Quais são as doenças causadas por bactérias?

Doenças causadas por bactérias – lista, sintomas e exercícios

Quais são as doenças causadas por bactérias?

As doenças causadas por bactérias, também chamadas de bacterioses, possuem como agente causador as bactérias, ou seja, organismos procariontes formados por uma única célula. Elas podem ser bastante graves, sendo necessário, portanto, tratamento adequado para esse tipo de problema.

As bactérias são organismos que apresentam grande valor para os seres humanos e também para o meio ambiente. Esses organismos possuem importância ecológica, industrial, médica e até mesmo para a engenharia genética, sendo usados, por exemplo, na fabricação de insulina.

Leia também: Importância das bactérias

Entretanto, apesar de ajudarem os seres humanos, as bactérias também estão associadas com doenças. Geralmente, as doenças causadas por bactérias ocorrem devido à liberação de toxinas produzidas por esses organismos. Veja, a seguir, alguns nomes de doenças causadas por bactérias e seus respectivos agentes causadores:

A cólera é causada pelo Vibrio cholerae.

  • Botulismo: seu agente causador é a bactéria Clostridium botulinum.
  • Cólera: seu agente causador é a bactéria Vibrio cholerae.
  • Gonorreia: seu agente causador é a bactéria Neisseria gonorrhoeae.
  • Hanseníase: seu agente causador é a bactéria Mycobacterium leprae.
  • Leptospirose: seu agente causador é a bactéria Leptospira interrogans.
  • Meningite bacteriana: pode ser causada por diferentes bactérias — Haemophilus influenzae tipo b, Neisseria meningitidis e Streptococcus pneumoniae são algumas das bactérias que podem causar essa doença.
  • Pneumonia bacteriana: pode ser causada por diferentes agentes, sendo a bactéria Streptococcus pneumoniae um deles.
  • Salmonelose: seu agente causador são as bactérias do gênero Salmonella.
  • Sífilis: seu agente causador é a bactéria Treponema pallidum.
  • Tétano: seu agente causador é a bactéria Clostridium tetani.
  • Tuberculose: seu agente causador é a bactéria Mycobacterium tuberculosis.

Leia também: Ferrugem causa tétano?

Sintomas de doenças causadas por bactérias

As doenças causadas por bactérias podem desencadear diversos sintomas, a dependerem do agente causador do problema. Em geral, doenças bacterianas podem causar diarreia, vômito, febre e dores no corpo. Entretanto, esses são sintomas muito genéricos e podem indicar também outros problemas. Veja, a seguir, algumas doenças bacterianas e os sintomas que causam no organismo:

  • Cólera: é uma doença grave que causa diarreia, vômitos e dores abdominais. Se não tratada adequadamente, pode levar à desidratação, à insuficiência renal e até à morte.
  • Gonorreia: é uma infecção sexualmente transmissível, que pode causar corrimento e dor ao urinar.
  • Hanseníase: é caracterizada por provocar manchas na pele que apresentam perda de sensibilidade. Além disso, o paciente pode ter sensação de choques e agulhadas ao longo dos nervos das pernas e braços e redução da força muscular das mãos e dos pés.
  • Leptospirose: é a causa de sintomas como dor muscular, dor torácica, tosse seca e fotofobia, que é a sensibilidade excessiva que se tem à luz.
  • Tétano: é a causa de sintomas como rigidez muscular, dificuldade de deglutição e contratura muscular generalizada. Pode levar à insuficiência respiratória.
  • Tuberculose: é a causa de sintomas como tosse, febre, emagrecimento, cansaço e dificuldade respiratória.

Diferentes bactérias causam diferentes sintomas. Acima, temos a bactéria causadora da sífilis, doença sexualmente transmissível.

Vale destacar que aqui foram citados apenas alguns dos sintomas observados em doenças bacterianas. Outros podem estar presentes ou algumas dessas doenças podem não causar os mesmos sintomas em todas as pessoas.

Tratamento de doenças causadas por bactérias

O tratamento de doenças causadas por bactérias é feito habitualmente com o uso de antibióticos, substâncias que destroem esses micro-organismos ou impedem que eles se multipliquem. Tais remédios são geralmente muito eficientes no tratamento dessas doenças, entretanto, seu uso incorreto está ocasionando um grave problema: bactérias resistentes a antibióticos.

Muitas pessoas fazem uso de antibióticos de maneira incorreta, não respeitando as doses, horários e tempo de tratamento. Alguns pacientes, ao se sentirem melhores, param o uso do remédio.

O problema desse hábito está no fato de que, primeiramente, o antibiótico vai atuar nas bactérias menos resistentes, com o tempo, o medicamento elimina aquelas mais resistentes.

Se o medicamento é interrompido antes do prazo, as bactérias que ainda não foram eliminadas multiplicam-se, ficando mais difícil o tratamento.

O uso inadequado de antibióticos causa o aumento de superbactérias.

Desse modo, é importante seguir atentamente as recomendações médicas, respeitando horários e tempo de uso. Além disso, é fundamental sempre utilizar medicamentos dentro do prazo de validade e conservá-los em local adequado.

Prevenção de doenças causadas por bactérias

As doenças bacterianas podem ser transmitidas de diferentes formas, portanto, há modos de prevenção diferentes para cada doença.

Doenças transmitidas por via sexual, por exemplo, podem ser prevenidas com uso de preservativo.

Aquelas que são transmitidas por alimentos e água podem ser prevenidas lavando-se bem os alimentos, alimentando-se apenas em locais higiênicos, mantendo-se sempre as mãos limpas e bebendo-se água tratada e filtrada.

Devemos não nos esquecer, ainda, que algumas doenças podem ser prevenidas com uso de vacinas. Assim sendo, é fundamental vacinar-se e se atentar ao calendário de vacinação.

Características das bactérias

As bactérias são organismos microscópicos formados por uma única célula. A célula bacteriana é do tipo procarionte, ou seja, não possui núcleo definido, nem organelas membranosas. Observam-se nessas células a presença de material genético espalhado pelo citoplasma e ribossomos, estruturas que atuam na produção de proteínas.

As bactérias podem ser encontradas isoladas ou ainda formando colônias. Sua classificação geralmente é baseada no formato. De acordo com a forma das bactérias, podemos classificá-las em:

Observe os diferentes tipos de bactérias segundo suas formas.

  • Cocos: são bactérias que possuem formato esférico. Os cocos podem estar em pares (diplococos), organizados em cadeias (estreptococos), organizados em grupos que lembram um cacho de uva (estafilococos) e organizados em aspecto cúbico (sarcina).
  • Bacilos: são bactérias que possuem formato de bastão. Geralmente, os bacilos ocorrem isoladamente, mas podem estar organizados em cadeias (estreptobacilos).
  • Espiraladas, que podem ser classificadas em:
    • Vibriões: são bactérias que possuem formato de vírgula;
    • Espiroquetas: são bactérias espiraladas, flexíveis, longas e estreitas;
    • Espirilos: são rígidos e possuem o formato de um bastonete helicoidal.

Questões sobre doenças causadas por bactérias

Veja se você aprendeu tudo sobre doenças causadas por bactérias respondendo às questões abaixo:

Questão 1 (PUC-RJ – 2007) Um grupo de pessoas deu entrada em um hospital, após ingerirem um bolo de aniversário comprado em estabelecimento comercial. O diagnóstico foi intoxicação por uma bactéria do gênero Salmonella. Marque a alternativa que indica a descrição correta de uma bactéria.

a) Um organismo macroscópico, unicelular, eucarionte;

b) Um organismo microscópico, unicelular, procarionte;

c) Um organismo microscópico, unicelular, eucarionte;

d) Um organismo macroscópico, pluricelular, procarionte;

e) Um organismo microscópico, unicelular, heterotérmico.

Resposta: Letra b. As bactérias são micro-organismos formados por uma única célula. A célula bacteriana é chamada de célula procarionte por não possuir núcleo definido, nem organelas membranosas.

Questão 2 Analise as alternativas abaixo e marque a única doença que não é causada por bactéria.

a) Botulismo

b) Hanseníase

c) Dengue

d) Leptospirose

e) Sífilis

Resposta: Letra c. A dengue é uma doença causada por vírus. Todas as outras citadas são doenças causadas por bactérias.

Источник: https://escolakids.uol.com.br/ciencias/algumas-doencas-causadas-por-bacterias.htm

Doenças causadas por bactérias: sintomas e prevenção

Quais são as doenças causadas por bactérias?

 As bactérias são organismos microscópios unicelulares bastante conhecidos pelas doenças que causam na população humana.

Apesar de várias bactérias serem patogênicas, não podemos nos esquecer, no entanto, que a grande maioria das espécies de bactérias não causa danos à nossa saúde.

A seguir falaremos das principais bactérias causadoras de doenças, os sintomas que essas doenças causam, a forma de prevenção, tratamento e resolveremos questões que abordam o tema.

Lista de doenças causadas por bactérias

Várias doenças são causadas por bactérias, sendo algumas fáceis de tratar e outras que requerem um maior cuidado. Veja a seguir o nome de algumas das principais doenças causadas por bactérias:

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade ;)

Todas as bactérias causam doenças?

Apesar de conhecermos várias doenças bacterianas, como as citadas acima, nem todas as bactérias são maléficas aos seres humanos.

Váriasespécies são encontradas, por exemplo, na nossapele, sem causar danos à nossa saúde, e em nossointestino, onde atuamprotegendo nosso corpo de micro-organismos patogênicos, atuam garantindo a ativação do nosso sistema imunológico, participam da digestão de alguns alimentos e síntese de alguns nutrientes.

Leia também: A importância das bactérias

Algumas bactérias podem causar doenças ao organismo, entretanto, algumas são benéficas.

Exemplos de bactérias causadoras de doenças

Algumas espécies de bactérias são responsáveis por causar doenças em nosso organismo. Veja a seguir alguns exemplos de bactérias e as doenças que elas causam:

  • Bacillus anthracis – Bactéria causadora do antraz ou carbúnculo.
  • Bordetella pertusis – Bactéria causadora da coqueluche.
  • Chlamydia trachomatis – Bactéria causadora da clamídia.
  • Clostridium botulinum – Bactéria causadora do botulismo
  • Clostridium tetani – Bactéria causadora do tétano.
  • Corynebacterium diphtheriae – Bactéria causadora da difteria.
  • Leptospira interrogans – Bactéria causadora da leptospirose.
  • Mycobacterium leprae – Bactéria causadora da hanseníase.
  • Mycobacterium tuberculosis – Bactéria causadora da tuberculose.
  • Neisseria gonorrhoeae – Bactéria causadora da gonorreia.
  • Neisseria meningitidis – Bactéria causadora da meningite meningocócica.
  • Rickettsia rickettsii – Bactéria causadora da febre maculosa.
  • Salmonella enterica – Uma das bactérias causadoras da salmonelose.
  • Shigella – Gênero de bactéria causador de disenteria bacteriana ou shigelose.
  • Staphylococcus aureus – Uma das bactérias causadoras da síndrome do choque tóxico.
  • Streptococcus pneumoniae – Uma das bactérias causadoras da pneumonia bacteriana.
  • Treponema pallidum – Bactéria causadora da sífilis.
  • Vibrio cholerae – Bactéria causadora da cólera.

A bactéria Chlamydia trachomatis é o agente causador da clamídia.

Meios de transmissão de doenças causadas por bactérias

As doenças causadas por bactérias podem ser transmitidas de diversas formas, tais como:

  • Ingestão de alimentos e água contaminada por bactérias: pode-se citar a cólera e o botulismo.
  • Pelo ar: pode-se citar a tuberculose, hanseníase e coqueluche.
  • Via sexual: pode-se citar a gonorreia e a sífilis.

Leia também: Doenças relacionadas com a água

Exercícios resolvidos

Questão 1:

(UFSM) Observando as características e as principais doenças causadas por vírus e bactérias, assinale a afirmativa correta.

a) Os vírus, apesar de acelulares, estão incluídos no reino Monera.

b) Os vírus nem sempre são parasitas intracelulares, pois há casos de reprodução viral no exterior das células de outros seres.

c) Toda pessoa infectada pela síndrome da imunodeficiência adquirida (HIV) morrerá certamente, devido à ação da bactéria, que ataca os linfócitos do organismo.

d) As bactérias contêm membrana plasmática, citoplasma, mitocôndrias e um núcleo, que encerra o material cromossômico.

e) Os antibióticos, que agem contra as bactérias, não têm nenhum efeito contra as infecções virais.

Resposta:A resposta correta é a letra E. Os antibióticos são usados no tratamento de doenças bacterianas, entretanto, não atuam em doenças virais. Sendo assim, podemos afirmar que doenças como gripes e resfriados não podem ser tratados com esse medicamento.

Questão 2:

(UFAL) As doenças sexualmente transmissíveis podem trazer sérios comprometimentos ao sistema genital, levar à infertilidade e/ou prejudicar a saúde geral de um organismo. Assinale a alternativa que indica a única doença citada que não é transmitida sexualmente.

a) Sífilis, causada por bactéria.

b) Blenorragia, causada por bactéria.

c) Tricomoníase, causada por protozoário flagelado.

d) Botulismo, causada por bactéria.

e) Condiloma acuminado (crista-de-galo), causada pelo papiloma vírus humano.

Resposta:A resposta correta é a letra D. O botulismo é uma doença bacteriana transmitida por meio da ingestão de alimentos contaminados. 

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos

Источник: https://mundoeducacao.uol.com.br/doencas/doencas-por-bacterias.htm

Quais são as doenças causadas por bactérias?

Quais são as doenças causadas por bactérias?

Bactérias são organismos microscópicos que pertencem ao reino monera e são formadas apenas por uma única célula procariota, ou seja, não apresenta núcleo nem qualquer outra organela envolvida por membranas, como as mitocôndrias. Nas bactérias, as organelas ficam “flutuando” livres em seu interior, como, por exemplo, o seu DNA.

Existem bactérias por todo o planeta, seja na água, no solo ou em habitats altamente hostis, como lixo radioativo, em áreas profundas da crosta terrestre ou no pH altamente ácido do nosso estômago. A maioria das bactérias não causa doenças, porém, um pequeno número é responsável por infecções comuns na prática clínica.

Neste artigo abordaremos de forma simples as principais características sobre as bactérias, incluindo tipos, forma de transmissão, doenças provocadas e formas de tratamento.

Se quiser ler um artigo semelhante sobre vírus, acesse: DOENÇAS CAUSADAS POR VÍRUS.

Onde vivem as bactérias?

Como já dito, existem bactérias por todo o planeta. Em uma gota d’água fresca existem cerca de 1 milhão de bactérias. Em nosso corpo há 10 vezes mais bactérias do que nossas próprias células, grande parte delas localizadas na pele e trato gastrointestinal.

Nosso corpo possui uma flora bacteriana própria que não nos causa doença, muito pelo contrário, ela ajuda na nossa digestão e nos protege contra bactérias invasoras.

Antes de seguir em frente, assista ao vídeo abaixo no qual explicamos quantas células e bactérias existem no nosso corpo.

Existem bactérias em locais extremos da terra, todavia a imensa maioria vive em áreas úmidas e de temperatura moderada.

Algumas bactérias conseguem sobreviver a ambientes hostis devido a sua capacidade de se transformar em endósporo, uma célula inativa com revestimento duro e resistente, mas que mantém o material genético protegido por muitos e muitos anos, em alguns casos séculos.

O revestimento do endósporo resiste a extremos de pH, de temperatura, pressão, a falta de água, a radiação e até a alguns desinfetantes químicos. Quando o ambiente volta a ser habitável, o endósporo torna-se novamente uma bactéria metabolicamente ativa e capaz de se reproduzir.

Como se pega uma infecção bacteriana?

Cada bactéria é transmitida de uma maneira diferente. Doenças como meningite, tuberculose e coqueluche são transmitidas através de secreções respiratórias, como tosse ou perdigotos.

Doenças sexualmente transmissíveis, como a gonorreia e a sífilis são, como o próprio nome diz, transmitidas pelo ato sexual.

Há ainda as bactérias adquiridas através de alimentos mal conservados, causando intoxicação alimentar, como nos casos da Salmonela e Shigella.

Existem ainda as infecções causadas por bactérias que vivem habitualmente em nosso corpo. Essas infecções normalmente surgem quando bactérias que habitam um determinado local do organismo conseguem migrar para outro.

Por exemplo: a infecção urinária surge normalmente quando bactérias naturais do trato intestinal acidentalmente atingem a região genital das mulheres. A maioria das cepas da bactéria E.

coli no intestino não causa problemas, mas na bexiga é capaz de provocar irritação causando cistite.

O mesmo ocorre na pele, que é colonizada por bilhões de bactérias, principalmente do gênero estafilococos e estreptococos. Quando apresentamos uma ferida, expomos a região interna do corpo para essas bactérias, que ao penetrá-la pode causar infecções graves (leia: COMO TRATAR DE FERIDAS E MACHUCADOS).

Para saber como cada bactéria causa determinada doença, acesse os links para os assuntos que são fornecidos ao longo deste texto.

Como se trata uma infecção bacteriana?

Para se combater infecções bacterianas é preciso lançar mãos de antibióticos. Conforme será explicado mais adiante no texto, existem vários tipos de bactérias, algumas delas completamente diferentes umas das outras. Por isso são necessários diferentes tipos de antibióticos para diferentes tipos de bactérias e infecções.

Por exemplo, a infecção urinária é habitualmente causada pela bactéria E.coli, e os antibióticos mais usados nestes casos são o Bactrim ou a ciprofloxacina, fármacos que não servem, por exemplo, para tratar meningite ou pneumonia, que são provocadas por bactérias distintas.

Classificação das bactérias

A maioria das bactérias são heterotróficas, isto é, não conseguem produzir sua própria comida e precisam obtê-la no ambiente ou em outros organismos. Existem também bactérias autotróficas, que conseguem produzir sua própria comida, geralmente por meio da fotossíntese.

O método mais simples de classificação das bactérias é através da sua forma. Existem três grandes grupos:

Cocos:

São bactérias em formato esférico que apresentam tendência a se agrupar. Existem diferentes gêneros de cocos, que são classificados de acordo com a forma na qual se agrupam.

  • Quando os cocos se agrupam em pares damos o nome de diplococos;
  • os cocos do gênero Estafilococos (Staphylococcus) se agrupam em cachos;
  • Estreptococos (Streptococcus) são um gênero de cocos que geralmente se agrupam em fileira.

Os cocos são responsáveis por uma grande variedade de doenças, algumas delas já abordadas em outros textos deste site, como:

a) Neisseria gonorrhoeae: bactéria causadora da gonorreia.
b) Neisseria meningitidis: bactéria causadora de meningite.
c) Streptococcus pneumoniae: bactéria causadora de pneumonia.
d) Streptococcus pyogenes: bactéria causadora da amigdalite, escarlatina e febre reumática.

e) Streptococcus viridans: bactéria causadora da endocardite infecciosa.
f) Streptococcus agalactiae: bactéria causadora de infecção neonatal (leia: Streptococcus agalactiae).

g) Staphylococcus aureus: bactéria causadora de várias infecções, geralmente iniciadas na pele, como a celulite, terçol e infecções  multirresistentes (leia: Staphylococcus aureus | quais os riscos desta bactéria?)

Bacilos ou bastonetes:

São bactérias em formato de bastão. Podem ou não possuir flagelos que as ajudam a se locomover. Exemplos de bacilos patogênicos são o Bacillus anthracis, causador do antrax, Corynebacterium diphteriae causador da difteria e a Salmonella typhi, causadora da febre tifoide.

Espiraladas:

São bactérias em forma de espiral, geralmente divididas em dois grupos: espirilos e espiroquetas.

Entre as espiroquetas, a mais comum é o Treponema pallidum, causador da sífilis.

Essa divisão em formatos não é muito útil, pois existem várias bactérias com formatos diferentes, como de vírgula (vibriões), bactérias em forma de bastão que não são consideradas bacilos, presença ou ausência de flagelos, e ainda bactérias com formas hibridas, tipo cocobacilos.

Basear-se somente na forma pode causar muita confusão. Por isso, existem vários outros modos de se classificar e caracterizar as bactérias; um exemplo é método de Gram.

Método de Gram

O Gram é um corante violeta especial usada nos laboratórios para reconhecer alguns tipos de bactérias. O método de Gram divide as bactérias em dois grandes grupos: aquelas que quando expostas ao corante ficam com a parede celular roxa, chamados de bactérias gram-positivas, e aquelas que ficam com a parede rosa, chamadas de bactérias gram-negativas.

O gram é um exame de grande utilidade na prática clínica devido à rapidez com que se obtém o resultado. Enquanto a cultura demora 48 a 72 horas para identificar uma bactéria, o gram fica pronto em alguns minutos.

Exemplos de bactérias gram positivas que nos causam doenças:

  • Bacillus anthracis.
  • Clostridium tetani.
  • Clostridium botulinum.
  • Clostridium difficile.
  • Clostridium perfringens.
  • Corynebacterium diphtheriae.
  • Enterococcus faecalis.
  • Listeria monocytogenes.
  • Staphylococcus aureus.
  • Staphylococcus epidermidis.
  • Staphylococcus saprophyticus.
  • Streptococcus agalactiae.
  • Streptococcus pneumoniae.
  • Streptococcus pyogenes.
  • Streptococcus viridans.

Exemplos de bactérias gram negativas que nos causam doenças:

  • Acinetobacter baumannii.
  • Enterobacter cloacae.
  • Escherichia coli.
  • Haemophilus influenzae.
  • Helicobacter pylori.
  • Klebsiella pneumoniae.
  • Legionella pneumophila.
  • Moraxella catarrhalis.
  • Neisseria gonorrhoeae.
  • Neisseria meningitidis.
  • Proteus mirabilis.
  • Pseudomonas aeruginosa.
  • Salmonella enteritidis.
  • Salmonella typhi.
  • Serratia marcescens.
  • Shigella dysenteriae.

É importante frisar que o método de Gram não identifica exatamente qual é bactéria presente, ele apenas nos diz que há uma bactéria gram-positiva ou gram-negativa causando uma infecção.

Essa informação, todavia, muitas vezes é suficiente para orientar o início de um esquema de antibiótico enquanto a cultura não fica pronta.

Por exemplo, se um paciente com febre colhe um exame de urina que aponta a presença de bactérias gram negativas, já podemos escolher um antibiótico para infecção urinária antes da identificação da bactéria pela cultura, pois nós médicos já conhecemos de antemão quais são as bactérias gram negativas que mais causam infecção urinária.

Bactérias aeróbias x anaeróbias

Além do formato e do Gram, podemos também dividir as bactérias entre aeróbias e anaeróbias. O primeiro grupo consiste em bactérias que precisam de oxigênio para viver; o segundo são aquelas que não conseguem sobreviver em ambientes com oxigênio. Há ainda as bactérias anaeróbias facultativas, que podem viver tanto em ambientes oxigenados ou não.

Exemplos de descrição de bactérias:

  • Shigella sonnei: bastonete gram negativo, aeróbico, não flagelado, causador de infecções intestinais.
  • Streptococcus pneumoniae diplococo gram positivo, anaeróbico facultativo, não flagelado, causador de pneumonia, sinusite, meningite e otite.
  • Vibrio cholerae: Vibrião gram negativo, flagelado, anaeróbico facultativo, causador da cólera.

Para quem quiser saber quais são as bactérias mais comuns da prática médica, abaixo temos uma ilustração com as principais doenças e seus germes causadores.

Referências

Источник: https://www.mdsaude.com/doencas-infecciosas/doencas-bacterianas/

Doenças causadas por bactérias: sintomas, tratamento e prevenção – Blog do Stoodi

Quais são as doenças causadas por bactérias?

Doenças causadas por bactérias: aprenda com o Stoodi

Todos os direitos reservados.

Os seres vivos estão cercados por diversos tipos de bactérias.

Algumas realizam trocas com os seres , de forma benéfica, como as bactérias do intestino humano que regulam o metabolismo, porém, existem bactérias que causam doenças.

Essas doenças podem ser tratadas facilmente com o uso de antibióticos, mas se isso não for feito rapidamente ou for feito de maneira inadequada, podem levar à morte.

Entenda mais sobre as doenças causadas por bactérias neste post especial do Stoodi!

O que são as bactérias?

As bactérias são seres extremamente pequenos que estão presentes em todos os ambientes e passam despercebidos ao olho nu. Por isso, se tornam agentes perigosos à saúde humana — agentes esses que podem ser infecciosos, atacando o corpo e principalmente o sistema imunológico.

As bactérias são capazes de se proliferar em grandes grupos de microrganismos de natureza unicelular, por isso conseguem espalhar as doenças.

Sintomas

As doenças causadas por bactérias são ditas infecciosas. Essas infecções apresentam vários sintomas, entre eles:

  • febre alta;
  • diarreia;
  • vômitos;
  • calafrios;
  • manchas vermelhas espalhadas pelo corpo.

No entanto, os sintomas podem variar dependendo da bactéria causadora da infecção.

Tratamentos

Para cada tipo de doença causada por bactérias, existe uma forma diferente de tratamento. A melhor delas é a prescrição de antibióticos que combatem os microrganismos, mas precisa ser feita por médicos.

Vale ressaltar que todos os antibióticos devem ser ministrados corretamente, sempre respeitando os horários estabelecidos. Nunca se deve parar o tratamento antes do tempo prescrito pelos médicos, pois isso pode fazer com que a infecção volte mais facilmente e também com que a bactéria crie resistência aos medicamentos, agravando a cura da doença.

Prevenção

Para prevenir a contaminação e a ingestão de algum tipo de bactéria é importantíssimo manter bons hábitos de higiene. E quais são eles? Bom, vamos começar por estes:

  • lavar muito bem as mãos e os alimentos;
  • sempre consumir água tratada ou fervida.

Isso diminui as chances de ingerir bactérias e, consequentemente, de adoecer! Já as DSTs — doenças sexualmente transmissíveis, como a Sífilis e a Gonorreia — podem ser evitadas por meio do uso de preservativos. E, em outros casos, como o da meningite, a prevenção pode ser feita a partir da vacinação, que começa desde o nascimento.

Quais são os tipos de doenças causadas por bactérias?

Existem várias bactérias que causam diferentes doenças nos seres humanos. Vamos conhecer mais de 5 doenças causadas por bactérias?

Botulismo

O botulismo é uma doença causada pela bactéria Clostridium botulinum, que paralisa o sistema nervoso. Seus primeiros casos estiveram relacionados ao consumo de salsichas contaminadas e alimentos enlatados.

A paralisia começa nos músculos da cabeça e vai descendo para as outras regiões do corpo. Além disso, o paciente pode ter como sintomas:

  • visão distorcida;
  • dificuldade para falar e deglutir alimentos;
  • fraqueza muscular;
  • prisão de ventre;
  • desmaios;
  • enjoos.

O agravamento da doença pode levar à paralisia dos músculos da respiração, causando a morte do paciente.

A internação é fundamental para o tratamento, pois os medicamentos precisam ser ministrados de forma correta. E, como prevenção, é necessário que as pessoas escolham bem os alimentos enlatados, evitando latas enferrujadas ou amassadas.

Cistite

Causada por uma bactéria que naturalmente está presente no intestino — a Escherichia coli — a cistite é uma doença crônica caracterizada pela irritação ou inflamação da bexiga.

Essa doença acontece pelo fato de algumas pessoas não ingerirem muita água, o que acaba atrapalhando a eliminação das bactérias presentes na bexiga. Ela pode ocorrer também pelo uso de roupas íntimas apertadas, que contribuem para a proliferação das bactérias.

O paciente com cistite sente vontade de urinar a todo tempo, uma certa ardência ao urinar e febre. O tratamento é feito com o uso de antibióticos. Para se prevenir, é preciso:

  • beber bastante água;
  • urinar ao longo do dia sempre que tiver necessidade;
  • evitar utilizar roupas íntimas apertadas.

Tuberculose

Sendo considerada uma doença grave, a tuberculose é causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, que ataca o sistema respiratório. O contágio é feito pelas vias respiratórias, quando o paciente espirra ou tosse, deixando as bactérias no ambiente.

O primeiro sintoma geralmente é tosse prolongada (que dura mais de três semanas), seguida de catarro que às vezes pode vir com sangue, febre, muito suor, falta de apetite e o emagrecimento do paciente.

O tratamento é feito com o uso de quatro medicamentos durante dois meses, na primeira etapa. A segunda fase pede somente o uso de dois dos medicamentos administrados. Depois de seis meses de tratamento realizado de maneira correta, os pacientes podem ser curados da tuberculose.

A prevenção é feita pela proteção das pessoas que estão envolvidas com o cuidado dos pacientes, sempre evitando o contato direto com eles.

Leptospirose

A leptospirose é causada por bactérias do gênero Leptospira e pode afetar tanto os seres humanos quanto os animais. É uma doença transmitida pelo contato com água ou objetos contaminados pela urina dos animais infectados.

O paciente com leptospirose apresenta vários sinais característicos, como:

  • febre alta;
  • dor muscular;
  • mal-estar;
  • tosse;
  • olhos avermelhados;
  • manchas vermelhas espalhadas pelo corpo todo.

Se não for tratada corretamente, a doença pode trazer sérios danos aos rins, inflamação na membrana cerebral, insuficiência hepática e respiratória, tendo assim um índice de 40% de risco de morte.

O tratamento é sempre manter o paciente bem hidratado e administrar antibióticos. A prevenção começa quando os alimentos são bem lavados antes do consumo. Além disso, é preciso manter caixas d’água fechadas e vacinar os animais.

Meningite

É uma das doenças causadas por bactérias e é caracterizada pela inflamação das meninges — ou seja, as membranas que envolvem e protegem o encéfalo e a medula espinhal. Existem três tipos de meningites bacterianas, causadas por três diferentes microrganismos:

  • meningococos;
  • pneumococos;
  • haemophylus.

Os sintomas gerais são dores de cabeça e no pescoço, nuca mais rígida, febre alta e manchas vermelhas. A meningite pode ser transmitida pelo espirro, saliva e tosse. O tratamento deve ser realizado o mais rápido possível, com antibióticos ministrados na veia (para reduzir a chance de a doença causar surdez ou até mesmo a morte).

A prevenção é feita com vacinação e evitando o contato com os pacientes.

Pneumonia

A pneumonia é caracterizada pela infecção pulmonar e a sua forma mais comum acontece por meio da bactéria Streptococcus pneumoniae.

O paciente pode sentir dores no corpo, uma falta de ar constante, febre alta, tosse, fraqueza e muito cansaço. Ela é transmitida pelo contato com espirros, saliva e tosse dos pacientes infectados. Já o tratamento é feito com o uso de antibióticos. Caso a doença evolua, a internação se torna necessária.

A prevenção é feita principalmente pelo cuidado adequado com as gripes, pois um resfriado mal curado pode evoluir para um quadro muito mais grave de pneumonia.

Tétano

Causado pela bactéria Clostridium tetani, o tétano é uma doença infecciosa que ataca o sistema nervoso central. Infelizmente, quando não tratada, pode levar o paciente a óbito.

Os sintomas mais comuns são:

  • músculos rígidos;
  • febre;
  • dores de cabeça;
  • espasmos musculares;
  • dificuldade para movimentar os músculos da boca.

A doença é transmitida por pequenos cortes ou feridas que foram contaminadas com fezes, plantas, objetos cortantes enferrujados e que contenham a bactéria em questão. Para o tratamento, é preciso administrar relaxante muscular e antibióticos. O tétano pode ser prevenido com vacinação e a limpeza correta das feridas.

Qual a origem dos nomes dessas doenças?

Como você viu, os nomes de doenças bacterianas geralmente têm origem no microrganismo causador. Assim, se você precisa lembrar disso para as provas do ENEM, vale a pena seguir por esse caminho, memorizando bem essas informações.

Mas lembre-se de que não são apenas essas as doenças causadas por bactérias, ok? Há inúmeras! Para ter uma ideia, existem doenças que acometem diferentes partes do corpo e são causadas por bactérias, por exemplo:

  • na pele: abcessos, espinhas e celulite infecciosa;
  • nos olhos: blefarite (infecção nas pálpebras), conjuntivite e terçolho;
  • na boca: cárie, placa bacteriana etc.

Bom, agora você sabe mais sobre bactérias e as doenças que elas causam. Aprenda sempre mais! Acesse a lista de exercícios do Stoodi e veja como você pode testar seus conhecimentos e aprimorar seus estudos.

Источник: https://www.stoodi.com.br/blog/biologia/doencas-causadas-por-bacterias/

Doenças causadas por bactérias

Quais são as doenças causadas por bactérias?

Doenças causadas por bactérias apresentam diversas formas de contágio, sintomas, tratamentos e prevenção. São doenças causadas por bactérias: tétano, pneumonia, entre outras.

As bactérias são organismos procariontes causadoras de diversas doenças. Essas doenças apresentam diferentes formas de contágio, sintomas, tratamentos e prevenção.

As características das paredes celulares das bactérias são de grande importância no diagnóstico e, consequentemente, na determinação da melhor forma de tratamento. De acordo com essas caraterísticas, as bactérias podem ser classificadas em:

  • Bactérias gram-positivas: As paredes dessas bactérias são mais simples, constituídas por peptidoglicanos, um polímero de açúcar e polipeptídeos.

  • Bactérias gram-negativas:As paredes dessas bactérias são mais complexas do que as gram-positivas, apresentando peptidoglicanos em menor quantidade e uma maior quantidade de lipídios e aminoácidos.

    Outra diferença entre esses dois grupos é a presença de uma membrana apresentando em sua constituição carboidratos ligados a lipídios (lipopolissacarídeos) – essa parte lipídica apresenta toxicidade.

    Essas bactérias são mais resistentes a antibióticos que as gram-positivas.

Não pare agora… Tem mais depois da publicidade ;)

Doenças causadas por bactérias

A seguir, alguns exemplos de doenças bastante comuns e que são causadas por bactérias:

1. Tétano

  • Agente causador: Clostridium tetani.

  • Contágio: O contágio ocorre por meio de esporos da bactéria, que infeccionam algum ferimento que tenha contato com eles. Esses esporos geralmente estão presentes no solo e na poeira.

  • Sintomas: Essa bactéria produz uma toxina neurotrópica, ou seja, que age no sistema nervoso central, causando rigidez muscular, como a da musculatura da mandíbula (trismo), podendo levar à morte.

  • Profilaxia: A principal profilaxia contra o tétano é a vacinação.

2. Disenteria bacilar ou shigelose

  • Agente causador: Shigella sp.

  • Contágio: O contágio ocorre pela ingestão de água e alimentos contaminados.

  • Sintomas: Os sintomas são diarreia com a presença de sangue, vômitos e febre.

  • Profilaxia: Beber água filtrada ou fervida e ter cuidado nos preparos dos alimentos, principalmente nos que são ingeridos crus.

3. Coqueluche

  • Agente causador: Bordetella pertussis.

  • Contágio: O contágio ocorre pelo contato com pessoas doentes. Gotículas expelidas na fala, por tosse ou espirro podem transmitir a doença. O compartilhamento de objetos também é uma forma de contaminação.

  • Sintomas: No início, os sintomas são os mesmos de uma gripe comum, como tosse, coriza, febre e mal-estar. Se não tratada, a doença pode evoluir para um quadro mais agudo de tosse, com dificuldades para respirar e para comer, e vômitos, podendo causar a desidratação e até a morte do indivíduo, principalmente de bebês.

  • Profilaxia: A melhor profilaxia é a vacinação.

4. Sífilis

  • Agente causador: Treponema pallidum.

  • Contágio: O contágio ocorre por meio de relação sexual e da mãe para o feto (transmissão vertical — sífilis congênita).

  • Sintomas: O primeiro sintoma é a presença de lesão única, principalmente na região genital, boca e ânus. Essas lesões não causam qualquer tipo de incômodo e podem vir acompanhadas da presença de ínguas na região da virilha.

    Se não tratada, a doença pode agravar-se com o aparecimento de manchas no corpo, febre, dor de cabeça e ínguas, alguns meses após o desaparecimento da ferida.

    Alguns anos após os primeiros sintomas, a doença pode apresentar a fase mais grave, com sintomas que vão desde lesões na pele até neurológicas, podendo levar à morte.

  • Profilaxia: Para evitar a sífilis, deve-se usar preservativos nas relações sexuais e fazer o acompanhamento pré-natal de gestantes e seus parceiros.

5.Tuberculose 

  • Agente causador: Mycobacterium tuberculosis (bacilo de Kock).

  • Contágio: O contágio dá-se pelo contato com as secreções do doente.

  • Sintomas: Tosse seca ou produtiva por mais de três semanas, hemoptise (tosse com sangue), fadiga, falta de ar, febre e perda de peso.

  • Profilaxia: vacinação.

Leia também: Importância do uso correto dos antibióticos

O tratamento de doenças causadas por bactérias é feito principalmente com o uso de antibióticos.

Tratamentos

O tratamento de doenças causadas por bactérias ocorre principalmente com a administração de antibióticos, podendo ser tomadas medidas complementares de acordo com a doença.

O uso inadequado de antibióticos tem sido o responsável pelo reaparecimento de diversas doenças que já não eram tão comuns, além do aparecimento de formas patogênicas mais resistentes a antibióticos.

Isso se deve ao fato de que, com o uso inadequado do antibiótico, como fazendo a interrupçãodo tratamento antes do tempo indicado, algumas bactérias (que devido a mutações são resistentes) sobrevivem, reproduzindo-se e deixando uma nova cepa resistente.

Em um novo quadro infeccioso, uma nova estratégia de tratamento deverá ser adotada, como a utilização de novos antibióticos ainda mais fortes.

O uso de antibióticos deve ser realizado de acordo com a prescrição médica, seguindo o tempo determinado, não parando o tratamento assim que seja observada a melhora dos sintomas.

Assim como a duração do tratamento, os horários de administração do remédio devem ser respeitados, e seu armazenamento deve ser feito de forma adequada para que a sua ação seja eficaz.

Superbactérias

Atualmente, tem-se ouvido falar muito em superbactérias. Essas superbactérias estão presentes principalmente em ambientes hospitalares e podem ter surgido justamente pelo uso indiscriminado de antibióticos. Essas bactérias são a causa de mais da metade das infecções hospitalares, sendo extremamente resistentes aos antibióticos, levando vários pacientes a óbito.

Exercícios sobre doenças causadas por bactérias

Teste seus conhecimentos resolvendo os exercícios abaixo:

1. (PUC-Rio) Muitas doenças humanas são produzidas por vírus. Marque, na relação seguinte, a única que é de origem bacteriana.

a) Gripe

b) Caxumba

c) Tétano

d) Sarampo

e) Varíola

Resolução: letra c. A doença de origem bacteriana é o tétano.

2. (UFPB) O uso indiscriminado de antibióticos tem como consequência o aparecimento de superbactérias patogênicas, capazes de resistir a uma grande quantidade de antibióticos. As estruturas das células bacterianas, envolvidas nessa resistência a antibióticos, são os (as):

a) paredes celulares.

b) membranas celulares.

c) flagelos.

d) plasmídeos.

e) mesossomos.

Resolução: letra d. Os plasmídeos são moléculas de DNA circular presentes nas bactérias.

As bactérias são organismos procariontes causadoras de diversas doenças, como leptospirose e coqueluche.

Por Helivania Sardinha dos Santos

Источник: https://www.biologianet.com/doencas/doencas-causadas-por-bacterias.htm

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: