Síndrome de Charles Bonnet: o que é, sintomas e tratamento

Síndrome de Charles Bonnet

Síndrome de Charles Bonnet: o que é, sintomas e tratamento

Entre todos os nossos sentidos, provavelmente o mais importante é a visão. Neste artigo, falaremos especificamente sobre uma das doenças oculares menos conhecidas: a síndrome de Charles Bonnet.

Todo o nosso mundo está configurado em volta da nossa capacidade de perceber o entorno em imagens. Por isso, as doenças que afetam a visão são muito preocupantes, e dedicamos, anualmente, muitos recursos e esforços para a sua prevenção e cura.

Muitas dessas doenças já são nossas conhecidas. Problemas como a miopia, o astigmatismo ou as cataratas são bem comuns em nosso entorno. Entre as menos difundidas, uma das doenças mais curiosas é a síndrome de Charles Bonnet.

Neste artigo, vamos ver no que consiste este problema, assim como tudo o que nós sabemos atualmente sobre a sua origem e as diferentes intervenções desenvolvidas para combatê-la.

O que é a síndrome de Charles Bonnet?

Este transtorno da visão é um dos menos conhecidos e compreendidos de todos aqueles que existem. Caracteriza-se pela aparição de alucinações visuais em pacientes que estão sofrendo perdas oculares.

Essa doença costuma se manifestar em pacientes com problemas de catarata ou glaucoma, ou naqueles que sofrem de algum problema nas áreas visuais do cérebro.

As alucinações presentes na síndrome de Charles Bonnet são bem vívidas e realistas. No entanto, ao contrário de outros transtornos nos quais acontecem situações parecidas, os pacientes sabem perfeitamente que o que estão vendo não está realmente ocorrendo. Por isso, ele se diferencia de outros problemas como a esquizofrenia ou o consumo de substâncias tóxicas.

Desse modo, as alucinações aparecem em pessoas cujo único problema de saúde é a visão. Portanto, para diagnosticar a síndrome de Charles Bonnet é necessário ter descartado a presença de demência, transtornos mentais ou qualquer tipo de intoxicação.

Os problemas de visão costumam aparecer, principalmente, durante a terceira idade. Por isso, esta doença é muito mais comum nesta parte da população.

As características das alucinações

As alucinações produzidas pela síndrome de Charles Bonnet são bem variadas. Entretanto, elas têm uma série de características comuns:

  • Quando elas aparecem, o paciente está perfeitamente consciente do que está acontecendo. Por isso, os afetados sabem que aquilo que eles estão vendo não é real.
  • Elas se combinam com as percepções normais. Em vez de substituírem totalmente a realidade, as imagens se sobrepõem ao que o afetado veria normalmente.
  • Elas aparecem e desaparecem de maneira aleatória. Deste modo, é muito difícil encontrar uma causa clara para essas mudanças ou ver nelas um determinado padrão.
  • Os pacientes costumam sentir surpresa, mas quase nunca têm medo daquilo que veem.
  • Elas tendem a aparecer em situações de estresse, quando existe uma sobrecarga sensorial ou ausência de uma estimulação muito grande.
  • Elas aparecem de forma muito mais vívida do que na realidade. Enquanto o resto é visto de maneira embaçada, as alucinações são vistas de modo bem nítido. Isso acontece porque a síndrome de Charles Bonnet só aparece em pessoas que possuem a sua visão reduzida.

As causas e os tratamento

A ciência ainda não conseguiu explicar exatamente o porquê do aparecimento da síndrome de Charles Bonnet. Ainda não se conseguiu encontrar uma só causa que nos permita conhecer a razão dessas alucinações. No entanto, já existem várias teorias que tentam esclarecer algo sobre esta condição.

Segundo a teoria mais aceita atualmente, esta síndrome aparece porque os neurônios do cérebro deixam de receber os níveis de estimulação aos quais estavam acostumados. Por isso, eles se tornam muito mais sensíveis a todos os estímulos externos e, em alguns casos, podem inclusive “fabricar” os seus próprios estímulos.

Com respeito ao tratamento, ainda não existe um remédio que seja totalmente efetivo contra este transtorno visual. Por isso, normalmente os médicos tratam a síndrome de Charles Bonnet de uma maneira mais paliativa do que curativa.

Por um lado, o primeiro passo dos profissionais da saúde é informar ao paciente sobre o que está acontecendo. Nós devemos pensar que muitos deles podem estar se sentindo angustiados ao perceber uma “realidade” paralela. Por isso, o médico deve explicar que se trata de um transtorno visual e que, controlando essa doença, eles podem minimizar os seus riscos.

Depois disso, o enfoque habitual é tentar solucionar o problema visual. Na maioria dos casos ficou comprovado que o fato de operar o paciente para devolver a sua acuidade visual faz com que as alucinações desapareçam.

Источник: https://amenteemaravilhosa.com.br/sindrome-de-charles-bonnet/

A importância do conhecimento da Síndrome de Charles Bonnet pelo médico oftalmologista e psiquiatra / The importance of the knowledge of the Charles Bonnet Syndrome by the ophthalmologist and psychiatrist

Luiz Guilherme de Moraes Matheus, Bernardo Kaplan Moscovici, Robson André Jr, Nayara Marques Zahr, Elis Marina Martinelli Guelfi, Karen Asano Paiva Magalhães, Carolina Pontes Lima

Introdução: A síndrome de Charles Bonnet é definida como a percepção de alucinações visuais complexas em pacientes idosos, com déficit visual significativo, tendo os pacientes a percepção da natureza irreal de tais alucinações.

Objetivo: O presente artigo, tem por finalidade esclarecer as características da síndrome de Charles Bonnet, em especial para os médicos psiquiatras e oftalmologistas, uma vez que tais especialistas tendem a se deparar mais com quadro clínico característico da síndrome. Métodos:Foi realizado pesquisa bibliográfica.

A busca de artigos de revisão, bem como relatos de casos foi realizada nos bancos de dados eletrônicos das bases da Latindex, SCIELO e Google Scholar. Revisão da literatura:Com prevalência baixa, a síndrome de Charles Bonnet é em muitos casos subdiagnosticada, tendo em vista que a patologia é pouco conhecida.

Seu quadro clínico pode induzir o profissional da saúde a realizar um diagnóstico psiquiátrico errôneo. Uma vez diagnosticada, ofertar tratamento eficaz, que se baseia na correção do quadro oftalmólogico é de total importância para o sucesso terapêutico do paciente.

Conclusão: Após análise da literatura, evidenciou-se que apesar de ter sido descrita pela primeira ver no século XVIII, a síndrome é pouco conhecida. Saber identificar pacientes com o possível quadro, torna-se tarefa importante na busca de ofertar aos mesmos, tratamento adequado.

Descritores: Alucinações, Transtornos da visão, Saúde mental

DOI: https://doi.org/10.26432/1809-3019.2018.63.1.37

ISSN 0101-6067 (versão impressa

ISSN 1809-3019 (online)

O Periódico “Arquivos Médicos dos Hospitais e da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo”, está licenciado com uma Licença Creative Commons – Atribuição 4.0 Internacional.

O que é a Síndrome de Charles Bonnet:

A Síndrome de Charles Bonnet, também conhecida como CBS, é uma condição que afeta pessoas cognitivamente saudáveis ​​(na maioria das vezes idosas) com perda parcial ou total da visão.

Aqueles que vivem com a CBS frequentemente experimentam alucinações visuais muito vívidas que podem variar do simples ao complexo e podem durar de alguns minutos a várias horas, dias ou até mesmo anos.

Embora a CBS afete pessoas com deficiência visual, ela não afeta os que nascem com problemas de visão. (apenas aqueles que têm perda súbita de visão ou problemas de visão relacionados à idade.).

Sintomas da Síndrome de Charles Bonnet:
Os sintomas mais notáveis ​​da Síndrome de Charles Bonnet são alucinações visuais. As pessoas que vivem com a CBS podem experimentar duas categorias diferentes de alucinações:

Alucinações simples: Essas alucinações podem incluir formas, padrões, lampejos de luz e linhas, entre outros objetos não formados.Alucinações complexas: Essas alucinações podem ser totalmente formadas e incluem imagens de pessoas, animais, insetos, cenas, padrões repetitivos e objetos do cotidiano.

As pessoas que vivem com a CBS também relatam ter visto suas alucinações em cores e em preto e branco. E, embora as alucinações não sejam perturbadoras, algumas pessoas acham perturbador ver uma pessoa, um animal ou um objeto estranho em sua casa.O tempo, a frequência e a intensidade das alucinações podem variar muito de pessoa para pessoa.

Muitas pessoas que vivem com a CBS, no entanto, experimentam alucinações ao acordar e podem identificar um padrão no momento e freqüência de suas alucinações após algum tempo.

Como a CBS é causada por outras condições que resultam em perda de visão, é importante também observar os sintomas da condição subjacente.

Derrames, degeneração macular, catarata, retinopatia diabética e outras condições comuns podem levar ao desenvolvimento da Síndrome de Charles Bonnet, entre outros distúrbios sérios.

Causas da Síndrome de Charles Bonnet:

Não existe uma única causa conhecida da Síndrome de Charles Bonnet. Como mencionado anteriormente, a CBS pode ser causada por outras condições de saúde que danificam a visão, incluindo:

Acidente vascular encefálico;Degeneração macular;Retinopatia diabética;Oclusão da veia retiniana;AVC occipital;Glaucoma;Complicações cirúrgicas que resultam em deficiência visual.

Embora a Síndrome de Charles Bonnet tenha sido associada a certas condições de saúde, os pesquisadores ainda não sabem ao certo por que as pessoas com deficiência visual podem experimentar alucinações visuais (mas existem teorias).

Uma teoria comum sugere que, quando as células da retina de uma pessoa não podem mais enviar ou receber imagens, o cérebro começa a criar suas próprias imagens “fantasmas” (semelhantes à dor do membro fantasma relatada por pessoas que perderam membros.).

Diagnóstico da Síndrome de Charles Bonnet:

Como a Síndrome de Charles Bonnet pode estar ligada a condições crônicas mais graves, é importante consultar seu médico no início dos sintomas. Tomar conta de sua condição no início pode ajudar a prevenir outras preocupações de saúde no futuro.

Quando você for a sua consulta, não deixe de trazer uma lista de sintomas, incluindo descrições de alucinações, bem como seu tempo e freqüência, quaisquer medicações que esteja tomando atualmente e informações sobre quaisquer outros eventos de saúde que possam ter contribuído para a perda da visão ou deficiência.

Não há uma única ferramenta ou teste que seu médico irá usar para diagnosticar você ou seu ente querido com a Síndrome de Charles Bonnet. Em vez disso, eles provavelmente farão um exame físico e um exame oftalmológico, e pedirão detalhes sobre as alucinações visuais.

Alguns médicos podem solicitar um exame de ressonância magnética ou um exercício de memória para descartar outros problemas cognitivos.

Tratamento da Síndrome de Charles Bonnet:

Atualmente, não há cura para a Síndrome de Charles Bonnet. A maioria das opções de tratamento visa aliviar os sintomas quando eles ocorrem e tornar a condição mais manejável.

Источник: http://casadodoutor.com.br/dicas/sindrome-de-charles-bonnet-sintomas-causas-diagnostico-e-tratamentos/

Sobre a Medicina
Deixe uma resposta

;-) :| :x :twisted: :smile: :shock: :sad: :roll: :razz: :oops: :o :mrgreen: :lol: :idea: :grin: :evil: :cry: :cool: :arrow: :???: :?: :!: