O que é psicanálise, como é feita e para que serve

Diferença entre psiquiatra, psicólogo e psicanalista

O que é psicanálise, como é feita e para que serve

Muitas pessoas têm dúvidas sobre qual profissional procurar quando se quer tratar a saúde mental.

Psicólogos, psiquiatras e psicanalistas são três profissões que trabalham com a mente humana, mas são distintas em alguns pontos e possuem abordagens diferentes. No entanto, os três profissionais podem atuar juntos no tratamento ou acompanhamento de um paciente.

Cada uma delas, dentro da sua área de atuação e com seu método de tratamento, busca garantir ao paciente o aumento da qualidade de vida e a promoção da saúde. Por isso, é importante conhecer cada uma delas para saber qual profissional procurar.

Leia também: Como a psicologia ajuda estudantes no período pré-vestibular e Enem

O psicólogo é um profissional formado no curso de psicologia, no qual estuda cerca de cinco anos para concluir a graduação e, após a conclusão, deve ter seu registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP) para que possa exercer a profissão.

Psicólogos podem atuar em atendimento individual ou em grupo.

O profissional de psicologia não é um médico e, por isso, não tem permissão para receitar remédios aos pacientes. Os psicólogos trabalham com a intervenção psicológica, sendo ela por meio da orientação, diálogo e aconselhamento. Uma das principais virtudes do psicólogo é saber ouvir.

A formação em psicologia pode ser ramificada para diversas linhas, inclusive a psicanálise, e, após o profissional ter seu CRP, ele se torna apto para atuar na área que escolher. O psicólogo pode fazer psicodiagnósticos, orientação vocacional, psicoterapia, tratamento de fobias e atuar em muitas outras áreas.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade ;)

O campo de atuação do psicólogo é vasto, podendo atuar em escolas, equipes esportivas, empresas, clínicas e hospitais. Na maioria das vezes, eles são procurados para atender pessoas que estão passando por algum tipo de transtorno comportamental, como crises emocionais, luto, problemas no trabalho ou relacionamentos, depressão, fobia e outros casos.

O psicólogo é o profissional encarregado de estudar o comportamento humano, fazendo análises por meio da observação e também da interação para tentar diagnosticar, prevenir e tratar doenças relacionadas ao sistema emocional.

O tratamento de um paciente por um psicólogo costuma ter longa duração, já que ele tenta desenvolver a capacidade das pessoas de entenderem as causas daquilo que acontece com elas e o impacto disso em seus comportamentos.

Quando o psicólogo nota que o paciente precisa usar medicamentos, como antidepressivos, ele faz o encaminhamento a um psiquiatra.

Leia também: Diferença entre doenças, síndromes e transtornos

Psiquiatra

Dos três profissionais citados neste artigo, o psiquiatra é o único que é médico. O psiquiatra forma-se em medicina e, posteriormente, especializa-se em psiquiatria. São cerca de nove a dez anos até que esse profissional possa concluir sua formação.

Profissionais podem trabalhar em conjunto no processo de tratamento de um paciente.

O médico psiquiatra, durante sua especialização, passa pelos setores de neurologia, emergências, clínica médica e outras para que possa aprender, na prática, a forma de estudar e tratar um paciente.

O trabalho do psiquiatra é um pouco mais abrangente, já que ele tem conhecimento sobre neurologia e psicofarmacologia e, por isso, tem a capacidade de compreender a questão biológica do problema apresentado pelo paciente.

Entre os profissionais que atuam no trabalho da mente humana, o único que pode prescrever medicação para o paciente é o psiquiatra. Quem estiver em tratamento com esse profissional, além do auxílio neurológico, também pode receber um auxílio medicamentoso.

Psicanalista

A psicanálise é um método terapêutico que foi proposto pelo médico neurologista Sigmund Freud, no século XX, com o objetivo de entender como funcionava a mente humana, em especial dos que tinham sofrimento mental. Freud pedia para que seus pacientes se deitassem em um sofá, o conhecido “divã”, de forma que eles pudessem sentir-se mais à vontade durante as consultas.

Representação de Freud e divã em museu de Londres [1]

Como a psicanálise é uma linha terapêutica da psicologia, geralmente os psicanalistas são psicólogos que se especializam nesse tipo de terapia. Também é comum ter médicos que são psiquiatras e psicanalistas, podendo, nesse caso, receitar medicamentos.

No entanto, para ser um psicanalista, não é necessário ter formação em psicologia ou medicina. O psicanalista pode ser graduado em outras áreas distintas das que cuidam da saúde mental. A especialização em psicanálise dura, em média, dois anos.

O psicanalista utiliza associações livres, sonhos e materiais inconscientes do próprio paciente para poder auxiliá-lo em sua recuperação. Alguns psicanalistas utilizam a técnica da regressão, que consiste em instruir o paciente a buscar na sua mente o exato momento de sua vida que possa ter originado as emoções negativas.

Diferenças entre as profissões

É importante lembrar que os psicólogos e psiquiatras podem ser psicanalistas, mas nem todo psicanalista é um psicólogo ou psiquiatra, já que ele pode ter formação superior em outras áreas.

Veja as diferenças entre os três profissionais:

FormaçãoPsicólogoPsiquiatraPsicanalista
PsicologiaMedicina(Com especialização em psiquiatria)Não exige graduação específica, apenas especialização na área.
AtuaçãoClínicas, hospitais, empresas, escolas etc.Clínicas e hospitaisClínicas
TratamentoVárias linhasExames e medicaçõesPsicanálise
PúblicosIndividual ou grupoIndividualIndividual ou grupo
MedicaçãoNão utiliza.Pode receitar.Não utiliza.

Créditos da imagem:

[1] Shutterstock/Yuri Turkov

Por Giullya Franco
Jornalista

Источник: https://brasilescola.uol.com.br/curiosidades/psiquiatra-psicologo-psicanalista.htm

O que é psicanálise, como é feita e para que serve

Todos nós, em algum momento, já passamos por situações conflitantes em nossas vidas. Situações em que não entendemos os nossos sentimentos e emoções, em que não vemos saída, em que tudo o que nos resta são dúvidas e desconfianças.

Para nos ajudar a resolver todos estes questionamentos e encontrar razões para esses sentimentos é que existe o psicólogo. Ele é o profissional que, através da abordagem psicanalítica, ajuda as pessoas na busca pelo autoconhecimento.

Como ocorre a abordagem psicanalítica?

A psicanálise preocupa-se em entender como funciona a mente humana, partindo do princípio de que muitos dos processos psíquicos são inconscientes. Na abordagem psicanalítica, nossas emoções e atitudes são o resultado de fatores dos quais não temos consciência.

O paciente é levado a refletir e se enxergar de outra maneira durante a abordagem psicanalítica. Com o auxílio do psicólogo, durante as sessões de análise, o paciente passa a conhecer melhor a própria mente e a identificar a razão de seus sentimentos, conflitos e emoções.

A pessoa é vista como um todo na abordagem psicanalítica. Não são considerados somente os sintomas e circunstâncias atuais, mas é feito um acompanhamento muitas vezes durante anos, observando o cotidiano do paciente e suas reações diante de várias situações e, também, suas relações interpessoais.

Entendendo o problema e identificando sua origem

Quando ouvimos falar em psicanálise, logo nos vem em mente o retorno ao passado para entender o presente. Porém, nem sempre acontecimentos vividos na infância ou a influência dos pais têm reflexos diretos em nossas atitudes.

É necessário entender o problema e identificar a origem, se remete ao passado ou pertence ao presente e tratá-lo da forma correta, sempre respeitando as condições do paciente em falar sobre determinado assunto.

O tratamento psicanalítico não se propõe somente a tratar de distúrbios psíquicos, mas também é válido para aquelas pessoas que procuram se conhecer melhor e buscam novas perspectivas.

Conheça os psicólogos do nosso consultório, área de atuação, abordagens e especializações.

EQUIPE DE PSICÓLOGOS

Outra associação que fazemos ao pensar em psicanálise é a imagem do paciente no divã em conversa com o psicólogo. Nem sempre é exatamente assim. O paciente senta numa poltrona ou cadeira confortável e fala frente a frente com o psicólogo.

Tudo baseado em uma relação de respeito e confiança entre os dois. O diálogo é a principal ferramenta para a abordagem psicanalítica.

O psicólogo leva o paciente a se voltar para dentro e descobrir no inconsciente a razão para seus sofrimentos psíquicos, suas atitudes e sensações. Desta forma, ele colabora para que o objetivo da abordagem psicanalítica seja alcançado.

Psicólogo e paciente não precisam necessariamente se tornar amigos. Porém, para o tratamento ser eficaz, é importante que a relação seja próxima, principalmente no que se refere à confiança.

Ajustando comportamentos

É fundamental que haja sinceridade e disponibilidade por parte do paciente para falar livremente sobre situações de sua vida, seus sentimentos, suas fantasias, sua história. Cabe ao profissional ouvir atentamente e desvendar o que leva o paciente a apresentar certos desequilíbrios.

A partir da identificação da origem de uma determinada emoção ou atitude, inicia-se o tratamento para ajustar o comportamento e, assim, aliviar o sofrimento psíquico do paciente.

A terapia leva o paciente, na maioria das vezes, a resultados duradouros e melhora significativamente a qualidade de vida dele.

Quem leu esse texto também se interessou por:

  • Você tem medo da solidão ? A solidão está intimamente ligada ao sentimento de falta de uma companhia, mesmo que não se esteja sozinho.
  • Nos dias de hoje nos deparamos diversas vezes com jovens que aparentam estar disperdiçando suas vidas inteiras.

    Acesse e entenda a juventude de hoje em dia.

  • A psicanálise é uma das abordagens terapêuticas mais antigas e comuns.

    Saiba os mitos e realidades sobre a psicanálise e psicanalistas

*Os textos do site são informativos e não substituem atendimentos realizados por profissionais.

FORMAÇÃO

Psicóloga formada em 2008 pela PUC-PR, com pós-graduação pela USP em Terapia Comportamental e pós-graduanda em Terapia Cognitiva Comportamental pelo ITC.

Источник: https://www.psicologosberrini.com.br/psicanalise-e-psicanalista/abordagem-psicanalitica/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: