Quando ir e o que faz o urologista

3 sinais de que você precisa consultar um urologista

Quando ir e o que faz o urologista

Se alguém te perguntar “quem é o médico do homem?”, provavelmente, você responderá que é o urologista. Essa resposta não está de todo errada, mas a área de atuação do urologista vai muito além da saúde sexual do homem.

O urologista é responsável, também, por cuidar do trato urinário, de homens, mulheres e crianças. 

A busca masculina por mais qualidade de vida e vitalidade, tem colaborado com a procura pelo atendimento especializado para a saúde. Isso porque os homens começaram a perceber o quanto os hábitos preventivos são importantespara tratar doenças e, até mesmo, evitá-las. 

Afinal, embora conversem muito com os amigos para tirar dúvidas sobre a saúde masculina, é fundamental consultar um médico especialista, que faça uma análise de exames, hábitos diários e do histórico de saúde do paciente. Só assim é possível determinar um diagnóstico e um tratamento, realmente, efetivo. 

Continue a leitura para entender a importância de visitar o urologista regularmente, e conhecer 3 sinais de que indicam que você precisa consultá-lo quanto antes. 

Qual a função do urologista?

Todo urologista deve ter realizado uma especialização em cirurgia geral e outra em urologia, totalizando 11 anos de dedicação a essa área, no mínimo.

Esse é o especialista responsável por tratar e diagnosticar as doenças do trato urinário tanto em homens, quanto em mulheres. Nesse caso, o urologista trata a saúde da bexiga, rins, uretra e ureteres.

O urologista, também, diagnostica e trata doenças relativas às adrenais ou glândulas suprarrenais. Essas glândulas estão localizadas acima dos rins e são responsáveis por produzir os hormônios cortisol e adrenalina.

Além disso, o urologista cuida do sistema reprodutor masculino, que compreende o pênis, testículos, próstata, vesículas seminais, ductos deferentes e epidídimos. 

Quais doenças são tratadas por um urologista?

Como o urologista é o médico destinado a tratar do sistema urinário, tanto do homem, quanto da mulher, fica responsável por diagnosticar e tratar os seguintes casos de:

  • infecções e inflamações em todo o trato urinário; 
  • cálculos renais; 
  • cânceres no sistema urinário e
  • incontinência urinária.

Já em relação ao sistema reprodutor masculino, o urologista é responsável por diagnosticar e tratar: 

  • doenças sexualmente transmissíveis (DSTs); 
  • fimose; 
  • ejaculação precoce; 
  • impotência sexual; 
  • curvatura peniana; 
  • infertilidade e 
  • tumores que acometem o sistema reprodutor masculino.

Como é feito o diagnóstico por um urologista?

Por tratar diversas doenças, o urologista pode utilizar diversos exames para realizar um diagnóstico preciso, além do exame clínico. Os principais mais comuns são:

  • hemograma: para avaliar os parâmetros bioquímicos relacionados ao trato urinário, como creatinina, ureia, ácido úrico e contagem de leucócitos e o marcador tumoral PSA;
  • exames de imagem: ultrassonografia e ressonância magnética;
  • espermograma;
  • biópsia vesical;
  • fluxometria;
  • uretrocistoscopia;
  • exame de toque retal.

No entanto, cabe ao urologista avaliar cada caso e decidir quais exames são necessários para chegar a um diagnóstico conclusivo.

3 sinais que indicam a necessidade de procurar um urologista

Embora seja fundamental visitar regularmente um urologista, alguns sinais indicam que essa consulta deve ser antecipada. 

Conheça 3 sinais que sugerem que você deve procurar imediatamente um urologista: dores; sintomas urinários e sintomas dos órgãos reprodutores masculinos.

1.Dores em geral

Para um urologista, sentir dor em determinadas regiões podem indicar diversos problemas. Veja, em homens e mulheres:

  • dor na região lombar: pode indicar problemas nos rins, como cálculo renal, pielonefrite ou tumor;
  • dor abdominal: pode sugerir infecções, cálculo renal e, até mesmo, um tumor;

Nos homens:

  • dor no pênis: pode sinalizar infecções, traumas e DST’s;
  • dor nos testículos ou no epidídimo: é um alerta para varicocele, inflamações, cisto ou tumor;

2.Sintomas urinários

Alguns sintomas urinários gerais podem indicar a presença de infecção, inflamação, lesões renais ou, até mesmo, um tumor. Em homens e mulheres:

  • desconforto ao urinar;
  • gotejamento;
  • incontinência urinária;
  • presença de sangue na urina;
  • aumento da frequência urinária diurna e noturna;
  • diminuição do fluxo urinário.

3.Sintomas dos órgãos sexuais masculinos

Quando há sinais de infecções e outros problemas no sistema reprodutor masculino, os sintomas que indicam a necessidade de procurar um urologista são:

  • impotência sexual;
  • ejaculação precoce;
  • diminuição da libido sexual;
  • desconforto durante a relação sexual;
  • ausência de orgasmo;
  • sangue no esperma;
  • verrugas penianas.

Por isso, ao identificar qualquer um desses sintomas, procure imediatamente um urologista e faça uma investigação com o profissional para compreender de onde vem o desconforto. 

Lembre-se que a consulta ao médico, logo ao identificar os primeiros sinais, evita possíveis complicações de qualquer que seja o problema. Afinal, para ter um envelhecimento saudável é preciso começar a cuidar da sua saúde desde já!

Quer receber dicas para cuidar da saúde do homem? Siga meu e Instagrame fique por dentro!

Material escrito por:
Dr. Leonardo Ortigara

CRM 15149 / RQE 7698

Источник: https://www.drleonardoortigara.com.br/artigos/urologista/

Médico urologista: quando procurar e o que ele faz?

Quando ir e o que faz o urologista

Nos últimos anos, se tornaram comuns no Brasil as campanhas de novembro azul, que reafirmam a importância da prevenção ao câncer de próstata. De forma positiva, essas campanhas também acabam levantando outras questões que envolvem a saúde do homem e a atuação do médico urologista.

Apesar de muitas pessoas reconhecerem a urologia apenas pelos seus cuidados com a saúde genital masculina, esta área também é responsável pela saúde do trato urinário de ambos os sexos, já que tanto homens quanto mulheres possuem rins, bexiga e uretra, o canal por onde passa a urina.

Entenda melhor sobre as funções de um urologista lendo o texto a seguir.

O que faz um urologista?

A Urologia é uma especialidade médica que trata as doenças do sistema urinário (aparelho urinário) masculino e feminino, assim como é o especialista das doenças do sistema genital masculino. Apesar de seu acompanhamento ser amplamente recomendado para homens com mais de 50 anos, esse profissional acompanha os pacientes desde a infância até a terceira idade.

Todo urologista é um cirurgião, já que em sua carreira acadêmica o profissional passa pela formação em Cirurgia Geral antes de se especializar em Urologia. Como a área possui uma ampla atuação, esse profissional também pode cuidar do diagnóstico e tratamento de doenças urológicas ao atender no consultório ou focar seu atendimento em procedimentos cirúrgicos.

O urologista também é essencial no acompanhamento de cirurgias de redesignação sexual para pacientes transgêneros de ambos os sexos, orientando e acompanhando o resultado das funções genitais no pós-cirúrgico.

Quais doenças podem ser avaliadas pelo urologista?

De acordo com os os sintomas apresentados pelo paciente, o urologista pode diagnosticar e oferecer o tratamento ao avaliar a saúde dos seguintes órgãos:

  • Rins: os problemas mais comuns nesse órgão são pedras, cistos e tumores.
  • Bexiga: infecções urinárias, cálculos, dentre outras dificuldades para urinar como a bexiga caída, mais comum em mulheres.
  • Uretra: uretrite, estenose de uretra e câncer uretral.
  • Próstata: prostatite, infecções, e Hiperplasia Benigna Prostática, que ocorre quando há o aumento benigno da próstata.
  • Órgãos genitais masculino: tumores de testículo, atrofias testiculares e outras disfunções reprodutivas e sexuais do homem que englobam o  pênis, testículos, próstata e vesícula seminal.

Procedimentos e exames urológicos

Há exames que só o urologista vai pedir, como um estudo urodinâmico, teste que consegue rastrear algumas disfunções no trato urinário inferior (bexiga, próstata e uretra). Esse exame indicado para avaliar Incontinência Urinária, Retenção Urinária, Hiperplasia Benigna da Próstata, Síndrome da Bexiga Hiperativa, entre outros problemas.

Entre os exames físicos estão o exame de toque retal, onde o urologista pode avaliar a próstata, sua consistência e tamanho, entre outros sinais que indicam doenças prostáticas.

Dentre os procedimentos, a Endourologia usada no tratamento das doenças urológicas por meio de uma endoscopia, onde são introduzidos os instrumentos necessários pela uretra. Com a endourologia, tumores de rim e bexiga, cálculos renais e outras doenças prostáticas podem ser tratadas de forma mais segura, por não ser um procedimento invasivo.

Qual a diferença entre o médico urologista e o nefrologista?

Enquanto o nefrologista se concentra em disfunções e doenças dos rins, o urologista cuida de forma ampla de problemas que afetam todo o trato urinário.

Além disso, o nefrologista possui uma formação clínica geral, enquanto o urologista possui uma base acadêmica voltada para a atuação cirúrgica.

Juntamente, as duas especialidades complementam os cuidados com a saúde renal e promovem qualidade de vida aos pacientes.

Andrologia e a saúde sexual masculina

Dentre as diversas práticas da Urologia está a Andrologia, subespecialidade dedicada ao estudo e ao cuidado da saúde íntima masculina. O andrologista é especialista na função sexual masculina, avaliando o sistema reprodutor e até mesmo questões hormonais.

Em síntese, no que se refere ao sistema reprodutor masculino, o urologista é para o homem o que o ginecologista é para a mulher.

Esse profissional é capaz de avaliar diversos problemas que cercam a saúde íntima do homem como disfunções sexuais, infertilidade, disfunção erétil, ejaculação precoce e Infecções Sexualmente Transmissíveis, conhecidas como ISTs, além de promover métodos contraceptivos masculinos, como o uso da camisinha ou até mesmo a vasectomia, um procedimento que consegue deixar o homem estéril.

A Sociedade Brasileira de Urologia também consente o acompanhamento do andrologista no início das atividades sexuais de jovens. Esse acompanhamento pode rastrear desde uma simples fimose ou excesso de prepúcio que pode interferir negativamente a vida sexual dos homens, até casos de varicocele que podem causar infertilidade masculina.

E ainda, para ajudar o paciente no que se refere à fertilidade, o andrologista pode interagir com outras especialidades médicas, como a ginecologia e genética médica.

Como o urologista pode ajudar pacientes do sexo feminino?

Além do urologista tratar doenças do trato urinário independentemente do sexo do paciente, existe uma subespecialidade da Urologia dedicada para o sistema urinário feminino chamada Uroginecologia. Essa área investiga incontinências urinárias na mulher, prolapsos, distopias uterinas e entre outras patologias.

Gostou do conteúdo? Nos encontre também nas redes sociais e acompanhe mais dicas de saúde.

Источник: https://fazumhilab.com.br/medico-urologista-quando-procurar-e-o-que-ele-faz/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: