O que é hemorroida externa, principais causas e tratamento

Hemorroidas externas: 4 formas de tratar e aliviar os sintomas

O que é hemorroida externa, principais causas e tratamento

O tratamento para hemorroidas externas pode ser feito com medidas caseiras como banhos de assento com água morna, por exemplo. No entanto, remédios anti-inflamatórios ou pomadas para hemorroidas também podem ser úteis no tratamento para aliviar a dor e o desconforto, reduzindo as hemorroidas rapidamente.

Quando as hemorroidas são muito grandes ou surgem com frequência, o proctologista pode indicar uma cirurgia, mas geralmente estas medidas caseiras são eficazes e tem efeito duradouro.

Assim, para controlar a hemorroida de forma rápida é indicado:

1. Banho de assento 

A água morna ajuda a aliviar o inchaço e a dor, mas devem durar cerca de 15 a 20 minutos e podem ser feitos várias vezes ao dia.

Algumas plantas medicinais que podem ser acrescentadas na bacia com água morna são camomila, lavanda, arnica e hamamélis, que irão ajudar a acalmar a região aliviando a dor em poucos minutos.

Mas para evitar que o local infeccione é recomendado usar uma bacia de inox devidamente limpa e desinfetada com álcool, e deve-se trocar a água a cada banho de assento realizado.

2. Comer mais fibras e beber mais água

Comer em todas as refeições alimentos ricos em fibras, como os integrais, vegetais folhosos e frutas com casca, também é uma excelente forma de amaciar as fezes, trazendo menos desconforto na evacuação. Mas para um melhor aproveitamento das fibras também é importante beber 2 litros de água por dia.

Alguns exemplos de alimentos indicados são: figo, mamão e aveia, mas também é possível acrescentar uma fibra solúvel em água, como a Metamucil ou Muvinlax, que se compra na farmácia.

Basta misturar 1 colher de sobremesa ou 1 sachê desse pó em 1 copo de água, sopa ou suco e tomar em todas as refeições.

Além disso, deve-se ingerir bastantes líquidos ao longo do dia, e caso esse cuidado não seja tomado, o efeito pode ser o contrário e as fezes podem ficar ainda mais duras e difíceis de sair, agravando as hemorroidas.

3. Usar pomada para hemorroida

As pomadas para hemorroidas só devem ser usadas sob indicação médica, ainda que possam ser compradas sem receita. Elas ajudam a diminuir o tamanho da hemorroida e a aliviar a dor em poucos minutos, e devem ser aplicadas de 2 à 4 vezes por dia, enquanto houver dor e desconforto. Bons exemplos são Imescard, Proctosan e ​Ultraproct. 

4. Remédios caseiros 

Um excelente remédio caseiro são os banhos de assento, mas também é possível fazer uma pomada caseira para hemorroida. Veja os ingredientes e os passos necessários no vídeo a seguir:

5. Remédios para hemorroida

Comprimidos como Paracetamol e Ibuprofeno podem ser utilizados para aliviar dor, e sob orientação médica, medicações como Daflon ou Perivasc, para aliviar o inchaço, dor e sangramentos causados pela hemorroida. Os diabéticos só devem usar remédios para hemorroidas sob orientação médica. Veja Como o diabético pode curar as hemorroidas sem riscos.

Geralmente a hemorroida externa alivia logo depois de seguir estes tratamentos, desaparecendo em 2 ou 3 dias, mas nos casos mais graves, quando não há sinais de melhora, pode ser necessária uma cirurgia.

6. Cirurgia para hemorroida

A cirurgia para hemorroidas externas só é indicada nos casos mais graves, quando a hemorroida sofre trombose ou se rompe, pois geralmente com o uso das pomadas, os banhos de assento e a alimentação, a hemorroida externa desaparece. Saiba mais em Cirurgia para hemorroidas.

Porém, após a cirurgia, o indivíduo deve continuar a fazer uma dieta rica em fibras e evitar fazer esforço ao evacuar para prevenir o aparecimento de novas hemorroidas.

Cuidados durante o tratamento

Durante o tratamento, o indivíduo deve ter alguns cuidados como:

  • Evitar usar o papel higiênico, lavando a região anal com água e sabão após as evacuações;
  • Não levantar pesos;
  • Não comer alimentos muito condimentados e apimentados;
  • Fazer exercício físico leve ou moderado, que pode ser uma caminhada;
  • Se necessário, utilizar uma almofada em forma de aro com uma abertura no centro para sentar.

Outra dica importante é não fazer força para evacuar, pois isso aumenta o risco de criar mais hemorroidas. Veja no vídeo a seguir qual a posição correta de sentar para facilitar a saída das fezes.

Sinais de melhora

Os sinais de melhora das hemorroidas externas incluem o alívio da dor, especialmente ao sentar e evacuar, assim como a diminuição do inchaço da hemorroida e a diminuição ou desaparecimento de sangue nas evacuações. Além disso, o fato do indivíduo deixar de palpar a hemorroida significa que ela desapareceu.

Sinais de piora

Os sinais de piora das hemorroidas externas incluem o aumento da dor, principalmente ao sentar ou evacuar, assim como do inchaço da hemorroida. Além disso, a hemorroida externa pode estar maior, quando o indivíduo a palpa, e pode perder mais sangue nas evacuações.

Источник: https://www.tuasaude.com/tratamento-para-hemorroidas-externas/

Hemorroidas

O que é hemorroida externa, principais causas e tratamento

As hemorroidas podem ser externas ou internas. Quando externas, assemelham-se às varizes e são visíveis na borda do ânus e, quando internas, localizam-se acima do esfíncter anal e causam sintomas mais agudos.

Hemorroidas são veias ao redor do ânus ou do reto que se inflamam ou dilatam.

Durante o movimento intestinal, essas veias dilatam-se e retraem-se, geralmente voltando ao tamanho normal. No entanto, o esforço repetido para evacuar, seja por intestino preso (obstipação) ou fezes endurecidas, pode dificultar o processo de drenagem do sangue e provocar a formação de hemorroidas.

Veja também: Leia entrevista sobre hemorroidas

As hemorroidas podem ser externas ou internas. Quando externas, assemelham-se às varizes ou a pelotas de sangue e são visíveis na borda do ânus. Quando internas, localizam-se acima do esfíncter anal e causam sintomas mais agudos.

Causas de hemorroidas

  • Obstipação, vulgarmente conhecida como prisão de ventre;
  • Gravidez: em virtude da pressão que o feto exerce sobre as veias da parte inferior do abdômen;
  • Obesidade: o excesso de peso também aumenta a pressão nas veias abdominais;
  • Vida sedentária: diminui o estímulo para a digestão dos alimentos e a irrigação sanguínea do ânus;
  • Componente genético: casos de hemorroidas na família podem indicar predisposição para desenvolver a doença. O inverso também é possível, isto é, desenvolvimento de hemorroidas sem que haja precedentes familiares;
  • Dieta pobre em fibras e pequena ingestão de líquidos;
  • Sexo anal: pode produzir fissuras numa região muito vascularizada.

Sintomas de hemorroidas

  • Coceira provocada por inchaço das veias o que aumenta a tensão sobre as terminações nervosas;
  • Sangramento resultante do rompimento das veias anais (sinais de sangue aguado ou manchas de sangue perceptíveis na roupa íntima ou no papel higiênico);
  • Dor ou ardor durante ou após a evacuação;
  • Saliência palpável no ânus.

Tratamento de hemorroidas

O tratamento para as hemorroidas pode ser:

  • Tópico ou local, com pomadas e supositórios;
  • Cirúrgico (hemorroidectomia), isto é, retirada das veias doentes. Por vezes, apenas a punção do coágulo que entope o vaso hemorroidário pode resolver o problema sem cirurgia;
  • Ligadura elástica: técnica que consiste no estrangulamento da veia afetada.

Recomendações para lidar com hemorroidas

  • Evite o papel higiênico que irrita e aumenta a inflamação.

    Lave a região anal e seque com toalha de algodão;

  • Procure adotar uma dieta saudável à base de alimentos ricos em fibras e frutas frescas;
  • Beba muito líquido para umidificar as fezes e evitar a prisão de ventre, mas evite bebidas alcoólicas;
  • Respeite a necessidade de evacuar;
  • Lembre-se: banheiro não é biblioteca. Permaneça sentado no vaso sanitário somente o tempo necessário para evacuar. Se não conseguir naquele momento, tente mais tarde. Procure relaxar. Muito esforço afetará as veias que podem já estar enfraquecidas;
  • Evite permanecer muito tempo na mesma posição. Caminhe sempre que possível, inclusive no local de trabalho;
  • Tome banhos de assento mornos. Eles podem aliviar os sintomas;
  • Faça compressas de gelo. Elas ajudam a aliviar os sintomas e a eliminar o inchaço.

Quando sintomas podem indicar uma investigação mais minuciosa

Hemorroidas não costumam constituir um problema muito sério de saúde. Entretanto, procure imediatamente assistência médica nos seguintes casos:

  • Sangramento anal intenso acompanhado ou não de fezes;
  • Sangramento que persiste por uma semana ou mais;
  • Endurecimento da saliência externa que se formou no ânus.

Perguntas frequentes sobre hemorroidas

Devo parar de comer alimentos apimentados?

A ingestão de condimentos não causa hemorroida. Porém, pessoas que estão com a doença não devem consumir esses alimentos porque eles irritam tecidos já inflamados, piorando os sintomas.

Hemorroida causa dor?

A dor não é um sintoma obrigatório. Sua ocorrência depende do tipo de hemorroida, sendo mais comum nas externas que nas internas e nas que apresentam saliências grandes. As hemorroidas costumam doer com mais frequência quando se encontram inflamadas ou quando há complicações como trombose.

Источник: https://drauziovarella.uol.com.br/doencas-e-sintomas/hemorroidas/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: