O que significa cada cor de corrimento vaginal

Ginecologista em Campinas: tipos de corrimento vaginal e como diferenciá-los

O que significa cada cor de corrimento vaginal

Ginecologista em Campinas explicam sobre os 4 tipos de corrimento vaginal. Você sabe o que significa cada tipo de secreção? Não se preocupe! Neste post iremos esclarecer tudo sobre o assunto. Continue a leitura para saber mais!

Existem 4 tipos de corrimento vaginal. Mesmo que muitas mulheres não saibam, a secreção é algo natural de toda mulher em idade fértil e deve variar de acordo com o ciclo menstrual. 

O corrimento com odor e o corrimento com mau cheiro podem indicar doenças e infecções na região íntima. 

Por isso, é imprescindível saber quais são os tipos e cores de corrimento. Dessa maneira, você passa a entender melhor sobre a saúde do seu corpo. 

Sabendo da importância deste assunto, preparamos um post completo para que você saiba quais são os principais tipos de corrimento e como tratá-los. Veja: 

  • Corrimento vaginal é normal?
  • 4 tipos de corrimento
  • Procure um ginecologista em Campinas para o tratamento!

Corrimento vaginal é normal?

O corrimento é algo natural e está diretamente ligado ao ciclo menstrual. Por isso, as cores de corrimento devem surgir sempre que houver alteração hormonal no organismo. 

Ou seja, no ínicio e no fim de cada ciclo menstrual pode surgir tipos de corrimento diferentes. 

O corrimento com odor e transparente, semelhante a água, surge devido aos baixos níveis de estrógeno e progesterona antes da menstruação. 

Já no início do período fértil os tipos de corrimento se alteram e o aspecto se torna mais fluido e claro. Isto acontece para facilitar a locomoção dos espermatozóides no momento da fertilização. 

Ao final do período fértil a secreção dos tipos de corrimento fica mais espessa, amarelada. Este corrimento com odor indica uma limpeza interna, realizada pelas células de defesa do organismo. 

4 tipos de corrimento

Como dito anteriormente, os tipos de corrimento podem variar de acordo com o organismo e ciclo menstrual de cada mulher que menstrua. 

Cada uma das cores de corrimento podem indicar uma alteração e algumas delas podem estar relacionadas à doenças. 

Por isso, é fundamental ficar atenta às características do corrimento com mau cheiro e com os outros tipos de corrimento. 

Pois, se houver indício de alguma alteração relacionada à doenças o recomendado é procurar um especialista ginecologista em Campinas o mais rápido possível. 

Abaixo, você confere os mais comuns:

Corrimento branco

Sendo o mais comum dos tipos de corrimento e do corrimento com mau cheiro, o de cor branca possui textura espessa e pode ser causado pela candidíase vaginal. 

Esse fluido pode ser acompanhado por coceira, vermelhidão, ardor ao urinar e até mesmo durante a relação sexual. 

Para tratar o corrimento branco e o corrimento com o odor devido à candidíase é necessário procurar um ginecologista em Campinas. 

Na maioria dos casos, o profissional pode indicar antifúngicos, como pomadas e até mesmo comprimidos. 

Corrimento esverdeado

As cores do corrimento podem variar e por isso, é comum vê-los amarelo e até mesmo esverdeado como catarro. 

Assim, como os outros tipos de corrimento, o esverdeado também indica alteração na região íntima e também pode ser considerado um corrimento com mau cheiro. 

Além da tonalidade, o corrimento pode acompanhar dor e queimação ao urinar. Estes sintomas indicam uma possível tricomoníase e só pode ser tratado com antifúngicos prescritos por um especialista. 

Corrimento rosa

O corrimento rosado é muito comum na gravidez e pode indicar o início de uma gestação. 

Ele pode estar presente até três dias após a relação sexual e também pode ser acompanhado por cólicas abdominais. 

É importante ressaltar que ao longo da gestação, a paciente pode ter um fluido rosado e outros tipos de corrimento e por isso, deve consultar um especialista o quanto antes, para que esta condição não interfira na própria saúde e na do bebê.

Corrimento marrom

O corrimento marrom pode conter sangue e pode também ser acompanhado por corrimento com mau cheiro e ardência. 

Se houver um desses tipos de corrimento, o recomendado é procurar um ginecologista em Campinas, pois, o marrom geralmente, está associado a doenças no útero e doenças sexualmente transmissíveis. 

Procure um ginecologista em Campinas para o tratamento!

Para manter a sua saúde em dia é de extrema importância que você saiba identificar os tipos de corrimento. 

Uma boa higiene e utilizar preservativos durante as relações sexuais são fundamentais para evitar doenças graves. 

Além disso, as consultas e os exames de check-up com o seu ginecologista em Campinas deve acontecer, no mínimo, uma vez por ano. 

Pois, dessa maneira é possível identificar alterações na sua região íntima e tratar adequadamente qualquer alteração no seu organismo.  

Источник: https://medanchieta.com.br/blog/ginecologista-em-campinas-corrimento/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: