostridium botulinum. Ela é usada para paralisar os músculos causadores das linhas de expressão.

Popularmente conhecida como botox, muitos podem pensar que os dois termos são sinônimos, mas, na realidade, Botox é o nome de uma marca que, dentre várias outras, fabrica e comercializa a toxina botulínica. Com o tempo, porém, quando nos referimos a um acabamos automaticamente também nos referindo ao outro.

Para que serve a toxina botulínica?

“Ela pode tanto ser usada para fins estéticos quanto para o tratamento de doenças dermatológicas e neurológicas”, explica a dermatologista Lilian Delorenze, que é membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

No entanto, a toxina se tornou mais conhecida por seus efeitos anti-idade, que contribuem para reduzir as linhas de expressão que surgem naturalmente com o passar dos anos.

Como ela age?

A toxina botulínica é produzida pela mesma bactéria que provoca o botulismo, uma doença considerada de alta gravidade e que provoca paralisia dos músculos, entre outros sintomas.

A propagação do botulismo se dá por meio da ingestão de água ou de alimentos contaminados e até mesmo pelo toque em superfícies que contenham a toxina, como maçanetas e cobertores.

No entanto, cientistas descobriram que, quando aplicada em doses bem pequenas, a toxina pode trazer benefícios estéticos e ajudar no tratamento de outras doenças. “Se aplicarmos quantidades mínimas de toxina botulínica em pontos específicos do rosto, por exemplo, conseguimos promover uma paralisia controlada dos músculos da face”, explica a dermatologista.

Isso porque a substância age como um bloqueador neuromuscular, impedindo a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos. Assim, não deixa que ocorra a contração muscular, seja parcial ou totalmente.

A aplicação controlada da toxina botulínica por um especialista não oferece qualquer risco de doença ao paciente.

Como funciona?

O tratamento, que todos conhecemos como botox, consiste na aplicação de pequenas doses da toxina por meio de injeções e em pontos específicos da região que se deseja tratar.

O número de aplicações necessárias e os pontos em que serão aplicados são definidos de acordo com os objetivos do paciente e sob as recomendações médicas. A intenção é que os resultados do tratamento sejam sempre os mais naturais possível, por isso a opinião de um especialista é fundamental.

As injeções são superficiais, por isso, nas aplicações, é usada uma agulha bem pequena e fina, que causa pouca ou nenhuma dor aos pacientes. Em geral, não é preciso anestesiar o local antes do procedimento e tampouco exige-se repouso ou recuperação após o tratamento.

A aplicação da toxina botulínica não leva mais do que meia hora e é feita quase sempre em uma única sessão. Os efeitos já podem ser sentidos após somente 48 horas, mas eles não são definitivos. Normalmente, eles duram de 4 a 6 meses. Depois, é necessário fazer uma nova aplicação.

O valor do tratamento com toxina botulínica varia de acordo com a região do corpo que será tratada e é proporcional à quantidade de produto que será aplicado.

A aplicação no terço superior do rosto, que é normalmente a mais procurada, costuma ficar na faixa dos R$1.300,00 a R$1.700,00.

Onde posso aplicar?

O botox é mais utilizado para tratar as marcas de expressão do terço superior da face. Ou seja, é bastante indicado para eliminar pés de galinha, rugas que se formam entre as sobrancelhas e as linhas horizontais na testa.

O procedimento relaxa a musculatura de forma a disfarçar a aparência das rugas já existentes e prevenir o surgimento de rugas mais profundas.

Mas também é possível fazer a aplicação em outras regiões do rosto, como:

  • Nas extremidades (caudas) das sobrancelhas, para deixá-las mais arqueadas. Isso porque, com o tempo, elas tendem a descer em decorrência da ação da gravidade;
  • No queixo, para reduzir rugas que aparecem no local;
  • No pescoço, para eliminar os vincos verticais que costumam surgir com o passar dos anos;
  • No colo, a fim de eliminar as linhas que surgem naturalmente com a idade;
  • Nas axilas, como forma de tratamento da hiperidrose axilar;
  • Nas mãos, para tratar a hiperidrose palmar;
  • Nos pés, para tratar a hiperidrose plantar;
  • Na gengiva, para disfarçar o sorriso gengival — quando a parte superior da gengiva aparece de forma desproporcional ao sorrir.

Objetivos estéticos

Qualquer pessoa pode fazer uma aplicação de botox, mas indica-se geralmente para pessoas adultas que ou já estejam com marcas de expressão mais avançadas ou que desejem prevenir os sinais do tempo na pele.

Para a dermatologista Lilian Delorenze, associar a aplicação da toxina botulínica a pessoas de meia idade é um erro.

“O botox pode, sim, ser usado para tratar aquelas ruguinhas chatas que surgem lá pelos 50 anos, mas ele também pode ser muito útil justamente para prevenir o aparecimento de rugas e linhas de expressão”, afirma.

Estamos falando de pacientes a partir dos 30 anos. “Se uma pessoa começar a aplicar toxina botulínica correta e periodicamente já nesta faixa etária, ela provavelmente vai chegar aos 50 com uma aparência bem mais jovial”, afirma Lilian.

Por fim, o botox também pode ser usado para redesenhar as sobrancelhas.

Objetivos terapêuticos

A toxina botulínica também é indicada para tratamentos terapêuticos, como sudorese (suor excessivo, também chamado de hiperidrose) nas mãos, pés e axilas.

Pessoas que sofrem de bruxismo, uma doença caracterizada principalmente pelo ranger dos dentes durante a noite, também podem se beneficiar da aplicação de botox.

Contraindicações

O procedimento é contraindicado em alguns casos muito específicos:

  • Pacientes que apresentem alergia aos componentes da fórmula da toxina botulínica;
  • Mulheres grávidas;
  • Mulheres lactantes (que estejam amamentando);
  • Pacientes com doenças neuromusculares.

Cuidados necessários

Botox é um procedimento simples, rápido e quase sempre indolor, e por isso não requer qualquer tipo de cuidado antes ou depois.

No entanto, é preciso ficar atento a alguns pontos caso você esteja considerando aplicar a toxina.

A primeira coisa é sempre consultar um especialista antes de fazer o agendamento. Explique a ele suas intenções com o tratamento e pergunte sobre os locais do corpo em que ele recomendaria a aplicação.

Além disso, garanta que o local seja uma clínica estética ou dermatológica confiável e preparada para realizar o procedimento corretamente e com segurança.

Источник: https://www.ativosaude.com/estetica/toxina-botulinica/

Afinal, como funciona a aplicação de botox? Entenda aqui!

O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

A aplicação de botox para evitar rugas e linhas de expressão já é muito conhecida por seus ótimos resultados na estética. Mas você sabia que a toxina botulínica também pode ser utilizada em tratamentos odontológicos para melhorar também a estética e, ainda, solucionar disfunções?

Cada vez mais dentistas têm apostado nessa solução para aliviar problemas de assimetrias no sorriso e garantir uma maior saúde bucal. Neste post, você entenderá melhor como essa substância é utilizada na odontologia e quais cuidados devem ser tomados para garantir os melhores resultados. Quer saber mais sobre o assunto? Então, continue a leitura.

O que é o botox e como ele funciona?

A toxina botulínica, também conhecida como botox, é uma substância produzida pela bactéria Clostridium Botulinum que, após ser industrializada e purificada, é utilizada para tratamentos estéticos e terapêuticos.

A toxina atua no bloqueio da liberação de um neurotransmissor chamado acetilcolina, responsável por fazer a ligação entre os músculos e o cérebro. Com isso, o botox age paralisando os músculos da região em que foi aplicado e deixando o tecido relaxado.

Na estética, essa paralisação é utilizada para combater a formação de rugas, marcas de expressão e também no tratamento de sudorese excessiva, bloqueando o estímulo das glândulas sudoríparas.

na odontologia, a toxina é utilizada para eliminar dores, incômodos e aliviar disfunções, como o bruxismo, além de melhorar a estética bucal.

Quais as indicações do botox na odontologia?

Os dentistas estão autorizados e são qualificados para realizarem aplicação de botox em procedimentos que compreendem a cavidade bucal, melhorando assimetrias e aliviando as dores. A seguir, confira os principais problemas que podem ser resolvidos com o tratamento.

Sorriso gengival

O sorriso gengival é um caso puramente estético, que embora não cause problemas funcionais, pode incomodar o paciente e, até mesmo, abalar sua autoestima. Quem tem esse tipo de característica, tende a mostrar muito a gengiva quando sorri, devido a uma maior elevação do lábio superior.

O botox, nesse caso, é uma alternativa ao procedimento cirúrgico e pode ser aplicado nos músculos responsáveis pela elevação do lábio, fazendo com que ele não seja tão puxado para cima durante o sorriso, harmonizando a estética.

Sorriso assimétrico

Já o sorriso assimétrico, ocorre quando um dos lábios ou um dos lados de algum lábio se abre mais do que o outro durante o sorriso, expondo os dentes desproporcionalmente. Assim como no caso anterior, o botox age na correção do problema por meio do relaxamento da musculatura do lábio, deixando o sorriso mais equilibrado.

Bruxismo

Outro distúrbio que pode ser aliviado com o uso do botox é o bruxismo, uma disfunção que faz com que o paciente acabe apertando e rangendo os dentes durante a noite. A pressão causada pela condição leva a dores nas articulações e na cabeça, podendo resultar, inclusive, em desgastes e quebras dos dentes.

Sendo assim, a aplicação do botox pode aliviar a força nos músculos responsáveis pelo apertamento, diminuindo a pressão e as dores.

Disfunções da ATM

Trata-se de um problema que causa diversos incômodos: as disfunções na articulação temporomandibular. Pacientes que sofrem com essa condição costumam sentir enxaquecas, dores no pescoço, além de dificuldades na mastigação e fala. Nesse caso, o botox atua como um complemento dos tratamentos, relaxando a musculatura e aliviando as dores na articulação. 

Assimetria da face

Além de corrigir desigualdades nos lábios, o botox também pode ser aplicado para solucionar assimetrias na face, que ocorrem devido a um crescimento em excesso do músculo masseter, responsável pela mastigação.

Diante disso, a aplicação da toxina age regredindo o volume do músculo e deixando a face mais equilibrada. Os resultados podem ser observados alguns meses após o tratamento.

Implantes

Por fim, a toxina também pode ser utilizada nas cirurgias de implante dentário. O relaxamento provocado pela substância nesses casos, auxilia na osseointegração, aumentando a segurança do parafuso na boca e melhorando os processos de cicatrização.

Como é feita a aplicação?

A aplicação do botox é realizada no consultório odontológico por meio de injeções da substância em pontos específicos de acordo com o problema. Os resultados iniciais aparecem nos primeiros dois ou três dias e o resultado final pode ser notado em 15 dias.

Assim como nos tratamentos estéticos para rugas, o botox nos procedimentos odontológicos também não dura para sempre, e precisa ser reaplicado após três ou seis meses para manutenção do efeito.

Existem contraindicações?

Sim. Apesar do procedimento ser pouco invasivo, existem pessoas que não devem passar pela aplicação do botox, é o caso, por exemplo, das grávidas e lactantes e de quem tem doenças autoimunes, como o lúpus.

Além disso, pacientes com sensibilidade aos componentes do botox ou intolerantes e alérgicos à lactose também estão entre as restrições. Assim como portadores de doenças neuromusculares ou que estejam passando por tratamento com aminoglicosídeo.

Quais cuidados precisam ser tomados?

O procedimento é relativamente simples, no entanto, alguns cuidados podem fazer com que os resultados sejam melhores e mais duradouros. Entre eles:

  • evite massagear a região da aplicação para que não ocorra difusão do produto;
  • evite viagens aéreas imediatamente após o procedimento;
  • evite a prática de exercícios físicos nos dois primeiros dias;
  • mantenha-se em posição vertical, sem deitar, pelas primeiras 4 horas;
  • evite banho de sol pelos 10 primeiros dias e utilize protetor solar caso seja inevitável.

Nos primeiros dias após a aplicação, é comum notar vermelhidão e inchaço ao redor dos pontos aplicados, bem como dores de cabeça e locais. Essas reações são esperadas e devem desaparecer em, no máximo, 24 horas.

Em resumo, a aplicação de botox é um procedimento que pode ser realizado pelo dentista para melhorar assimetrias no sorriso e aliviar dores nos dentes e articulações.

O tratamento tem bons resultados, no entanto, é importante verificar com o profissional, qual a marca da toxina botulínica utilizada no consultório e se ela conta com aprovação da Agência de Vigilância Sanitária.

A OdontoCompany é a única rede de clínicas odontológicas na América Latina que utiliza a marca Botox, a mais famosa do mundo por produzir a toxina botulínica. Quer conhecer melhor nosso trabalho? Entre em contato conosco e agende uma avaliação.

Источник: https://blog.odontocompany.com/aplicacao-de-botox/

Conheça os riscos do uso de botox no rosto – Namu

O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

27/09/19

Sem tempo para ler o artigo “Riscos do uso de botox no rosto”? Que tal OUVIR esse texto? Aperte o play abaixo e ouça o post.

A toxina botulínica tipo A, ou simplesmente botox, é uma substância obtida da bactéria Clostridium botulinum e empregada nos tratamentos de rejuvenescimento facial para diminuir a aparência de rugas e marcas de expressão. São conhecidos muitos casos de paralisia dos movimentos faciais e assimetrias na regiãos das sobrancelhas e dos olhos após seu uso. Ainda assim, o procedimento é cada vez mais popular.

No Brasil, não há dados efetivos sobre as aplicações realizadas, mas os dermatologistas afirmam que esse é um dos recursos mais procurados. Nos Estados Unidos, mais de 4 milhões de procedimentos com botox foram realizados em 2012, segundo pesquisa da Academia Americana de Cirurgia Plástica e Estética (ASDS).

Para saber quais os riscos do tratamento, o Portal NAMU conversou com a dermatologista Ada Regina Trindade de Almeida, médica do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo e membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e de Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD).

Rosto paralisado

Entre os muitos usos do botox, como tratamento de problemas de incontinência urinária, distonia muscular, entre outros, o mais comum é sua aplicação na face para suavizar marcas de expressão.

O medo de ficar com o rosto paralisado, no entanto, ronda aqueles que buscam na técnica uma saída para corrigir o que acreditam ser imperfeições. “A paralisação muscular não é algo comum. Se um médico especialista realizar a aplicação, os riscos serão pequenos.

Os tratamentos com a toxina botulínica tipo A buscam relaxar a musculatura para suavizar as expressões faciais e não paralisá-las”, afirma Almeida

A área entre as sobrancelhas (glabela) pode contribuir para dar a impressão de que uma pessoa está brava ou de mau humor. Os músculos dessa região influenciam também a posição das sobrancelhas. “Aplicamos a toxina para diminuir a tensão desses músculos e reposicionar a sobrancelha de modo que sua aparência fique mais relaxada”, explica Almeida.

Riscos

A aplicação do botox é muito procurada porque não oferece tantos riscos quanto as cirurgias plásticas e seus efeitos colaterais são raros. Contudo, eles existem. Nas primeiras 24 horas após o tratamento, é possível haver sintomas parecidos com o da gripe ou leves dores de cabeça.

O problema mais comum é a assimetria facial, ou seja, ficar com uma sobrancelha mais erguida do que a outra, uma parte do rosto mais enrijecida ou até mesmo um olho mais fechado do que o outro. Essa diferença só diminui quando a toxina perde efeito, o que pode demorar de quatro a seis meses.

Além de alterar a expressão do rosto, o uso indevido do botox pode causar ptose, que é a queda das pálpebras. Muitos médicos desaconselham a aplicação nas têmporas ou na parte lateral da testa. Costuma-se contraindicar a toxina também para pessoas que possuem flacidez acentuada na pele do rosto, pois isso pode agravar ainda mais o problema.

O botox é contraindicado também para mulheres grávidas ou que estejam amamentando. Almeida adverte que é importante informar ao médico também sobre casos de alguma doença autoimune ou neuromuscular, como distrofia muscular, miastenia gravis, miopatias, entre outras.

Como as aplicações são feitas em músculos, é importante que o profissional conheça bem a anatomia facial e o produto a ser utilizado. Segundo Almeida, os dermatologistas e cirurgiões plásticos são os mais indicados no caso dos procedimentos cosmiátricos, que são técnicas que privilegiam a estética e a aparência do paciente.

Existem muitas marcas da toxinas para uso estético. Como algumas têm ação mais ampla do que outras, podem paralisar a região ou atingir um músculo indesejado se forem aplicadas além do necessário.

Botox faz mal?

Se aplicada em doses corretas, a toxina não prejudica o paciente, nem em longo prazo, afirma a dermatologista.

“Os efeitos do botox são completamente reversíveis e os ingredientes contidos nele são absorvidos pelo corpo com o tempo”, diz Almeida.

“Além disso, a dosagem aplicada com seringas e agulhas do tipo de insulina para diminuir a aparências das rugas é muito baixa. O perigo de intoxicação ou de infecções existe, mas é pequeno, diz Almeida”.

Contudo, se aplicado em grandes quantidades ou atingir músculos que não sejam da região a ser tratada, o botox pode causar paralisia em outras partes do corpo. Outro risco da aplicação é a contaminação por botulismo que, apesar de muito rara, pode ocorrer por inexperiência do profissional.

O botulismo é uma doença causada pela bactéria da qual é fabricado o botox e pode paralisar os músculos, além de causar dificuldades para deglutir os alimentos.

Em casos graves, o micro-organismo prejudica a respiração e pode até fazer com que o coração, maior músculo do corpo humano, perca sua elasticidade.

Contudo, para que a doença se desenvolva, a substância deve ser injetada em grande quantidade no organismo uma vez que o modo mais comum de adquirir a doença é pela ingestão da toxina.

O Food and Drug Administration (FDA), órgão que regulamenta o uso de fármacos e alimentos nos Estados Unidos, afirma que o risco mortal de botulismo existe apenas no produto obtido no mercado ilegal, pois não possui certificado de qualidade. No Brasil, a toxina para procedimento é certificada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Botox para homens e mulheres

O público feminino ainda lidera a busca por procedimentos estéticos nos consultórios dermatológicos brasileiros. Contudo, os homens, principalmente os mais jovens, têm procurado cada vez mais esses tipos de tratamentos nos últimos anos, segundo Almeida.

A especialista brinca ao dizer que primeiro os homens mandam as esposas testarem o tratamento para rejuvenescer. Se o resultado agradar, eles as imitam. Almeida conta que a idade média dos interessados diminuiu: eles têm buscado os consultórios já a partir dos 35 anos.

“Não há idade limite. Há pacientes com 70 anos que recebem aplicações de botox. O que muda é a intensidade do tratamento”, diz Almeida. Ela explica que, ao contrário do que se pensa, os músculos não ficam resistentes ao produto. Na maioria das vezes, o efeito é o mesmo.

Com o envelhecimento da pele, é possível que a aplicação de doses maiores seja necessária. Mas ela alerta que, em alguns casos, algumas pessoas podem desenvolver anticorpos para a toxina, o que tende a aumentar a resistência aos efeitos do produto.

Por esse motivo, é importante respeitar o intervalo de quatro a seis meses entre as aplicações.

Aparência plastificada

Um dos medos que ronda as pessoas que se submetem às aplicações de botox é a possibilidade de ficar com a expressão facial plasticada. Almeida afirma que na maioria das vezes é o próprio paciente quem pede esse aspecto. “Muitos acham bonito, é uma questão de gosto. Alguns pedem para desse jeito, outros preferem algo mais natural”, comenta.

“Na ocasião do tratamento, é essencial que o médico considere a idade do paciente para que ele não fique com a aparência falsa. Se você olhar uma pessoa de 70 anos que não tem nenhuma ruga, vai pensar, e com razão, que alguma coisa está errada, afirma Almeida.”

Outros tratamentos

A dermatologista diz que outra evidência de que a toxina botulínica tipo A não traz efeitos colaterais é o fato de que ela pode ser usada em diversos tratamentos terapêuticos. Nesses casos, as doses usadas são maiores, já que o local a ser tratado é maior.

A descoberta do uso da toxina botulínica tipo A para o tratamento de rugas foi feita pelo casal de oftamologistas canadenses Jean e Alastair Carruthers em 1987 quando a utilizavam para tratar bleforospasmo, doença que causa uma disfunção muscular na região dos olhos.

A toxina pode ser usada também em tratamentos de paralisia facial e em pacientes que sofreram acidente vascular cerebral AVC. Como relaxante muscular, ele pode auxiliar também no tratamento de casos de atrofia ou dores de cabeça de origem muscular.

Источник: https://namu.com.br/portal/estetica/rosto/riscos-do-uso-de-botox-no-rosto/

Toxina Botulínica: descubra como funciona o botox

O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

Como funciona o botox? Essa é uma pergunta que, apesar de ampla, muita gente ainda se faz, principalmente aqueles que passarão pelo procedimento pela primeira vez.

Pensando nisso, elaboramos este artigo para esclarecer tudo sobre o processo de aplicação da toxina botulínica.

Como funciona o botox quando aplicado à pele?

A substância serve para o relaxamento sobre os músculos estriados, inibindo a liberação de acetilcolina, na junção entre o nervo e o músculo-neuro muscular.

O resultado são contrações, que fazem com que haja um relaxamento das linhas de expressão, assumindo grande importância na melhora estética.

Quem pode passar pelo procedimento?

Qualquer pessoa pode realizar a aplicação de botox, sendo inclusive, em casos de doenças específicas, até em crianças.

No entanto, para fins estéticos, é indicado ser feito a partir dos 20-25 anos, como forma de prevenir a formação de algumas linhas de expressão.

A partir dos 30 anos, começamos a utilizar o botox como auxiliar nos tratamentos antirrugas. Ou seja, não há idade determinada para início do tratamento.

A toxina botulínica serve apenas para rejuvenescimento facial?

Na estética, são diversas as maneiras que o botox pode ser utilizado. Segue alguns exemplos:

– Rugas na testa (linhas de expressão);– Rugas entre as sobrancelhas (glabela);– Rugas periorbiculares (pés-de-galinha);– Hiperidrose;– Sorriso gengival;– Poros dilatados (Mesobotox);– Nos músculos: depressor do ângulo da boca;

– Plastima (pescoço), mentoniano, e região mandibular (Lifting de Nefertiti).

O procedimento é seguro!

A aplicação é muito segura, principalmente quando realizada por profissionais qualificados, como os biomédicos estetas.

Durante muito tempo, houve um certo medo por parte de algumas pessoas que pensavam que ficariam “sem expressão”, mas isso não ocorre, se feito corretamente.

Assim, para o tratamento de linhas de expressão, o botox ainda é um dos tratamentos mais utilizados até hoje.

Como a pele reage após o tratamento?

Após a aplicação da toxina pode-se notar pequenas elevações na pele, que normalizam em poucos minutos.

São poucos os casos que acabam atingindo vasinhos, o que levaria a um pequeno hematoma, que pode durar alguns dias. Deve-se evitar exposição ao sol.

Qual é o prazo para que a aplicação tenha efeito e qual é o tempo de duração?

A toxina botulínica começa sua ação a partir de 48-72 horas e tem a duração de 3 a 6 meses, com a média em torno de quatro meses.

A manutenção deve ser feita após quanto tempo?

Para a manutenção do efeito, a reaplicação deve ser realizada a cada 4-6 meses.

Cuidados e dicas para o pós-aplicação

Evitar manipulação, fricção no local aplicado; permanecer com cabeça posição vertical por 4 horas; evitar exercícios violentos por 24-48 horas; e evitar exposição ao sol.

Fique de olho e escolha um bom profissional

Desconfie de preços baixos, de profissionais de redes sociais, e principalmente de lugares que não sejam uma clínica de estética. O barato, muitas vezes acaba saindo caro!

Busque sempre por profissionais qualificados, habilitados e renomados, como os biomédicos estetas, que podem sim realizar os procedimentos de maneira eficaz.

Pesquise também por outros pacientes que realizaram algum procedimento com esse profissional, coloque o seu lado jornalista pra fora e não invista seu dinheiro com quem não possui nem se quer formação para tal.

Saiba mais: Biomedicina Estética: conheça detalhes sobre o curso e área de atuação

Mercado em total crescimento

A estética, com certeza, é o setor profissional que mais cresce no Brasil e no mundo. Muitos biomédicos já enxergaram o quão grande é esta área e estão investindo.

A partir de uma Pós-graduação em Biomedicina Estética, você, biomédico, estará preparado para realizar este e outros tratamentos que envolve o mundo da beleza e boa forma.

A especialização poderá te levar a este nível maior de conhecimento e proporcionar sucesso profissional e lucro. Não perca tempo e invista em um futuro melhor.

seg 1 ter 2 qua 3 qui 4 sex 5 sáb 6 dom 7 seg 8 ter 9 qua 10 qui 11 sex 12 sáb 13 dom 14 seg 15 ter 16 qua 17 qui 18 sex 19 sáb 20 dom 21 seg 22 ter 23 qua 24 qui 25 sex 26 sáb 27 dom 28 seg 29 ter 30 qua 31 qui 1 sex 2 sáb 3 dom 4

Источник: https://biomedicinaestetica.com.br/toxina-botulinica-como-funciona-o-botox/

Botox: o que é, para que serve e como funciona

O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

O botox, também conhecido como toxina botulínica, é uma substância que pode ser utilizada no tratamento de diversas doenças, como microcefalia, paraplegia e espasmos musculares, isso porque é capaz de impedir a contração muscular e atua promovendo a paralisia temporária do músculo, o que ajuda a reduzir os sintomas relacionados com essas situações.

Além disso, como atua inibindo estímulos neuronais relacionados com a contração muscular, o botox é também muito utilizado como procedimento estético, principalmente para diminuir a rugas e marcas de expressão.

 Após a aplicação do botox, a região fica 'paralisada' por aproximadamente 6 meses, mas é possível que seu efeito comece a diminuir um pouco antes ou depois, dependendo do local, sendo preciso uma nova aplicação de botox para a manutenção dos resultados.

A toxina botulínica é uma substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum e, por isso, o seu uso deve ser feito apenas sob indicação médica, pois assim é possível que seja feita uma avaliação completa de saúde e possam ser avaliados os riscos relacionados com o uso dessa toxina.

Para que serve

O botox pode servir para diversas situações, no entanto é importante que seja feito sob orientação do médico, isso porque grandes quantidades dessa toxina podem ter o efeito contrário do desejado e promover a paralisia muscular permanente, caracterizando a doença botulismo. Entenda o que é e quais os sintomas de botulismo. 

Assim, algumas situações que o uso da toxina botulínica em pequenas quantidades pode ser recomendado pelo médico são:

  • Controle do blefaroespasmo, que consiste em fechar os olhos de forma vigorosa e descontrolada;
  • Redução da sudorese, em caso de hiperidrose ou bromidrose;
  • Correção do estrabismo ocular;
  • Controlar o bruxismo;
  • Espasmos faciais, conhecidos como tique nervoso;
  • Redução da salivação excessiva;
  • Controle da espasticidade em doenças neurológicas como microcefalia.
  • Diminuição da dor neuropática;
  • Relaxar uma contração muscular excessiva devido ao AVC;
  • Diminuição dos tremores em caso de Parkinson;
  • Combater a gagueira;
  • Alterações na região da articulação temporomandibular;
  • Combater a dor lombar crônica e em caso de dor miofascial;
  • Incontinência urinária causada pela bexiga nervosa.

Além disso, a aplicação do botox é bastante popular na estética, sendo indicado para promover um sorriso mais harmonioso, diminuindo a aparição da gengiva, e para tratar rugas e linhas de expressão.

É importante que o uso do botox na estética seja feita sob orientação do dermatologista ou outro profissional capacitado para aplicação da toxina, pois assim é possível obter um resultado mais satisfatório.

Saiba mais sobre o uso do botox na harmonização facial assistindo ao vídeo a seguir:

Como funciona

A toxina botulínica é uma substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum que, quando em grandes quantidades no organismo, pode levar ao desenvolvimento do botulismo, que pode resultar em graves complicações para a saúde.

Por outro lado, quando essa substância é injetada por via intramuscular em baixas concentrações e na dose recomendada, a toxina pode bloquear sinais nervosos relacionados com a origem da dor e promover o relaxamento muscular.

 Dependendo da dose utilizada, os músculos afetados pela toxina ficam flácidos ou paralisados e além do efeito local, como a toxina pode se espalhar pelos tecidos, outras áreas também podem ser afetadas, ficando flácidas ou até mesmo paralisadas.

Apesar de poder haver paralisia local, como são administradas pequenas quantidades de toxina botulínica, o efeito o botox é passageiro, de forma que para que se tenha o efeito novamente, é necessária nova aplicação.

Possíveis riscos

O botox só deve ser aplicado pelo médico devido ao fato de ser importante fazer uma avaliação completa do estado de saúde e ser verificada qual a quantidade ideal a ser utilizada no tratamento de forma que não se tenha efeitos adversos.

Isso porque quando a toxina é ingerida, pode levar à falha da respiração e a pessoa pode morrer por asfixia, o que pode acontecer também quando grandes quantidades dessa toxina é injetada, podendo haver paralisia de outros órgãos.

Além disso, o botox não deve ser realizado em caso de alergia a toxina botulínica, em caso de reação alérgica após uso anterior, gravidez ou infecção no local que deve ser aplicado, assim como não deve ser usada por pessoas que possuem doença autoimune, pois não se sabe como o organismo irá reagir à substância.

Источник: https://www.tuasaude.com/botox/

Botox: a Toxina Botulínica para amenizar linhas de expressão e rugas

O que é botox (toxina botulínica), para que serve e como funciona

Utilizamos a Toxina Botulínica para o tratamento de rugas dinâmicas, marcas de expressão, para mudar o desenho das sobrancelhas (arqueamento) e suor excessivo (hiperidrose).

As rugas dinâmicas são aquelas formadas pela contração muscular, como os pés de galinha e linhas da testa.

2. QUAIS AS RUGAS PODEM SER TRATADAS COM A TOXINA BOTULÍNICA?

A Toxina Botulínica trata pés de galinha, rugas entre as sobrancelhas e linhas na região da testa. Também é possível arquear as sobrancelhas.

3. POSSO TRATAR O BIGODE CHINÊS COM BOTOX?

Não. A Toxina Botulínica não é usada nestes casos. O tratamento bigode chinês ou sulco nasogeniano (SNG) é feito com outro tipo de tratamento, como os preenchimentos.

4. COMO AGE A TOXINA BOTULÍNICA?

Os músculos faciais se contraem quando recebem ordens de uma substância chamada acetilcolina. A Toxina Botulínica age bloqueando a ação desta substância, somente na área que recebeu a aplicação. Quando não existe a contração do músculo não há formação de rugas. Já no caso da sudorese excessiva, ela age bloqueando o estímulo do suor nas glândulas sudoríparas das axilas.

5. QUANTO TEMPO DURA O EFEITO DA TOXINA BOTULÍNICA?

Geralmente o tratamento feito com Botox dura entre 4 a 6 meses. Em homens consideramos 4 meses, já que possuem a musculatura maior e mais forte que as mulheres.

6. COMO É FEITA O TRATAMENTO COM A TOXINA BOTULÍNICA?

O procedimento é feito no consultório através da injeção da substância em pontos escolhidos de acordo com cada paciente.

7. VEREI O EFEITO DA APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA IMEDIATAMENTE?

Não. O efeito será percebido após 48hs da aplicação da Toxina Botulínica. Com 15 dias atingirá seu efeito máximo.

8. FICAREI COM A EXPRESSÃO CONGELADA COM A APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA?

Não. Avaliaremos a real indicação do tratamento assim como a expectativa de resultado de cada paciente com o tratamento com a Toxina Botulínica. O congelamento das expressões pode ser feito com o bloqueio total dos movimentos, mas apenas se for solicitado pelo (a) paciente. Hoje em dia as mulheres solicitam resultados discretos e muitas vezes somente o arqueamento das sobrancelhas.

9. PRECISO DE REPOUSO APÓS A APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA?

Não. Pode-se voltar ao trabalho imediatamente, porém nas 4 h seguintes não se deve deitar, fazer exercícios físicos ou massagear o local.

10. A APLICAÇÃO DA TOXINA BOTULÍNICA DEIXA MARCAS?

Não. Após a aplicação é comum existirem pequenos nódulos nos pontos onde foi injetado a Toxina Botulínica, que somem após alguns minutos. Pequenos hematomas da aplicação também podem ocorrer como todo procedimento que envolve o uso de agulhas.

11. QUANTO TEMPO DURA O BOTOX?

A realização da aplicação da Toxina Botulínica dura, em média, 10 minutos. No entanto, os primeiros resultados serão percebidos pelo paciente após 48 horas da aplicação, aumentando sua ação em cerca de duas semanas. O efeito irá durar em torno de 3 a 6 meses, dependendo do sexo, prática de atividade física, idade, força muscular…

Após 15 dias é importante que o paciente retorne à clínica para que o profissional responsável faça uma avaliação e verifique a necessidade de complementações ou ajustes.

12. O QUE É “TOXINA BOTULÍNICA PREVENTIVA”?

O termo “Toxina Botulínica preventiva” ganhou bastante espaço recentemente com mulheres mais novas optando pela realização do tratamento.

Essa prática refere-se à aplicação da substância em pessoas que ainda não tem marcas de expressão profundas. O tratamento, nesses casos, é usado para prevenir o surgimento das rugas dinâmicas.

Uma vez que evita a contração muscular em pontos específicos da face nos quais foi aplicada, a substância ajuda a manter uma aparência mais jovial por mais tempo.

13. E A “TOXINA BOTULÍNICA CORRETIVA”?

Antigamente, a técnica era quase sempre focada em corrigir efeitos da ação do envelhecimento, sendo realizada por mulheres na faixa etária dos 40 anos, em média.

Devido à opção de adotar a técnica cada vez mais cedo, também surgiu o termo que se refere a quem se submete ao tratamento já com rugas dinâmicas mais marcadas, sendo chamado então de Toxina Botulínica corretivo.

Nesses casos, o tratamento ajuda a amenizar as rugas e marcas de expressão já existente e é direcionado para pessoas mais velhas ou com maior predisposição ao surgimento de rugas.

14. COM QUAL IDADE POSSO APLICAR BOTOX?

Com a difusão da aplicação da Toxina Botulínica preventivo tornou-se mais comum que a técnica seja usada por mulheres mais novas. 

Dessa forma, o recurso pode ser usado a partir dos 25 anos desde que haja consciência quanto aos resultados obtidos em cada faixa etária.

Destaca-se que nos tratamentos preventivos os efeitos são menos perceptíveis, pois a técnica não está ajudando a amenizar um problema, mas evitar que ele apareça. 

15. QUAIS AS CONTRAINDICAÇÕES DO BOTOX?

Assim como procedimentos com outros medicamentos, o uso da Toxina Botulínica não é recomendado para pacientes que tenham alguma alergia a qualquer componente da fórmula.

A técnica é contraindicada para mulheres grávidas ou lactantes. Algumas condições também fazem com que a substância não deva ser usada, como portadores de doenças neuromusculares, imunológicas e coagulopatias, mesmo quando a patologia está sendo tratada.

A presença de alguma infecção ou inflamação no local da aplicação também contraindica o uso, como uma dermatite ou psoríase.

16. COMO O BOTOX AGE?

A toxina botulínica é uma proteína produzida pela bactéria Clostridium botulinum, a mesma responsável pela doença botulismo.

Para o uso estético, a substância é purificada e industrializada, tendo efeitos apenas para relaxar a musculatura.

Quando a toxina botulínica é injetada nas rugas dinâmicas ela atua como um bloqueador neuromuscular e impede a transmissão de estímulos dos neurônios para os músculos, o que evita, parcial ou totalmente, a contração muscular.

Sem a contração da musculatura facial as rugas dinâmicas não se formam e fazem com que o rosto não fique com um aspecto marcado.

17. EM QUAIS REGIÕES DO ROSTO O BOTOX É EFICAZ?

A aplicação da Toxina Botulínica vai gerar melhores resultados nas regiões da face que têm uma grande atividade muscular, com a formação de linhas de expressão. 

Entre os locais mais recomendados para aplicação estão a testa (fronte), espaço entre as sobrancelhas (glabela), região logo acima das sobrancelhas, lateral dos olhos e queixo (área do mento).

18. QUAL DIFERENÇA ENTRE BOTOX E ÁCIDO HIALURÔNICO?

A toxina botulínica visa o relaxamento da musculatura para amenizar as rugas e expressões faciais.

Já o ácido hialurônico é utilizado para dar volume (preencher) nos locais nos quais é aplicado. 

Por exemplo, o ácido deve ser usado nas linhas de expressão profundas, como o sulco nasogeniano. Mas se o problema são os pés de galinha, a recomendação é usar a toxina botulínica.

19. TOXINA BOTULÍNICA PODE CAUSAR ALGUM TIPO DE DEFORMAÇÃO?

Um receio frequente das pacientes é quanto a ocorrência de deformações na face em decorrência do uso da substância, mas esse tipo de problema é incomum.

O que pode acontecer é a formação de edemas (inchaço) nos primeiros dias após a aplicação, mas mesmo essa ocorrência é rara e desaparece em pouco tempo.

Quando a aplicação é realizada por um profissional não qualificado, pode causar assimetria na face, como diferenças de altura das sobrancelhas, queda das pálpebras, paralisias faciais transitórias e incontinência dos lábios.

Essas ocorrências estão relacionadas com a má administração da substância, o que pode ocorrer em qualquer tipo de tratamento quando o profissional não é capacitado.

20. BOTOX PODE CAUSAR ALERGIA?

Por se tratar de um complexo proteico, a toxina botulínica pode causar uma reação alérgica, ainda que a ocorrência seja bastante incomum.

Devido essa possibilidade é importante que o paciente converse previamente com o especialista e informe o histórico de alergias.

21. O ORGANISMO CRIA RESISTÊNCIA À SUBSTÂNCIA DO BOTOX?

Em geral, quando o tratamento é realizado utilizando a substância em quantidades adequadas e nos intervalos determinados pelo especialista, a ação mantém-se com certa uniformidade.

No entanto, existem casos de diminuição dos efeitos principalmente quando o paciente realiza aplicações rotineiramente e em quantidades consideráveis. 

22. QUAIS PROFISSIONAIS PODEM APLICAR E COMO ESCOLHER  UMA CLÍNICA DE A TOXINA BOTULÍNICA?

É fundamental que ao decidir pela aplicação da Toxina Botulínica, o paciente escolha um profissional capacitado e autorizado a manusear e realizar tratamentos com a toxina botulínica.

Em geral, é recomendado realizar o procedimento apenas com um cirurgião plástico ou dermatologista, evitando cair em armadilhas com pessoas pouco capacitadas em fazer uso da substância.

O paciente também deve avaliar a estrutura da clínica da Toxina Botulínica antes de optar pelo tratamento no local.

Avalie, por exemplo, se a clínica da Toxina Botulínica é devidamente higienizada e se possui certificação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para funcionar.

Clique aqui e envie-nos suas dúvidas.

Desejando agendar uma consulta, basta clicar no link “Agende sua consulta” ou ligue agora para (11) 3285-6412 ou 3285-3514.

VEJA TAMBÉM!

Quer saber mais sobre Toxina Botulínica? Fizemos um ótimo material sobre o assunto que você pode conferir acessando aqui!

Источник: https://www.lucianapepino.com.br/procedimentos-esteticos/botox/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: